História Caminho Estelar - Capítulo 3


Escrita por: ~

Exibições 5
Palavras 1.266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção Científica
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Galera terceiro capitulo de Caminho Estelar, está bem legal espero que gostei.

Capítulo 3 - Temporal


Fanfic / Fanfiction Caminho Estelar - Capítulo 3 - Temporal

G2 estava lendo uma revista em quadrinhos na sala enquanto Fletcher tomava um banho, isso tudo em quarto de hotel em atlanta, G2 utiliza um disfarce com peruca e óculos escuros, Fletcher ao chegar na sala pergunta a G2 oque eles fariam agora, G2 explica que terá que esperar o amuleto resfriar, um processo que pode acontecer em minutos ou horas, ou também pode levar dias.

Fletcher balança a cabeça confirmando que entendeu a explicação, e diz – está bem bom eu vou andar por ai dar uma olhada ver como é 2017 e o que está acontecendo nesse tempo – G2 fala pra ele tomar cuidado para não comprometer o futuro de alguma forma, ok diz Fletcher.

Fletcher desce do hotel de vai para a rua e observa a cidade amanhecendo, são 7 horas da manhã, e ele caminhando pela calçada vai até uma loja de penhores e fica olhando os produtos, e tentando lembrar de seu passado de sua vida antes da hibernação, mais nada vem a sua mente, uma moça entra na loja e compra um relógio, e sai pela loja, mas deixando cair um lenço, Fletcher pega o lenço do chão vai até o ladod e fora da loja e chama a moça e entrega o lenço pra ela, e então ele fala que gostou do relógio que ela comprou, ela agradece da um leve sorriso e convida ele para um café.

Enquanto isso G2 estudava o amuleto no quarto de hotel, e faz uma descoberta intrigante, o amuleto indicava que aquele não é o planeta terra original, e sim uma copia idêntica de um universo paralelo, e se levanta do sofá vai até a janela do seu quarto e olha para o seu e na sua mente se questiona, aonde é que a gente tá ?

Na cafeteria eles conversam troca elogios é uma tarde maravilhosa, na hora de ir embora ela se despede dando um beijo em sua bochecha, ele então olha pro relógio digital da rua que marca 7:02, ele acha estranho pois está a horas na cafeteria com a moça, chegando no quarto de hotel ele vai direto contar para o G2 sobre o ocorrido.

Mas chegando no quarto, G2 não está mais lá, ele verifica de novo o relógio e são 7:02 ainda depois de 10 minutos voltando pro hotel, Fletcher fica super confuso e preocupado com o desaparecimento de G2.

G2 enquanto isso no quarto de hotel está preocupado com Fletcher que ainda não tinha voltado, e já estava quase de noite, os dois em teoria estava no mesmo local mas não se viam, Fletcher vê o amuleto em cima do sofá, e na parte do G2 o amuleto está em sua mão mesmo, teria o amuleto se divido em 2 partes ? os dois se separaram em uma fenda temporal.

O amuleto de G2 começa a pisca indicando que o resfriamento estava completo, mas ainda dá voltar pois não voltaria sem o Fletcher, mesma coisa acontece com o amuleto de Fletcher, mais sem pensar muito Fletcher pega o amuleto e segura firme, e então ele desaparece, G2 em sua fenda fica surpreso quando o amuleto some de suas mãos, Fletcher aparece em uma lua pequena com rochas da coloração marrom e cinza, ele então coloca o amuleto dentro de uma caverna perto dali para caso o G2 apareça ele encontre o amuleto ali guardado na caverna, ele sai da caverna e vê está usando a roupa de astronauta de novo aquela roupa casual do século 21 tinha sumido.

G2 desesperado sem saber oque fazer sem o amuleto tem uma outra surpresa, ele começa a desaparecer, e reaparece em uma caverna cheio de gosma verde pelo seu corpo como se fosse seu sangue, e do lado de fora da caverna.

Não tinha nada, ele retorna pra dentro da caverna e vê uma nave toda destroçada e perto de uma pedra ali do lado estava o amuleto, de repente ele ouve um barulho e se esconde, entra na caverna o Fletcher com uma lanterna e está investigando o local, ele visualiza o amuleto, e o pega, sai da caverna e retorna sua nave que estava parada do lado de fora dela, G2 rapidamente se esconde dentro da nave e a vai embora junto a ele.

G2 dentro da nave está confuso porque não faz ideia de como foi para naquela caverna ele tinha perdido a memoria e não tinha se lembrado de nada, ele sem querer a tropeça e faz um barulho, lá da sala de comandos Fletcher ouve, quem será que é esse cara se questiona Fletcher sem se lembrar de nada, bom só sei que tenho que pegar o amuleto e levar para o povo de Keinyon pois eles vão o proteger.

Ele vai para a sala de comandos e fica olhando o local e o astronauta volta e ele se olham o humano pega sua pistola de plasma e mira no G2 que o empurra com o poder da mente que ele possui o jogando para longe e ele fica desacordado, e agora oque farei se pergunta G2, vou colocar ele em sua cama, quando ele acorda ele se levanta de sua cama anda até o corredor e G2 estava ali do lado esquerdo, apavorado Fletcher diz – quem é você oque quer?! – me  devolver responde o G2, oque pergunta o humano, ele responde, o amuleto que você pegou da caverna, eu estava naquela caverna procurando por ele bom eu acho não me lembro como foi parar lá exatamente mas foi pra procurar esse amuleto que está em suas mãos.

E por trás do Fletcher aparece outro Fletcher o Fletcher do futuro oque veio de atlanta, o Fletcher do passado sem entender nada se vira e vê a si mesmo, G2 extremamente confuso fica mudo, e o astronauta do passado olha para ele mesmo e se pergunta oque aconteceu, o astronauta Fletcher do futuro responde – abrimos uma fenda temporal – e G2 pergunta assustado – abrimos você tá dizendo oque – que esse outro eu aqui sou o do passado e você também é o do passado G2, diz Fletcher, mas como sabe meu nome pergunta G2, ele responde com um sorriso dizendo nos somos amigos

Mas não podem existir dois de nós cometa o Fletcher do passado que está completamente por fora de toda a situação, o outro responde – tem razão não pode existir dois de nos, me mate – o Fletcher do passado e G2 ficam espantados, e o do futuro conclui dizendo – eu não posso existir vocês dois sim e tentem fazer a coisa certa dessa vez, e outra coisa tentem salva o Thigs e o povo de Keinyon, não deixa os morrer, Farah atacara eles em breve, 4 dias depois de vocês entregarem o amuleto pra eles.

E então o Fletcher do futuro pega seu plasma no coldre e atira contra sua cabeça, morrendo instantaneamente, caído morto no chão G2 e o outro Fletcher o do passado que agora seria o do presente já que o do futuro está morto no chão, G2 questiona se foi uma boa ideia o suicídio do Fletcher.

Bom ouviram aquele cara bonitão a gene que levar o amuleto para o povo de Keinyon diz o Fletcher, G2 responde – sim! Vamos, antes de parti ele abrem o compartimento de despejo da nave o jogam o corpo morto do Fletcher do futuro fora, para ficar boiando no espaço.

Em seguida dois se sentam na sal de comando começa a ativar os motores e partem, a nave some como um jato passando no espaço em velocidade da luz indo em direção ao planeta Keinyon.


Notas Finais


se gostaram não se esqueçam de favoritar, e continuar acompanhando o projeto, obg :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...