História Cada uma tem quem merece. - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Gale, Gruvia, Jerza, Miralaxus, Nalu
Exibições 92
Palavras 889
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 20 - A promessa ao nascer do sol.


Fanfic / Fanfiction Cada uma tem quem merece. - Capítulo 20 - A promessa ao nascer do sol.

Pov's Levy

Finalmente aquela barulheira no meio da noite acabou. Não prestei muita atenção mais parece que teve uma grande briga, e a Lucy e o Natsu que começaram. Depois de um tempo que essa briga acabou escutei uma conversa na barraca do lado da minha. Era a barraca da Mira, acho que ela estava conversando com a Lucy. Comecei a, sem querer, escutar a conversa. Certamente, o Natsu esconde algo, sempre achei isso. Acabei não dormindo muito bem, alias ninguém merece dormir em uma barraca. Decidi ver o nascer do sol. Já que faltava uns minutos eu levei um livro para ler. Eu estava apaixonada por esse livro, minha unica paixão era os livros. Me sentei no gramado e comecei a ler.

-O que você esta fazendo aqui? -Uma voz masculina que eu conhecia bem.

-Gajeel o que você quer? -Falo um pouco grossa.

-Calma baixinha! Eu apenas queria ver o nascer do sol.

-Huh!

-Podemos ver juntos. - Ele se sentou do meu lado.

-Não te convidei! 

-Não preciso de um convite. -Ele fez bico e eu dei uma risada. 

-Ei, Gajeel!

-O que? -Ele olhou para mim. 

-É que... Bom... Sabe é que o Natsu...

-Pera aí! Você gosta dele?

-Não! -Corei. -Nunca me imaginaria com ele! 

-Aah, então porque quer saber dele?

-Você sabe algo sobre a vida dele?- Ignoro a pergunta dele.

-Não, acho que ninguém sabe.

-Mesmo?

-Sim. Por que esse interesse?

-É que escutei uma conversa com a Mira e a Lucy. Parece que a Lucy quer saber um pouco mais sobre ele.

-Espionar é feio baixinha.

-Não espionei! Não me chame de baixinha! Não te dei tal intimidade para me chamar assim!

Ficamos em silêncio. Ate aí eu tinha parado de ler. Por incrível que pareça eu perdi a vontade. Comecei a ver a ponta do sol. Era realmente lindo  mas tava um friosinho. 

-Ei baixinha! Você esta com frio? -Não respondi, apenas abri meu livro, vai que a vontade de ler reaparece. De repente sinto algo quentinho. Era Gajeel dividindo o cobertor dele comigo, e sim ele estava com um cobertor e com um cachecol.

-N-nã-não preci-cisava -Gaguejei e corei. 

-Ai que fofa! -Ele aperta minha bochecha o que me deixa irritada. -Ei! Por que você não gosta de mim?

-Não é que eu não goste, eu ate gosto mas é que, sei lá, você me deixa de um jeito estranho. Quando você esta perto eu me sinto a vontade, e isso me deixa irritada .

-Que bom que eu te deixo a vontade. -Ele me da um beijo, inesperado, em minhas bochechas .

-Me deixa a vontade mas não deu intimidade para isso. -Falei e encostei minha cabeça no seu ombro. 

-Ué, você não deu tal intimidade?

-Cala a boca e me deixa quieta.-Falei e me aconcheguei mais no seu ombro.

Ele era quentinho, nunca senti meu coração tão acelerado perto dele. Era como se o tempo parasse. Nunca pensei que eu sentiria isso na vida, ate parece meloso mas é a pura verdade. Antigamente nunca pensei que pudesse me sentir a vontade perto de um homem mas agora eu vejo que mesmo as pessoa que pensam que nunca vão se apaixonar com certeza vão, mesmo que tente impedir, mesmo que não goste de coisas melosas, mesmo que tudo aconteça, todos vão se apaixonar e parece que minha vez chegou. Eu agora só peço que eu não me machuque como antes, que pensava que era amor mas era apenas ilusão.

-Gajeel, eu estou me apaixonando por você, então não me machuque. -Sussurrei para ele não escutar, mas parece que ele escutou, isso me deixou completamente vermelha.

-Levy nunca vou te machucar. Eu prometo. -Ele falou e logo senti um beijo na minha cabeça. 

Acabei adormecendo. Estava tão quente...

Pov's Juvia 

Acordei com o som de pássaros batendo as asas. Sai da minha barraca e comecei a andar, não para um lugar especifico, apenas andei. Vi Levy dormindo no ombro de Gajeel, simplesmente fiquei feliz em ver que Levy finalmente conseguiu se apaixonar por alguém, é bom para ela esquecer aquele idiota. Comecei a andar e pensar sobre o Lyon e o Gray. Não sei quem eu devo escolher. Droga, Lucy! Por que você se meteu aquela hora!? No momento não me sinto pronta para escolher. Não quero escolher, mas sei que não posso ficar com os dois.

-Gray ou Lyon? -Sussurrei e logo dei um longo suspiro.

-Juvia! -Senti alguém me abraçando por trás. -Te achei!

-Lyon! -Falei e me virei para ele. O olhei meio triste, só de pensar em quem devo escolher. 

-Juvia, vou ser bem sincero com você, então seja sincera comigo também. Não aguento mais isso! Você escolhe quem? Olha, não precisa ter medo de falar, eu vou estar aqui mesmo se não for eu. Então, me diz.

-Lyon eu... Eu não... não quero escolher. Eu gosto muito dos dois... 

-Mas, quem você ama?

-Não sei!- Grito com um pouco de raiva. Não pelo Lyon, mas por mim, eu estou brava por não saber a resposta.

-Ok, já chega! Estou cansado de olhar, esta na hora de agir! E eu te amo! -Ele me puxou e me beijou. 

-Juvia! -Parei o beijo e olhei para o lado e vi Gray olhando sério para mim.

-Gray?

-Gray! -Lyon fala surpreso.

-Então essa é sua escolha?

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...