História By chance - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Euphemia Potter, Sirius Black, Tiago Potter
Exibições 7
Palavras 1.115
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que gostem *-*

Capítulo 4 - Capitulo 4


Quando Sirius chegou na casa de Lupin, todos da banda já estavam lá e a fã número um deles também. Bastou ele pisar no porão, local onde a banda ensaiava, para ser ‘atacado’ por um abraço.

— Beth! O que você está fazendo aqui?

— Bem, vim ver o ensaio da minha banda preferida, não é? – Ela disse com os braços enlaçados no pescoço dele e o beijou. Beth era irmã mais nova da Marlene, mas bem diferente dela, tinha o rosto fino, era alta e tipo modelo, diferente da “porra-louca” que era Marlene. – A banda do meu namorado lind...

— Espera! Namorado? – Sirius a interrompeu com olhos arregalados, Remus Lupin assistiu a cena rindo da cara de desespero do amigo.

— Sim, eles só estavam esperando você e James que está no telefone.

— Não mãe, eu não faço idéia de onde ela está desde hoje de manhã! Sim, eu sei que tenho que cuidar dela também, é dever de irmão mais velho blá blá blá, ta bom, se eu souber de alguma coisa, eu mando notícia. Beijo, te amo. – James desligou o telefone. – Minha irmã está dando a louca. – Ele explicou quando viu que todos olhavam para ele.

— Vamos ensaiar! – Chamou Sirius querendo fugir da Mckinnon mais nova.

A banda ensaiou e quando Sirius não se prontificou, Pedro foi levar Beth para casa.

— Eu não sei da onde ela tirou que estamos namorando, preciso esclarecer isso logo. – Ele disse se jogando no sofá velho do porão entre James e Remus.

— Padfoot! – James o repreendeu. – Você não pode terminar com a nossa única fã.

— Corrigindo. Padfoot! Você precisa terminar logo com ela e parar de dar esperanças para a garota. – Disse Remus.

— Tudo bem. – O Potter deu de ombros. – Os marotos ainda vão ter muitos fãs.

— Ahaam, com certeza. – Concordou Sirius com os olhos no celular, tinha mandado uma mensagem para Kat há algum tempo e nada de ela responder. – Hey, o que você tanto olha pra esse celular? – James arrancou o celular da mão do amigo. – Quem é Cady?

— Uma garota meio louca que eu conheci. – Sirius pegou o celular de volta. – Esse não é o nome dela de verdade.

— Cara, se você está saindo com uma garota, pelo menos decore o nome dela. – Remus reclamou pegando o videogame portátil.

— Own Moony, você é tão meigo. – Sirius caçoou. – Bom, galera, vou nessa, está tarde e amanhã a gente tem treino para a grande final Prongs.

— Vai vai Wildcats! – Brincou James.

Sirius pegou o celular e colocou os fones de ouvido antes de subir na moto para ir pra casa. Ele sorriu ao pensar que assim como Kat ele também não queria ir pra casa e esperava que quando chegasse Walburga já tivesse dormindo, assim ele não precisaria ouvir os resmungos dela. Parou em uma sinalização, mesmo já sendo muito tarde, mas não foi por isso que parou. Uma gangue atravessava na faixa e ele os conhecia muito bem, os Death Eaters, filhos de papai malucos se drogando, fazendo coisas perigosas e se divertindo às custas do desespero de outras pessoas. Sirius conseguiu identificar Lucius Malfoy, sua prima Bellatrix Black, Rodolphus Lestrange, Theodore Nott, sua outra prima Narcisa Black indo um pouco atrás ao lado de uma garota de cabelos castanhos cheios que parecia um pouco deslocada no grupo, Katerina levando Snuffles no colo.

Eles atravessaram, colocaram mascaras de caveiras e começaram a bater e chutar um mendigo jogado na rua. Sirius ficou observando a cena até ouvir buzinas de outros carros, o sinal estava aberto.

Garota maluca. – Pensou.

Quando chegou ao Largo Grimmauld Place, no casarão dos Black, notou que tinha uma mensagem no celular.

“Oi, desculpa a demora, eu estava um pouco ocupada”.

Sirius jogou o celular longe, tinha que impedir que ela andasse com aqueles caras, mas teria que o fazer pessoalmente.

[...]

POV Katerina

Depois que Sirius foi embora, eu fui até a casa de minha amiga Narcisa e levei Snuffles junto. Ela achou o cachorrinho muito fofo, mas também não sabia de quem era. Contei a ela tudo o que estava acontecendo em casa, mas ela não deu muita atenção, estava um pouco empolgada para contar sobre seu novo namorado, Lucius Malfoy.

— Uau! Um Malfoy, arrasou hein.

— Sim, estou querendo ver ele hoje, você vem comigo?

— Vou pra qualquer lugar desde que eu não tenha que ir pra casa.

— Ok, vem cá. – Ela me chamou e nós duas fomos para o quarto do lado. – Bella!

— O que foi Cissa? – Perguntou a mais velha, Bellatrix, ela já estava na faculdade, tem cabelos longos, pretos e enrolados.

— Hoje você vai sair com os Death Eaters, certo? Posso ir?

— Claro, Lucius vai gostar.

— Kath vem comigo, ok? – Anunciou Cissa e Bellatrix me olhou de cima a baixo e suspirou.

— Olha, os Death Eaters em sua maioria estão na faculdade, é coisa pra gente mais velha, você só pode ir porque está namorando um de nós Cissa. Ok. Ela pode ir, mas só hoje, se quiser ir mais vezes, vamos ter que falar com o Mestre.

— O Mestre? – Pergunto arqueando uma sobrancelha.

— É garota, o líder da gangue, o mais gato de todos, Lord Voldemort, mas você só pode saber quem ele é, se entrar na gangue, enfim, vocês duas precisam de ajuda para se vestir de acordo, entrem. – Disse Bellatrix e nós entramos no quarto dela.

Bellatrix me emprestou uma blusinha preta de renda roxa e para a irmã uma blusinha tomara que caia ao estilo espartilho. Nos maquiamos e ela falou para colocarmos saltos se possível, para parecermos mais velhas.

Mais tarde nos encontramos com alguns garotos, éramos as únicas garotas da gangue, mas eles foram bem legais, Malfoy, os irmãos Lestrange e Theodore Nott, todos de famílias ricas e poderosas. Eles nos compraram bebidas e saímos por aí na rua a noite apenas para nos divertir e quer saber, foi ótimo, não sei porque James não gosta deles, cheguei até a pensar em realmente entrar na gangue, estava curiosa para saber quem era o tal Mestre.

Somente quando cheguei em casa eu liguei o celular. Havia umas 20 ligações do meu pai, umas 50 da minha mãe e algumas do James, uma mensagem da Alice e uma do Snuffles.

— Você chega em casa depois das duas da madrugada, não dá um sinal de vida, agora está usando esse tipo de roupas. Com quem estava andando Katerina Potter? – Minha mãe perguntou já gritando quando cheguei em casa.

— Não enche. – Digo indo em direção à escada.

— Você está de castigo, está ouvindo bem? Da escola pra casa, Katerina.

— Ta, ta. – Digo, eu não estava a fim de sermão e dane-se aquele castigo, eu ia para o parque de diversões com o Snuffles no fim de semana sim


Notas Finais


E aí galerinha! Vocês gostaram? Deixem um comentário, vou amar saber o que vocês acharam
Bjs ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...