História By the Surface, I Can See the Destiny! - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hashirama Senju, Hinata Hyuuga, Itachi Uchiha, Juugo, Kabuto, Kakashi Hatake, Karin, Kimimaru, Kizashi Haruno, Kushina Uzumaki, Madara Uchiha, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shisui Uchiha, Suigetsu Hozuki, Tobirama Senju, Tsunade Senju
Tags Ação, Drama, Konoha, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku, Suspense
Visualizações 24
Palavras 2.150
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem e que tenham uma ótima leitura!!

Capítulo 30 - Adeus Velho Amigo- Parte 2


Sasuke continua o seu percurso, mas mais pra frente ele vê um monte de zetsus reunidos e fortemente armados. Sasuke se esconde para não ser visto. Além de estar sem chakra, ele estava cansado da luta anterior e mal podia correr, mas algo inesperado acontece... Uma nave de tamanho mediano parece do nada... O dispositivo de comunicação do Sasuke começa a apitar, e então ele atende.

- E então Sasuke! Precisando de ajuda. – Dizia o piloto da nave.

- Hey, quem é você e como conseguiu burlar a comunicação? – Perguntou Sasuke olhando para a nave.

- Isso é algo que conversaremos depois. Desculpa por não chegar antes, mas cubra-se... Eu cuidarei deles aqui. – Disse o piloto.

O piloto posicionou a nave e, com um simples apertar de botão, rajadas de chakra do elemento água foram disparados nos Zetsu. Em um ataque tão poderoso que mutilavam os alvos.

Após os inimigos serem aniquilados, Sasuke sai de onde estava.

- É isso o que chamo de reforços! Mas me diga... Quem é você? Nos conhecemos? – Perguntou Sasuke olhando para cima em direção a nave.

- Ah, qual é? Mesmo que se passaram anos desde que a equipe FT se separou, você deveria pelo menos reconhecer a minha voz. – Respondeu o piloto.

- Espera um pouco... Suigetsu? É você, não é? – Sasuke. – Como você chegou aqui?

- Karin me contatou dizendo que você precisava de ajuda! Então tratei de vim o mais rápido possível... Não me pergunte como cheguei tão rápido a esta galáxia que isso é segredo, apesar de eu ter pegado um transito meio ruim no caminho. Heheh. – Explicou Suigetsu.

- Sério? Karin fez mesmo isso? – Sasuke.

- Agradeça a ela depois. Agora pode ir andando na frente que lhe darei cobertura. Ainda existem muitos dos que acabei matar neste lugar. - Suigetsu.

E foi exatamente o que aconteceu, Sasuke encontrou vários Zetsus no caminho, mas Suigetsu liquidou um por um. Os dois fizeram dupla por toda aquela base, sem deixar que nenhum inimigo escapasse... Mas sem perceberem, Karin os seguia, aproveitando o caminho livre, e logo ela recebe uma ligação de Nagato.

- Juugo está morto! – Disse Karin assim que atendeu.

- Sério isso? Hum... Então esse Sasuke, mesmo estando debilitado, é duro na queda hein?! – Respondeu Nagato coçando o queixo. – Vamos fazer assim então, esqueça a ideia de matá-lo. Enquanto ele estiver vivo, é uma garantia para que ele abra caminho pra você.

Nagato desliga logo após dizer isso, Karin se alivia em se livrar de uma preocupação. Ela continua a seguir seus antigos companheiros...

Longe dali, Sakura já havia chegado a ilha faz tempo, e continua a correr para encontrar Sasuke e Sarada. Konan havia sumido de suas vistas assim que chegaram à ilha. Então sabe-se lá para onde ela foi...

E Gaara que estava mais a frente do que Sakura, continua a seguir as trilhas de Sasuke.

E Sasuke e Suigetsu quando achavam que estava tudo limpo, eis que mais dezenas de Zetsus ressurgem do chão cercando o Sasuke.

- Sasuke, cubra-se... Deixa que eu cuido deles. – Disse Suigetsu que lança mais rajadas logo em seguida.

Sasuke se protegeu e deixou que Suigetsu cuidasse do resto novamente... Após matar todos, Sasuke novamente fala com ele.

- Valeu mano... Eu te devo uma. Quando sairmos daqui, te pagarei um drink! – Disse Sasuke.

- Agora estamos conversando! Eu conheço um bar excelente. – Suigetsu.

Em um morro ali perto, Madara lança um podeoso Goryuuka no Jutsu em direção a nave de Suigetsu que é abatida em cheio.

 - Não, SUIGETSU!!  - Dizia Sasuke enquanto corria em direção da nave, mas é arremessado para trás com um impulso da explosão da nave assim que cai no chão.

Sasuke olha em direção de onde o ataque viera e vê Madara saindo vagarosamente de sua vista.

- Droga, eu me encarregarei de que você seja o próximo, Madara! – Disse Sasuke olhando em direção da explosão. – Suigetsu... Ele irá pagar por isso... O prometo.

Com a nave abatida, Madara recupera a comunicação com o dispositivo de Sasuke e liga pra ele.

- Oh, me desculpe Sasukezinho! – Madara.

- MADARA VOCÊ É UM FILHO DA... – Sasuke

- Ah, porque está tão exaltado assim? Não me diga que você nunca matou um inseto em sua vida? Lá no fundo é a mesma coisa. – Madara.

- Como você pode comparar a vida de um inseto com a de um humano, seu bastardo! – Sasuke.

- Quando a toxina lhe tomar por completo, você entenderá! – Madara.

- Um motivo a mais para tira-la do meu corpo. – Sasuke.

- Hehehe! Desejo-te sorte. – Disse Madara desligando a chamada.

Após andar mais um pouco, Sasuke sente-se meio mal e começa a tossir sangue. Karin se aproxima dele segura em seu braço para apoiá-lo.

- Sasuke, você está bem? – Dizia Karin preocupada.

- Sim, estou... – Respondeu tentando esconder a sua dor, mas logo ele cai de novo.

Depois de alguns segundos, Sasuke recobra as forças e mantem o seu corpo ereto... Karin percebe o comportamento estranho do “amigo” que se vira pra ela, se aproxima e, de repente, põe suas mãos rodeando o pescoço de Karin começa a apertar fortemente... O Sharingan de Sasuke tinha se ativado sozinho, notava-se que ele estava fora de si.

Karin não vê alternativa, pega uma Kunai em seu bolso de ferramentas e atinge a perna de Sasuke e dá-lhe uma joelhada logo em seguida, fazendo com que Sasuke recobre a consciência...

- Desculpe Karin... – Disse Sasuke se apoiando em uma parede.

- Temos que tirar essa toxina de seu corpo, imediatamente... – Respondeu Karin.

- Sim... Mas primeiro eu tenho que salvar a Sarada. – Sasuke.

- Certo, vamos nos dividir. – Karin.

Karin avança primeiro do que Sasuke, enquanto ele cambaleava logo atrás. Devido a sua dificuldade para andar, Karin que andou na frente, some das vistas de Sasuke.

Como Karin havia avançado na frente, Sasuke vê que ela cuidou de abrir o caminho para ele, já que, o mesmo avistou alguns Zetsus caídos no chão. Mas antes de adentrar a um enorme salão que parecia ser a entrada do laboratório... Sasuke ouve alguns choramingões vindos de uma prisão ali perto e decide verificar quem estava chorando.

- “Hey! É a garotinha que eu vi em uma das bases de segurança da ilha.” – Pensou Sasuke que logo tomou liberdade de falar com a menina. – Garotinha, você está bem?

- Não importa como estou... Irei morrer aqui sozinha mesmo... – Disse a garotinha com a voz meio entristecida.

- Não diga uma coisa dessas, o portão da prisão foi destrancado por mim há um tempo atrás, você já pode sair... – Respondeu Sasuke abrindo o portão. – Viu? Venha pode sair daí, confia em mim.

- Me esqueça, okay? Já perdi as esperanças de sair daqui a muito tempo, e não há mais nada que me faça mudar de ideia... a menos que... – A garota ergue a cabeça e se aproxima de Sasuke. Você por um acaso conheceu o Gaara-sama? Ele me prometeu que íamos sair daqui sãos e salvos... Isso há algum tempo já.

Sasuke vira o seu rosto... Essa expressão foi suficiente para a garota entender que Gaara já não estava mais presente no mundo dos vivos, e isso a faz chorar mais ainda.

- Como isso pôde acontecer? Gaara-sama era como um irmão mais velho pra mim... Foi ele que impediu que Madara me matasse, fazendo-o acreditar que eu seria necessária para a evolução da toxina... Você sabe da toxina, não é? Eu sou imune a ela... Na verdade não tão imune... A toxina reage em mim diferente do quê em outras pessoas... Ela simplesmente se alinha às minhas células. Foi a partir de meu corpo que Gaara-sama encontrou a cura para a toxina... Pelo menos eu fui útil para alguma coisa. - Explicou a pequena garota.

- Não fale desse jeito, Gaara com certeza estava disposto a te ajudar... Eu sei que sim. Mas ele depositou todas as suas esperanças em mim e o fiz uma promessa. Por tanto, se confiares em mim, eu prometo a você que a tirarei daqui. - Sasuke.

- Mesmo? - Perguntou a garota.

- Lhe dou minha palavra! Venha comigo. – Disse Sasuke após tira-la da prisão. – Você ainda não me disse como se chama, senhorita.

- Me chamo Chino... Chino Chinoike. – Respondeu a garota.

- É um prazer conhecê-la Chino! Me chamo Sasuke... Estou procurando a minha filha. Você a viu? Ou viu alguém carregando-a? Ela tem apenas quatro anos de idade e...

- Fala da Sarada? Ela está logo ali perto do laboratório. Eu vi o Madara levando uma pequena garotinha pra lá e...

Antes de perceber, Sasuke corre em disparada para onde Chino apontou e abre a porta. Assim que are ele encontra Sarada presa dentro de uma máquina enorme que parecia uma máquina de refrigeração. Chino entra logo em seguida e se esconde atrás da porta, apenas deixando o seu rosto amostra.

Sasuke avança para tirar a Sarada dali...

- Dentro de poucos instantes, todos os seus poderes se expandirão. Mas parece que você prefere morrer. – Dizia Madara que aparece de surpresa dentro da sala.

Chino foge assim que vê Madara.

- Eu vou levar minha filha de volta para casa, quer você queira ou não. – Disse Sasuke desafiando Madara, mesmo estando em muita desvantagem.

 - Ah! Como os jovens são audaciosos... – Após dizer tais palavras, Madara aparece instantaneamente há um metro de distancia na frente de Sasuke e o lança contra a máquina usando o Shinra Tensei.

Sasuke cai no chão e Madara se aproxima dele aos poucos, mas do nada, correntes de chakra enrolam Madara e o faz se afastar um pouco... Madara quebra as correntes usando somente o se chakra em volta do seu corpo.

- Sasuke, agora!! A entrada para o laboratório fica logo ali. – Dizia Karin que atrasou Madara para dar tempo ao Sasuke.

Sasuke tira Sarada da máquina e corre em direção ao laboratório... Madara, vagarosamente, os segue, mas Karin o prende novamente com as correntes e, desta vez,  o arremessa contra a parede. Karin também lança várias kunais explosivas contra a porta que Sasuke acabara de entrar, impedindo a passagem de Madara.

- Bom, se você quer tanto se divertir a sós comigo, acho que posso brincar contigo um pouquinho também, não é? – Disse Madara ironicamente enquanto caminhava até Karin.

Sasuke finalmente encontra o laboratório e as duas vacinas que Gaara havia produzido estavam intactas.

- Papai... Tem certeza de que isso vai funcionar? Eu estou com medo... – Dizia Sarada.

- Só há uma maneira de descobrir se isso é realmente a vacina ou não... Vou injetar primeiro em mim. Se não acontecer nada, é porque estamos a salvo. – Sasuke.

Sasuke então direcionou a vacina em seu braço e pressionou a cura em suas veias. Toda a sua rede de chakra e suas células se tornaram livres da toxina, mas ainda levaria um pequeno tempo para que ele pudesse usar todo o chakra que ele estava impedido de usar, já que acabara de se curar.

Visto que ele estava completamente curado, ele chama Sarada pra perto dele e injeta a cura nela também... Finalmente os dois estavam livres desta praga que não o consumiram por um triz.

- Eu já posso sentir o chakra alheio... – Dizia Sasuke. – Como isso é revigorante.

Pai e filha se abraçam, mas diante daquele momento Sasuke à vista na mesa a última página das escrituras de Madara e começa a ler.

- Notas de Madara página 3.
“- Com toda a Akatsuki em meus comandos, meus planos ficavam cada vez mais próximos de se concretizarem, e agora com a filha de Sasuke e Sakura... Ela será aquela que. Com certeza absoluta fará tudo o que eu disser... Usarei os poderes que ela herdará de seus pais para o meu próprio propósito. Governar todo o mundo e esfregar na cara dos atuais líderes que eu estava certo o tempo todo. Poder é o único caminho para alcançar a paz... Só irão entender quando eu vos mostrar... “ – Fim das escrituras.

Sasuke sai do laboratório direto para abaixo de construção de um hangar que Madara estava construindo. Ainda não tinha o teto...

Após correr muito, Gaara encontra uma nave abatida no chão.

- Será que era a nave daquele cara que encontrei mais cedo? Se for, ele encontrou um destino terrível aqui... Isso é o que acontece quando se enfrenta Madara. Sei por experiência própria. – Após analisar o acidente, Gaara continua a procura de Sasuke.

Sakura acaba de passar pelo primeiro laboratório da ilha e percebe que Sasuke havia passado por ali, Sakura vê uns rastros de areia no chão e presume que Gaara também havia seguido por este caminho.

- Sasuke... Sarada... Aguentem mais um pouco, pois eu já estou chegando. – Dizia Sakura que corre como nunca correu antes.

Em algum lugar da ilha... Chino encontra com Konan que fazia origamis de papel enquanto estava sentada em uma pedra.


Notas Finais


Opinem se gostaram. Vejo vocês no próximo capítulo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...