História California Love - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bromance
Tags Jack And Jack, Nash Grier, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Skate Maloley
Exibições 10
Palavras 1.341
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fantasia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


HELLOOOOO!
Espero que gostem!

Capítulo 5 - Party in California part 2


Fanfic / Fanfiction California Love - Capítulo 5 - Party in California part 2

Pov's Nate

Tirei minha camisa e comecei a dançar, enquanto o Sammy cantava, as garotas pirarão, claro, eu sou muito sexy. Mas, Candice não mostrou nenhum interesse. Terminamos de cantar, o Shawn foi pegar a Candice, fomos para outra casa, outra festa. Bebemos, estavamos na sacada, quando um cara chego, batendo no copo de vodka que estava na minha mão, eu fiquei puto, e chinguei ele, e acabei dando um soco na cara dele, todos ao redor começaram a gritar, ele revidou, eu revidei, então ele me deu um soco na barriga, e eu cai para traz, esbarrando e empurrando alguém contra a grade da sacada, eu me desesperei, e segurei imediatamente a pessoa, que estava prestes a cair da sacada. Até que aqueles olhos abriram, e me hipnotizaram.

Pov's Candice

Nate começou a dançar sensualizando, ele é gostoso, mas não me interessei, por ser muito mulherengo. Eles terminaram e desceram do palco.

- Hey candy- Shawn me chamou, colocando seu braço ao redor do meu pescoço.

- Fala mano

- Tem outra festa, interessada?

- Claro.

Amber não quis ir. Mas é lógico que eu sim né, e minha primeira noite aqui ue. Chegamos, fomos para a sacada da casa, eu estava sentada do lado do JackJ, conversando sobre interesses em comum. Até que uma briga se iniciou, eu não vi nada, só percebi o JackJ me levantando pelo braço, para poder me tirar de perto, até que uma pessoa me empurra contra a grade da sacada, puta que pariu, meu coração congelo, meu corpo se entortou, entortando meu pé, eu senti o estralo que meu pé fez, fechei meu olhos rapidamente, até que eu senti uma pessoa me segurando, e a segurei rapidamente também, abri os olhos e me deparei com o olhar do Maloley, ele me puxou de volta, ele me olhou, colocando sua mão em meu rosto.

- Você ta bem?- ele disse super preocupado

- Tirando a parte em que eu quase morri, sim tudo bem!

- Desculpe, me desculpa mesmo. - disse maloley segurando minha mão.

Não consegui responde, também né caramba, minha vida passou diante dos meus olhos, eu estava em pânico total. O Shawn chego desesperadamente.

- Você ta bem?

- Sim

- Consegui se levantar?- disse Shawn me levantando para cima.

- Aiiiiiiiiiiiiiiiiiii! - Merda meu tornozelo trinco.

- Coloca sua mão atras do meu pescoço. - disse Shawn me segurando firme. Assim eu fiz, coloquei minha mão, e ele me pego no colo, e me levou pro carro.

-Vou te levar você pro hospital ta bem!- ele disse me deitando no banco de trás.

Eu não entendi muito bem o que ele disse, estava em pânico, totalmente congelada, de repente tudo apago, e eu desmaiei.

[11:00]

Eu acordei no hospital, o Shawn entrou no quarto, e me deu um beijo na testa.

- Bom Dia!- eu disse sorrindo

- Bom dia Candy- ele disse, se sentando ao lado da cama do hospital

- Eu ainda odeio hospital, sabia?

- Deduzi que você diria isso.- ele disse sorrindo

- Bom Dia!- disse o medico

- Doutor , podemos ir ? - meu irmão pergunto

- Podem sim, só não esqueçam dos remedios!

- Que rémedio?- eu perguntei

- Pode deixa doutor. Vem mana! - Coloquei meu braço sobre o pescoço do Shawn, e fui andando bem devagar. Entramos no carro, e ele me levou para casa, aonde eu realmente iriam viver.

- Peguei suas malas, com a Amber.

- Legal- eu disse, levando meu olhar para a janela com alguns pingos de chuva.

Chegamos a uma mansão, nem era uma casa, era mansão mesmo. Ele parou o carro, e os meninos já vieram ao nosso encontro.

- Como você esta Candice?- pergunto JackJ e JackG

- Bem e vocês?

- Agora vamos melhorar bastante.- disse JackG.

Entramos, é meu irmão já veio explicando tudo, tem 4 quartos aqui em baixo cada um com um banheiro, são os quartos dos meninos. Tem um quarto na parte de cima da casa, uma suíte na verdade, você vai poder fica lá, agora ta perfeito, eu com o tornozelo machucado e com o quarto no andar de cima, dava pra subir, mas tinha que ser bem devagarinho. Então entrei finalmente no meu quarto, ele era tipo P-E-R-F-E-I-T-O, branquinho com a parede da Tv azul marinho, um closet, um banheiro ( com uma banheira igual a do meu antigo quarto), uma cama de três lugares, uma área de escritorio, e uma sacada L-I-N-D-I-S-S-I-M-A. Sério? Meu? Perfeito! Deitei na cama.

- Tá com fome? - pergunto meu irmão

- Sim.

- Vou fazer um lanche para você.

- ok

 

Pov's Nate

Cara, eu tava em pânico, eu quase matei uma menina, e também tava hipnotizado, não conseguia pensar em nada além daquele olhar, o Shawn pego ela no colo, e levou para o carro, cheguei na porta do carro, e percebi que seus olhos estavam a se fechar, e ela desmaio. Segui o Shawn até o hospital, entrei escondido no quarto da Candice, ela estava durmindo, peguei em sua mão, e estava fria ainda, mas tive que sai, tinha alguem vindo. Recebi uma ligação da minha mãe, e fui correndo para lá, meu pai havia batido nela, fiquei puto, chinguei ele todo, e ele vazou para um Hotel, durmi la com a minha mãe. No outro dia JackG me ligou, avisando que a Candice tinha sido liberada, e estava indo para casa. Já estava a noite, quando eu consegui ir, merda, tava tudo trancado já, quando eu peguei o celular para ligar, eu vi uma luz se acendendo, do quarto do andar de cima, era ela. Fui na parte de trás da casa, desejei que a porta da varanda estivesse aberta, subi numa escada esconida entre as flores e arbustos, que ligavam a parede dos dois andares. Adivinha! Tava aberta mesmo, entrei, e meu olhos não acreditaram no que estava vendo. Aquelas costa peladas com algumas pintinhas pequeninas, meu Deus, meu coração deu uma acelerada.

- Eu queria ver isso todo dia!- confirmei, a assustando

- O que você tá fazendo aqui?- Ela disse, se cobrindo com o cobertor.

- Te admirando!

- Vira pra lá, idiota!- ela disse fazendo umas voltinhas com o dedo.

- ok - me virei, ela se vestiu com uma camisola meio cor rose.

- Pronto!- ela disse abrindo a porta.

- Nossa! Já vai me expulsa?

- Sai logo. - ela disse, me empurrando para fora do quarto, e fechadno a porta na minha cara. Fui pro meu quarto, e apaguei.

[04:00]

*TRONNNNNNNNNNNNNNNNNNN

Eu acordei na hora, eu tenho meio que um medo de trovão, não consigo durmi com trovões.

*toc toc

- O que tá fazendo aqui?- Candice pergunto, abrindo a porta do quarto

- Posso fica com você?

- E por que iria fica comigo?

- Porque não consigo durmi- entrei dentro do quarto.

- E por que o senhor não consegui durmi?

- Porque eu não consigo durmi com trovão

- Você tem medo de trovão Maloley?

- Não

- Maloley!

- Sim, satisfeita?

Ela voltou para a cama. Entrei no closet, e peguei um coberto dela, deitei no carpet, que é era super macio.

- O que tá fazendo?- ela pergunto

- Deitado

- No carpet? Jesus Maloley, eu não vou deixa você durmi no carpet né, pode deita comigo, não tenho essas frescuras, medrozinho- ela disse tomando meu coberto. Ela durmi novamente, eu estava de frene para ela, fiquei umas meia hora olhando para ela, até que veio um trovão filho da puta megamente alto.

- AAAAHHHHHHHHHHHHH- Eu gritei pulando em cima dela.

- Que isso menino?

- Muito alto. - eu disse me escondendo entre os cabelos macios e cheirosos dela.

Ela me virou, e deito sobre meu peito, colocando uma de suas pernas no meu quadril.

- Dorme Maloley, dorme, por favor- ela deu um suspiro e apagou novamente.

Eu a abracei, e adormeci, é a primeira vez que consigo durmi com um trovão tão alto. Senti um conforto e uma segurança nos braços dela.


Notas Finais


Deixem um comentario do que estão acaham! SZ
KISS KISS


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...