História Caçadora Pelas Circunstâncias - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Provações de Apolo (The Trials of Apollo), Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Annabeth Chase, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Austin Lake, Butch Walker, Calypso, Chiara Benvenuti, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Damien White, Dionísio, Hades, Harley, Hefesto, Hera (Juno), Jason Grace, Kayla Knowles, Laurel Victor, Leo Valdez, Meg McCaffrey, Miranda Gardiner, Nero, Nico di Angelo, Paul Blofis, Percy Jackson, Personagens Originais, Piper Mclean, Poseidon, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Rhea, Sally Jackson, Sherman Yang, Thalia Grace, Will Solace, Zeus
Tags Despina, Drama, Ninabeth, Solangelo
Exibições 66
Palavras 1.235
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, FemmeSlash, Romance e Novela, Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá de novo! O capítulo de hoje.

Foto da capa Alexandra Daddario como Annabeth

Capítulo 12 - Capítulo 12


Fanfic / Fanfiction Caçadora Pelas Circunstâncias - Capítulo 12 - Capítulo 12

Enquanto Thalia e Nina seguiam para os estábulos nem desconfiavam de que estavam sendo seguidas.

A filha de Atena estava quase alcançando as duas quando de repente tudo ficou escuro. Ela parou e olhou ao redor. Ouviu vozes de choro e lamento, e um frio repentino a fez se tremer toda.

- É muito feio bisbilhotar os outros – disse uma voz rouca.

- Quem está ai? – ela pergunta com medo.

- Muito feioioio – reverberou a voz.

- Pare com isso, me tira daquiiii! – ela grita. – Socorro!

- Mirian! – uma voz conhecida a chama. – Mirian, o que está acontecendo?

- Thalia, graças aos deuses! – disse ela, aliviada.

A escuridão cessou rapidamente.

- Por que estava gritando desse jeito?

- Eu estava andando e de repente ficou tudo escuro, muito frio e vozes horríveis pedindo ajuda – disse ela amedrontada.

Thalia e Nina se entreolham já sabendo quem era o responsável.

- Está tudo bem. Vamos voltar para o chalé – disse ela.

Depois que as três vão embora, Nico sai das sombras e começa a rir.

A noite caiu no acampamento e os campistas se dirigiam para o refeitório. Nina e Thalia tagarelavam alegremente e se encontraram com Nico. Ambas as meninas o olharam de cenho franzido.

- Depois teremos uma conversa viu? – avisou Thalia.

- Tudo bem, eu tenho uma coisa pra falar – disse ele.

Antes que elas entrassem ouvem uma voz conhecida.

- Thalia!

- Jason! – diz Thalia pulando no irmão. – Quando chegou?

- Há alguns minutos – disse ele. – Vocês vão ficar muito tempo?

- Até terminar a reunião do solstício – disse ela.

- Certo – ele olha para o lado e nota uma garota de olhos verdes que o encarava. Ele repara direito o rosto que não lhe era estranho e franze o cenho e a menina sorri de lado. Então ele arregala os olhos ao reconhecer a pessoa. – Você é...

- Shiii. Agora não – disse ela – vamos entrar Superman – ela fala entrando no refeitório, seguida por um Jason perplexo.

Ela se dirige à mesa de Ártemis e olha ao redor. Então os filhos de Atena entram com Annabeth na frente. Nina olha para a filha de Atena, ela parecia um pouco abatida. Estava ansiosa para falar com ela.

Os filhos de Atena são os primeiros a levantar e se dirigem ao braseiro. Depois deles, os outros chalés fazem a sua oferenda. Por último as caçadoras que fazem sua oferenda à sua deusa e aos pais divinos. Thalia só oferece à Ártemis, pois estava zangada demais com Zeus para oferecer-lhe o que quer que seja. Então chegou a vez de Nina, ela oferece uma porção para Ártemis e outra para Poseidon, quando ela faz isso um símbolo de um tridente brilha acima de sua cabeça. O silêncio cai sobre o refeitório, todos olham pasmos para a garota perplexa que imediatamente olha para a mesa de Atena onde uma Annabeth de olhos arregalados olhava para ela.

- Está determinado – diz Quiron quebrando o silêncio. – Salve Nina Johnson filha de Poseidon deus dos mares, terremotos e furacões.

Ele se ajoelha e todos os presentes também fazem o mesmo.

Nico e Thalia abaixam a cabeça para esconder o sorriso, pois a cara de Nina estava engraçada. Depois que todos voltam ao seu lugar ela ainda fica parada sem saber o que fazer, fica envergonhada porque todos lhe encaravam. Thalia se levantou e pegou a prima pelo braço e a levou até a mesa.

- Ufa, me senti como se tivesse feito algo errado – disse Nina ainda perplexa.

- Foi uma grande surpresa, afinal – disse Thalia. – Não é sempre que uma filha de Poseidon aparece.

Ouve-se murmúrios.

- Viu, já começou os comentários – disse ela.

Nina suspirou. Tinha que se preparar para a sessão de perguntas e a curiosidade dos campistas, mas ela estava mais interessada no que Annabeth ia achar de tudo isso.

Depois do jantar os campistas passaram pela mesa de Ártemis e olhavam para Nina, curiosos. Jason se aproxima com Piper e Annabeth.

- Olá de novo.... prima – diz ele reprimindo uma risada. – Quero te apresentar minha namorada Piper filha de Afrodite.

- Prazer em conhecê-la – diz Nina sorrindo.

- Você é muito parecida com o Percy - disse ela excitada. – Ele ficaria tão feliz de saber que tem uma irmã.

- Eu ainda não o conheço – disse Nina.

- E esta é Annabeth filha de Atena e namorada do Percy – diz ele apresentando. Nina olha para ela que a olhava curiosa.

- Olá! – Annabeth assente.

- Oi Thalia – ela cumprimenta a filha de Zeus.

- Tudo bem Annabeth? – ela pergunta e ela assente. – Que tal sairmos? – ela pergunta para quebrar o clima tenso.

Eles saem do refeitório, mas não se dirigem à fogueira como era de costume, mas para a área dos chalés.

- Por que estamos indo para a área dos chalés? – pergunta Piper.

- Foi um pedido meu logo você vai saber – disse Nina. Quando chegam ao chalé de Poseidon ela abre a porta. – Podem entrar.

Ela se senta na cama enquanto os outros se sentam no sofá.

- Bem, eu trouxe vocês aqui para esclarecer algumas coisas sobre mim – disse ela olhando para eles. – Antes de tudo, eu quero agradecer pela preocupação de vocês. O Nico me contou o que tem feito, por isso eu agradeço.

Os que não sabiam da história não entenderam nada, mas não comentaram.

- Logo que saí do acampamento, lady Ártemis apareceu para mim no apartamento de minha mãe. Ela me propôs tornar-me uma de suas servas, eu aceitei porque só assim eu poderia voltar para este acampamento para rever meus amigos e....minha namorada – disse ela olhando para Annabeth que arregala os olhos.

- Percy – ela murmura. Ela corre até ele e o abraça e ele retribui. – Percy eu sinto muito é tudo culpa minha você está passando por tudo isso – disse ela chorando.

- Não é culpa sua. Foi um decreto de Zeus – disse ela. – Não fique assim.

- Isso mesmo Annabeth, você não tem culpa de nada – disse Thalia. – Meu pai foi injusto.

- Está tudo bem, ser caçadora não é tão ruim. Eu estou me divertindo, diz aí Thalia.

- É verdade ela já conquistou todas nós. Todas menos uma – disse ela.

- Quem? – pergunta Piper que ainda estava perplexa.

- Uma filha de Atena que acha que só porque Atena e Poseidon não se dão bem, os filhos também tem que ser inimigos – disse Nina.

- Às vezes ela me tira do sério – disse Thalia. – Aliás, senhor Di Angelo o que você fez com ela, a garota ainda está assustada.

 - Só dei um susto nela – disse ele sorrindo. – Ela tava seguindo vocês duas.

- Essa garota não tem jeito. Vou ter uma conversa com ela – disse Thalia.

- Ela deve está curiosa a meu respeito – disse Nina.

- Será que não vai dá problema, você foi reconhecida por seu pai – perguntou Annabeth.

- Até agora não aconteceu nada, vamos esperar – disse Nina. – Por favor, eu peço que não contem a mais ninguém sobre isso.

- Pode deixar ninguém vai comentar nada – disse Jason.

- Obrigada – disse ela.

- Bem, eu vou voltar pra fogueira – disse Jason. – Alguém quer vir comigo?

- Vamos todos – disse Thalia. – Te vejo depois Nina.

- Que bom que você está bem Percy, ou melhor, Nina – disse Piper. – Eu tenho que me acostumar a chamá-la assim. 

- Até mais – disse Nina.

Todos saem e as duas ficam a sós.


Notas Finais


Até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...