História By your side - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas de Nárnia
Visualizações 24
Palavras 618
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Magia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu adorei escrever esse capitulo, tem personagem novoooo, um dos meus preferidos de escrever. E é um pov da Lucy!!!!! Espero que gostem<3

Capítulo 27 - Nós corremos, é claro!


Nós corremos, é claro!

POV Lucy

-Gale! - gritava o garoto ao longe - Gale não chegue perto disso - disse ele a uma garotinha que pegou no colo e levou para dentro de um barraco. Agora falava baixo, mas como podia ver a cena pela pequena janela, tentei ler seus lábios - Eu sei, que tudo isso é horrível, mas por enquanto somos só nós dois, e no momento preciso que você fique aqui sem fazer nenhum barulho. - a menininha soluçava, mas pareceu se acalmar quando ele lhe entregou um ursinho de pelúcia surrado.

Minha atenção retorna a minha peculiar situação:

-Dou 60 - grita um homem

-Dou 80! - grita outro ainda mais repugnante do que o primeiro

-150 pela mocinha - fala o terceiro e sinto uma ânsia de vômito. O mercador me agarra pelos ombros e me bota em um canto junto com os outros vendidos. O próximo é Eustáquio, mas ninguém parece muito interessado:

-Dia agitado? - pergunta o garoto do meu lado. É o mesmo da garotinha. Ele puxa uma adaga do bolso e começa a cortar as cordas que prendem os meus pulsos.

-Nem me fala!

-Ora, este é fortinho, por que não da o primeiro lançe? 

-Ele fede a traseiro de minotauro! - esse comentário é seguido por várias gargalhadas

-Como escaparemos deles? - pergunto ao garoto.

-Nós corremos é claro! - ele abre um sorriso travesso e me puxa pelo pulso. 

-É Habot! Roubando outra vez! - grita o mercador apontando para nós. Três homens partem para nos perseguir.

Quase que imediatamente começa um caos. Corremos até um corredor sem saída com alguns cabos de vassoura em um canto. Ele pega uma delas e começa a duelar, faço o mesmo:

-Onde aprendeu a lutar assim? - pergunta ofegante sem tirar o sorriso do rosto.

-Anos de experiência - não consigo evitar e rio também. Uma vez que todos estavam derrotados, começo a correr de volta:

-Para onde vai? - pergunta ele me alcançando - Não sei se você se lembra, mas é lá que os mercadores estão!

-Eu sei, mas meu primo ainda está la, e tudo indica que meus irmãos estão chegando para nos ajudar.

Minhas previsões estavam certas. Quando chegamos Caspian e Edmund estavam lutando com alguns outros  homens e nos entregaram espadas. Ao final do combate fomos aplaudidos. Caminhávamos triunfantes de volta para o navio quando o garoto disse a Caspian:

-Soube que vocês têm um navio, e estão em uma missão para combater a névoa. Minha mãe acabou de ser levada naquele bote e só restou a mim e minha irmã. Prometi a ela que daria um fim nisso, e não posso decepciona - la... de novo. Eu te imploro.

-Não se exaspere companheiro. Seja bem vindo.

-Sério? Muito obrigado, não decepcionarei! Gale - agora falando com a menininha - você precisará ficar com a sua tia, vou cumprir minha promessa e volto logo. - essa fala foi seguida por um longo abraço e um aceno de mão.

-Meu rei! - o homem que descobri ser um dos 7 fidalgos diz - Essa espada foi dada a mim pelo seu pai e esteve escondida em uma caverna por tanto tempo...

-Não é uma espada de Narnia! - comenta Ed 

-É da sua era de ouro, extremamente rara. Só existem 7 dessas, foram presentes de Aslam para proteger Narnia. Nada mais justo do que pertencer a você agora.

-Obrigada milorde, acharemos seus cidadãos. Edmund, faça bom uso dela - diz Caspian entregando a espada a ele.

-Então, parece que vamos passar muito tempo juntos, acho que deveríamos ao menos saber o nomes um do outro. Connor - disse ele estendendo a mão para mim

-Lucy.


Notas Finais


O que acharam do Connor???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...