História Caminhando sob o mesmo céu Azul - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Afrodite de Peixes, Hyoga de Cisne, Ikki de Fênix, Lyfia, Marin de Águia, Mascára da Morte de Câncer, Miho, Mu de Áries, Poseidon, Saori Kido (Athena), Seiya de Pégaso, Shaina de Cobra, Shaka de Virgem, Shiryu de Dragão (Shiryu de Libra), Shun de Andrômeda, Sorento de Sirene, Thetis de Sereia, Tokumaru Tatsumi
Tags Cavaleiros De Ouro, Cavaleiros Do Zodiaco, Eire, Hyoga, Ikki X Miho, Miho, Mino, Minu, Poseidon, Saint Seiya, Saori, Saori X Seiya, Shina
Exibições 47
Palavras 2.715
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu não acredito em por acaso tudo tem um proposito cósmico e na hora certa acontece ^^

Capítulo 7 - Sob o mesmo céu azul


Fanfic / Fanfiction Caminhando sob o mesmo céu Azul - Capítulo 7 - Sob o mesmo céu azul

Minu saiu correndo numa velocidade que seus olhos cheios de lagrimas não permitiam enxergar bem , desceu a escadaria das doze casas procurando um refugio, porém mal sabia a jovem aonde estava se metendo, pois ali era um local extremamente  perigoso e poderia ate mesmo ser morta como intrusa, ao termino das escadas havia um lindo jardim de rosas que no passado cobriam as escadas para ninguém passar mas hoje somente enfeitavam o local já que  havia um transito muito grande de pessoas em torno de Saori Kido somente pessoas autorizadas e  acompanhadas poderiam passar e Minu não era nem um nem outro.

Chamou muito atenção da moça aquelas rosas vermelhas e graciosas, ela acalmou o seu choro e começou a toca-las resolveu sentar ao lado de uma coluna chorando e pensando no seu triste destino e que não havia mais saída para tal assunto mesmo querendo viver uma vida normal ela poderia ser atacada e prejudicar  muita gente pior ainda seria se ela não aceitasse pois a catástrofe pós morte de Poseidon mataria milhões foi quando ela viu alguém sair das sombras um homem de longos cabelos pele alva com uma bela rosa vermelha nas mãos sua armadura dourada era brilhante e sua beleza era inigualável era como os anjos da igreja aonde ela rezava ela ficou paralisada.

Afrodite: O que faz aqui!

Minu: Me.. Me desculpe senhor  se eu invadi um local que não devia eu sou convidada da senhorita Saori e vou me retirar.

Afrodite: Esta parecendo um bicho acuado diga qual é o seu nome?

Minu: Sou Minu Miyuki muito prazer.

Afrodite: Eu sou Afrodite o cavaleiro de ouro de peixes e guardião desta casa, você tem um belo nome Miyuki significa bela felicidade  e Minu belo rosto, você deve ter trazido muita alegria para os seus pais.

Minu: Eu sou órfã.

Afrodite: Eu sinto muito.

Minu: Afrodite é uma deusa ela era muito bela assim como você.

Afrodite desfaz logo a pose de serio e abre um sorriso ao ouvir falar de sua beleza isso sempre lhe agrada.

Afrodite: Por que chora pequena donzela.

Ele diz isso lhe oferecendo a rosa vermelha que estava carregando.

Minu pega a rosa e diz:

Minu: Não deveria contar nada a ninguém, mas tenho que tomar uma decisão muito importante hoje.

Afrodite: Eu antes de tomar uma decisão procuro ser justo e correto não gosto de carregar um peso na consciência.

Ele se aproxima e senta do lado de Minu.

Minu: Eu também procuro ser justa, mas dentro de mim eu sinto uma vontade de me libertar e sair por ai ao mesmo tempo tem essas coisas de conhecer minha mãe verdadeira e assumir um compromisso que vai anular meus interesses pessoais.

Afrodite: Senhorita  acho que sei o que quer dizer com se libertar, fugir não adianta nada só piora as coisas e a torna covarde, além disso você não pode firmar compromisso com uma pessoas que você não sabe quem é, conheça ela e veja se é uma boa pessoa e tenha muito cuidado para não jogar no lixo tudo o que tem hoje por um destino obscuro.

Minu: O senhor tem razão tenho que por a cabeça no lugar fazer o certo e não decepcionar as pessoas que amo principalmente as crianças do orfanato eu sempre procurei ensinar algo bom a eles e que exemplo eu estaria dando sendo egoísta e fugindo?

Afrodite: Que bom que mudou de ideia a senhorita aceitaria tomar um chá comigo?

Minu: Eu não vou incomodar?

Afrodite: De maneira alguma.

Ele dá o braço a Minu para caminharem juntos levando a moça para longe das 12 casas em um local bonito ali próximo com uma vista maravilhosa pro mar a pequena casa tinha um jardim cheio de flores e uma bela mesa já posta, Afrodite puxou a cadeira pra Minu sentar e começou a servir montando uma bela mesa.

Minu: Você além de belo e caprichoso.

Afrodite: Já me ganhou com o elogio hahahah. Vamos me conte como veio parar aqui.

E minu começa a contar tudo desde o comerço enquanto isso os cavaleiro procuram Minu por toda parte deixando o santuário em alerta temendo que algum cavaleiro fizesse mal a garota Ikki esta bastante nervoso, pois a todos que pergunta ninguém sabe informar nada.

O tempo foi passando e a hora do almoço chegou Afrodite a convida para ir até a cozinha com ele preparar o almoço ele retira sua armadura para ficar mais a vontade. Antes de chegar a cozinha ele pega na adega um vinho e oferece a Minu.

Minu: Eu não bebo!

Afrodite: Bonequinha você tem muitos nãos e poucos sim não vou fazer o que o Ikki fez huahahaha...

Enquanto cozinham Minu bebe ao lado de Afrodite e conta mais sobre Seiya e Ikki, eles riem bastante das trapalhadas do passado que Seiya aprontava e de como Ikki a irrita bastante.

Afrodite: Sei bem essa historia de implicar hahaaha.

Minu: Ele é um chato Afrodite.

Afrodite: Pode me chamar de louco, mas esse homem te quer loucamente e quando ele te pegar vai te devorar como um lobo huahauahuhauha.

Minu fica corada.

Afrodite: Vamos que carinha é essa? Você já me deu pistas que é virgem acha que não sei? Além disso se eu fosse ele iria fazer isso.

Minu: Mas você não é...

Afrodite: Claro!! Aquele homem maravilhoso ali na foto é meu namorado nós estamos brigados.

Ele aponta a foto de Mascara da Morte na mesinha de canto.

Minu: Mas eu não quero o Ikki ele é um estupido.

Afrodite: Amorzinho eu já sou bem vivido, você tá louquinha por ele, mas cuidado com o lobo ele é do tipo que tem muitas e não tem nenhuma.

Minu: Como assim?

Afrodite: Eu já vi ele pegando umas mulheres bem gatas lá em baixo na cidade eram tipo com um peitões e muito gostosas usavam umas roupas...que nossa...

Minu: O que?

Afrodite: cahm..cahm.. quis dizer que são umas bruacas vulgares é isso.

Minu: Então ele é o garanhão da cidade.

Afrodite: Eu não diria somente isso simplesmente mas que ele deve ser um homem completo na cama isso deve ser as gatas  ficam gamadas por ele, porem ele não tá nem ai só usa elas para se satisfazer.

Minu: Nossa eu não sabia que ele era assim!

Afrodite: Dizem por ai que ele perdeu a namorada ela foi assassinada pelo próprio pai enquanto ele lutava para ganhar a armadura de fênix e acabou ganhando aquela cicatriz na testa, mas pelo que vejo você intriga muito ele, posso afirmar que já esta apaixonado só não sabe aceitar isso, está na hora de curar as feridas do bonitão.

Minu: Você é louco hahahah

De repente alguém bate na porta e  Afrodite  vai abrir era Shina.

Afrodite: Ora, se não é minha amiguinha cobra o meu par de peitos preferidos.

Shina: Vamos pare de bobagens cadê a minha comida?

Afrodite: Nossa você já foi melhor Shina, agora deixe me aperta-los meu sonho é ter um igual.

Shina que estava sem mascara revira os olhos e suspira fundo Minu fica olhando aquela cena intrigada Afrodite apalpando os seios de shina rindo com o rosto rubro, porém shina parece não ligar, então Minu chega a conclusão que Afrodite realmente é gay afinal que mulher ainda por cima guerreira deixaria um homem apalpar seus seios daquela maneira se não tivesse certeza que ele era gay.

Shina: Vamos pare com isso, logo logo você põe o seu tão sonhado silicone.

Afrodite: Temos companhia hoje.

Shina: Ora eu já sei quem é lembra de mim na floresta tentando matar o Seiya huahuahuha.

Minu: Claro!Hahahaha Acho que nem precisa me apresentar afinal  devo hoje ser o assunto do dia.

Shina: Entre a boca pequena é mas a historia toda é sigilosa.

Afrodite: Hoje estou com sorte duas gatas para eu almoçar, uma brava e a outra manhosa hauhauahua que fofinhas.

Minu: O que?

Afrodite: Duas gatas para almoçar comigo florzinha foi isso que disse o amor esta te deixando surda vamos antes que venham bater aqui.

Assim que o almoço termina shina, Afrodite e Minu sobem novamente a escadaria das 12 casas durante o caminho Afrodite diz:

Afrodite: Você sabe que errou não sabe ?

Minu: Sim não deveria fugir assim.

Shina : Eles realmente se preocupam com você estão te procurando por toda parte o mais nervoso é o Ikki.

Afrodite: Precisa pedir desculpas.

Ao chegar no termino da escadaria Minu para e vê os amigos discutindo uns com os outros preocupados:

Shyriu: Eu já procurei tudo parece que a terra a tragou

Seiya: Temos que achar ela logo se anoitecer vai dificultar ainda mais.

Ikki: ISSO TUDO É CULPA DE VOCÊS.

Shun: Não mesmo Ikki ela ficou nervosa!

Saori: Não adianta procurar um culpado.

Ikki: Claro a senhorita foi a maior contribuinte. Tem que pensar antes de falar.

Minu se aproxima do grupo junto com Afrodite e Shina uma lagrima rola dos seus olhos  e ela abaixa a cabeça triste por ver os amigos discutindo.

Afrodite: Achei essa linda rosa branca em meu jardim.

Todos abrem um largo sorriso ao perceber a presença de Minu.

Afrodite: Eu já vou indo.

Ele segura sua mão e beija.

Afrodite: Foi um prazer almoçar com você minha cara.. sua presença e beleza é muito agradável espero revela novamente você hoje se tornou uma das rosas mais lindas de meu jardim.

Minu: Obrigada Afrodite fico lisonjeada pelo elogio depois irei visita-lo

Afrodite: Mal posso esperar ate mais

Minu : Ate mais.

Ikki fica olhando com cara de poucos amigos e Shun está sem entender nada Saori abre um sorriso para Shun ao ver a cara de Ikki e Shina segue com Afrodite olhando  discretamente pra trás e cometa.

Shina :O que foi isso hein?

Afrodite: Não me diga que esta com ciúmes sua cobra hahahahah

Shina: Por que essa cena toda?

Afrodite: Queria ver o machão do Ikki ficar com o pé atrás.

Shina: Quem vai acreditar nisso?

Afrodite: Acreditando ou não foi muito engraçado a cara dele hahahha.

Shina : Haa isso foi hahhahahah mas as vezes você tem uns comportamentos inusitados.

Afrodite: hahahha impressão sua cobrinha hahahahah

Mais a frente o grupo mantem a conversa Minu chorando diz:

Minu: Me perdoem eu errei. Não sei aonde estava com a cabeça.

Um vento toma o local fazendo parte dos seus cabelos cobrirem seu rosto.

No jardim
O vento muda as folhas de lugar
Agora o meu caminho eu posso alterar
Se você vem comigo.


 Seiya: Não precisa mais chorar Minu o importante é que você esta bem agora.

Shun: Verdade ficamos preocupados o Ikki estava pra explodir.

Ikki: Cala a boca Shun!

Ikki se aproxima de Minu e segura no seu braço com a feição bem seria.

Ikki: Escuta eu já tô de saco cheio..

Então Minu ainda de cabeça baixa retira a mão de Ikki de seu braço e o abraça delicadamente sentindo o corpo quente de Minu e o abraço doce, ele se assusta.

Num pequeno instante
Posso ser feliz
Lembrar os sentimentos que eu já esqueci
E imitando as folhas eu vou flutuar
Trazendo o som desse vento
Que vem me acompanhar


 

Shun sorri para Ikki então ele retribui o abraço e com uma das mãos ergue o rosto de Minu

Minu: Me perdoe por ter deixado você zangado eu precisava  conversar com alguém espairecer a mente e acabei demorando.

Ikki: Eu não estou zangado com você vamos pare de chorar nanica isso não combina com você.

E dá um leve sorriso para Minu

Minu solta Ikki e se direciona a Saori olhando nos olhos da deusa.

Minu: Saori tenho certeza que seu avô fez o melhor julgamento que pode, não há o que perdoar só agradecer.

Saori: Minu...

Minu: Apartir de agora eu aceito minha missão estarei do seu lado Athena.

 

Com esse sorriso estamos juntos
É um novo sentimento que assim aflora
A manhã começa
É a nossa hora


Minu: Não hesitarei em fazer o bem nem que custe a minha própria vida ou mude meu destino.

Seiya: Você não esta sozinha Minu, estaremos sempre do seu lado e tem o Ikki.

Ikki: O que tem eu?

Seiya: Você vai assumir o seu posto de protetor da Minu não vai?

Ikki: Talvez...

Seiya: Como assim talvez?

Shun: Ele vai! Se ele não conseguir dar conta de vigiar a Minu ele não deve mais ser cavaleiro.

Seiya: Esta com medo de uma garota?

Ikki: Não é isso, eu não gosto de andar em bandos e não quero alguém grudado em mim.

Seiya: Haa entendi você então não quer uma garota 24hs com você, não sabia que você tinha outras preferencias hahhahhaha

Ikki: O QUE???

Seiya: Calma brincadeirinha hahhahaha.

Shyriu: Não vai fazer um juramento pra Minu?

Ikki: Vou pensar...

Seiya: Saori?

Saori: Deixa o Ikki Seiya.

Minu: Não preciso que ele me proteja estou disposta a entregar minha vida..

Shiryu: Isso não vai acontecer.

Minu: Ninguém sabe o que vai acontecer...

E minu suspira

Hyoga: vamos parar de pensar nessas coisas Minu está um lindo dia para todas essas lagrimas se pensarmos no amanhã a gente não vive.

Saori: Realmente esta um lindo dia.

Saori caminha ate a sacada que dá vista para o mar mediterrâneo Seiya a segue juntamente com o grupo que ali estava o vento sopra bagunçando os cabelos daqueles que ali estão.

Saori: Esse lugar é magnifico parece que o céu e o mar são únicos de tão azuis as casinhas brancas e a oliveiras tudo é lindo.

Ikki se aproxima e põe sua mão na sacada, Hyoga se debruça para olhar melhor Shiryu põe a mão no ombro de Shun.

Shiryu: O cheiro do mar aqui é muito diferente.

Seiya sorri para Shiryu, Shun se senta na sacada e Minu se aproxima mais da sacada para olhar ao lado de Seiya.

Minu: Todos juntos aqui  parece até umas daquelas fotos antigas que tem lá no orfanato, o mundo deu tantas voltas e acabamos todos aqui sob o mesmo céu azul.

Shyriu: No final das contas só faltava você.

Saori: Acho que em algum lugar hoje meu avô deve esta feliz o seu desejo se realizou.

Vivendo esse momento
E caminhando sob o mesmo céu azul
O amor é o que nos une agora


 

Algum tempo depois Minu já esta trabalhando ao lado de Eire depois de ter pedido desculpas por ter deixado a amiga envolvida sozinha com as tarefas  e com as crianças as duas estão sentadas e Minu finaliza a historia infantil que estava lendo ao fim da leitura observa que todas as crianças estavam dormindo, enfim a cesta da tarde era um momento de calmaria para as duas. Foi ai que Saori se aproximou delas no alojamento e disse:

Saori: Minu temos que providenciar roupas para você e a Eire tomei a liberdade de mandar o Tatsume comprar umas roupas para as crianças e mandei fazer um uniforme acho que vocês vão gostar.

Saori então mostra um croqui de um uniforme o blazer estilo túnica com dois bolsos na frente e um pequeno símbolo do báculo sagrado de Athena no peito.

Minu: Nossa Saori é lindo, mas isso é um uniforme escolar?

Saori: Tenho projetos de uma escola nova, bem pretendo que fiquem no orfanato até uma certa idade e depois vão para essa escola especial, não mais necessitando ir a outras escolas.

Eirei: Teremos que nos despedir dos meninos depois de certa idade.

Minu: Isso vai ser muito doloroso.

Saori: Eu sei mais é para uma boa causa o nome da escola vai ser Palaestra e terá tudo para se tornarem grandes homens e mulheres. Mudando de assunto aqui esta o cartão corporativo do orfanato.

Minu: Ora e pra que isso?

Saori: Quero que comprem um armário novo de roupas e vão ao salão se arrumar. Considerem isso como uma pequena indenização e o retorno por todos esses anos de serviço.

Minu e Eire: Obrigada Saori!!

Saori: As 16hs vocês estão liberadas as 20hs o avião parte portanto Minu compre malas também vamos atrás de sua mãe.

Saori sai da sala deixando as duas sozinhas, e Minu comenta.

Minu: Temos que ir consultar o Afrodite ele vai nos ajudar com as roupas novas.

Eire: Ótima ideia.

Minu: Agora vamos temos ainda muito que fazer são 14:30 ainda.


Notas Finais


Comprinhas com o Afrodite vai ser demais é bom relaxar Minu por que depois disso vai ser só chumbo minha amiga!

Aqui vai o link da musica que inspirou essa fic para quem não conhece!
https://www.youtube.com/watch?v=h107WQsYliQ
Interprete: Larissa Tassi.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...