História Cabelos Sedosos e um Amor Profundo - Capítulo 3


Postado
Categorias Originais
Tags Yaoi
Exibições 49
Palavras 733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Escolar, Esporte, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá pessoas do meu Brasil... Não, o Brasil não é meu, mas logo será porque EU DOMINAREI O MUNDO MUAHAHAHA

Brinks...

Talvez um dia
muahha.

Capítulo 3 - O Jogo e "Uma certa alma que não deveria existir"


povs. G.

Sabia que daria certo.. Afinal, fizemos um bom trabalho. Eu, C e A seguimos a direção oposta, as 3 com um sorriso no rosto, principalmente a A... Mas, eu... meio que também shippo. E eu aposto que a C também... Enfim, como éramos as novas jogadoras, deveríamos nos arrumar.

povs. F.

Justo elas estavam no time, ELAS eram as novas jogadoras! Na hora, não consegui acreditar,mas logo me acalmei e esqueci de todos os meus problemas quando Neko se sentou ao meu lado na arquibancada, e assistimos ao jogo tranquilamente...
.
.
.

O jogo havia começado, a bola era do time inimigo. Mas com um movimento, apenas um simples movimento, uma garota tomou a bola. Passou para G, que se esquivou das outras jogadoras, enterrando a bola na cesta. Quando uma das jogadoras do time oposto reclamou que elas estavam apelando logo no início do jogo. Olhei para a cara das garotas e me arrependi por elas e quase acreditei, que por um momento, uma bomba explodiria em um piscar de olhos. Neko-chan também percebeu a raiva nos olhos de C, G e A.

Continuando o jogo, C tirou a bola de uma das garotas, se esquivou de todas, pulou, pronta para jogar a bola. Quando uma jogadora do time inimigo bateu na bola, jogando-a para a garota de seu time. Quando A tirou a bola da mesma, passou para G, que jogou para C, que ainda estava no ar, fazendo uma cesta de 3 pontos.Realmente, essa jogada, impressionou a todos. Foi tão rápido que mal consegui acompanhar. A bola estava com as do outro time, e se esquivaram das defesas do nosso time. Estava pronta para fazer uma enterrada, quando, do nada, surge A, batendo na bola e passando para G, que se esquivou e jogou para C, que fez a cesta. E assim ocorreu o jogo. As garotas da nossa escola ganharam de 52 à 11. 

Para comemorar, haveria uma festa hoje a noite, e toda a escola estaria lá. Pensando bem, seria legal, uma oportunidade de descobrir mais sobre as garotas. Sem esquecer de mencionar meu neko que COM CERTEZA dançaria comigo...

povs. Neko-chan

Decidi sair e comprar uma roupa mais adequada para a situação. Enquanto escolhia a roupa, me perguntava o tempo todo:" Será que o F. irá gostar?". Me arrumei e fui a festa. Realmente estava bem cheia, com várias coisas, comidas e pessoas, mas nada do F. 
C: O F  está lá embaixo.
Neko-chan: hum?! E-EU... NÃO ESTAVA PROCURANDO POR ELE!!
C: Eu sei que estava. Sei de muita coisa, agora vá lá.-disse C, apontando para onde F estava.

Fui até F, com uma pontada de felicidade por encontrá-lo...

povs. F.

 

Até que enfim, encontrei Neko-chan. Conversamos muito. Não me sentia bem, sentia como se nosso beijo nem tivesse ocorrido. Isso é oque chamam de frienzone?! Não pode ser!!

povs. Neko-chan

 Sentia como se nosso beijo nem tivesse ocorrido. Isso é oque chamam de frienzone?! Não pode ser!!(Autora: Já vi isso em algum lugar...)
Neko-chan: Tenho que ir pra casa, apesar de não ter ninguém me esperando em casa.- Realmente, estou muito cansado!
F: Ah, ok... Te vejo na escola amanhã.

Me sentia um tanto quanto desconfortável dessa situação. Quando é que voltaria tudo ao normal? Ou melhor, não queria o normal, queria F.

Chegando em casa, tomei um longo e pensativo banho, me deitei em minha cama e pensei sobre a situação. Desta vez, adormeci...
.
.
.

Tomei meu café e peguei o trem para a escola. Chegando lá, escondi-me  e observei F. Notei que havia uma garota nova na sala, ela se apresentou como Karin, e algo me incomodava muito sobre ela. O modo em que ela olhava para F...! Não ficaria assim!!!(Autora: modo yandere: Ativado!)

No intervalo, percebi que ela também observava a MIM. Mas de um modo diferente: como se estivesse me matando em sua mente. Definitivamente, me intimidava, e ela também deve ter percebido meus olhares e intenções com F. Essa vadia! 

povs. G.

Notei várias coisas hoje, como também uma certa alma que não deveria existir e atrapalhar nosso trabalho. 
C: Não fui com a cara dessa garota. Vamos afastá-la de F.*ela fala com uma cara normal, mas sinto sua áurea assassina*
A: Isso mesmo... NINGUÉM, MAS NINGUÉM MESMO, ESTRAGA  NO QUE EU ACREDITO!!...- disse com uma expressão sombria.
G: Não se preocupem. Daremos um jeito nela...

 


Notas Finais


Acho que esse capítulo ficou meio longo, mas espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...