História Butterfly - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Eldarya
Personagens Ezarel, Jamon, Keroshane, Leiftan, Mery, Miiko, Nevra, Personagens Originais, Valkyon
Tags Eldarya, Ezarel, Mascarado, Nevra, Romance, Valkyon
Visualizações 51
Palavras 473
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


"prometo que não vou mais ficar tanto tempo sem postar"
suhaushaushaushahuhsa eu n tenho nada a comentar sobre isso
DESCULPA GENTE
cês devem até ter esquecido a história
a que ponto cheguei, não é mesmo?

POISÉ
esse cap é só um flashback, o mais confuso q eu já escrevi na minha vidinha
e é isso aí
Daqui a pouco tem outro cap diretamente de onde paramos

Capítulo 17 - Acordo


Fanfic / Fanfiction Butterfly - Capítulo 17 - Acordo

— Ah, graças a você mesma!

Hans se aproximou do Oráculo com sua melhor expressão de um homem semi-acabado, e ela o saudou gentilmente.

— O bom filho à casa torna.

— Não sou mais seu filho.

— Então por que me procurou?

O velho homem bufou, cansado de jogos e de insultos inteligentes. Já tivera o suficiente daquilo durante toda a vida e a ocasião pedia que ele se comportasse e parasse de brigar. Era hora de uma trégua.

— Não sabia que estava tão mal a ponto de não saber o que acontece com o seu povo. — começou, e o espírito franziu o cenho. — Um dos agentes do seu irmãozinho está no quarto ao lado.

— Eles invadem a Fortaleza frequentemente. Não é tão preocupante, querido.

— Estão atrás dela. Lex está em perigo.

Hans sentia que suas forças o deixavam rapidamente, mas se recusava a desistir. Precisava terminar o que tinha começado. Precisava salvar sua filha.

O Oráculo revirou os olhos, as órbitas brancas causando arrepios no senhor. Ele odiava quando ela fazia aquilo, quando saía de seu próprio corpo translúcido e vagava, invisível, pelos caminhos que bem quisesse. Tão rapidamente quanto saiu do ar ela voltou, e sua expressão calma se alterou levemente para medo. Pavor.

— Estamos perdidos... Sinto muito, Hans, ela...

— Sente muito?! Faça alguma coisa!

— Se eu pudesse fazer algo já teria feito! Você me proibiu de me aproximar. O que quer que eu faça?!

As memórias de quando Hans abandonou Eldarya voltaram à sua mente. Quando soube da gravidez de Moira, e do fardo que sua filha carregaria ao ser a próxima de sua linhagem, ele proibiu por seu sangue que o Oráculo não faria com ela o que fez com ele, e não se aproximaria de sua filha. Agora, sentia-se culpado por ter jurado isso. A vida de sua garotinha estava por um fio, e ele não podia fazer nada.

— Retiro o que eu disse. — sussurrou alto o suficiente para que o espírito o ouvisse. A moça se aproximou dele sem acreditar no que acabara de ouvir. — Eu. Retiro. Ela vai ser a Herdeira. Definitivamente. Eu aceito os termos.

— Vai desistir de tudo? — ele assentiu, fraco.

— Já perdi Moira. Não posso perder minha filha também.

O Oráculo respirou fundo. Nunca esperaria um sacrifício, mas era sua chance de proteger sua nova Herdeira.

— Pelo menos alguém aqui não vai passar pela dor de perder um filho...

Suas mãos pálidas pousaram no peito de Hans, que suspirou sôfrego pela ultima vez. Seus olhos castanhos se fecharam, e a vida deixou seu corpo aos poucos. Sua energia retornou para o espírito, o suficiente para que ela pudesse fazer o que tinha que fazer. Se materializou no quarto de Lex, em meio à todo o sangue e sujeira e se ajoelhou de frente para a garota que desfalecia no canto do quarto.

— Hora de acordar, Lex...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...