História Butterfly - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jeon Jungkook, Jimin, Jimina, Jungkook, Jungkooka, Park Jiminie
Exibições 30
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - Festa


Fanfic / Fanfiction Butterfly - Capítulo 36 - Festa

Pov on Jimina
Fomos para a festa que haveria e o Jimin foi cantar com os integrantes de BTS
Realmente? E sinceramente... Porra! Só queria que a lua de mel começasse logo... 😳Juro que não sou pervertida...
Quando o Jimin desceu daquele palco e começou a tocar o DJ eu já tava virada nos Toddynho ( ͡° ͜ʖ ͡°)
-Demorei? Podemos dançar agora... -Disse e eu coloquei minhas mãos em seu pescoço
-Demorou sim... Você não quer rebolar no meu quarto?( ͡° ͜ʖ ͡°)  -Disse e o Jimin sorriu maliciosamente e começou a rir
-Tem certeza que você não bebeu um pouco? -Me perguntou.
-Eu não tô bêbada se é isso que você quer saber, mas... Eu quero independentemente você rebolando no meu quarto...
-Pode ser na sua cama?-Ele disse me puxando para perto
-Apenas foda-me
E então subimos para o quarto...
Pov on Kooka
Quando saímos da igreja o Kook disse que me levaria para a festa e que o Jimin leva-se a Jimina, é realmente... Eu só não sabia se o Kook com essa ação estava pensando em deixar o shipp dele favorito sozinhos ou se ele queria que ficássemos sozinhos...
-Eu não acredito que agora somos casados... -Ele disse
-Como se eu acreditasse...Parece um sonho realmente...-Nisso encarei meu celular... Não sabia como reagir ou pensar...
-Vamos, olhe para mim!
Assustei e olhei para ele
-O que foi? -Mordi os lábios
-Foi que eu quero pular a festa se morder os lábios mais uma vez...
-Como assim? -Perguntei e por mais que tentasse evitar  morder os lábios era a minha única reação
-É que qualquer jesto seu me faz enlouquecer...
Corei e olhei para o chão,nisso ela tocou meu queixo levantando minha cabeça.
-Tem certeza que não posso te levar pro quarto mais cedo? -Ele disse sorrindo maliciosamente
-Ah vai para de ser besta! -Disse rindo-Você vai me levar pra festa ok?
-Sim... Vai ter uma festa no nosso quarto... -Ela sorria e ria do quanto meu rosto queimava de vergonha
-Bebeu foi? O que deu em você? -Perguntei
-Bebi a bebida do amor
-Tá impossível falar com você! -Disse rindo
-Você não precisa falar nada... Só se entregar a mim... -Meu rosto queimava com extremo fire
-Eu já me entreguei à você naquela igreja, resumindo você pode fazer o que quiser...
-Isso é um convite para errarmos o caminho da festa? -Disse ele sorrindo surpreso com tamanha audácia e ousadia da minha parte
-Se o caminho for a minha boca sim... -Ele estava dirigindo então não fez nada, quando chegamos à frente do local onde seria a festa, ele desceu do carro  e abriu a porta pra mim...
-Que foi? Você está calado desde aquela hora... -Perguntei enquanto ele me tirava do carro, nisso ele me puxou para perto me encostando no carro e estava com uma mão na minha nuca e a outra na minha cintura
-Digamos... Eu gosto do sabor dos teus lábios juntos aos meus-Ele disse murmurando e começou a me beijar intensamente...
O ar não se fazia necessário  porém a festa iria acontecer sem a gente se continuassemos ali nos agarrando...
-Kook... -Disse em meio ao beijo-Temos de ir lembra?
-Não lembro...Só lembro que...Embora o seu vestido seja muito bonito... Eu prefiro você sem ele-Paralisei o Kook conseguia... Fazer meu coração palpitar a cada palavra que sussurava em meu ouvido, sua voz e o seu toque era tão envolvente e excitante... Rafa Rafa... Kooka sua... Vamos parar com este pensamentos minha filha?
-Sério isso Kook? Temos de ir pra festa-Nisso comecei a puxá-lo para dentro da festa porém ele me abraçou por trás beijando meu pescoço fazendo meu corpo arrepiar e a minha respiração ficar ofegante...
-Depois você não me escapa!
-Como se eu quizesse -Mordi os lábios e continuei meu trajeto até a mesa onde a Jimina me esperava e parecia entediada
-Demorou em? O que acontec... -Ela disse me observando de cima à baixo-Foi se pegar com o Kook? Sim né? Olha o seu estado... Tá toda descabelada só com a pegação... Imagina amanhã? -Ela começou a rir  e eu consequentemente também porém bem corada
-Vou me arrumar... Vai lá pegar seu boy no palco-Disse pegando um espelho observando ela ir ao encontro deles e depois sumirem da festa... ( ͡° ͜ʖ ͡°)...Sem comentários...
    Ajeitei meu batom e o meu cabelo enquanto ouvia aquela voz perfeita do Kook cantando Butterfly junto com os integrantes de BTS, que começaram a tocar "Blood Sweat & Tears" e foi aí que eu não aguentaria vê-los rebolando não só o Kook porque apesar de tudo, eu ainda era uma Army ( ͡° ͜ʖ ͡°) mas também... Ver o Kook rebolando seria difícil me conter, ainda mais porque tinha muitas armys na festa o que me deixava com o sangue fervendo... Ai de algumas delas se tocassem nele e consequentemente nos integrantes de BTS também...
Eu não aguentaria ficar sentada ali com aquela dança, me levantei e começei a dançar... Ver eles rebolando lá em cima era algo de extrema alegria minha ali em baixo(já que estavam num palco) E o ódio fluía nos meus olhos quando aquelas armys gritavam o nome do Kook
Começei a dançar rebolando igualmente à eles, eu sabia a coreografia então foi fácil dançar...
Quando ela música acabou o Kook desceu do palco e passou a mão na minha cintura puxando-me para perto me abraçando
-Você gosta de me provocar dançando dessa forma não é? Pra completar existe caras aqui... E eles não são cegos... Mas eles vão ficar se continuarem te encarando dessa forma... -Ele sussurrou e comecei a rir
-Acho o mesmo destas armys assanhadas aqui... -Disse e ele me puxou mais ainda para perto
-Mas nenhuma delas está casada comigo... E nenhuma delas chegam ao teus pés-Ele me beijou mordendo meus lábios com extrema urgência como se minha boca fosse sua única maneira de viver
-Esses caras também não chegam aos teus pés senhor Kook-Disse durante o beijo
-Vamos-Disse ele
-Pra onde? Por que? -Perguntei
-Pro seu quarto Kooka... É que nessa festa não dá pra fazer nem metade do que quero fazer com você -RI envergonhada assenti e o segui até o quarto...

Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...