História Caderno de Poemas - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Poesia, Romance
Visualizações 2
Palavras 92
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lírica, Poesias, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 16 - Rosa


Tu és bela como uma rosa

Porém, teu corpo, escondido por espinhos

Evitam minhas mãos lhe tocar

E logo, fazê-las sangrar

 

Tu és bela como uma rosa

Escondida entre as outras flores, amada 

Não te menosprezes

Não diga que é reles

 

Tu és bela como uma rosa

Tão pura, e ingênua

És bela e perigosa...

Tu és bela, amada

 

Tão bela quanto uma rosa

Ou será que a rosa é bonita como vós?

Minha mente chega a dar nós...

 

Tu és bela como rosa

Tão bela em sua solidão

Será que machucarás

Todos que a ti tocarão?

 

És bela como rosa

Será que não podes enxergar?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...