História Caminhando sob o mesmo céu Azul - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Lyfia, Marin de Águia, Mascára da Morte de Câncer, Miho, Mu de Áries, Poseidon, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaka de Virgem, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Sorento de Sirene, Thetis de Sereia, Tokumaru Tatsumi
Tags Cavaleiros De Ouro, Cavaleiros Do Zodiaco, Eire, Hyoga, Ikki X Miho, Miho, Mino, Minu, Poseidon, Saint Seiya, Saori, Saori X Seiya, Shina
Exibições 69
Palavras 4.654
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ai...mais um capitulo, mais uma trama que se desenrola no fim aonde isso vai dar? só sei que vai dar pano.

Capítulo 5 - O acidente


Fanfic / Fanfiction Caminhando sob o mesmo céu Azul - Capítulo 5 - O acidente

Seiya: Vamos para outro lugar, essa conversa deve ser lá dentro.

Todos entram incluindo Shaka e se reúnem no salão principal.

Seiya: Saori as coisas estão bem difíceis aquela catástrofe toda é por que Poseidon está morrendo.

Saori: O que houve a Poseidon?

Seiya: Ele foi atingido misteriosamente em quanto nos ajudava contra Hades e de acordo com Julian dessa vez ele não vai reencarnar mais, pois algo esta consumindo a alma dele dentro da ânfora.

Saori : Isso é muito grave!

Shaka: Mais isso vai desestabilizar o universo inteiro.

Saori: A alma de um Deus só pode ser aprisionada jamais destruída.

Shaka: Athena isso será uma catástrofe sem fim!

Seiya: E é ai que entra uma pequena luz para resolvermos tudo. Existe uma chance Gaia está teoricamente encarnada na terra.

Shaka: Entendo Gaia é a criadora mãe de tudo e todos geradora da vida ela realmente poderia fazer algo.

Shiryu: Poseidon disse que ela é uma espécie de deusa que tem um poder regenerador, fortalecedor  e gerador de divindades e segundo Poseidon ela pode lhe salvar, o curando com uma planta e usando seu sangue como sacrifício.

Shaka: Athena no passado o santuário de Gaia ficava no arquipélago das Ilhas Phoenix em uma ilha bem próxima a ilha da rainha da morte foi escolhido este local no passado justamente por ser o inferno na terra, Guilty era o guardião de lá o cavaleiro do diabo.

Saori: Como sabe disso?

Shaka: Certa vez pedi a Ares para consultar uns pergaminhos antigos para resolver um problema e acabei lendo sem querer isso.

Mú adentra o salão saindo da penumbra e diz:

Mú: Athena você deve saber que a ordem dos cavaleiros negros só existiu, por puro consentimento do santuário.

Shun: Eu nunca entendi muito bem isso, por que Athena permitiria a existência de cavaleiros maléficos exilados e liderados por um cavaleiro do santuário, era só mandar os cavaleiros de ouro e acabariam com a ilha toda.

Mú: A resposta é simples Shun, no passado o continente dos Muvianos que são o meu povo de descendência  afundou e alguns alquimistas que concertavam armaduras se instalaram por lá e fizeram replicas das armaduras de bronze, a intenção de Athena ao permitir isso era transformar o local em uma fortaleza fora do santuário, manipulando os guerreiros a proteger algo maior que nem eles mesmos sabiam já que quase ninguém sabe da lenda de Gaia. Foi a maneira que Athena encontrou para proteger Gaia e a arvore sagrada.

Hyoga: A baixo dos olhos do inimigo! Todos que tentam destruir Athena começam pelo santuário ninguém ataca aquele lugar, ninguém nem ao menos que ir lá.

Mú: Graças também a grande fama do selo do Diabo e da mascara. Porem devido ao grande mal que o antigo mestre Ares fez, você Saori teve que ser levada por Aiolos .

Saori: Mú preciso que você consulte as escrituras antigas e nos mostre.

Mú: Eu já volto.

E em alguns Minutos Mú volta com um livro velho.

Mú: Eu achei esse livro que foi escrito por Gigas, ele atuou no santuário ao lado de Ares e segundo ele a expectativa de Ares era achar a encarnação de Gaia então, mandou Guilty vir ao santuário para tortura-lo e descobrir o paradeiro de Gaia, o desejo de Ares era se tornar forte e para isso ele iria criar a garota e quando ela completasse 16 anos  faria um rito de passagem para desposar a moça. Mas ele nunca a achou.

Shaka: Se ele tivesse concluído o plano nós estaríamos mortos hoje, porém ate hoje não sabemos o que levou Ares na verdade Saga a ficar possuído daquela forma.

Saori: Por que casar com ela se ele a poderia sacrificar?

Marin: Por causa do sangue virginal da moça que é muito poderoso, o ventre de Gaia tem a força geradora do universo e  parte dessa força é transmitida em uma conjunção carnal.

Saori: Ele iria abusar da menina? É isso que entendi?

Seiya: Exatamente! Pera ai esse Gigas é aquele velho com o olho de diamante?

Hyoga: Sim esse mesmo Seiya. Porém o que eu não entendo é por que Gaia daria seu grande poder a um corpo mortal?

Shaka: Para ajudar Athena assim como ela ajudou Zeus e o protegeu. No caso de tentarem  destruir o espirito de Athena ela a salvaria com sua cura, e se  Athena morrer ela poderia ser fecundada e na data certa nasceria  a deusa novamente  através dela ou de uma de suas filhas.

Shina: Então é assim que nascem os Deuses será que Ares não só queria o poder dela mas também trazer a esse mundo um outro deus?

Shaka: Não sabemos realmente o que Ares iria fazer, só sei que essas mulheres de Gaia são na maioria das vezes obrigadas a entregar seus bebês, as famílias ao qual vão nascer essas crianças são escolhidas a dedo.

Shun: Pelo que pude perceber são famílias muito ricas, veja o caso de Hades, Poseidon e Hilda.

Mú: Sim, Shun todos vocês são originários de famílias ricas, mas algo aconteceu como no seu caso você e seu irmão perderam seus pais.

Saori: Entendo, mas como vamos achar essa garota.

Seiya: De acordo com as informações que recebemos, seu avô Saori que sequestrou a menina, veja esta foto.

Saori: Seiya esse retrato falado é meu avô, claro que mais jovem mais é ele.

Seiya: Tenho certeza que Tatsume vai nos esclarecer essa historia. Mas já tenho suspeita de quem essa garota realmente seja!

Saori: Quem Seiya?

Seiya: A Minu!

Saori: Por que suspeita da Minu?

Seiya: Por que ela tem as características de uma filha de Gaia, fora Seika ela era a única menina do orfanato e a Eire apareceu por lá bem depois como funcionaria e ela não foi criada conosco.

Hyoga: Conhecemos a Eire na adolescência fora que ela é nascida sob o signo da deusa Eris.

Shyriu: E com certeza a família que a criou sabia disso, olha como os nomes são parecidos Eris e Eire!

Seiya: Seika e eu nos lembramos dos nossos pais, a única que pode ser é a Minu sem contar que o Padre protege muito ela e sempre a vigiou de perto, ele deve saber disso tudo!

Hyoga: Isso explicaria muita coisa como o fato da Minu ser solteira até hoje e nunca ter tido um namorado o padre deve espantar os pretendentes! Hahahaha

Todos começaram a rir do que Hyoga disse.

Shina: Tá!! muito engraçado Hyoga mas isso é serio Poseidon disse que pode nascer até um demônio da garota.

Shaka: Isso é verdade! Fecundando em um dia errado pode sim nascer um demônio foi dai que nasceu a lenda das bruxas, como sabemos o culto a Gaia é relacionado a Wicca e por trazerem demônios ao mundo elas eram queimadas na fogueira por acharem que tinham pacto com o diabo.

Marin: Essa menina deve ficar longe do santuário, existem muitos homens ambiciosos quem podem querer lhe fazer mal.

Saori: Seiya a Minu chega hoje ás 11 da noite com Ikki e Tatsume, deixaremos para contar tudo amanhã.

Seiya: Ela deve está cansada e eu também estou, vou para os meus aposentos.

Shyriu: Poseidon está morrendo não podemos protelar e resolver logo.

Saori: Não há o que fazer a não ser esperar temos que ter paciência.

Shaka : Ela deve ser levada amanhã mesmo se possível para o ritual devemos achar o local com urgência e quem faz esse ritual.

Seiya: Desculpe Shaka, mas não vou levar Minu contra a vontade dela a lugar nenhum além, disso é só suspeitas Tatsume que vai dizer a verdade.

Shaka: Sinto em dizer Seiya, mas o mundo inteiro depende do sacrifício dela e se ela não quiser ir muitos morreram, por tanto nãos se ponha diante dela ou haverá um derramamento de sague.

Mú: Ela vai querendo ou não vocês tem ideia da confusão que isso pode causar.

Seiya: Você é louco Shaka quero ver quem vai se por diante de mim?

E Seiya cerra os punhos com raiva

Saori: CHEGA!! A palavra final é a minha.

Seiya: Eu não acredito que vai permitir isso.

Saori: Acalme-se é só um ritual, tenho certeza que ela vai colaborar, se ela tiver que se entregar ou entregar a própria vida deixaremos que ela decida.

Então Saori dá as costas a todos e sai do salão seguindo para os seus aposentos e Seiya vai atrás dela.

Seiya: Saori ainda que seja um ritual simples não sabemos de nada, podem fazer mal a ela.

Saori: Você está muito preocupado com ela, o que está havendo?

Seiya: Saori não misture as coisas você sabe que meu amor é só seu, porém eu prometi que a protegeria, pois me considero irmão dela.

Saori: Seiya entenda, não podemos permitir que milhões de pessoas morram por apenas um capricho de Minu não querer ir, o que posso prometer é que não permitirei que a violem a força ou a matem caso tentem isso naquele lugar, estudaremos um jeito de salvar a terra, até lá não quero especulações e nem que a assustem combinado?

Seiya segura no braço de Saori e pergunta:

Seiya: Vai para o se quarto agora?

Saori: Sim!

Seiya: Eu vou junto.

Seiya adentra o quarto da Deusa arrancando a armadura e a camisa se aproximando de Saori  e a agarrando pela cintura e  a beija com luxuria a jovem envolve suas mãos na nuca de Seiya e delicadamente desce uma das mãos pelo peitoral do cavaleiro, ele solta os lábios de Saori e sussurra no seu ouvido:

Seiya: Vamos tomar um banho?

Saori assenti com a cabeça e Seiya a toma nos braços a levando para a sala de banho aonde há um tepidário  ele a põe de pé no chão e novamente a beija buscando com  intensidade sua língua a fazendo gemer docemente.

Seiya começa a beijar em seu pescoço com muito carinho e com uma das mãos começa a retirar uma das alças de seu longo vestido branco e não desperdiçando a oportunidade,  ele beija seu colo  e remove a alça do outro ombro deixando os seios de Saori desnudos  eram grandes mais não muito fartos alvos rosados e redondos o cavaleiro cheio de desejo os abocanha passando a língua  e brincando os bicos que estavam duros e enrijecidos Saori geme de prazer.

Saori: Haaann..Seiya assim você me deixa louca pare.

Ouvindo os apelos da amada ele suga ainda mais e diz:

Seiya: É.. o que mais quero ver você perdendo o controle..

Saori: Cuidado com o que deseja cavaleiro.

Ela se afasta e retira o resto do vestido ficando somente de calcinha para Seiya, e lentamente ela se vira de costas para Seiya e retira sua calcinha se abaixando  fazendo com que Seiya veja seu bumbum e seu sexo que era lisinho e rosado Seiya não resiste  e começa a se aproximar dela agarrando pelo quadril e ainda sem remover  suas calcas Seiya começa a esfregar seu sexo na moça, a caricia do membro de Seiya que estava aprisionado dentro daquela malha vermelha a deixava cada vez mais molhada, porém Seiya não o removia dali seu desejo era deixa-la ainda mais louca saori suspirava e gemia de prazer então ele a solta e ela continua se esfregando nele buscando loucamente seu membro aprisionado.

Seiya: Isso.. assim, não pare.

Ele a toma pela cintura e a vira para si lhe dando um beijo que tira o folego da deusa e ela retribui com todo seu desejo que estava guardado .

Seiya: Abaixe-se quero lhe mostrar uma coisa.

A deusa fica de joelhos e Seiya retira a malha fazendo com que seu membro que estava totalmente rígido salte para fora úmido e pingando de seu mel do prazer, o membro de Seiya pulsava e Saori não perdeu tempo e o pós dentro de sua boca fazendo Seiya fechar os olhos e ficar mais ofegante.

Saori sabia exatamente o que Seiya gostava e enquanto sugava ela acariciava seus testículos Saori ia o mais fundo que aguentava levando ela a quase se engasgar.

Seiya: I..sso você...hooo tá ótimo.

Saori começa a fazer um movimento de vai e vem com as mãos e sugando a cabeça de sem membro as vezes ela parava  somente se concentrando na cabeça de seu membro Seiya já não estava resistindo muito as caricias  e a puxa dali.

Seiya: Vem cá agora é minha vez.

Ele apõe no degrau da grande piscina e abre suas pernas encaixando sua boca quente no sexo da moça.

Saori: Hooommm que delicia, aiiii.

Ele usa a ponta de sua língua para fazer movimentos rápidos no seu pequeno grelo que está duro fazendo assim a garota jorrar seu mel ele não resiste e põe seu dedo indicador dentro dela sem para de brincar com sua língua. Cada vez mais seu dedo indicador fica molhado e sua entrada se contrai rapidamente a moça geme.

Saori: Aaaa... Seiya eu to quase lá não pare.

O cavaleiro obedece a sua deusa e Saori alcança seu orgasmo com gemidos altos e intensos.

Seiya ergue seu corpo e fica de joelho no degrau entre as pernas de Saori ele se masturba olhando o sexo de sua amada totalmente lambuzado de prazer é então que ele aproxima seu membro da entrada da moça e diz:

Seiya: Minha deusa seja benevolente com seu mortal me satisfaça também.

Saori: Quero você totalmente dentro de mim Seiya.

É então que ele a penetra lentamente Saori, ela geme ate que Seiya esteja totalmente dentro dela.

 Seiya começa a fazer movimentos lentos e agarra suas coxas penetrando cada vez mais forte ele abaixa e suga o seio da mulher sem para de penetra-la as estocadas ficam mais fortes e Saori goza novamente Seiya sentindo que ia gozar retirou o seu membro de dentro da moça e gozou em seus seios urrando de prazer.

Saori: Seiya eu te amo.

Seiya: Eu te amo e te quero cada vez mais.

Falam os dois sorrindo um para o outro em seguida se adentrando mais na agua.

 

XXXxxxxXXXXXxxxXXXx

Em algum lugar do céu entre Japão e Grécia.

Minu usa um apito e o assopra de pé em frente a sua poltrona.

Minu: Friiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii... Parem crianças.

A sessão de cinema tinha virado uma bagunça, Eire estava dormindo quase babando com seus fones de ouvido nem acordava e Ikki como sempre assistia a tudo sentando de braços cruzados. Não mais que suficiente Makoto e Akira brigam por causa de um brinquedo, Minu então vai apartar a briga ela os agarra.

Minu: Eu já pedi pra parar.

Uma pequena turbulência aconteceu e Minu cai sentada e os dois meninos por cima dela, eles rapidamente se levantam e começam a brigar de novo é quando Ikki resolve fazer algo sentindo que  a  turbulência poderia ter riscos e todos deveriam está de cinto ele se levanta e agarra os garotos pela roupa os levantando no alto. Os dois meninos começar a gritar.

Ikki: Vocês estão vendo? Eu não sou o Seiya o próximo que aprontar eu jogo pra fora desse avião portanto sentem- se todos e ponham o cinto. ENTENDIDO!!

Crianças em coro: SIM SENHOR IKKI!

Ele põe os meninos na poltrona  colocando os seus cintos, e se vira para ir ao seu lugar, mas Minu ainda estava se levantando do chão, foi ai que Ikki estendeu a mão pra moça se levantar, Minu olhou para as mãos de Ikki e a seguir para o rosto do cavaleiro ela delicadamente entrega sua mão, ele a puxa mas antes que ela fique totalmente de pé uma turbulência mais forte acontece e por tentar segurar Minu de novo não consegue Ikki caia em cima de Minu com o rosto entre as suas penas. Então a moça grita

Minu: HAAAAAAAAAAAAAAAAA!!

Ikki levanta o rosto ele estava de cara na calcinha da moça que era branca  e de algodão o cavaleiro fez cara de ironia sorrindo, Minu estava completamente vermelha, não sabe se é de ódio ou de vergonha, inesperadamente ela leva  a mão para dar um tapa no rosto de Ikki mas ele segura sua mão e diz:

Ikki: Mulher nenhuma bate em mim!

E segura á mão de Minu se levantando rapidamente e a puxando,₩ a moça fica de pé e começa a arrumar sua roupa Ikki dá as costas e vai sentar na sua poltrona. Quando dá por si as crianças estão todas olhando para Minu que extremamente vermelha diz:

Minu: VOLTEM A VER O FILME !ISSO FOI UM ACIDENTE.

Bufando de raiva Minu vai pisando fundo até aonde Ikki esta sentando vendo a cara da moça Ikki se levanta abrindo o cinto e vai para outra ala do avião fechando uma porta e Minu abre a porta e a bate indo atrás de Ikki a única aeromoça que estava no avião decidiu não se envolver e apenas balançou a cabeça.

Aeromoça: Tomara que se entendam ai ai...

Na outra área do avião Minu segura á camisa de Ikki por trás o jovem nem se quer tira as mãos do bolso.

Ikki: O que você quer?

Minu: Desculpas!!

Ele se vira pra ela.

Ikki: Eu não vou pedir desculpas foi sem querer.

Minu: Muito conveniente né Ikki!!

Então Ikki é quem fica vermelho afinal aquela situação não era comum e nunca tinha acontecido em sua vida, todas as garotas que ele saia eram fáceis e taradas por ele  iam para cama em um estalar de dedos, jamais iriam ligar para isso, mas Minu estava ofendida e Ikki não sabia como se comportar, diante de uma moça puritana. Na verdade Ikki sempre evitou esse tipo de mulher.

Ikki: Foi um acidente já disse. Acha mesmo que faria aquilo de proposito.

Ikki escolheu as palavras erradas e  Minu ficou mais brava ainda. Como ele não podia querer fazer aquilo de proposito com ela?

Minu: O QUE? AINDA ME OFENDE!

Ikki: Mas eu.. só quis dizer que sou educado!

Já era tarde de mais uma tempestade se formou na cabeça da moça que serrou os punhos e deu um soco na barriga de Ikki que nem se moveu ou ao menos sentiu nada.

Ikki: O que..O que foi isso Minu.Você ENLOQUECEU!!

Minu: Eu..Eu sei me defender de tarados.

Minu arregala os olhos temendo o pior a cara de Ikki não é nada boa o olhar dele munda.

O silencio paira e não mais que derrepente Ikki começa a gargalhar.

Ikki: Você hahahhah , é uma louca hahahahah achou mesmo que ia atingir um cavaleiro com esse soco hahahahah nem se eu fosse um bandido você me derrubaria, não seja patética.

Então ele agarra o braço de Minu e a empurra contra a parede do avião próximo a uma porta de emergência prendendo os  braços da moça contra a parede que tenta se soltar inutilmente.

Ikki: Olha pra mim, mais uma das suas e eu..

Minu: E você o que?

Foi ai que Minu parou de falar ela podia sentir a respiração de Ikki os olhos dela não se desviavam do dele o seu coração pulava tanto que ela realmente achou que Ikki poderia ouvir,  a moça  ficou com um frio na barriga e Ikki podia sentir a moça perdendo as forças por ente suas mãos seu olha se desviou para os lábios de Minu que estavam entre abertos de maneira convidativa ele se aproximou mais ainda lentamente e Minu fechou seus olhos lentamente. Foi ai que Tatsume abriu a porta e perguntou:

Tatsume: O que está acontecendo aqui?

Os dois tentam se concertar rapidamente e saem para seus acentos sem dizer nada Ikki abre novamente sua revista, mas de cabeça para baixo e Minu fixa seu olhar na janela do avião, Ikki concerta a revista e Minu sorri percebendo a situação.

A viajem prossegue com calma e a noite cai.

XXXxxxxXXXXxxxxXXXX

Grecia, Santuário.

Seiya e Saori passaram o dia juntos se amando e matando a saudade um do outro. O dia para os dois passa voando e a noite enquanto o casal passeava Seiya fala a Saori:

Seiya: O Ikki esta vindo nesse voo ele deve saber algo a mais sobre o direcionamento desse local do templo de Gaia

Foi quando Mú apareceu e interrompendo a conversa.

Mú: Pontualmente o voo chegou. Vou Avisar ao Hyoga e ao Shun.

Todos vão incluindo Mú a pequena área de pouso abaixo da primeira casa zodiacal, todo animado Hyoga carrega um pequeno ramalhete de flores do campo.

Hyoga: Ola pessoal.

Todos: Ola Hyoga!

Seiya: Fico feliz em ver você animado.

Hyoga: Estou ansioso para reencontrar a Eiri depois de tudo me sinto mal por não ter estado ao lado dela.

Seiya:Tenho certeza que ela entende Hyoga.

Parados em frente ao avião eles veem a porta da aeronave se abrir o primeiro a descer é Tatsume que ao chegar no fim da escada beija o chão. As crianças descem logo em seguida desanimadas e cansadas umas até bocejam.

Saori: Olá Crianças.

Seiya acena com as mãos, mas ninguém responde.

Seiya: O que houve que desanimo é esse?

Akira: Estamos cansados, por que não foi lá salvar a gente aquele cara é mau ele disse que ia jogar agente do avião.

Shun: Peço desculpas pelo meu irmão ele é assim, mas não é mau ele só é nervoso.

Eire Minu e Ikki descem se aproximam e acenam para o grupo que acena de volta é então que Minu escuta o que Akira está falando.

Akira: Nervoso? Ele me pegou pela roupa e levantou no alto e ainda por cima caiu em cima da senhorita Minu e colocou o rosto entre as penas da senhorita, tenho certeza que ele viu a calcinha dela!

Minu: AKIRAAA!!!

Shun fica sem ação e com um sorriso sem graça de lado.

Eire corre a abraça Hyoga que lhe gira pelo ar  e dá um beijo nos lábios a seguir lhe entrega as flores Eire agradece beijando o cavaleiro mais ainda.

Ikki: Não que eu deva explicações, mas houve uma turbulência  eu cai e a Minu também apenas um acidente.

Eire: Nossa eu dormi tanto que perdi isso!

Minu olha pra Eire e a fuzila com os olhos, Ikki fecha seus olhos e põe as mãos no bolso.

Shun: Viram meninos foi um acidente né, por isso é importante colocar o cinto de segurança.

Seiya: Você esta machucada Minu?

Minu: Não Seiya eu tô bem!

Saori: Que bom revê-los Minu , Eire Tatsume e Ikki contem me como foi no Japão?

Ikki: Antes que as tagarelas comecem a falar eu vou resumir.

Todos se espantam com ikki!

Ikki: Foi assim, tive que salvar a nanica, insolente e abusada que se meteu em encrenca e quase morreu afogada, também tive que controlar a loira que ficou doida achando que a amiga iria morrer mandei o careca calar a boca e seguir minhas ordens comemos e bebemos tudo da sua casa, quebramos um vaso caro e a loira e a nanica usaram suas roupas e seus sapato a nanica fala demais, porém cozinhou muito bem ao menos não morremos de fome, no final das contas o careca tá revoltado e até beijou o chão por que chegou, a loira tá feliz pq encontrou o marido eu tô com sono e a nanica bom...Essa vai ficar tagarelando o resto da noite, agora que contei tudo podemos nos retirar?

Saori: Nossa Ikki! Haha..

Saori fica com cara de sem graça pela delicadeza de Ikki enquanto isso Hyoga e Eire parecem está em outro mundo.

Eire: Nossa, Hyoga eu pensei que nunca mais iria te ver.

Hyoga: Eu também senti medo meu amor.

Minu pensa

Minu: Nossa isso e tão constrangedor.

Seiya se aproxima de Minu e dá um tapinha em suas costas.

Seiya: É Minu vazo ruim não quebra Hahaha

Minu: O que?

Seiya: Não começa Seiya.

Saori: Não liga pra ele Minu.

Shun: Ei Ikki também senti sua falta não vai me dar um abraço?

Ikki: Nem vem Shun!

Shun dá um soco no braço de Ikki que o agarra e bagunça seus cabelos.

Shun: Temos muito que conversar, mas hoje eu não vou te perturbar muito.

Ikki: Estou cansado mesmo no avião não da pra dormir bem.

Minu se vira pra Saori e diz:

Minu: Gostaria antes de tudo de lhe pedir desculpas por estar usando suas roupas. Eu perdi tudo.

Saori: Imagina, amanhã mesmo providenciaríamos roupas e documentos pra você e pra Eire.

Minu: Obrigada Saori.

Eire: Eu também sou grata. Só de estar aqui a salvo é a melhor ajuda que você nos deu.

Saori: Deixe-me apresentar uma pessoa esse é Mú o cavaleiro de Aries.

Minu e Eire respondem em coro:- Prazer.

Mú: Então você é a famosa senhorita Minu?

Minu: Famosa?

Mú: Sim Kiki fala muito de você, de como o trata bem, lhe dá carinho e ensina as coisas, eu crio ele desde bebê porem faltava na vida dele uma figura de mulher como você.

Minu: Fico muito feliz que eu seja referencia para ele, eu tenho um carinho muito grande por ele. E como vai o treinamento dele?

Mú: Ele esta indo bem creio que teremos em breve mais um cavaleiro.

Minu: Que orgulho fico feliz. Ele esta se alimentando? Tive que rever as vacinas dele você viu?

Mú: Sim ele esta comendo bem eu vi obrigada por atualizar estava faltando uma.

Seiya: Nossas vocês dois parecem pais separados falando do filho.

Minu e Mú ficam sem graça!

Minu: Na verdade é quase isso né senhor Mú eu e ele sempre trocamos recados.

Todos começam a caminhar Seiya da o braço a Saori e Hyoga da o braço a Eire, as crianças fazem uma fila e seguem Tatsume, Shun puxa papo com Mú e Ikki e Minu caminham logo atrás.

Ikki: Por que está caminhando perto de mim?

Minu: Eu não tô perto de você  tem bem mais de um metro e meio de distância.

Ikki: Que bom, não quero que pensem que eu tenho algo com você.

Minu Sai correndo até as crianças e se põe no fim da fila de cabeça baixa. E pensa:

Minu: Ikki tem razão eu sou uma garota ridícula eu ser vista com ele seria um motivo de piada para ele, melhor me afastar de todos até que eu volte pro Japão.

Mú pede licença a Shun e vai até Minu e diz:

Mú: A senhorita me concede o prazer da sua companhia?

Minu assente com a cabeça e dá o braço a Mú.

Ele começa a conversar com Minu sobre Kiki fazendo a moça se sentir melhor.

Ikki vê a cena de longe com cara de poucos amigos é quando Shun se aproxima.

Shun: Que cara é essa Ikki?

Ikki: A de sempre.

Shun olha pra Ikki e pra aonde ele esta olhando. E ele sabe que Ikki não fala nada sobre si mesmo, mas resolve instigar para ver se descobre algo.

Shun: Acho que a Minu encontrou companhia, adoro a Minu ela é doce, gentil e bonita ás vezes mandona, mas é uma das garotas mais legais que conheço não acha Ikki?

Ikki: Não enche o saco Shun.

Ele sai apressado e os olhos de Shun começam brilhar,  e abre um grande sorriso juntado suas mãos e pensa.

Shun: Finalmente aconteceu haaaa, ele se apaixonou  eu sabia que ia ser rápido! E a Minu é perfeita!!Tenho que unir os dois.

Ao chegar no Phartenon Mú mostra a todos os seus respectivos quartos o de Eire e Hyoga é ao lado de Minu e o de Ikki enfrente ao lado de Shun.

Saori se despede de todos avisando da reunião no dia seguinte as 9:00hs da manhã ela enfatiza a presença de Minu e Tatsume os dois não entendem absolutamente nada.

Minu entra no seu quarto sem nem ao menos olhar para Ikki ela vai tomar um banho, veste-se e começa a ver TV para o azar da moça tudo era em grego ela não entendia nada e resolveu por em um canal de clipes musicais.

Enquanto isso no quarto ao lado Eire e Hyoga pegam fogo.


Notas Finais


Caraca Ikki não sabe o que quer hora se afasta hora fica com ciumes, Minu acredite mais em você ikki não sabe lhe dar com seus sentimentos ele te irrita mais os opostos se atraem s2. Mú já conhecia Minu por bilhetes hmmmmm abre o olho ikki e trate logo de amançar esse seu coração. Sera que Minu é Gaia? E por que ela era a unica garota do orfanato ate hoje não entendia isso quando assisti a serie original, será que ela vai ajudar Poseidon? Penélope esta viva? Shaka enfrentando Seiya sera que os cavaleiros de ouro concordam com Shaka? Vai ter briga interna ou eles vão dar um jeito na situação? meus olhos estão girando...kkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...