História By the other side of the world - Imagine Wonho - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias BLANC7, MASC, Monsta X, UNIQ
Personagens 26, Ace, Cho Seung Yeon, Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Kim Sun Joo, Min Hyuk, Personagens Originais, Shinwoo, Show Nu, Won Ho, Woosoo
Tags Fanfic, Hyungwon, Imagine, Monsta X, Romance, Wonho
Visualizações 24
Palavras 1.890
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem desse capítulo ❤❤❤
Boa leitura!

Capítulo 20 - 2°temporada: "See you again"


Fanfic / Fanfiction By the other side of the world - Imagine Wonho - Capítulo 20 - 2°temporada: "See you again"

No meio da viagem,eu fiquei pensando em Wonho, será que eu fiz mesmo o certo?

Continuei me questionando a viagem inteira, não parava de me lembrar do sorriso de Wonho,seus olhos,seu rosto,seu corpo,seu toque,seu abraço,seu beijo,eu realmente comecei a me sentir arrependida por ter deixado ele,mas já está feito, não posso voltar atrás,agora tenho que pensar no meu filho.

Mas,e se meus pais não gostarem de eu ter engravidado de um homem que eu abandonei? O que eles vão dizer para mim?


Minha cabeça está um caos, não consigo pensar em nada,tudo está de ponta cabeça, só quero que tudo seja como eu queria,casar com Wonho e formar uma família com ele,e que Hyungwon não pensasse mais da mesma forma e aceitasse meu relacionamento com Wonho,mas parece que é impossível,ele é muito cabeça dura,quer porque quer me ver mal,eu acho que preciso esquecer disso e focar no meu filho.


O avião aterrissou e eu fiquei aliviada por tudo ter corrido bem,eu desci desfrutando do ar puro do Brasil, diferente da Coreia,respirei fundo e fui até o interior do aeroporto ligar para os meus pais me buscarem.


Minha mãe ficou confusa mas ficou feliz por saber que eu estava de volta,depois de quase 8 meses fora.


Ela chegou no aeroporto juntamente com o meu pai e veio correndo em minha direção com os braços abertos.


-Que saudade que eu tava de você minha filha,e você está linda com esse seu novo visual em,essas roupas chiques,como sempre muito linda. - disse ela me olhando de cima a baixo com um sorriso enorme.


-Eu também mamãe,estava sentindo muito sua falta,mas agora eu estou aqui para ficar um tempo com vocês.


Meu pai se aproximou sorrindo também


-E eu? Não mereço um abraço desse não? - disse ele rindo.


-Claro papai - disse eu dando um forte abraço.


Eu coloquei meus braços nos ombros de cada um e fomos até o carro.

No caminho eu fui contando sobre minha carreira e algumas coisas que aconteceram em Seoul,mas ainda não citei nada sobre a gravidez.


Chegamos em casa,senti aquele cheirinho de comida boa vindo da cozinha e não resisti.


Quando cheguei lá,tinha um cara muito estranho comendo na mesa,eu cheguei me assustei.


-Quem é você? O que está fazendo na minha casa? - disse eu histérica.


-Calma prima,sou eu Sungjoo,seu primo de 3° grau.


Calma ae, Sungjoo? Do UNIQ? COMO ASSIM ELE É MEU PRIMO DE 3° GRAU?

COMO EU NÃO SABIA DISSO?

Aliás, só depois de falar seu nome eu o reconheci.


-C-Como assim? Não pode ser? Eu nunca te vi nas reuniões de família?


-Isso porque eu moro na Coréia e meus pais não tinham contato com ninguém,mas vi você fazendo um show e sua música fazendo sucesso no ramo do Kpop,que logo minha mãe falou que você era minha prima de 3°grau,sabendo disso meu pai descobriu o endereço de vocês e nós viemos para cá.


-Mas porque você está aqui na minha casa sozinho?


-Meus pais tiveram que voltar por causa do trabalho,mas eu preferi ficar já que o UNIQ decidiu dar umas férias.


-Ah,tendi.


Só não me fale uma coisa,que o bofe é um pão em,e um sorriso gente,seus olhos transmitiam suavidade e sensualidade ao mesmo tempo.


Calma Paola,lembra do Wonho? O pai do seu filho? Então,pensa nele agora antes que eu bata em mim mesma.


-Bom, então,seja bem vindo. - disse eu estendendo minha mão.


Ele olhou minha mão e se levantou,me deu um abraço muito forte.


-Fico feliz em te conhecer priminhaaa! - disse ele rindo.


-Por favor pare, não aperte minha barriga assim eu estou grávida! - disse eu rindo um pouco mas fiquei séria depois de ter falado isso


Ele parou e me colocou no chão.

Me olhou com uma cara de sério


-G-grávida,nossa priminha parabéns! - disse ele sorrindo mais ainda.


-Tá,mas fale baixo,meu pais ainda não sabem,eu vou contar para eles agora.- disse eu sussurrando.


-Tá bom,vou ficar quietinho. - disse ele sussurrando de uma forma que me fez rir.



Meus pais entraram carregando minhas malas,eu ajudei minha mãe pegando as malas,mas quando fui subir as escadas, chegando na metade senti uma dor na barriga e acabei derrubando a mala.


-Está tudo bem minha filha? Tenha calma vem. - disse meu pai me levando até o sofá.


-Obrigada. - disse eu respirando bem fundo.


-O que foi minha filha?


-Foi só uma dor rápida já passou.


-Mas uma dor não se dá assim de repente e muito menos a toa, você tem certeza de que está bem? - perguntou meu pai.


Eu respirei bem fundo e comecei a falar da minha gravidez e sobre Wonho,sem citar os probleminhas que surgiram para não preocupar eles,e fui contando tudo.

Eles ficaram emocionados e muito felizes por saberem.

Mas ficaram duvidosos quanto ao Wonho não ter vindo comigo,mas falei que por causa da vida de k-idol,ele não poderia vir.


-Bom,eu espero que esse Wonho seja homem o bastante para te fazer feliz minha filha!- disse meu pai rindo.


Sungjoo entrou na sala


-Ah,filha,deixa que eu apresente seu primo.


-Não precisa pai,eu já o conheci na cozinha quando entrei,ele já me contou tooooda a história dele,agora eu realmente preciso descansar se não se importam.


-Claro que não filha pode ir.


Eu fui até meu quarto e Sungjoo veio atrás.


-Paola,eu só queria te dizer que seu pai me deixou ficar no seu quarto,mas se quiser eu pego minhas coisas e vou para a sala.


-Não que isso, não precisa,eu não me incomodo nem um pouco se você estar lá,afinal você é o hóspede, então fique a vontade,só por favor não mexa nas minhas coisas, são muito pessoais.


-Claro sem problemas, obrigado por me deixar ficar no seu quarto,e eu peço o mesmo também,sem querer parecer grosso, é que eu não gosto que mexam nas minhas coisas,eu me incomodo muito.


-Ok,agora eu vou descansar.


Eu entrei no meu quarto e estava tudo arrumado do jeito que eu deixei quando me fui.

As coisas de Sungjoo estavam no chão,em um colchão completamente organizado.

Eu fiquei surpresa e calma ao ver aquilo, significa que com a desorganização,eu não preciso me preocupar nem um pouco.


Me deitei e dormi bem rápido.


Paola off


Hyungwon on


Agora,eu estou aqui,saindo do hospital, fudido, literalmente,em uma cadeira de rodas,perdi o movimento das pernas.


Mas isso não me impedirá de fazer mal a Paola.


Eu fui levado pela enfermeira até a sala de espera, lá estava Wonho, Kihyun, Jooheon, Changkyun,Shownu e Minhyuk.


-Que triste te ver assim Hyungwon! - me disse Changkyun.


-É uma pena mesmo - disse Minhyuk.


-Eu tô com fome. - disse Jooheon.


-O que isso tem a ver com o assunto do Hyungwon, Jooheon? - perguntou Wonho.


-Nada,eu só queria falar alguma coisa,mas eu estou mesmo com fome.- disse ele fazendo todos rirem, até eu.


Eu não falo isso mas tenho uma proximidade grande com os membros sempre gostei deles,mas agora tenho um ódio eterno por Kihyun e Shownu.


-Então vamos para casa comer,eu preparei um almoço especial para Hyungwon. - disse Kihyun me encarando com um sorriso super falso.


Shownu foi quem me levou na cadeira,eu fiquei com medo dele, só me lembrava dele me estrupando, não estaria traumatizado se tivesse sido apenas sexo,pois ele é lindo,e gostoso também,seu pênis enorme é uma delícia,mas a forma com que ele agiu,agora me faz sentir nojo dele.


Chegamos em casa Shownu me colocou na mesa diretamente,sem falar nada.


-Bom,eu irei servir o Hyungwon primeiro. - disse Kihyun colocando umas luvas e pegando a panela.


O cheiro estava divino,a comida de Kihyun é realmente muito boa.


Quando ele abriu a panela,depois de fazer a porra do suspense,era um macarrão,com molho super picante.


Extremamente picante,mas ele não me disse nada.


Ele encheu meu prato e eu coloquei muito na boca.


Estava muito picante, tão picante,que eu fiquei com a língua dormente,implorando por água,eles ficavam rindo de mim.


Kihyun me deu o copo de água,eu bebi e me tranquilizei,tenho certeza que fizeram de propósito.


Eu percebi que durante todo o tempo Wonho me encarava,parecia que tinha raiva de mim ou algo do tipo.

Até que nós ficamos sozinhos e eu fui falar com ele.


-O que foi Wonho?


-Nada, só estou pensando.


-Em que?


-Na Paola,ela voltou ontem para o Brasil.


Eu abri um sorriso sem ele ver e depois me recompus.


-E….ela vai voltar?


-Sim,mas só depois da gestação. - dizia ele de cabeça baixa.


-Ah, claro.


Eu fiquei um pouco mais desanimado, não queria que ela voltasse,mas esse tempo já era suficiente para acabar com o relacionamento deles,e envenenar os pensamentos de Wonho sobre a Paola.


Eu espero que agora tudo dê certo.


Hyungwon off


Wonho on


Eu estou esperando até agora a ligação de Paola,ela não mandou nada,nem uma mensagem, será que aconteceu algo?

E se ela estiver em perigo?

Calma Shin,ela deve estar cansada e esqueceu,prefiro acreditar nisso.


Hoje Hyungwon voltou para casa em uma cadeira de rodas,e parece que é permanente, cabeça dura como é,nem sei se vai fazer o tratamento.


Eu me sentei,depois de conversar com ele,e esperei a ligação de Paola,mas acabei pegando no sono.


Uma hora depois eu acordei com o telefone tocando, já tinha 2 chamadas perdidas de Paola,eu atendi feliz e tranquilo.



-Alô? Paola?


-Oi meu amor,sou eu, desculpa ter demorado para ligar,mas é que eu estava muito cansada e acabei dormindo mais do que deveria.


-Ufa,que bom que foi só isso,pensei que tinha acontecido alguma coisa séria,que bom que chegou bem.


-Sim,e como está você meu bem?


-Eu estou bem, aliás o Hyungwon saiu hoje do hospital,ele está em uma cadeira de rodas, não pode mais andar.


-Nossa,que triste.


-É,mas infelizmente ele vai ter que aceitar né, não há mais o que fazer a não ser a fisioterapia.


-Verdade,e os outros como estam?


-Estam bem.


-Você parece triste,o que está acontecendo?


-Não foi nada meu amor, só estou com saudades. Queria estar aí no Brasil com você.


-Eu também adoraria você comigo meu amor.


Ficamos conversando durante 5 horas consecutivas,foi maravilhoso,eu nem vi o tempo passar,para mim foi tão rápido.


-Agora eu vou deixar você descansar. - disse eu.


-Tem certeza? Que horas são aí na Coréia?


-São 6 da manhã.


-Nossa meu amor, desculpa por não te deixar dormir,eu esqueci completamente da diferença de fuso horário.


-Por você eu ficaria acordado o dia todo, só para ouvir sua doce voz.


-Ai Wonho,me desculpa sério,agora acho melhor você ir dormir, você pode ficar doente.


-Tá bom meu amor,mas não precisa pedir desculpas,fique tranquila.


-Ok então meu bem,te amo tá,muito.


-Também te amo muito.


-Beijo, tchau.


-Tchau.


Nós paramos de falar e fui dormir muito feliz,acabei de falar com o amor da minha vida.


Wonho off


Paola on


Depois de conversar durante horas com Wonho,eu só consigo sentir mais falta dele,mas fico feliz por ter ouvido um “eu te amo” dele mesmo estando tão longe.


Eu estava descendo as escadas para o jantar,mas minha mãe não estava,ela foi comprar pizza junto com o meu pai.


Estávamos só eu e Sungjoo,que aliás nem estava dentro de casa,ele estava no quintal dos fundos.

Ele estava deitado no chão meditando.

Me deitei ao seu lado.


-No que está pensando?


-Estou só pensando,nada específico,parei para respirar um pouco,me libertar dessa coisa de ficar trancado dentro de casa sem fazer nada de bom para o corpo e alma.


-Nossa,que profundo. - disse eu rindo.


-Não sabe o quanto. - disse ele rindo mais ainda.


Não sei o que me deu mas quando olhei ele,pleno sorrindo,me deu uma vontade de abraçar ele.

Mas como eu podia sentir algo por ele?

Eu amo o Wonho,mas o que seria isso?



Ele se aproximou e disse


-Não se preocupe,eu sei que encanto.


-Convencido você em.


-Mas é a verdade priminha,simples e sincera.


-Uhum,sei. - disse eu rindo.


Ele me olhou nos olhos bem profundamente e meu instinto automaticamente o beijou.


Depois disso,eu parei e dei um tapa nele,culpando.


-Me desculpe Sungjoo,eu não posso.


E saí correndo para o meu quarto.


Cara porque eu fiz isso? Eu beijei outro cara,sabendo que amo outro?


O que está acontecendo comigo?


Eu terei um filho com Wonho e saio beijando o meu primo?


Paola você é realmente a pessoa mais idiota e trouxa do mundo.


Continua.....










Notas Finais


Espero que tenham gostado ❤😍🔥
Tenham paciência com os acontecimentos porque ainda tem muita coisa para acontecer em 😂❤
Até o próximo capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...