História Calorias Vazias - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Anorexia, Ansiedade, Camaustin, Camila Cabello, Camren, Depressão, Dinah Jane, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Norminah, Trolly
Exibições 44
Palavras 1.747
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


TUDO BOM MENINAS?????????? DEMOREI MAS VOLTEI TAMO AI MEUS AMORES

Capítulo 4 - 03


Lauren

 

Ajudei a garota da cantina a sentar no banco passageiro e fechando o cinto na mesma, dei meia volta e entrei, liguei o som começando a tocar uma música de uma banda qualquer comecei a dirigir indo para longe daquela casa  o barulho da música ficando cada vez menos audível.

 

— Tô com muito sono – ela reclamou se encolhendo de uma forma estranha no banco.

 

Parecia um cachorrinho com frio, ri com meu pensamento e peguei com dificuldade o meu casaco do banco de trás enquanto dirigia e joguei em cima dela.

 

— Se tapa aí, não quero que você morra de frio aqui

 

Ela riu e pegou o casaco colocando em cima de si como uma coberta e disse:

 

— Versão bêbada do Leonardo DiCaprio naquele filme do barco

 

Gargalhei e ela apenas me olhou séria. Que garota estranha.

 

—  Não era um barco! Era um navio um barco é aqueles que aqueles caras pescam nos lagos

 

Ela deu de ombros e me encarou.

 

—  Qual é o seu nome verdinha?

 

—  Verdinha? Virei maconha agora? – perguntei rindo

 

Ela riu e seus olhos quase fecharam fazendo suas bochechas ficarem levemente coradas.

 

—  Por causa dos olhos

 

Soltei um “ Ah “ e ela riu baixinho.

 

—  Eu sou a Lauren

 

—  Eu sou a Camila mas você já deve saber não é? – ela pergunta enquanto se escora na porta do carro virando-se em minha direção.

 

Que? Essa garota é uma celebridade por acaso?

—  Na verdade não... – respondi pensativa

 

—  Sério? Eu faço parte do time das cheerleaders da escola e sou irmã do Tyler

 

—  Oh me desculpe esqueci que aquelas garotas que pulam pra lá e pra cá são consideradas as Kardashians da escola – falei debochada enquanto revirava os olhos.

 

Ela gargalhou alto. Que? Ela não deveria ficar brava?

 

—  Você é muito engraçada Lauren! – ela praticamente gritou batendo em suas coxas.

 

—  Acredite eu não sou.

 

Avistei a casa  em tons azuis e estacionei um pouco longe de sua casa.

 

— Hey, chegamos. – disse balançando a garota que estava cochilando,. estavamos conversando a minutos atrás e ela já está dormindo?

 

Ela abriu os olhos lentamente e se espreguiçou quase me dando um tapa na cara com o braço, tirei do meu rosto e abri a porta do passageiro pra ela sair.

 

—  Você está me expulsando daqui por que? O que quê eu te fiz? – ela falou com a voz embolada.

 

—  Não fez nada, já é quatro  horas da manhã e você precisa dormir ok?

 

Ela assentiu e pegou em minha mão com sua mão que havia limpado o vomito dela antes, fiz uma cara de nojo e olhei pra ela.

 

—  O que?

 

—  Me leva até meu quarto.

 

Revirei os olhos prepara a dizer não mas imaginei ela entrando no escuro da casa perdida até achar o próprio quarto e mudei de idéia, apenas assenti e sai do carro junto com ela se apoiando em mim.

 

—  Cadê as suas chaves? – perguntei e ela mexeu nos bolsos pegando um molho com três chaves e me entregando.

 

 

Testei uma por uma no portão de sua casa até destrancar e nós entrarmos andando até a porta abrindo-a e entrando em sua casa. Era enorme.

 

Procurei a tomada para ligar a luz, fechei a porta e Camila me olhou.

 

—  Vem

 

Segui ela que andava desengonçadamente até seu quarto, abriu a porta e vi o quarto com paredes brancas um penteadeira com luzes em volta e mais uma porta que provavelmente seria um closet, além do banheiro que havia ali e mais uma televisão gigante.

 

Ela se jogou em sua cama e eu fui até ela ajudando-a a deitar e colocando o cobertor sobre seu corpo e em segundos ela havia dormido, peguei um bloco de notas que havia em sua penteadeira e uma caneta.

“ Vou deixar as chaves no chão perto do portão ok?

 

-Lauren.

 

 Sai do quarto e caminhei até a porta de sua casa saindo e fechando a mesma deixando a chave do lado de dentro da casa perto do portão. Segui até meu carro logo entrando e dirigindo até minha casa.

 

 

Cheguei em casa e deitei em minha cama e peguei meu celular.

 

2 Novas Mensagens.

 

 

Zayn: ‘’ Cara onde você foi? Vc sumiu “

 

Zayn: “ Me liga quando puder “

 

 

Ignorei as mensagens e me cobri com o cobertor dormindo poucos segundos depois.

 

-*-*-*-*-*

 

Camila

 

Abri os olhos com dificuldade por conta da claridade da porra do sol que entrava pela minha janela, chequei as horas no meu celular que estava em algum lugar perto do meu corpo embaixo das cobertas.

 

10:40 da manhã

 

Não posso ir para a escola. Puta merda.

 

O que aconteceu ontem? Lembro que fui para uma festa com Dinah e Normani mas não lembro o resto.

 

Vi um bilhete grudado em meu espelho, levantei da cama e li o que estava escrito, quem é Lauren?

 

— Karla Camila Cabello Estrabao! – ouvi a voz de Sinu vindo da sala

 

Estou ficando tão louca que estou ouvindo a voz de minha mãe. Ignorei e deitei na minha cama novamente me sentindo feliz por ter faltado a aula hoje afinal ninguém merece acordar seis horas da manhã.

 

Escutei o som da minha porto do quarto ser aberta.

 

—  Você por acaso está me ignorando?

 

Olhei para a porta e vi minha mãe. Porra caralho.

 

—  Oi mãe  – respondi mostrando um sorriso amarelo.

 

—  Oi? Oi? – ela perguntou claramente com raiva.

 

—  Que que foi mãe?

 

—  O que foi? Você esqueceu de buscar a sua irmã na casa de Georgia ontem  e eu chego em casa e encontro Sofia sentada na calçada e você praticamente desmaiada fedendo a cachaça Karla! – ela gritou retirando a coberta do meu corpo.

 

—  Eu não tive culpa! Eu me esqueci!

 

—  Esqueceu é? E quanto a esse cheiro hein? – ela perguntou me encarando

 

—  Eu fui numa festa e bebi mãe, só isso...

 

Ela riu e ficou séria olhando para uma parte do meu quarto.

 

— Bebeu ao ponto de precisar ser carregada até em casa?

 

Franzi as sobrancelhas e vi ela pegar o papelzinho que estava em meu espelho e jogar em minha direção.

 

—  Camila você pode beber, pode ir em festas. Mas ao ponto de perder os sentidos não! Mil vezes não!

 

—  Ok mãe me desculpa não vou fazer de novo ok? – perguntei já me irritando

 

Então a tal de Lauren havia me trazido até em casa? Ou melhor, no meu quarto?

 

Ela continuou dando seu discurso sobre o quanto é perigoso beber e ficar refém de pessoas desconhecidas e toda aquelas coisas que eu já estou exausta de ouvir, por fim ela saiu do quarto e voltou logo em seguida com um copo de água e um remédio que parecia ser uma aspirina em mãos.

 

Tomei o remédio e ela falou para tomar um banho rápido e ir para a sala que iríamos ao super mercado. Concordei e fui até o banheiro retirando a roupa que estava notando a lateral da minha calça que parecia estar suja de vomito, fiz uma careta e liguei o chuveiro entrei no Box e senti a água quentinha ir contra meu corpo, passei o sabonete por todo o meu corpo e escovei os dentes por causa do meu hálito que estava obviamente fedendo a álcool e vomito.

 

Escovei os cabelos acabando com os pequenos cachos dando lugar ao meu cabelo liso sem graça.

 

Sai do banheiro secando meu corpo rapidamente e pegando um vestido branco soltinho e calçando um par de chinelos e caminhando até a sala.

 

Sofia veio pulando como um coelho em minha direção notando que a mesma estva com um orelha em sua cabeça e com uma maquiagem no rosto como se fosse um coelho.

 

—  Eu virei um coelho! – ela gritou e abraçou minhas pernas.

 

Ri levemente e peguei com dificuldade ela no colo.

 

— Não pense que não estou chateada com Mila, você me deixou esperando até mamãe chegar! – ela falou com uma voz infantil e eu beijei a bochecha dela;

 

—  Mila estava doente.

 

Sinu riu e respondeu:

 

—  Doente de falta de vergonha na cara!

 

Ela pegou as chaves e as chaves do carro e seguimos para fora em direção ao carro, entramos e minha mãe ligou o rádio que estava tocando uma música do Troye Sivan.

 

Encostei minha cabeça na janela e dormi até chegarmos no super mercado.

-*-*-*-*-*

 

 

Acordei atrasada para a escola e tive que entrar na segunda aula, me arrumei em minutos e peguei uma torrada coberta com nutella para comer no caminho.

 

Cheguei na escola e logo vi Zayn, Liam e uma garota ruiva de cabelos longos com eles.

 

—  Hey Lau! – Zayn me cumprimentou, respondi com um “ Oi “ e ele e Liam começaram a fazer cinquenta perguntas sobre o por quê de eu ter saído mais cedo da festa daquela garota que eu nem ao menos sei quem é na verdade.

 

—  Tive que levar uma garota para casa – respondi calmamente e comecei a caminhar até meu armário abrindo e pegando meu livro de biologia e meu caderno.

—  Que garota?

 

—  Camila Cabello passou tão mal ontem a noite que nem ao menos veio para a aula hoje – Liam comentou enquanto pegava seus livros de biologia. Agradeço por ter Liam comigo por que eu simplesmente detesto a professora.

 

Fiquei curiosa. A garota se chamava Camila também...

 

—  Camila Cabello? Pra quê chamar pelo sobrenome?

 

—  A Cabello faz parte do time das líderes de torcida não acredito que não sabia Lauren – Dessa vez Zayn respondeu parecendo perplexo.

 

—  Me poupe Zayn, eu levei essa tal de Cabello aí pra casa... – comentei e os dois me encararam com os olhos arregalados —  O que foi porra? Ela é um ser humano igual nós.

—  Rolou alguma coisa? – Liam perguntou começando a caminhar em direção a sala de biologia fui logo atrás dele.

—  Ela estava vomitando no banheiro da festa duvido que Lauren fresca do jeito que é tenha beijado ela – Zayn fala e Liam concorda logo em seguida.

Olhei para os dois não acreditando no que tinha acabado de ouvir:

—  Mesmo se ela estivesse limpa, eu tenho a Maya!

—  E daí? Isso não significa que você não possa dar umas puladas de cerca de vez em quando Laurenzinha – Zayn diz dando uma leve cotovelada em meu braço.

— Você não presta Zayn!

Ele riu e ele se despediu de nós dizendo que iria ver o treino das garotas do vôlei por que estava atrás da loira que estava com eles quando eu cheguei que a propósito foi embora no mesmo minuto em que olhou pra mim e eu e Liam apenas seguimos até a nossa sala de aula.


Notas Finais


obrigadinha por ler minhas frozinhas quem quiser me seguir no twitter bater um papo maneiro maroto segue la q eu sdv colorsofdemi e eh nois até o proximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...