História Caminho Estelar - Capítulo 2


Escrita por: ~

Exibições 3
Palavras 1.199
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção Científica
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem da história, ela é originalmente escrita por mim mesmo.

Capítulo 2 - O amuleto do fim


Fanfic / Fanfiction Caminho Estelar - Capítulo 2 - O amuleto do fim

Em um planeta chamado Dows23 está instalado o império dos Dragossauros, uma espécie alien semelhante a dragões mitológicos e a líder deles, Farah, ela representa o povo de Dows23 que são criaturas pequenas azuis de olhos vermelho parecidos com o G2W0026.

Dias após os acontecimentos do primeiro capitulo, Farah faz um pronunciamento ao povo de Dows23, dizendo que o amuleto foi roubado e que precisa ser encontrado, e ela diz isso em um tom serio com o aspecto de raiva, seu braço direito que estava do seu lado no momento a cutucou, e disse –  recebo noticias do amuleto, parece que ele está em Keinyon – Farah entusiasmada pergunta – e como foi parar lá, Mal Danba ? – Mal Damba responde – o G2 foi ele que levou pra lá – Farah faz um comentário rápido mas mantendo a fala do Mal damba, aquele traidor diz ela, e ele conclui dizendo – ele não estava sozinho, ele estava na companhia de um humano – Farah surpresa responde – humano, que interessante, meus dragões vão gostar de se alimentar de humanos.

Enquanto isso na nave do Fletcher, ele e G2 curtem um som enquanto viajam até Keinyon para revê-los depois de alguns dias, e no meio da viajem Fletcher pergunta – então... de onde você é G2 – G2 faz um pequeno silencio de 5 segundos e fala que veio do Planeta Dows23, e então explica pra ele tudo a respeito de lá, fala da líder Farah dos dragões, do povo dele que é oprimido por ela e de todas os problema econômicos e sociais que o planeta apresenta.

A nave pousa em Keinyon, e de imediato a surpresa, a cidade está chamas destruição pra todos os lados e dragões sobrevoando os céus, Mal Damba estava montando em um dos dragões, G2 o reconhece e logo fala de forma rápida e preocupante – há não!! Aquele é o Mal damba que eu te falei Fletcher, ele é braõ direito da Farah.

Os dois correm se esquivando da destruição até o gabinete de Thigs, chegando lá Thigs está morto no chão, G2 fica triste de imediato, Fletcher examino o local em busca de pistas, e um prédio perto dali desmorona, outro atrás também e outros prédios próximos, e outras palavras a cidade estva cendo aniquilada por completo junto com o povo de Keinyon.

G2 corre até o local de armazenamento do amuleto, e ele não está mais lá, e no mesmo instante ele fala com Fletcher – foi a Farah, ela pegou o amuleto – Fletcher o lembra de que Mal Damba ainda está lá fora, e então eles deixam o gabinete, e partem em direção dele.

Mal Damba os veem e joga um raio lazer verde no G2 que desvia com a força da mente, Fletcher pega sua pistola de plasma e atira contra ele, Mal Damba fica tonteado por alguns segundo tempo suficiente para o G2dar um golpe nele com a força da mente, o derrubando no chão e o deixando fora de combate.

G2 pega o amuleto de seu bolso, e uma surpresa, o amuleto estava piscando uma luz forte, e então G2 desesperado fala – essa não o portal foi aberto!! – confuso Fletcher pergunta que portal, G2 diz que não há tempo para explicações.

Os dois entram na nave e partem para fora do planeta, na saia da atmosfera, uma companhia, Mal Damba com sua nave vinha logo atrás, Fletcher diz – vou lutar contra ele, minha nave tem metralhadoras, vou até elas – e então Fletcher atira de sua nave na nave do Damba, e o Damba atira de volta.

As naves ficam se atirando por vários minutos, e companheiros Damba aparecem também, três naves aliadas dele, e então um tiro de Canhão detona a nave de Fletcher completamente e parte ela várias parte boiando no espaço G2 segura no Fletcher diz algumas palavras estranha segurando na outra mão o amuleto , e então.

Eles são teletransportados para um local diferente, florestal com grandes arvores rios e animais silvestres, Fletcher sem entender nada pergunta oque aconteceu e aonde eles tinham parado, Fletcher pausadamente explica – esse amuleto pode viajar no tempo, estamos agora no seu antigo planeta, a terra que era sua a uns 700 anos atrás, estamos em 2017 agora, no inicio do século 21.

Fletcher completamente abismado diz – tá de sacanagem?! – G2 responde com um tom sério – não, entenda que é por essa razão que a Farah quer o amuleto e por isso os Keinyanos estavam o protegendo, se cair em mão errada como as da Farah por exemplo ela pode viajar para o passado e alterar grandes eventos no espaço.

Fletcher pergunta por que foram parar no planeta terra, e G2 responde – não foi você, você trouxe a gente pra cá é o que seu subconsciente pensou – Fletcher diz que não faz nenhum sentido pois nunca esteve na terra pois nasceu bem depois do fim dela.

G2 pergunta – e como tem o CD dos Beatles ? – Fletcher responde que já estava no seu traje de hibernação, e que quando acordou da hibernação ele estava com ele, e G2 pergunta mais uma coisa – e quanto tempo você acha que hibernou? – Fletcher abre uma cara de espanto.

- meu modulo de hibernação estava programa para 10 anos – não responde G2 – ele estava programado para 510 850 anos – você ficou congelado por quase mil anos, você tem esse CD do Beatles por que ele era seu você era um cidadão americano do século 21 e era um astronauta de testes, e testaram em você o modulo de hibernação, só que ele apagou sua memória, então você não se lembra de nada que aconteceu antes do congelamento.

Depois de G2 ter explicado tudo para o Fletcher, eles se preparam pra sair daquele, lugar G2 da as instruções – agora vou ativar o amuleto pra noiz voltarmos para o presente, e sairmos dessa floresta – Fletcher ignora oque G2 estava falando e fica apenas observando o rio e as arvores, G2 o chama e ele olha, os dois dão as mão e no momento de viajar de novo o amuleto falha, Fletcher pergunta se o amuleto estaria quebrado, G2 diz que não que apenas está sobre carregado pois o portal ainda está aberto no futuro enquanto ele está no passado.

O que faremos agora pergunta Fletcher, G2 responde – agora é esperar – em que local da terra noiz estamos pergunta Fletcher, e a resposta cômica de G2 é – eu sei lá o planeta é seu –

Uns km andado depois eles encontram uma placa em uma estradinha de terra, nela está escrito Atlanta a 100 milhas, os dois com fome cansaço seguem a rua até passar um carro, o G2 para o carro com a força da mente, e tira o motorista dele, e o joga longe, Fletcher diz para não machucar humanos, G2 responde – eu só o desmaiem relaxe – os dois entram no carro e segue na estrada rumo a Atlanta.

Você não pode aparecer em publico G2 diz Fletcher, G2 pergunta o porque, e ele responde – por que humanos do século 21 ainda acham que estão sozinhos no universo – G2 cai na gargalhada e comenta que vai se camuflar chegando na cidade, e em seguida pisa fundo no acelerador do carro, e ele vai embora pela estrada.   


Notas Finais


SE GOSTARAM FAVORITE PARA QUE EU POSSA FAZER O CAPITULO 3, OBG :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...