História Caídos - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Cana Alberona, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Jellal Fernandes, Jet, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Minerva Orland, Natsu Dragneel, Pantherlily, Rogue Cheney, Ur, Wendy Marvell
Tags Gale, Gruvia, Jerza, Nalu
Exibições 43
Palavras 1.112
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Hentai, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - Lembranças recuperadas pt1 Lucy


As duas desmaiaram do nada deixando Gajeel e Natsu em pânico, Levy e Lucy  se viram em um local totalmente branco levantaram do chão gélido e se puseram de pé dois seres foram em sua direção, mas elas puderam perceber que não era qualquer coisa era de certa forna elas, quando chegou bem perto os seres foram para forma humana e as encarou, na verdade era quase que obrigadas a fazer isso, já que as pálpebras eram costuradas abertas assim os olhos nunca se fecham, o corpo era coberto de cicatrizes, mas o que mais assustava não era isso era o fato de que elas não tinha uma boca e sim uma cicatriz que ia de uma bochecha a outra, e Levy tinha um olho castanho e o outro completamente negro a mesma coisa Lucy, várias perguntas passavam pela mente delas naquele momento perguntas como: o que eu faço aqui? quem é você? Aonde estamos ? como vim parar aqui? Mas elas sabiam que era inútil fazer qualquer uma daquelas perguntas que não teriam nenhuma resposta daqueles seus eu's
" você está dentro de vocês da sua cabeças, estão ligadas pelo feitiço para o ser exata. Vocês estão nos ouvindo por uma espécie de telepatia na verdade nos somos só vocês então..." era a Levy, coisa a sua frente " nesse instante vocês vão sofrer o feitiço da demônia mirajane vocês vão relembrar, vocês estão vivas sei que estão curiosas quanto a isso, mas agora vocês vão fazer o que a os meninos querem, mas antes saiba de uma coisa tem que aceitar o fato de que aquilo era uma guerra!" disse Lucy
" Mas uma de cada vez "
Disse Levy
— pode ir Lucy  eu espero - baixinha de comprar com o sorriso e a loira Andou até seu outro eu - cuidado
  As duas foram envolvidas por sombras e luzes e Lucy viu  tudo começar a passar bem devagar para seus olhos a chegada no castelo, o acordo com os demônios, o início da Guerra, quando chegaram os aliados, tudo, e ele, Natsu o seu demônio, ela não sabia porque se deu bem com ele tão rápido havia algo nele que ela amava, ele em meio a uma guerra ele conseguia arrancar sorrisos dela.
   Juvia e Gray acabaram ficando mais próximos e decidiram guerrear com os aliados do Sul, ela e eles ficaram no castelo o principal forte deles. Após alguns dias seguidos de batalha, mal comendo mal dormindo, Natsu decidiu então tira um dia um tempo só para eles já que os ataques tinha cessado, foram para Cerejeira o local mais calmo de lá passaram horas conversando quando ele se declarou a ela a felicidade incomum invade valor que ficou até extasiado desnorteada.
    Depois disso os quatro decidiram separar, Natsu e Lucy  foram para o leste, mas antes Lucy com uma conversa com Levy, a loira descobriu que ela também estava tendo algum envolvimento sentimental com Gajeel mas estavam tentando se distanciar, aquilo estava tomando proporções estranhas e ainda traria problemas ela sabia algo dizia isso a ela.
    As investidas de zeref no lado leste eram fortes, mas elas não estavam dando em nada,  instruções de Levy eram bem claras, e as estratégias feitas sobre elas eram excelentes, e não podiam perder, ali ficava o vértice até o purgatório se zeref alcançasse seria quase que vitória da Guerra numa reviravolta muito grande, depois semanas investindo contra o forte ele caiu eles não tinha mais guerreiros para lutar não tenho mais forças, e o rei demônio liberou sua élite de luta, em uma pequena batalha contra ele Natsu quase se matou, então Lucy interveio era uma luta luz com trevas, mesmo sendo uma forte lutadora, General Lucy não venceu não resistiu o Rei demônio sua vida e ficam por um fio ao menos conseguiu atrasar e o reforço chegou todos os feridos saíram, vendo o exercito a sua frente e tendo conseguir o que queria zeref fugiu.
   Ela acordou bem dois dias depois com lençóis claros luz entrando pela janela sentiu o peso em ser feito e quando abriu totalmente os olhos viu Natsu deitado sobre ela as lágrimas caírem em seus olhos fazendo um caminho em seu rosto.
— Na...N..Natsu ?
— Lucy achei que fosse te perder fui fraco não pude te proteger me desculpa me desculpa por ser fraco.
— você tentou, foi incrível - ela beijou a testa dele
— eu não aguento mais eu preciso marcar você,  preciso de certeza que você e minha, preciso ter certeza que estou fazendo de tudo por você.
    Os beijos dele começaram a ficar quentes, as mãos dele iam de cima abaixo no corpo dela, Lucy começou a sentir um calor diferente, ate a mão dele parar entre suas pernas, por debaixo da camisola e tirando sua calcinha, sentiu uma mão com movimentos leves, fazer movimentos circulares e ela enquanto o beijo ficava inda mais feroz, por um momento Natsu parou, foi ate a porta e fechou, voltou ate Lucy que olhava pra ele com sorriso e já sem roupa deitada.
Foi o ponto final de excitação pra Natsu.
Tirou o seu membro já rígido e penetrou de uma vez em Lucy que conteve seu gemido na curva do pescoço dele. Mais além disso, quanto mais beijos, carinho, batidas, abraços os dois trocavam mais ela sentia  sentimento mutuo de amor, ela chegou ao clímax primeiro e depois de mais algum tempo ele também, e ela adormeceu enquanto ele ficou ali apreciando ela  e vendo a marcá feita por ele através de uma mordida no ombro dela.
  Depois disso as memórias ficaram corridas e eram coisas que ela já sabia, as batalhas, o encontro com Juvia e Gray que tinham perdido as asas, a queda do castelo que era o forte principal deles, e graças a marca de Natsu ela pode vencer junto com Levy zeref, foi rápido, até chegar a parte de sua morte.
Ela estava na floresta cansada, eram muitos àqueles inimigos, chegaram mais sete ela venceu dois mas um deles a paralisou com feitiço a violou e a matou com uma  adaga. Depois disso ela acordou e quase caiu da cama Natsu foi correndo ate ela,quando chegou foi recebido com um beijo o que o assustou mas logo ele correspondeu:
— 100 anos você de estar com saudades, - ela sorriu - agora eu lembro de tudo, agora eu sei quem sou a guerreira das estrelas a general, a sua Lucy Natsu.
— e a Levy - Gajeel perguntou do lado da baixinha - ela esta bem?
— ela não vai demorar a acordar
 
   


Notas Finais


Bjs até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...