História Cam Half-Blood - Primeira Temporada - Capítulo 6


Escrita por: ~

Exibições 6
Palavras 1.441
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Josei, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Eu sei que demorei, mas pelo menos o capítulo está grandinho :v

Capítulo 6 - Capítulo Cinco - Ou Não...


Fanfic / Fanfiction Cam Half-Blood - Primeira Temporada - Capítulo 6 - Capítulo Cinco - Ou Não...

Uma semana depois o acampamento estava uma bagunça total, novamente o novato havia arrumando briga com um dos veteranos, mas dessa vez foi com Nero e algo dizia que isto não iria acabar bem.

 

1 hora antes do acontecimento

 

Hannah estava sentada na arquibancada em uma sombra, apenas observando Nero treinar com as estátuas de mármore, ele já estava pingando suor, mas mesmo assim não parava um instante. Hannah decidiu abrir seu livro completamente negro e sem título, ela abriu e foi lendo oque havia no livro, suspirando a cada página que virada, algo incomodava ela, algo que ela não sábia escolher entre um e outro, mas ninguém notava isso, já que a garota por si só já vivia aos suspiros.

Depois de alguns minutos, Josh entrou na arena e observou Nero treinando, olhou a arquibancada e viu Hannah concentrada em seu livro. Então Josh, o novato, decidiu fazer uma pequena “brincadeira”, ele deu um sorriso malicioso e subiu na arquibancada, indo até Hannah e sentando perto da mesma. Assim que Josh se sentou do lado da garota, ele se inclinou para ver oque ela lia, mas o mesmo enxergou as folhar em branco.

 

- Ótimo livro, mas estou interessado em você agora. – Sorriu e olhou em direção nos olhos da garota.

Hannah estranhou o rapaz ali e olhou na direção de seus olhos assim que o mesmo disse aquilo, com um olhar surpreso e nervoso, ela desviou o olhar para Nero, que estava concentrado em seu treinamento, logo a mesma engoliu a seco.

- C-como? -  Gaguejou ela, sem saber oque dizer, apenas se afastou um pouco do rapaz, mas o mesmo se aproximou dela, se inclinando em sua direção como se fosse beija-la.

A garota sentiu um frio na espinha e afastou o garoto com a mão, a mesma fez o uso das sombras para o afastar, mas não havia funcionado, ela estranhou aquilo, que não havia acontecido antes sem ser com Daniel, Hannah prendeu a respiração e olhou no fundo dos olhos do garoto, já começando uma ilusão, mas novamente aquilo não estava funcionando.

- Você... oque vo- . – Hannah não conseguiu terminar sua fala, seus lábios foram preenchidos pelos lábios de Josh, o mesmo olhava em seus olhos, enquanto lhe dava um beijo morto, sem troca de saliva, apenas para mexer com a pobre garota.

Nero gira, assim cortando a cabeça de uma estátua e acaba vendo aquela cena. Assim que Nero corta a cabeça da estátua, ele segura a espada e atira na direção de Hannah e Josh, com sua aura de raiva ativada, fazendo o mesmo se separarem. Assim que a espada enterra no banco da arquibancada, Nero vai em direção aos dois, pisando firme o suficiente para a arena toda escutar seus passos.

Assim que o filho de Ares chegou até os dois, abecou Josh e o atirou no meio da arena, deixando o mesmo caído no chão. Josh escutou vários sons agudos dentro de sua cabeça, sua visão ficou muito ruim, enxergando tudo duplicadamente, enquanto isso Nero foi pulando de banco em banco, quase os quebrando com os pés, indo em direção ao novato, Nero acercou-se do rapaz e o olhou profundamente nos olhos garoto, estalou o dedo fazendo a espada ir em direção do garoto deitado, fazendo um pequeno corte em sua bochecha e acabar ficando aterrada pela metade.

- Seu... DESGRAÇADO! – Disse Josh, com  mão sobre o corte.

- Tu dá em cima da minha namorada e eu sou o desgraçado? – Diz Nero ficando por cima do corpo do garoto, olhando dentro de seus olhos.

Josh encara Nero, começando a ficar irritado, por causa da aura de Nero. – Você deixa ela sozinha para ficar quebrando estátuas, queria oque? Achado não é roubado. – Sorriu de canto, ainda encarando  Nero, que estava pronto para matar o mesmo.

- N-Nero... – A voz de Hannah quase não sai. – Não precisa abespinhar-se por pouca coisa, ele só fez isso para provocar. – Hannah limpa a boca e suspira novamente.

- Hannah, relaxa. – Ele fala sem nem olhar para ela, Nero puxa o rapaz pela gola.

- Ela é livre, se ela quiser ler um livro enquanto eu quebro estátuas, ela pode. – Nero fala antes de jogar Josh contra o chão, fazendo um barulho enorme.

Hannah move suas mão como se fosse falar algo, mas assim que escuta aquele som ela recua sua mão, fechando-a e baixando a mesma.

- “Deixa quieto” – Pensou a mesma.

- Tsc, como s-. – Ele é jogado contra o chão, caindo a metros de distância,  antes mesmo de poder terminar sua frase. – “Filho da puta!” – Josh demora para abrir seus olhos, mas logo se levanta e vê Nero.

Nero estava na sua frente no momento em que abriu os olhos, ele chuta Josh na lateral de sua costela, fazendo com que o mesmo que acabara de levantar, caísse novamente. Assim que Josh recebe seu chute e cai no chão novamente, uma energia negra aparece em volta de suas mãos, fazendo com que uma parede feito de sombras empurre Nero para longe, o arrastando e bloqueando-o tempo o suficiente para se levantar.

A barreira empurra Nero, porém não surte muito efeito, ele “quebra” a mesma e continua indo em direção ao garoto, com um estalo de dedos, sua espada retorna para suas mãos e Nero utiliza ela para fingir um ataque, mas em vez de ataca-lo com a espada, ele dá um gancho no queixo de Josh, aproveitando a deixa e usando o cabo de sua espada para desferir um golpe no topo de sua cabeça, posicionando o joelho abaixo da cabeça de Josh, fazendo com que o mesmo bater nele, assim deixando-o desacordado.

Do outro lado do acampamento, estava Daniel, sentado em uma grande pedra no meio da floresta, olhando para cima, vendo os raios de sol passarem entre as folhas, ele suspirou, aquele lugar lhe trazia boas e más lembranças ao mesmo tempo, mesmo assim ele gostava de ficar ali para refletir. Não demorou muito até que Daniel escutasse vozes de campistas mencionando uma grande desordem na arena, Minerva e Nero vieram em sua mente no mesmo momento, respirou fundo e se teletransportou atreves das sombras, indo em direção a Grande Casa, onde o mesmo iria avisar Quíron.

Ao chegar na Grande Casa, Daniel cerrou os dentes e foi direto para a arena, já que Quíron não estava ali. Assim que chegou na arena, sua respiração parou por milésimos e ele soltou o ar pelas narinas, bem devagar, fazendo um som um tanto alto.

Todos estavam na volta, o garoto desacordado parecia nem respirar direito, Hannah não sabia nem oque fazer, apenas olhou para Daniel, que lhe olhou como se fosse enforca-la. Nero não sabia da relação entre os dois, até porque ele pensara que eram apenas meio irmãos.

-N-Nero... não acha que exagerou, amor? –Disse Hannah, olhando para Nero.

-Bem, ele te beijou, e me desafiou, então... – Respondeu Nero.

-Fala sério. – Hannah disse se abaixando perto do novato, o cutucando.  –Ei... ei... – Mas o mesmo nem responde.

-Coitado, se não morreu, vai ficar um mês na enfermaria. – Hannah suspirou e olhou para Nero. – Não quero nem ver quando Quìron descobrir sobre is-

-Pois já estas vendo, senhorita Greyback. – Disse o centauro, se aproximando com seu semblante sério, não gostando nem um pouco da situação presente.

Hannah engoliu a seco, olhou para Nero, que não estava nem ligando e passou a mão no pescoço. Nero olhou para cima e depois para Quíron, que estava lhe encarando, logo ficou prestando atenção em outro lugar.

Quíron fez um gesto para alguém chamar Fésnia, pois não sabia o quão grave estava o novato, então decidiu lhe deixar no chão.

Enquanto isso, um campista que estava presente no local, saiu correndo em direção a enfermaria, depois de poucos minutos, Fésnia havia sido chamada, ela pegou suma maleta de primeiros socorros e rapidamente se dirigiu a arena. Ao chegar lá, ela passou entre os campistas e se ajoelhou perto do corpo caído no chão, apoiou as duas mãos no chão e abaixou seu tronco, colocando seu ouvido sobre o peito do rapaz, para checar se seu coração ainda batia, após isso, Fésnia chegou a respiração do novato e suspirou aliviada por ele estar apenas inconsciente.

Fésnia abriu sua maleta e pegou um frasco com um liquido meio escuro, ela tirou a rosca do frasco e cheirou para ver se ainda tinha efeito, assim que notou que o efeito ainda estava ali, colocou o frasco perto do nariz do novato, para que o mesmo pudesse cheirar.

- Quantos dedos você enxerga? – Uma voz distorcida dizia, mas o novato que enxergava tudo girando não conseguia dizer uma única palavra.

 

 

 


Notas Finais


:v espero que tenham gostado :v brigadinha


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...