História Cada um tem o vizinho que merece - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Tags Amor, Aruani, Banheira, Eremika, Levihan, Sofrência
Visualizações 52
Palavras 689
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Josei, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Nem demorei, seus lindos <3
espero que gostem
Amo vocês
Beijo
Pata

Capítulo 4 - Cadê minhas comidas, Branca de Neve?


- BRANCA DE NEVE, O QUE VOCÊ FEZ COM A MINHA COMIDA? 

 

- Você chama aquilo de comida? - O homem a encarou com sua melhor expressão de peixe morto 

- Me responde de uma vez! - A mulher estava sem paciência, sua barriga implorava por comida, se ele continuasse com essa palhaçada ela iria o comer 

O garoto se levantou da poltrona que se encontrava, colocou o seu chá na mesinha do centro e olhou para cima. Ele queria falar com ela olhando em seus olhos. 

- Joguei fora

- VOCÊ FEZ O QUE? 

Hanji explodiu em raiva, começou a xingar o moreno de peste negra, pior pessoa do mundo, quebrador de corações e coisas do tipo. Todo esse xingamento era seguido de um grito fino. Levi decidiu que iria esperar ela parar de pular e gritar para continuar a sua frase.

Não foi fácil esperar os cinco minutos de choro da garota, mas ele aguentou como um verdadeiro guerreiro. 

- Posso explicar porque eu joguei sua comida fora? - Ele perguntou com a mesma expressão de peixe morto de antes, o que fez com que a menina se questionasse se aquela era a única que cara que ele sabia fazer 

- Fala - Disse fazendo bico 

- Seu miojo tinha vencido há um ano, a sua geladeira tinha um ninho de barata além da maioria das coisas estarem mofadas... - Ele suspirou - Apenas evitei que você morresse. 

- MAS O QUE EU VOU COMER AGORA? - Ela gritou mais uma vez. Levi odiava aqueles gritos dela, sua vontade de jogar uma cadeira na cara dela subiam a cada segundo 

- Eu posso cozinhar para você, o que quer comer? 

- Isso é serio? 

- Sim - Ele disse impaciente - Fale antes que eu mude de ideia 

- Quero torta de frango! 

**

Por mais que Hanji não quisesse admitir aquele cospobre de Branca de Neve cozinhava bem. A torta de frango que ele fez para ela e o chá de limão com mel estavam na lista de melhores coisas que ela um dia havia provado. 

Mesmo com todos os modos nenhum pouco educados da Hanji comer, o menino não se incomodou, apenas sentou na sua frente e esperou a mulher terminar toda a refeição que fez para ela. Ele não pode deixar de reparar que a mesma parecia que não comia há dias, A cada garfada que a mulher dava, mais ela derrubava para fora do prato do que acertava o buraco da boca, e cada vez que isso acontecia ele soltava uma risada fraca, tão fraca que apenas ele podia escultar. 

- Tio - A mesma menina que falou com a moradora do apartamento ao lado há algumas horas atrás, apareceu do nada de uma forma ainda mais gótica que o normal -, vou sair com o Eren, não sei se vou dormir lá ou aqui 

- Só cuidado com aquele muleque - O baixinho pronunciou - Vá em paz

- Boa sorte com a vizinha - Ela soltou um riso fraco - Tchau 

A morena sumiu da vista do casal. 

- Sua sobrinha mora com você? 

- Sim, faz alguns anos que ela veio para infernizar minha vida - Ele soltou um sorriso fraco, mudando aquela expressão - Mas eu gosto dela aqui

- Entendo... 

- Já terminou de comer? Vou te levar no supermercado, tenho que comprar uns produtos de limpeza novos e você deve querer repor as comidas que joguei fora

- Já termino 

A menina começou a comer no seu modo flash. 

No fundo ela estava estranhando toda aquela aproximação repentina que estava ganhando com o seu vizinho, nunca imaginou que ele fosse uma pessoa legal - mesmo que bem dentro do coração dele. 

- Mais uma coisa - O homem disse com o seu melhor tom grosso - Vai comprar produto de limpeza para você também! É inadmissível que uma pessoa não tenha um Veja em casa ou uma vassoura!

- Tá bom, Branca de Neve - Ela soltou uma risada - Você só vai ter que me ajudar com isso 

- Não se preocupe, dessa parte eu entendo

 


Notas Finais


<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...