História Cabelos Verde Menta •Taegi & Jikook• - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 51
Palavras 935
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Mistério, Saga, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GENT É O SEGUINTE!
Desculpa não ter postado esses dias e não poder postar nesses futuros dias. Eu tenho que estudar pra prova final, sabe? Acho que vocês me entendem. Vlw!

Capítulo 6 - De maldito a bendito parque.


Fanfic / Fanfiction Cabelos Verde Menta •Taegi & Jikook• - Capítulo 6 - De maldito a bendito parque.

Pov Jeon JungKook 

Senti o brilho de algumas luz em meus olhos quando os abrir, mesmo minha visão ainda fosca, senti alguns leves chacoalhões de alguma mão média que conhecia bem e me apertava bastante. Com esse carinho todo não poderia ser mais óbvio que o dono da mesma seria Yoongi. Digo abrindo um pouco mais os olhos, já tinha acostumado com aquela luz.

-O que aconteceu?

Ele me olha encreduo, como se a resposta fosse a mais óbvia possível.

- Sério que você não lembra de nada?

Por um momento para para pensar sobre o que aconteceu, o meu suposto sonho da casa azul.

- Não foi um sonho?

- Não JungKook, não foi um sonho, como você foi parar lá?

- E-eu não sei, só sei que entrei numa casa azul...

- Caralho, sua mãe nunca te disse que não se pode entrar em qualquer casa assim? 

Ele diz com uma voz meio gritada o que me fez dar um pulo da cama aonde estava deitado.

- Não foi porque eu quis...

- Eu entendo, nem eu sei o que 'tá acontecendo, não posso cobrar isso de você... eu sou o culpado disso.

-Min Yoongi, para se não eu vou te dar um soco, você não tem culpa de nada. 

Eu sabia do que o mesmo falava, por isso rapidamente o repreendi, eu sei que a culpa não é dele e muito menos minha.

- Ok Kookie, você venceu! Vamos em algum lugar 'pra resfriar a cabeça?

-Vamos, vai ser melhor assim... que tal aquele parque perto do caminho da Lua?

-Vamos então...

Ele disse desconfiado de algo, o que o mesmo tinha? Medo de acontecer algo? Acho que um parque não fará mal a ninguém, é somente um local cheio de luz e energia.


Pov Kim TaeHyung 

Estava chorando mais uma vez, eu me sinto fraco, eu sou um fraco. Decido ir naquele mesmo local que fui a alguns dias atrás, achei o mesmo lindo e encantador, por que quero ir novamente? Algo puxa-me para lá.

Vou andando calmamente, ainda chorando, mas não tanto, pois estava em um local público, foram somente lágrimas sutis. Quase imperceptível, pois estava com um moletom como de costume, de capuz. Gosto de não demonstrar minha dor aos outros, mesmo sendo impossível de controlar-me. Entrei no maravilhoso parque, depois de aprecia-lo um pouco, sentei-me em um dos bancos, estava escutando música, não tinha muitas crianças dessa vez, só avia algumas famílias se divertindo e casais felizes... tudo que eu sempre quis. Quem me dera ter meu pai outra vez, ter alguém que fique sempre do meu lado, mas quem ficará no lado de um depressivo? Ninguém tem saco para me aturar.

Estava imaginando como seria meu futuro solitário, como eu seria infeliz, até que minha visão para em um menino, nós fizemos um constrangedor encontro de olhar, que me fez corar de vergonha, pois o mesmo percebeu que estava observando o mesmo, ele se aproximar curiosamente, parecia que já o conhecia, seu rosto avia um sorriso de lado, e misterioso, talvez com algum ponto de interrogação em suas expressões, querendo saber de algo, não entendi muito bem. Me encolhi mais naquele banco por receio e medo, talvez uma grande vergonha. Ele senta ao meu lado, parecia querendo exclarecer algo mas parecia relutante a sua pergunta, então logo o mesmo falou.

- Eu te conheço de algum local...

Ele disse meio que já sabendo que me conhecia, mesmo eu sem entender nada, respondi.

- Sei lá... talvez já me viu em algum local.

- Você é o menino de capuz cinza ue eu vi nesse parque?

- Sim, mas não lembro de ver você no parque, como sabe?

- Nada não... qual seu nome?

- Eu me chamo TaeHyung, e tu?

- Me chamo Yoongi.


Pov Min Yoongi 

Estava eu e JungKook se divertindo no parque, tomando sorvete, até que vejo aquele menino sentar em um dos bancos, ele era igual ao menino de capuz de meu sonho. Preciso falar com o mesmo, ele deve saber de respostas! Isso, é disso que eu preciso.

- YOONGI!!!

Vejo que estava com os lábios entreabertos e pasmáticos, e consequentemente, deixei cair meu sorvete de casquinha no chão, me fazendo bufar e xingar-me mentalmente.

- O que foi?

- Você 'tava observando o nada por uns três minutos e você acha que vou ter um reação normal. Você é estranho...

- Só estava pensando.

-Bom, vou indo, vai vir comigo?

-Não, não, eu vou ficar aqui por mais um tempo.

- Tchau cara de cu.

-Tchau feto.

Observei o mesmo se afastar para que eu chegasse perto daquele misterioso menino que queria conversar sobre. Não consigo evitar minhas expressões, acho que o mesmo já percebeu. Sentei do seu lado, e logo falei.

- Eu te conheço de algum local...

Falei por falar mesmo, eu sabia quem aquele garoto era, pelo menos achava que sabia. Só falei para puxar assunto mesmo.

- Sei lá... talvez já me viu em algum local.

O menino disse em uma expressão de medo e vergonha, pois alguns minutos atrás nossos olhares se encontraram, o deixando corado.

- Você é o menino de capuz cinza ue eu vi nesse parque?

Sinceramente, tenho medo de que meu sonho estivesse errado, mas não consegui me conter, tive que perguntar.

- Sim, mas não lembro de ver você no parque, como sabe?

Tive ue pensar bem rápido em uma mentira para contar que fizesse o mesmo não desconfiar de mim. Mas lembrando que, eu sempre faço merda e não sei fazer esse tipo de coisa sobre pressão.

- Nada não... qual seu nome?

- Eu me chamo TaeHyung, e tu?

Como o menino não desconfiou? Percebo que o mesmo é muito inocente para cair em um dessas, me sinto um pouco mal, mas não vou contar sobre aqueles acontecidos para um desconhecido, não é mesmo?

- Me chamo Yoongi.


Notas Finais


Ficou muito bosta, desculpa gente! ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...