História Caçada Para A Morte - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dylan O'Brien, Holland Roden, Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Derek Hale, Dylan O'Brien, Holland Roden, Liam Dunbar, Lydia Martin, Scott McCall, Stiles Stilinski
Tags Stydia
Exibições 36
Palavras 1.120
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey !!! Mais um capítulo da minha melhor amiga virtual que posta também no wattpad...

Boa leitura!

Capítulo 4 - Uma grande Aliada



Após uma louca noite de sexo com Aubrey, Stiles acorda cedo e chama pela a loira.

- Anda Aubrey, acorda.

- Stiles, ainda está muito cedo. Deita aqui e vamos dormir

- Já é 12:00min, vamos! Levanta logo. Vou tomar banho, quando eu voltar já esteja fora daqui

- E se eu não estiver?

- Não queria pagar pra ver.

E essas foram as últimas palavras de Stiles para a moça. Ele entra no banheiro e tranca a porta, ele não queria que alguém - Aubrey - o incomodasse.

Meia hora depois, Stiles sai do banheiro com a toalha enrolada na cintura, deu graças a Deus por Aubrey não está mais lá.

                          •••

Lydia acorda sobressaltada por causa do seu pesadelo que vem lhe atormentando desde que Jackson morreu - à dois dias -. Ela dormia em um quarto junto com mais cinco garotas, era horrível ficar junto a elas. Lydia se sentia um peixe fora da água, e não era por menos.

- Finalmente a princesinha acordou - Falou uma garota que dobrava os lençóis da cama ao lado da cama de Lydia.

A ruiva analisou a garota de cima abaixo; seios fartos, suas nadegas era de um bom tamanho - talvez até maior que o da ruiva. - realmente um corpo lindo cheios de curvas. Olhos azuis bem chamativos, e cabelo castanho. Ela era uma garota muito bonita!

Lydia ignora ela e se levanta, começa a arrumar sua cama cabisbaixa.

- Posso te dá uma dica? - a mesma garota fala. - Se quiser se dá bem aqui, tem que ser amiga de todas. Tenho certeza que não vai querer acordar sem um pedaço do seu cabelo.

Lydia olha para ela que estava com um sorriso perverso nos lábios e engoli seco. Concorda com a cabeça levemente, respira fundo e sorri forçadamente.

- Eu sou a Lydia.

- E tente não ser falsa. Okay!?

- Desculpe. - Lydia respira fundo e senta na cama. - Eu só não consigo fingir que estou bem, estando em um lugar desses. Ao saber que meu namorado foi assassinado e que agora virei uma prostituta.

- Todas nos aqui passamos por dificuldades, você não é a primeira e não vai ser a última. - Fala a garota se sentando ao lado da Lydia.

- Você também foi sequestrada?

- Sim. Estou aqui por anos, eu nem sei ao exato.

Lydia então se desespera. Não queria ficar presa a esse lugar por anos.

- Eu não posso ficar aqui.

- E vai fazer o que? Fugir?

- Se for preciso sim.

- Gostei de você, é audaciosa. Além do mais, prazer em conhecê lá Lydia, sou a Lucy.

- Igualmente.

Lydia e Lucy ficaram conversando por alguns minutos até  que a porta se abre e Malia aparece.

- Que bom que já estão de pé. - Os olhos de Malia percorre todo aquele cômodo olhando para cada garota que estava ali. - Temos muito o que fazer, então não fiquem aí paradas.

- O que temos que fazer? - Lydia pergunta para Lucy assim que Malia saí e as garotas vão atrás dela.

- Temos que limpar a boate e depois ensaiar, para de noite

- Limpar?

- Sim.

Saíram todas do cômodo e vão para boate. Todas ficam em fila indiana e olha para o palco onde estava Malia

- Cada uma sabe seus deveres. Vão. - Após Malia pronunciar isso elas começaram a limpar a boate, algumas foram para os quartos para arrumar a bagunça de lá. - Lydia, você vai limpar os banheiros junto com Lucy.

Lydia ia protestar quando sentiu alguém lhe puxar, a garota revira os olhos. Malia observava todas as garotas, tinha que garantir que elas iam fazer o trabalho direito.

- Você não vai querer arrumar briga com a Malia - Fala Lucy entregando o esfregão a Lydia.

- Eu tenho que fugir daqui.

- Eu já tentei, e não deu certo vai por mim.

- Tenho que ao menos tentar.

- Lydia, me ouvi; o único jeito de sair daqui e se Stiles deixar. Isso não vai acontecer

Lydia pega o esfregão e nega com a cabeça sentindo seus olhos marejarem. Ela tinha que sair daquele lugar, de qualquer jeito.

2 Dias Depois

Se passou dois dias, há dois dias que Stiles observava a ruiva. Ele tinha que admitir, ela era linda! Muito linda! Ele deu ordens a ninguém dormir com ela, ele queria pega lá antes de qualquer um.

Malia não estava gostando nem um pouco disso, assim que Stiles passou a ter interesses pela a ruiva, ela começou a fazer maldades com ela. Fazendo Lydia trabalhar o dobro, escondido de Stiles, mas era ela que mandava nas meninas
Malia não deixava Stiles se aproximar da ruiva, todas as vezes que ele ia na garota Malia dava um jeito de prende ló junto a ela o levando pra cama.

Lydia estava no quarto descansando enquanto conversava com Lucy,sua única amiga ali dentro. Quando a porta se abre revelando Malia.

- Lydia, venha, vamos conversar - Fala ela em um tom rude.

Lydia não diz nada, se levanta e caminha atrás dela. Elas entram no escritório de Malia. A mesma se senta e chama a ruiva para sentar a sua frente na poltrona.

- Então, Lydia - Começou Malia - Ouvi rumores que você está tentando fugir

- Eu er...

- Não me interrompa. Como eu disse, ouvi rumores que você está tentando fugir, como pretende fazer isso?

- Bom, eu não sei...

- Eu posso te ajudar.

- Mesmo?

- Sim. Mas terá que guardar segredo - Malia se levanta e caminha até a instante onde pega um frasco e volta a caminhar até Lydia. - Aqui tem um remédio muito forte que vai fazer Stiles dormir.

- E o que eu tenho que fazer? - Lydia nem acreditava no que estava acontecendo, finalmente teria como fugir dalí

- Você é lerda? Tem que fazer ele beber. Quando ele dormir, você espera a boate ficar vazia, vou deixar a porta dos fundos aberta e você terá sua chance de fugir, mas cuidado pode ter guardas no caminho.

- Não entendi porque está me ajudando.

- Você não tem que entender nada. Agora saí daqui

Malia era um poço de educação. Lydia concorda e  caminha para fora daquele sala

- Mas uma coisa - Malia fala sem olha-la - Não conte a ninguém. Só você poderá ir

Lydia respira fundo concordando, sai da sala e volta para o quarto. Malia só queria tirar Lydia do seu caminho, porque Stiles estava interessado demais na ruiva e para Malia isso era uma grande ameaça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...