História California Gurls - Capítulo 2


Escrita por: ~, ~Biasoca e ~larrychupx

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Brent Rivera, Cameron Dallas, Dolan Twins, Jack & Jack, Magcon, Nash Grier, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Brent Rivera, Cameron Dallas, Ethan Dolan, Grayson Dolan, Jack Gilinsky
Tags Aaron Carpenter, Brent Rivera!, Cameron Dallas, Dolan Twins, Jack Gilinsky, Romance
Exibições 61
Palavras 1.187
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ola gente tudo bem? tomara que sim
Espero que gostem,não esqueçam de comentar e dizer oque acharam, Obrigada.
Boa leitura...

Capítulo 2 - Love L.A


Fanfic / Fanfiction California Gurls - Capítulo 2 - Love L.A

 

Nicole Pov*

Após treze horas em voo finalmente chegamos em Los Angeles.As meninas pediram um táxi enquanto eu comunicava a minha família que tudo havia corrido bem e que logo, estaria em meu novo lar. O motorista era gentil com todas nós, chegando até mesmo a colocar músicas em homenagem ao nosso momento, uma destas fora Califórnia do Jack&Jack, fazendo todas arfarem em surpresa pois eram nossos cantores favoritos.

-Veí, eles são maravilhosos - Eu disse e todas concordaram cantando ainda mais alto.

O misto de emoções e músicas me faziam saltitar e cantar sem ao menos me importar com minha péssima voz. Naquele momento, nós exalávamos felicidade. Ao chegar em nosso destino e me deparar com o enorme prédio senti um breve frio na barriga, iria rever minha amiga após anos sem vê-la.

Quando o rosto conhecido de Bianca se revelou atrás da porta eu a abracei de um jeito forte e intenso que vibrava a falta que sentia dela,ela estava tão diferente. Neste momento eu me sentia completa.

Acordei assustada ao perceber que havia caído da cama, olhei em meu celular e já se passava das 13h. Caminhei em direção ao banheiro fiz minha higiene matinal e segui para a cozinha. As meninas já estavam todas acordadas e debatiam sobre onde encontraríamos um bom lugar para se tomar café tão tarde, quem mandou acordar na hora do almoço?

-Isso é hora de acordar dona Nicole? –Letícia perguntou rindo.

-Falou a que acordou super cedo, em? Ainda consigo ver sua cara amassada e a baba seca em seu rosto -Disse debochando.

-Bom dia para você também –Letícia retrucou fingindo-se de brava.

–E respondendo sua pergunta, eu estava cansada.

-É brincadeira Nic é que queremos ir logo conhecer L.A –Leticia disse.

-Por isso que estão arrumadas? –Pergunto

-Sim, vá se arrumar também pois o dia será longo para a gente –Bia disse respondendo minha pergunta animada.

-Não demore, nós comemos algo no caminho –Mari gritou enquanto eu me retirava para o quarto.

Fui para meu determinado quarto, me vestir rapidamente (1). Quando estava finalmente pronta, fui até a sala e Bianca disse que iria nos mostrar a parte boa da vida aqui. Nós iriamos á alguns pontos turísticos primeiramente, pois deixaríamos as praias para outro dia, mas não antes de tomar um bom café em uma padaria próxima a nossa casa.

Aquela cidade era uma perdição para Mari e eu, pois ambas ingressaríamos no curso de fotografia, sabendo disso, Bianca fez questão de nos levar ao Museu de Arte, onde Maria tirou muitas fotos (2) fazendo com que eu me questionasse como ela não havia ficado com câimbra em seus dedos. O local possuía obras que tenho certeza que minha irmã adoraria conhecer.

Já sinto saudades do Brasil e de minha família pois nunca havia ficado tão longe deles. Como será que eles estão? Meus pensamentos me levavam de volta para casa, sendo interrompida pelo nosso guia, que explicava todas as exposições. Mari percebeu minha feição preocupada e me chamou:

-Nic vamos ir dar uma olhada na loja de souvenires ? Devem haver obras incríveis de diversos artistas como Andy Warhol, Kara Walker, Jean Michel Basquiat, Robert Rauschenberg por...lá –Maria iniciou animada logo perdendo a empolgação quando percebeu que eu estava cabisbaixa

– O que houve Ni?-Ela perguntou preocupada.

-Não é nada –Disse desanimada

-Você mente muito mal, sabia? –A morena disse me fazendo sorrir e acompanha-lá até a loja.

Compramos lembrancinhas e decorações incríveis, e já possuíamos a intenção de voltar. Seguimos para o shopping, que era incrivelmente grande fazendo-me questionar se era possível me perder ali ou se gastaria todo meu dinheiro, pois sempre fiz o tipo econômica, que possuía limites, mas ali, qualquer um perderia o foco.

-Vamos ás compras –Bianca gritou.

–Sempre quis dizer isso-Letícia completou e todas rimos.

-LOVE L.A –Falei.

Naquela momento, eu me sentia incrível com aquelas quatro garotas que me transmitiam familiaridade e diversão diante daqueles olhares desconhecidos. No fim das contas, Bianca foi a que mais gastou, embora não fosse um problema, pois a mesma trabalhava e podia sustentar seu vício.

-Estou faminta –Beatriz falou passando a mão na barriga.

-Eu também –Dissemos em uníssono.

Bianca nos guiou ao Burguer King.

-O que vocês vão querer? -Ela disse.

-Qual quer coisa que se possa mastigar –Eu disse entrando na pequena fila para fazer nosso pedido.

Ao chegar em nossa vez, Bea disse educada ao caixa :

- Boa Noite, gostaríamos de cinco lanches com fritas, e para beber, cinco copos de refrigerante-A loira disse.

Após pegar a senha, esperamos que fossemos chamadas.Pouco tempo depois, pegamos nossos lanches, que haviam vindo sem guardanapos, fazendo com que Bianca se oferecesse para ir busca-los voltando um longo tempo depois completamente suja.

-O que aconteceu? Quem fez isso com você ? –Perguntei preocupada.

-Um idiota qualquer derrubou Milk-Shake em mim e não teve capacidade de se quer pedir desculpas. –Disse furiosa.

-Como assim? -Mari disse inconformada se levantando e indo ajuda-la a se limpar no banheiro.

Alguns minutos se passaram e elas voltaram para que comecemos e saíssemos do shopping.

-Nós vamos continuar andando com tudo isso? –Perguntei.

-Bea, o que acha de ligarmos para o John? -Mari perguntou.

-Se vocês não se incomodarem, acho que vou para casa, não estou com cabeça para continuar no passeio com vocês, então eu posso levar as sacolas comigo - Bianca disse exausta.

-Tudo bem amiga, nós te entendemos. O John é um doce, você vai adorar conhece-lo, ele vai vir rapidinho. -Bea disse 

Bia ligou para o taxista de ontem e cerca de dez minutos mais tarde, ele estava lá. Bianca foi para casa com a nossas compras, ela não queria andar naquela situação, porém eu e as meninas ficaríamos mais um tempo por ali. Durante nossa caminhada pelas ruas iluminadas cantarolávamos alto Love L.A da Fergie, estávamos longe de ficar exaustas enquanto riamos no meio da letra.

-“Lay back, slow down

Better represent when we come to your town

So lay back, slow down

Whatchu represent when we come to your town

Say, get in with the business I'mma be there in a minute” –Todas cantavam juntas.

A noite já dominava quando involuntariamente chegamos na Calçada da Fama.

-Gente, eu não quero mais sair daqui –Letícia falou.

-Vamos Letícia! Já está ficando tarde, precisamos ir pra casa-Mari disse.

-Não –Let disse manhosa.

-Então fica ai, porque eu e a meninas estamos indo -Mari disse saindo andando na frente.

-Vamos embora Letícia!!-Beatriz agarrou em seu braço a arrastando fazendo Nicole rir.

Após poucos passos, vimos uma pequena aglomeração de pessoas com alguns paparazzis que pareciam fotografar e conversar alguns meninos que eu não reconhecia.

Mari Pov* 

Ao tentarmos arrastar Letícia para fora da calçada mais famosa do mundo nos deparamos com um pequeno grupo de meninas que davam completa atenção,junto aos paparazzis, á um grupo de seis garotos. Não estávamos tão próximas a ponto que eu pudesse identificar os rapazes, mas conseguia perceber que possuíam alturas e cortes de cabelo diferentes. Foi quando um nome soou como baque em meus ouvidos, as meninas também haviam escutado pois nos entreolhávamos surpresas e chocadas...Eu não conseguia acreditar.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...