História By Message - Muke I Cashton - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford
Tags Cashton, Lashton, Malum, Muke
Exibições 96
Palavras 646
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Aviso: Tente não ter ataques

Capítulo 19 - Decimo Sétimo Dia: Se Eu Te Der a Minha Mão, Você Segura?


Fanfic / Fanfiction By Message - Muke I Cashton - Capítulo 19 - Decimo Sétimo Dia: Se Eu Te Der a Minha Mão, Você Segura?

Luke

Ficamos nós beijando e eu queria que aquela sensação, aquele momento nunca passasse, que o tempo parasse para nós dois, pois só nós existíamos naquele momento. Paramos o beijo quando ficamos sem ar. Mike afastou o rosto do meu, não o corpo, pois eu ainda o segurava. Pensei que fosse me empurrar ou algo assim, mas ele apenas se aconchegou nos meus braços e colocou a cabeça no meu peito. Soltou uma leve risada.

- Do que está rindo, Mikey?

- O seu coração está batendo muito rápido, sabia?

- Claro, né? Afinal você está aqui comigo.

- É bom saber que é por mim que ele acelera desse jeito.

- E é, por você e por ninguém mais.

Seu sorriso aumentou, o que fez que o meu sorriso também aumentasse, pensei até que ia rasgar o meu rosto, mas não. Não rasgou. Graças a Deus. 

Ficamos lá, naquela posição, até eu perceber uma coisa: Mikey adormeceu nos meus braços.

- Esse preguiçoso...

Peguei ele no colo e me levantei. Eu não ia acordar ele. Ele parecia um anjo dormindo. Queria gravar esse momento para sempre na minha mente. Aproveitei e deixei um selinho nos seus lábios.

- Durma bem, meu pequeno anjo. - disse com meus lábios perto do seu ouvido. Ele se remexeu um pouco, mas não acordou, ainda bem.

Levei ele pra minha casa. Coloquei ele na cama, mas tive que trocar as suas roupas - que na verdade são minhas -, estavam molhadas e ele ia ficar resfriado assim. Vesti ele com uma camisa branca, um moletom e calças de moletom cinza. Doeu um pouco ver as marcas vermelhas com tons de roxo no seu corpo. Dói saber que ele sentia esse tipo de dor. Sim, essa frase está no passado, porque a partir de agora, eu não vou deixar ninguém voltar a machucá-lo. Ninguém mais vai maltratar o meu anjo.

- Hum... Luke... - disse com a voz arrastada e sonolenta. Sai de meus desvaneios quando ouvi a sua voz. Ele havia acordado.

- Bom dia, Mike...

- É de tarde, Luke.

- Já está anoitecendo, mas tudo bem.

- Dá no mesmo, ainda não é de noite.

- Verdade.

Me levantei da onde estava e me deitei do seu lado. Ele estava deitado de bruços, então deitei do mesmo jeito e passei meu braço esquerdo pela sua cintura e o puxei para perto.

- Mikey...

- O que?

Coloquei minha mão direita na sua frente e ele me fitou sem entender.

- Se eu te der a minha mão, você segura ele, não solta e me promete que não irá segurar a de mais ninguém? - ele segurou a minha mão e a cobriu com as suas duas mãos, que eram menores que a minha.

- Se for você que estiver segurando a minha mão, a hipótese de segurar outra vai ser completamente nula.

- Mikey... talvez seja cedo para te falar, mas... Eu te amo... muito... muito...

- Luke... - algo molhou a minha mão e quando vi, era Mike que estava chorando - Não diz isso, por favor... Não mente pra mim...

- Não estou mentindo... Foi pouco tempo, mas é verdade. Durante o pequeno tempo que estivemos juntos, você conquistou 50% do meu amor e enquanto mandava as mensagens, roubava mais 50%. Quando eu descobri que você era aquele garoto que dizia que me amava, eu fiquei feliz, aliviado por ser você e não outra pessoa. Senti que te amo há muito tempo e só descobri quando você parou de aparecer. Meu coração se apertou e chamou por você. Se eu senti raiva, foi porque você não me disse quem era. Eu queria saber e agora eu sei quem é. É a pessoa mais maravilhosa deste mundo. A pessoa mais bonita desse mundo. A mais gentil. A unica que conseguiu ter o meu coração por completo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...