História Cada uma tem quem merece. - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Gale, Gruvia, Jerza, Miralaxus, Nalu
Exibições 182
Palavras 1.675
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Down.


Fanfic / Fanfiction Cada uma tem quem merece. - Capítulo 17 - Down.

Pov's Autora

​-Okey seu moleques! Prestem atenção! -Makarov começou a falar -Acabamos de chegar no ponto marcado! Mas não é aqui que iremos acampar! Vamos andar um pouco mais!- Alguns alunos começaram a cochichar e reclamar -Antes de tudo quero saber se trouxeram a barraca que pedi, não quero que ninguém fique dividindo!-Todos soltaram um "Trouxemos" juntos.- Ótimo pirralhos! Vamos andar um pouco agora!

Todos começaram a seguir Makarov pelo mato. Muitos estavam passando repelente para mosquitos, outros conversavam e outros, como Juvia, reclamavam de fome .

-Eu quero comer! -Juvia falavam -Lucy me da sua bolacha, eu sei que você tem!

-Não. -Lucy respondeu .

-Mas, Lucy eu estou morrendo de fome!

-Não é problema meu!

-LUCY! EU TO COM FOME!

-Porra Juvia! -Juvia se jogou nas costas da Lucy. -Saia!

-Lucy! Me da sua bolacha!

-Pede para outra pessoa!

-Mas você é a única que tem comida! -Todos os alunos, após escutar isso, olharam para Lucy, como se ela fosse a solução de seus problemas.

-Eu te mato Juvia! E sai das minhas costas!-Lucy empurrou Juvia fazendo-a cair de bunda no chão.

-Lucy!-Juvia começou a choramingar, ainda no chão .

-Calma Juvia! -Lyon disse pegando Juvia no colo -Eu levo você!-Juvia corou

-M-ma-mas -Ela gaguejou e olhou para um moreno que estava prestes a decapitar alguém.

-Solta ela Lyon! Tenho certeza que ela prefere que eu a segure, né Juvia?-Disse Gray tomando-a dos braços de Lyon

-A-a-a-a-a-ah -Juvia estava travada , não conseguia falar nada.

-Não, ela não prefere você! -Lyon pegou-a novamente fazendo que o Gray ficasse com mais raiva.

-Ha! Sei! Ela gosta mais de mim do que você! Para ela você só é o passado!-Gray a tomou novamente.

-O passado pode voltar e sentimentos também!-Lyon a tomou.

-Nenhum dos dois vai ficar com minha amiga! -Disse Lucy se intrometendo -Juvia não pertence a ninguém! Deixe ela escolher!-Juvia ficou com raiva da Lucy por ter se metido aonde não é chamada.

-Não preciso escolher, né?-Juvia disse ainda meio desorientada.

-A Lucy esta certa!-Gray falou.

-Verdade, vamos deixar a Jujuba escolher!-Lyon a soltou.

-Então qual dos dois? -Lyon e Gray falaram juntos. Juvia estava bem corada e ainda desorientada.

-E-eu ...

-Vamos Juvia!- Gray a apressou. 

-É Juvia não fique com vergonha de pular em meus braços. -Disse Lyon que logo levou uma cotovelada 

-Não a pressionem! -Disse Lucy brava.

-E-eu... e-eu e-escolho...-Nesse momento Juvia se lembrou de algo muito importante.

Flashback Juvia on.

-Essa musica é para alguém que entrou recentemente na minha vida e transformou-a... Eu realmente estou me apaixonando pela Juvia Lockser, e não tenho vergonha de admitir. Essa musica é para você...

Então ele me olhou com aqueles olhos tão sinceros e verdadeiros, naquela hora eu soube que tinha me apaixonado.

​Flashback Juvia off.

​​-E-eu ..-Outra lembrança a invadiu.

​Flashback Juvia on.

-Juvia eu vou ter que ir embora! -Lyon falou- Não me espere pois não sei se vou voltar tão cedo. E lembre-se Juvia que meu amor pertence somente a você!

-Lyon! Não me deixe.-Lagrimas encheram meu rosto. Lyon se aproximou e colocou sua mão na minha cabeça e começou a fazer carinho.

-Não importa quantas milhas estejam entre nos, em meu coração você estará. Sempre! -Ele me beijou como nunca tinha me beijado. Era um beijo carinhoso e molhado por conta das lagrimas -Eu te amo!

Assim vi o avião levantar pouso. Minhas mão que estavam no vidro começou a escorregar e comecei a cair. Me vi sentada chorando no chão.

-Eu também te amo.

​Flashback Juvia off.

-Não posso! -Finalmente Juvia falou -Não posso escolher! Porra! Eu amo os dois! -Juvia correu para longe dos dois. Lucy foi atrás -Por que você falou aquilo?

​-Juvia esta na hora de você escolher.-Lucy disse dando um suspiro.

-Mas eu não consigo.

-Sabe Juvia, Lyon e você é passado, alias foi ele que te deixou. Gray esta sempre querendo você bem. Se fosse para eu escolher eu escolheria o Gray. Lyon te machucou muito.

-Acha que eu devo dar uma chance para o Gray?

-Acho não, tenho certeza.

Poucos minutos depois eles acharam um lugar bem lindo com um piano, sim um piano no meio da floresta. Makarov disse que queria muito escutar musica então ele trouxera esse piano.

Todos começaram a arruma suas barracas ate que a noite chegou. Fizeram uma fogueira e começaram a assar marshmallows.

-Vamos começar as musicas? -Falou Makarov animado. Todos se animaram também.

Lucy pegou seu violão e sentou numa cadeira de plástico perto da fogueira.

-Eu estou pronta, quem vai cantar comigo? -Lucy perguntou

-Jellal, você toca piano né? -Perguntou Makarov e ele assentiu e sentou no banco do piano.

Lucy entregou uma letra de musica para ele. No mesmo momento ele se assustou, pois aquela musica era igual a que ele tinha escrito uns dias atrás. Lucy apenas piscou um olho e começou a tocar a melodia junto a ele.

(N//A:Gente essa musica é um dueto. Ela é meio depre.)

​Jellal:

​I don´t know where I´m at.

​-Eu não sei onde estou

​I´m standing at the back

​-Estou parado atrás

​And I´m tierd of waiting

​-Estou cansado de esperar

I´m waiting here in line

​-Estou esperando aqui constantemente

​I´m hoping that i´ll find

​-Espero que eu encontre

​What i´ve been chasing  

​-O que eu tenho perseguido

Lucy e Jellal:

​I shot for the sky

​-Eu atiro pro céu

​I´m stuck on the ground

​-Estou cravado no chão

​So why do i try ?

​-Então, por que continuo tentando?

​I know I´m gonna fall down

​-Eu sei que vou cair.

​[...]

Todos escutavam a musica de boca aberta. Jellal e Lucy estavam em perfeita sintonia. Erza estavam sentindo uma coisa apertada em seu coração. Erza se sentiu traída por sua amiga. Ate, enfim, a musica acaba e todos ficam calados por uns minutos e logo aplausos se espalham.

Erza se levantou e saio correndo. Jellal viu e ficou indeciso se ia atrás dela ou não.

-Jellal! -Lucy o chamou -Vai atrás dela! Alguém precisa dar um fim na pirraça dela.

Jellal foi atrás de sua amada. Lucy ficou cantando mais um pouco.

Levy estava em um transe, ela não conseguia sair do mundo da musica ate que sentiu alguém se apoiar na sua cabeça. Ela já sabia que era, porque, ele era o único que fazia isso.

-Eu não sou apoio. -Levy falou curta e grossa.

-Gehe -Gajeel resmungou.

-Eu ainda estou brava. -Levy falou ainda olhando para o violão na mão de sua amiga.

-Você gosta de violão?

-Sim, eu não sei tocar mais eu gosto, e não muda de assunto!

-Quer aprender?

-Não, quero dizer, sim. Me deixa! -Levy ficou confusa com sua resposta.

-Não vou deixar.-Ele disse e tirou seus braços da cabeça dela e levou para o quadril da pequena-Você é minha baixinha!

-Cara, eu nem te conheço e vou ser sua?! Nos só conversamos duas vezes nessa vida! Você é louco?

-Sou, sou louco por você .

-Você não me conhece e já fala isso!

-Foi amor a primeira vista.

-Não acredito nessa besteira!

-É verdade. Me de uma chance.

-Não! Olha, me desculpa mas eu não sou qualquer uma que conhece um cara e já fica no mesmo dia! -Levy parou e se lembrou que quando fica bêbada pega geral. -Desculpa isso é meia verdade. E outra amor a primeira vista não existe, se toca!

-Existe sim!

Levy e Gajeel começaram a discutir.

-Qual seu problema moleque? -Levy já estava vermelha de raiva.

-Meu problema? -Levy tirou as mãos dele que a seguravam por trás e se virou para ele.

-Sim, você tem algum problema? -Na hora que ela terminou ele a beijou. No começo ela tentou rejeitar mas acabou cedendo.

-Meu problema é que eu me apaixonei por uma garota que nem conheço.

Levy deu um tapa na cara dele e foi para sua barraca. Ao chegar ela começou a xingar ele mentalmente de tudo quanto é nome e acabou dormindo depois de um tempo.

Depois de Lucy cantar muitas musicas ela foi para sua barraca mas foi impedida por um abraço. Seu rosto estava encostado no peito de alguém, ela sentiu um cheiro familiar e reconheceu quem era.

-Natsu! Eu não consigo respirar!-Ela falou com dificuldade.

-Desculpa! -Ele a largou -Como sabia que era eu?

-Seu cheiro.

-Meu cheiro? -Ele pegou sua blusa e a cheirou.

-Besta! -Lucy debochou e logo deu um suspiro cansado -O que você quer?

-Quero irritar você!

-Você acabou de me abraçar. Agora irritar é abraçar os outros?

-Para a Erza é. Ela não gosta de abraços .

-Nisso você tem razão.

-Então quer dizer que eu não tenho razão em outras coisas?

-Acho que sim, quem se importa?

-Grossa!

-Chato!

-Feia!

-Horroroso!

-Linda!

-Pera, o que?

-Nada não.-Ele deu um sorriso e logo beijou a bochecha da loira e sussurrou em seu ouvido -Você é muito chata.-Lucy corou muito, ela conseguia ate se camuflar nos cabelos da Erza.

-Ei Natsu, por que tentou me beijar aquele dia? -Lucy ficou mais corada

-Por que eu queria ter te beijado. -Ele segurou o rosto de Lucy e se aproximou dela. Seus lábios estavam quase a se tocar.

-NÃO! NÃO! NÃO! NATSU VOCÊ PROMETEU QUE NÃO FARIA MAIS ISSO! -Lisanna aparece do nada e empurra a loira para longe do rosado. As duas começam a se encarar mortalmente.

Enquanto isso...

-Erza! Espera! -Jellal segurou o braço da ruiva.

-Esperar o que seu panaca? Esperar para você me enganar de novo e depois beijar qualquer uma? 

-Já chega Erza! -Jellal a prensou numa árvore. -A Minerva me beijou a força! -A ruiva se mexia mas não conseguia se soltar. -Não vou correr mais atrás de você como um cachorrinho carente! Você quer ou não quer? -A ruiva estava com uma cara nada boa, ela queria realmente matar o smarf. -Você machucou os sentimentos das suas amigas só por que uma garota me beijou a força. Você se afastou de todos e fingiu que queria ser forte mas por dentro você é um coelhinho assustado! Chega Erza! Para mim já chega!

Continua...

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...