História Butterfly - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, J-hope, Jimin, Jungkook, V
Exibições 19
Palavras 1.131
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Ecchi, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oeeeee ♥

Consegui atualizar duas fics num mesmo dia u.u Tô evoluindo, meu povo.

Espero que gostem do capítulo, e me perdoem a demora para posta-los. Aliás, desculpem-me pelo tamanho deste capítulo, minha intenção era fazê-lo bem maior (nem que eu ficasse uma semana inteira escrevendo apenas ele), mas eu estou sem tempo e queria postar ainda hoje.

Enfim, já sabem que é pra ignorar qualquer errinho, né? - Eu não revisei :v

Desculpa aí, gente.

Tenham uma boa leitura ♥

~Kisses

Capítulo 5 - Eu estou aqui, e vou te proteger


Fanfic / Fanfiction Butterfly - Capítulo 5 - Eu estou aqui, e vou te proteger

Jimin abraçou seu pequeno fortemente e passou á chorar junto do mesmo, que estava em choque e extremamente trêmulo.

— Meu amor, quem fez isso com você? — Sua voz rouca se pronunciou, Jungkook apenas olhou-o fundo nos olhos e suspirou sofrego, caindo novamente em seguida sobre o corpo do mais velho — Kookie... — Beijou sua testa molhada — Eu estou aqui, bebê.

— Minnie... — Jeon fortemente apertou seu braço, logo afundando sua cabeça em seu peito — Eu pensei que ele me amava...

— Jungkook... — O olhou receoso — Você não foi atrás do Taehyung, né?— O mais novo assentiu junto de uma expressão tristonha e com resquícios do susto, estava nervoso, pálido e sujo. — Pequeno, foi ele que fez isso com você? — Jimin tomou as palavras olhando nos olhos de seu irmão, que num soluço imprevisível, novamente assentiu ao mais velho. Jimin respirou fundo, fechou os olhos e soltou o ar por sua boca entreaberta, tentando acalmar-se e não cometer nenhuma loucura quanto ao Kim.

O Park mais velho guiou Jeon até o carro, cobriu-o com uma jaqueta sua que havia deixado no banco de trás há alguns dias e deu partida. Seguiram os dois para casa. Jungkook ainda choramingava e tremia encolhido no banco ao lado, Jimin optou por deixar permanecer o silêncio ali, o faria algumas perguntas sim, mas não agora, Jungkook precisava descansar, estava muito aflito.

[...]

— Tome, Kookie. — O mais velho estendeu-lhe uma xícara com o velho chocolate quente que tanto amavam, Jungkook a pegou e piscou os olhinhos freneticamente ao sentir o vapor quente chegar em seus olhos, mesmo que também deixou seu nariz vermelho em meros segundos. Jimin riu bobo da situação, e da fofura extrema que aquele possuía.

Ambos já haviam tomado banho, estavam agora sentados no sofá da sala, reféns do mesmo silêncio que ora fez-se presente ainda no carro. Jimin o olhou nos olhos e tirou algumas mechas molhadas de cabelo de seu olhos, acariciou-os por um tempo e depois passou a apenas observar seu pequeno, que deleitava-se com a bebida traga por si.

— Sabe que precisamos conversar. — O mais novo assentiu.

— É meio difícil, mas eu sei que não teria condições de dizer isto em qualquer momento, porém — suspirou — eu tenho que dizer. — Jimin assentiu, junto de um sorriso compreensível ao mais novo, que largou sua xícara sob a mesinha de centro da sala e voltou para junto do hyung — Tudo começou quando Hobi hyung me mandou uma mensagem. Ele disse que o Tae estava estranho, agindo mal, tanto que até os outros hyungs estavam em busca de algo que o sossegasse de alguma forma, por que ele estava completamente descontrolado. Ontem ele havia ido na casa do Hobi, bêbado, e quebrou várias coisas lá. Sem contar os inúmeros machucados que possuía no corpo. Hoseok tentou ajudar, mas ele não aceitou. — Jungkook encolheu-se no sofá, de forma que seus braços entrelaçavam-se em sua perna. Olhou bem Jimin perplexo ao seu lado, suspirou e continuou — Eu não deveria, hyung, mas me preocupei com o Tae. Eu fui na casa do Hobi hyung, e até aí tudo estava bem, mas eu resolvi voltar sozinho pra casa, e encontrei ele na rua, próximo àqueles balanços da pracinha.

— Kookie... — Jungkook pegou em sua mão, apertou-a fortemente e mordeu os lábios.

— Deixe-me terminar, hyung. Por favor. — Jimin assentiu.

— Eu pensei em correr, mas ele realmente era mais rápido, sempre foi, mas eu esqueci disso por um breve momento. Ele me pressionou contra a parede de um beco escuro, eu comecei a chorar e ele me bateu. Ouvi inúmeros xingamentos, covarde, mulherzinha, incapaz, ele realmente me humilhou de todas as formas possíveis. — O dongsaeng deu uma breve pausa para secar a lágrima solitária que insistia em cair de seu rosto, ainda pálido. Aquilo partia o coração de Jimin — Mas isso não foi o pior, pois depois de me xingar, ele me bateu mais, e logo depois de eu estar imóvel no chão, fui arrastado para o fundo daquele beco. O Tae pegou uma faca, eu não sabia o por que, por que ele passou a me odiar tanto? Eu me perguntava constantemente enquanto chorava abaixo de seu corpo. Depois de me ameaçar com aquele objeto pontudo, sorriu de forma assustadora e começou a rasgar partes de minhas roupas. Eu sentia frio, medo, sentimentos de inúmeras formas, das mais ruins...mas o que mais sentia angústia em ter feito foi desobedecer você, hyung. — Infelizmente não fora capaz de aguentar-se sob estas lágrimas, fungou e tentou seca-las com suas mãos, mas eram muitas. Seu irmão abraçou-o e o pôs em seu colo. Enquanto Jimin acariciava, cheirava e deixava que também suas inúmeras lágrimas silenciosas caíssem sobre os cabelos macios de Jeon, o mais novo criou forças para continuar sua fala — Em poucos segundos ele já estava arrancando minha blusa, eu somente pude fechar meus olhos e esperar pelo pior. — O Park mais velho pôs seu dedo indicador sobre os lábios de Jungkook, que calou-se subitamente.

— Não precisa me dizer mais nada. — Sussurrou — Eu estou aqui, e vou te proteger.

— Me perdoa, hyung. — O mais novo desesperou-se e passou á chorar incessantemente, junto de soluços e arfadas.

— Não se culpe por nada, pequeno. Fique calmo, isso nunca mais acontecerá. Eu fiz uma promessa á mim mesmo quando nasceu, e eu irei cumpri-la, nem que seja a última coisa que eu faça em toda a minha vida. — O mais velho umideceu seus lábios e beijou a testa coberta pelos fios de Jeon, que estava agarrado em seu corpo de tal forma ; como um pedido singelo e delicado de carinho e proteção.

Mas Jeon não havia sido abusado por Taehyung — e disto, Jimin ainda não sabia. Apenas fora dado-o um pequeno susto, Taehyung não era ruim desta forma. Na verdade, ele não era ruim em nenhum sentido, apenas era infeliz e procurava a felicidade em relacionamentos duradouros que apenas eram meras desculpas para noites incansáveis do maior causador de sua então doença, o sexo. Após a morte de sua omma e do assassinato do amor de sua vida — a qual era uma mulher — desesperou-se, e passou á odiar tudo e todos secretamente há sua volta. Depois daquela doce garota, decidiu tornar-se bissexual, e daí seu interesse inteiramente á homens descoberto meses depois, por conta de Jeon Jungkook — Garoto doce, adorável, carinhoso e bonito. Tal como sua antiga namorada.

Foi por isso que Taehyung o escolheu. Unicamente por isto.

Ele forçou a si mesmo á amar Jungkook, mas na verdade ele apenas não queria deixar o espaço dela vazio.

Ele não o amava realmente.


Notas Finais


Taehyung fdp :((


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...