História Cam Boy - Xiuhan - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Kris Wu, Lu Han
Personagens Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Xiumin
Tags Exo, Kris Wu, Luhan, Oh Sehun, Park Blood, Xiuhan, Xiumin
Exibições 130
Palavras 1.462
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Olá, como estão, Vim trazer mais um capítulo recém escrito!

Peço desculpas pelo atraso, as minhas provas acabaram hoje e não pude escrever nada durante a semana, arranjei um tempo hoje e saiu alguma coisa kkkkk.

Comentem o que estão achando, as opiniões, as criticas, os elogios, todos são bem vindos, não fique com vergonha, assim que terminar de ler clique no botão de cometários e diga algo, eu respondo todos os comentários, e se quiser comentar capítulos anteriores fique a vontade também.!!!

Enfim, espero que gostem!!!! <3

Capítulo 14 - Capítulo - 14


Fanfic / Fanfiction Cam Boy - Xiuhan - Capítulo 14 - Capítulo - 14

Entrei dentro táxi e Kris me encarava com uma expressão estranha, ele olhava para Minseok e para mim mas não conseguia dizer nada.

 — O que foi, gato comeu a sua língua ? — falei me divertindo com a cara dele.

 — Eu juro que não entendo mais nada.

 — Entender o que ? — me fiz de desentendido, ele suspirou e virou o rosto e colou os olhos na paisagem que passava lá fora.

 Cheguei em Hong Kong pela manhã exausto, o vôo parecia ter durado séculos, Kris veio babando do meu lado mais uma vez, da próxima eu pago uma poltrona na classe econômica para ele, até porque eu não era obrigado aguentar aquilo.

 Desembarcamos e pegamos um taxi até a minha casa, ao chegar nela eu me joguei na minha macia e quentinha cama King Size, que saudade, infelizmente aproveitaria dela só depois. Pedi a Kris que me esperasse na sala e organizasse as prioridades a serem resolvidas pois o mesmo alegava que não podiam esperar mais um segundo sequer, coloquei uma roupa qualquer e desci as escadas, me sentei no sofá a frente de Kris enquanto o observava a organizar tudo em cima da mesinha de centro da minha sala.

 — Bom, o que eu preciso resolver ? — quebrei a concentração em que ele se encontrava.

 — Achei que estava lá em cima ainda, como você pediu aqui estão separadas as prioridades que precisam da sua intervenção ou decisão — disse ele pausadamente.

 — Vamos lá, qual a primeira ? — esfreguei as mãos.

 — A situação do supervisor de contas, você deve nomear, escolher ou contratar uma pessoa pra essa situação. — peguei o papel que relatava a situação de contas da minha empresa.

 — Vou contratar, pra esse caso precisamos de alguém capacitado, mexer dinheiro é algo sério, principalmente o meu — falei pensativo.

 — Certo, abrirei uma vaga, por segundo, vem a nossa concorrente Richemont com o seu mais novo projeto de construção civil semi-sustentável, ela neste momento é a queridinha dos investidores, está faturando pouco mais de alguns milhões por trimestre, o que o senhor pretende fazer ? — falou kris preocupado, ele sabia que eu odiava perder, ainda mais perder dinheiro.

 — Temos um time de três projetistas, eles são os melhores de Hong Kong, não sei se conseguiriam montar um projeto totalmente sustentável para concorrer com a Richemont tão rápido, precisamos de mais um, você tem alguém em mente ? — voltei a minha atenção a ele.

 — Se me permite palpitar, eu tenho sim, o nome dele é Kim Jongin, ele é meu amigo, se formou a pouco tempo e sempre foi conceituado como um ótimo projetista na faculdade que cursava, talvez ele possa entrar como estagiário e fazer um teste, se o senhor aprovar claro — pensei um pouco.

 — Tudo bem, o mande vir semana que vem, consulte a minha agenda, marque um horário e o comunique, mande-o trazer também alguns de seus projetos — Kris acenou com a cabeça.

 — Entendido, por terceiro, a companhia MianXings quer fechar uma parceria com você, o presidente Zhang Yixing admira muito o seu modelo de empreendedorismo e gostaria de se juntar a nós.

 — Qual é o conceito deles no mercado nacional e internacional ? — questionei com a mão apoiada no queixo.

 — Quatro ponto cinco nas duas áreas, o seu principal objetivo é o crescimento econômico nacional e internacional e também o desenvolvimento tecnológico em infraestrutura comercial e civil — muito interessante.

 — Por esse conceito deve ser uma ótima empresa, marque uma reunião com o senhor Zhang para a próxima semana também e diga que me interessei pela proposta — meu secretário anotava tudo em seu ipad rapidamente.

— E por último, o novo acionista quer um cargo no setor de planejamento e mecanismos — ele me encarou diretamente, mas que raios Sehun estava fazendo nas prioridades da minha empresa.

— E vai ficar querendo porque ele é só um acionista, e vai continuar sendo só um acionista — disse irritado com a audácia desse cara.

— Mas Luhan, quando você colocou uma parte das ações a venda, você também ofereceu um cargo junto — mil vezes droga, como eu pude ter feito isso, culpa do desespero, respirei fundo, se era um cargo que esse folgado quer, ele vai ter

— Okay, deixe que eu resolvo isso pessoalmente para evitar dores de cabeça — ele balançou a cabeça e anotou mais uma vez em seu aparelho eletrônico digital.

— Era só isso ?

— Sim Luhan, agora o meu chefe pode ir descansar, eu sei que você está exausto como eu também estou, precisamos de um banho, chocolates e um copo de whisky — caímos em uma gargalhada divertida e depois ele foi embora sem sequer questionar a minha vida pessoal como sempre faz, dizendo que tinha coisas mais importantes a fazer.

 Fechei a porta, me encostei nela e puxei o ar para dentro do meu peito, foram muitos acontecimentos nesses últimos dias, ruins e bons, os olhos daquele garoto iam e vinham na minha mente, e como em uma espécie de déjà vu eu voltava no tempo e me lembrava dos meus momentos juntos a ele e sentia a textura da pele na minha própria pele, será que isso é possível ?, sentir uma pessoa que está a milhas de distância só por pensar nela, eu devo estar com algum tipo de doença grave.

 Subi as escadas para buscar meu celular, será que o belo garoto estaria on line ?, talvez, não custava tentar.

 

 Luhan : Minseok ?. 9:21 A.M

 

 Luhan: Está aí ?. 9:23  A.M

 

 Esperei alguns instantes mas nada, ele deveria estar na escola, desci para preparar algo para comer, meu estômago pedia algo que não fosse frutas ou café de um modo urgente. Eu nunca fui um chefe de cozinha mas sabia cozinhar algumas coisas decentes de serem consumidas por um ser humano, aprendi tudo com o meu pai, ele era um ótimo cozinheiro sempre o observava escondido atrás da geladeira cortando cubos de vegetais e escolhendo os melhores grãos para serem cozidos, ele sempre me pegava olhando e sempre dizia que eu precisava aprender a cozinhar para tratar bem a minha esposa e deixá-la contente, pois um homem que sabe cozinhar será sempre um bom pai. Pena que não foi bem assim que aconteceu.

  Apesar dessa doce lembrança preparei rolinhos primavera, sempre foi o meu prato preferido, aprendi quando tinha doze anos, me queimei algumas vezes mas isso faz parte, abri a minha pequena adega de vinhos e espumantes de várias safras e peguei um vinho tinto, o meu preferido também, preenchi uma taça até a metade e fui a sala de jantar, me sentei e saboreei meu prato e o líquido alcoólico na taça de cristal, a sensação de queimação na garganta era muito boa, ela me deixa um pouco quente. Colocar placas de vidro ao invés de janelas naquele cômodo foi uma ótima ideia, devo agradecer o arquiteto por isso, a vista lá de fora estava maravilhosa, a cidade estava coberta por uma fraca neblina devido a chuva e como meu triplex ficava num dos últimos andares essa visão me era proporcionada. Peguei a taça na mão, me levantei e fui até o complexo de vidro me permitindo um olhar mais amplo da paisagem esbranquiçada, era simplesmente de tirar o fôlego, me sentia o dono de tudo o que estava  abaixo dos meus pés, virei o restante do conteúdo avermelhado dentro da minha boca e o senti queimar mais uma vez, um sorriso se fez presente no meu rosto, talvez não devesse beber tudo de uma vez, dizem que saborear lentamente é melhor.

  Fiquei mais alguns minutos ali, deixei a taça em cima da mesa e subi ao meu quarto mais uma vez, peguei meu celular, me sentei na cama e desbloqueei vendo que havia uma mensagem.

  

  Xiumin ♥ : Bom dia Senhor Luhan 9:54 A.M. — me alegrei ao ver a mensagem.

 

  Luhan : Bom dia Minseok, estava estudando ? 10:13 A.M.

 

 Xiumin ♥ : Estava, mas já acabei, e o senhor, o que faz ? 10:14 A.M. — imaginando coisas impróprias.

 

 Luhan : Estava a tomar uma taça de vinho tinto. 10:16 A.M.

 

 Xiumin ♥ : Vinho? isso deve ser bom, que gosto tem ? 10:18 A.M. — o mesmo gosto proibido que deve ter a sua doce boca inocente.

 

 Luhan : É uma mistura de álcool e uvas, é simplesmente fantástico o gosto. 10:20 A.M. — se acalme Luhan, a minha mente dizia

 

 Xiumin ♥ : Espero que um dia eu possa provar o gosto. 10:21 A.M. — Eu também queria provar o seu gosto.

 

 Luhan : Sim, um dia você poderá provar, mas por enquanto a sua idade não permite, quando chegar a hora eu faço questão de lhe um oferecer uma pequena taça. 10:23 A.M.

 

 Xiumin ♥ : Mal posso esperar para provar senhor Luhan. 10:25 A.M.

 

 Luhan : Eu também mal posso esperar para te ver provando garoto. 10:27 A.M.

 


Notas Finais


^.^ ! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...