História Caindo na real - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camila G!p, Camren, Camren G!p, Fifth Harmony, Lauren Jauregui
Exibições 1.270
Palavras 1.265
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey pessoinhas!
Não é a maratona que estão pedindo, mas aí vai mais um.
Boa leitura!
Qualquer erro...

Capítulo 21 - Processo


Quando adentrei enorme jardim da mansão dos meus pais, me toquei que fazia algum tempo que não aparecia ali. 

Me assustei quando minha cintura foi abraçada, mas logo reconheci as mãos de minha mãe. 

- Mama! 

- Que surpresa boa, hija. 

- Como a senhora está?

- Bem e você? 

- Bem. Queria conversar um pouco com você. 

- Já sei o motivo. 

- Já?

- Sim. William ligou para seu pai e pediu para ele intervir por sua volta pra lá. – Ela entrelaçou nossos braços e caminhamos até a casa. – Vou tirar esses sapatos, seu pai deve estar no escritório, eu já vou até lá. 

Caminhei até o escritório e meu pai estava em frente ao PC, analisando algo e sorriu largo quando meu viu. 

- Meu bebê! 

- Papa! – Eu caminhei até ele e o abracei forte, nos vimos a dois dias, mas sempre sinto muita falta de estar com eles. 

- Você está bem? – Ele perguntou beijando minha testa.

- Estou. E você?

- Estou ótimo. 

- A mama me contou sobre o William. 

- Sim. Ele me ligou, mas eu disse que você é responsável e sabe muito bem o que decide pra você. 

- Foi complicado, papa. – Minha mãe chegou e sentou no colo do papa. Me sentei a mesa em frente a eles. 

- Você amava seu emprego, hija. 

- Eu amo o que faço, mas o filho de William sempre me odiou e quando descobriu sobre meu namoro com Lauren isso ficou insustentável. Ele me insultava e chegou a armar pra mim.

- Como assim armar? – Meu pai perguntou tirando os óculos. 

- Ele colocou um pacote de cocaína na minha bolsa... Ele queria que eu me arruinasse novamente. – Minha mãe levantou e começou a andar pelo escritório e meu pai me encarou por longo tempo. 

- Onde está isso? 

- Lauren encontrou e despejou na pia. 

- Vamos processar esse crápula! – Ele disse erguendo a postura e pegando o telefone. 

- Não, papa. Eu só quero distância dessa gente.

- Não! – Ouvi minha mãe gritar atrás de mim, me assustando. – Ele tem que pagar. Isso é desumano, Camila. – Eu nem me lembro a quanto tempo não ouvia meu nome ser pronunciado por minha mãe. – Precisamos fazer algo. 

- Eu sei que estão revoltados, eu também fiquei, mas não quero levar isso adiante. Sério mesmo. – Eles se entreolharam... 

- Não sei, bebê. Isso é muito grave. Tem noção do que ele pôs em risco? Sua vida. 

- Eu sei, papa, mas não quero arrastar isso. Não nos veremos mais e tudo vai ficar bem. 

- Tudo bem. – Meu pai disse.

- Alejandro! – Minha mãe exclamou.

- Ela é maior de idade,mi amor. Se ela  não se sente mais ameaçada. 

- Pense bem, hija. Ele pode continuar com a ideia de te perseguir...

- Vou pensar, Mama, mas não quero mais confusão. Eu só quero um pouco de paz de espírito e confesso que isso tem sido bem difícil ultimamente. 

- Bom... – Meu pai se jogou para trás na poltrona dele. – Eu comprei um barco novo e estou só precisando de uma companhia para pescar. 

- Eu posso ser uma ótima companhia. 

- Não vejo companhia melhor. 

- Ótimo. Estou com vontade de comer peixe mesmo.- Minha mãe disse e eu a abracei.

- Mama, busque a Lauren às dezoito no trabalho, por favor?

- Claro, amor. Vai tranquila. 

Assenti. Logo estávamos no carro, indo para o porto onde o barco estava. O clima estava agradável, o sol brilhava e deixava a paisagem mais relaxante possível. 

...........................................................................

POV Lauren

Eu estava esperando o veterinário analisar a lontra Tati que encontramos há alguns meses. Ela parecia bem para o lar. 

- Laur, podem cuidar dela mais algumas semanas, ela está com uma pequena arritmia e se voltar para a água, vai se agitar e pode passar mal.

 - Tudo bem. - Coloquei-a na maca e levei para o pequena habitat adaptado para ela. Voltei para a sala de analises e Dinah estava lá com várias plaquetas. 

- Não liberaram a Tati?

- Não. Ela está agitada ainda. 

- Acho que ela não quer sair daqui. 

- Eu também não quero que ela vá, mas é para o bem dela. – Ela assentiu. – Fazendo analises?

- Selena está assoberbada, estou com duvidas aqui e vou fazer esses. – Peguei algumas plaquetas e comecei a ajudá-la. – Quando a Ally volta?

- Ela pediu mais uma semana... 

- O amor! – Eu disse e ela sorriu. 

- Que bom que elas se acertaram. 

- Sim. Elas fazem um casal lindo, tipo, a louca debochada e a séria focada. 

- Verdade. – Ela disse após gargalhar. – E você e Camila?

- Estamos ótimas. Ela largou o emprego ontem...

- Sim. Mani me falou sobre e ela também saiu. Está procurando um curso. 

- Camila está na casa dos pais hoje, mas ela passou por tanta coisa, só quer descansar a mente um pouco. 

- Invejo ela. 

- E as coisas com Mani? Como estão? – Ela parou o que estava fazendo, olhou para porta e me encarou.

- Não sei. 

- Não está gostando?

- Não é isso. Eu só não estou acostumada com flores, mensagens de bom dia e boa noite cheia de emojis.

- Não está acostumada a ser tratada bem? – Eu disse a olhando confusa. 

- Você via os caras que eu ficava, eram alguns presentes caros e eu já estava na cama com eles. 

- Mas a Mani é tudo que você queria em alguém, ela é atenciosa, carinhosa, ama você e tem o bônus de ser milionária. 

- Eu sei, mas eu nunca tinha ficado com mulheres. 

- Ela não te excita? – Ela sentou. 

- Lógico que me excita, me excitava antes, mas eu não sei o que fazer.

- DJ... Isso me soou muito lésbico. Como assim te excitava antes?

- Ah... Aquelas festinhas na piscina que fazíamos, era impossível ver ela dançando de biquíni e não se ouriçar. 

- Sexo é sexo, DJ. De sinais que quer e ela fará tudo. 

- Que sinais você dá?

- Eu não sei... Nós ficamos sozinhas por minutos, nos olhamos e quando vejo já estou morta de cansada.

- Que fogo! 

- Não vem ao caso. Eu só quero que você se entregue a isso, Mani é do bem e merece você. Você merece um relacionamento de verdade e ela vai te fazer sentir especial... Você vai amar essa sensação. 

- Tudo bem... Vou tentar. – Assenti e voltamos ao serviço. 

No fim do meu expediente, estava ansiosa para ver Camila, mas o carro de minha sogra estava a minha espera. 

- Sinu...

- Minha norinha. – Ela disse e tirou uns papeis do banco do carona. – Vim buscar você, pois Camila e Ale estão pescando. – Eu sorri. 

- Melhor. Ela está estressada. 

- Esse traste do Keaton.

- Sim. – Entrei no carro e coloquei o sinto. – Eu fiz ela se demitir e isso foi doloroso a ela. 

- Sim... Ela devia processar esse traste. 

- Camila não pode ficar sujeita a esse tipo de estresse... Ela não pode ficar ansiosa e se ela perder? Não sabemos como ela reagira a uma frustração. 

- Verdade, filha. Eu nem me lembrei disso, só fiquei cega de raiva. 

- Caso ela se sinta bem com isso, vou apoiá-la, mas acho bom que ela não fique sob estresse extremo. 

- Graças a Deus por você em nossas vidas, Lauren. – Ela disse e apertou minha mão.

Eu sorri e relaxei meu corpo. Sei que Keaton merece muito mais que a demissão de Camila, mas não podemos arriscar todo o seu progresso. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...