História Caminho Estelar - Capítulo 4


Escrita por: ~

Exibições 5
Palavras 1.394
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção Científica
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem do capitulo muitas surpresas na história, se divirta!

Capítulo 4 - Os guerreiros de Mordor


Fanfic / Fanfiction Caminho Estelar - Capítulo 4 - Os guerreiros de Mordor

O Exército de Dows23 chega em Keinyon para fazer o script destruir toda a cidade e acaba com o povo de Keinyon, mas dessa vez G2 e o Fletcher avisaram antes aos Keinyon do ataque e ele se prepararam pra recebe-los só que sozinhos não teria como expulsar a tropa de Dows de lá, então eles pediram ajuda ao planeta aliado chamado Mordor-40, onde civilização predominante era alien verde até um pouco parecido com G2, a única diferença que os Mordos eles possuem 2 metros de altura e são bem forte fisicamente, e possui um exército me extenso que ajudaria na guerra, dessa forma eles teriam alguma chance de vencer, diferente da outra realidade em que eles perderam e Keinyon tinha sido devastada.

Fletcher fala com Thigs que ele tinha morrido na outra realidade nessa batalha, e ele responde – não se preocupe dessa vez vai ser diferente, com a ajuda dos Mordos nós temos chance de ganhar, e então a tropa enfileirada está a postas para a entrada da cidade, e então vem descendo os céus as naves de Dows, incluindo a de Mal Damba, o braço direito de Farah, que no mesmo momento se pergunta ao ver as tropas armadas de Mordor a postos, como eles sabiam, foram avisados mas como, se questiona Damba, mais de qualquer forma eles descem pro ataque as tropas de Dows e Mordor se chocam em uma batalha mortal.

O líder da tropa de Mordor Igor, puxa sua espada para enfrentar Damba de frente e Damba pega seu bastão encantado, e os dois começam a lutar e de fundo estão os outros dos dois exércitos também se enfrentando simultaneamente, Fletcher escondido vai até a nave de Damba e a sabota e evitando uma fuga eminente.

G2 ativa um campo força com seu poder mental na entrada do cofre onde está guardado o amuleto, e o exército de Keinyon junto com de Mordor consegue faze-los recuar, e Damba percebe que está em desvantagem e então joga uma magia na cara de Igor o deixando cego temporariamente, enquanto vai correndo em direção a sua nave, e se prepara pra fugir quando vê que a nave está quebrada, e ele se questiona por que, quando ele escuta um barulho e olha pra trás está Fletcher com sua pistola de plasma apontando pra ele, e as palavras dele são – oi amiguinho como vai essa força – em seguido da um tiro não letal no peito de Damba o desmaiando, do lado de fora o exército de Dows está destruído, diferente da cidade de Keinyon que agora estava inteira.

Uma nave grande foi programa para volta a Dows23, e Fletcher junto com os outros de Mordor e Keinyon colocam poucos sobrevivente Dowsnianos na nave junto com Damba desmaiado, a despacha de volta para Dows23, com uma mensagem na lataria da nave, losers.

E então tudo estava bem temporariamente, Igor volta a enxergar e o exército de mordor retorna ao seu planeta, o povo de Keinyon comemora a vitória da batalha, mais a guerra ainda estaria longe de acabar.

Thigs agradece a grande ajuda de G2 a Fletcher, que em seguida voltam pra sua nave, com a mensagem final de Fletcher – cuidem bem desse amuleto, ele muito precioso e os Downianos não podem pega-lo, bom é isso até breve – e os dois G2 e Fletcher entram em sua nave e parte para o hiper-espaço, logo após a saída deles, dois guardas da corte Keinyana vão até o gabinete do Thigs aonde está o cofre só para fazer uma ronda, e quando ele vê que o cofre está aberto e o amuleto tinha sumido, então logo eles contatam todo o império e todo planeta fica em estado de alerta, thigs desconfia que os Downianos conseguiram pegar de alguma forma, o que era difícil pois quem fazia a proteção do cofre era o G2, mas mesmo assim todos ficam bem desconfiados.

A cidade fica em estado de alerta, todos em busca do amuleto pelo cenário da batalha pra ver se não estava pelo chão equipes de busca por todo o planeta se espalham mais nada de encontra-lo, e Thigs começa a entrar em desespero.

Enquanto isso na nave de Fletcher, tira do bolso o amuleto o G2, o Fletcher observa e extremamente curioso e espantado pergunta por que o amuleto está com ele, e G2 responde – não posso deixar o amuleto com os Keinyanos – e por que não pergunta Fletcher e de forma convicta o pequeno alien azul de olhos vermelhos esbugalhados responde – ele ficara mais seguro com a gente – será mesmo pergunta abismado o astronauta, conclui dizendo – se um planeta inteiro não conseguiu protege-lo por que nós vamos? – G2 responde que ficará mais seguro nas mão de poucas pessoas, e Eu e você, não sei não responde Fletcher um pouco sendo do contra.

G2 responde se não quiser fazer isso comigo você pode pular fora, você surgiu de repente em minha lua dizendo que era meu amigo mais afinal eu mal o conheço e não consigo acreditar que éramos amigos, Fletcher um pouco irritado na hora responde então tá beleza só sei que o povo Keinyon junto com os Mordos vão vim atrás de você e vão te matar, G2 responde perguntando – e quem te disse que esse amuleto pertencia originalmente a eles!?! – Fletcher curioso pergunta – há não era? – G2 imperativamente responde –não!! Ele era do meu povo, do planeta OWC, o planeta onde mataram todos os meu parentes e amigos quando eu ainda tinha só 56 anos de idade – só 56 pergunta Fletcher – é bom enfim... e criança um G2w 56 anos, eu não vou revelar minha idade, enfim não importa oque importa é que esse amuleto foi criado pelo nosso povo, um sábio chamado G2tonare o criou, ele era praticamente um deus pra gente ele criou o amuleto e designou a noiz cuidar dele – e porque ele criou um amuleto pra viajar no tempo, pergunta o humano – ele não faz só isso, ele também pode ressuscitar os mortos invocar espíritos do passado ele pode até, usando sua capacidade máxima construir um sistema estelar inteiro com sua total energia acumulada – Caramba!, comenta o Fletcher, tudo bem então vamos proteger o amuleto juntos, valeu responde G2.

Em mordor um mensageiro entra pela porta do gabinete onde estava Bowden líder dos Mordeianos, e o mensageiro da a noticia de que o amuleto sumiu, Bowden então imediatamente contata o Thigs, e ele explica toda a situação a ele, Bowden confere se ninguém de sua tropa pegou, olha um por um no salão de treinamento, e então o líder da tropa conversa com Bowden – eu desconfio de quem possa ter o pego – Bowden curioso pergunta quem – não me lembro bem o nome deles, eles estava lá, é o alien baixinho azul e o humano – Bowden imediatamente contata de novo o Thigs e fala a teoria de Igor para ele.

E então Thigs em seu gabinete grita – G2!! Seu traidor!!! -  e todos do reino Kinyano ficam sabendo da informação, uma pequena equipe de busca e apreensão e mandata para o hiper-espaço pra procurar pelos dois, o líder da equipe de busca é o Keinyano chamado Vasquez, e ele sussurra na nave, eu vou pegar vocês traidores.

G2 desce com a nave em um planeta pequeno sem vida inteligente apenas uma densa floresta fechada, Fletcher pergunta o porque de estarem ali, G2 responde – a essa altura já devem estar procurando a gente vamos ficar por aqui até a poeira abaixar – Fletcher pergunta o porque de ser nesse planeta florestal, G2 explica – esse aqui é Lp77F, ele é um planeta fora do radar intergaláctico, ótimo esconderijo para ladroes e bandidos – Fletcher após ouvir isso entra na nave e pega seu headfone e fica ouvindo Beatles nele sentado numa rocha, G2 olha e dar uma leve risada.

A nave dos derrotados chega em Dows23, quando Farah entra nela e vê todos amarrados e o Damba desmaiado e também vê escrito losers na lataria da nave, ela fica enfurecida e da bronca em todos, pergunta a Damba já acordando – oque aconteceu!!! Porque perderam!!?!? – Damba gaguejando responde – foi uma emboscada eles estava a nossa espera chamarão até um aliado para dar apoio – mas que droga!!!, diz Farah e então ela contata um aliado também – vou precisar do apoio de você para uma guerra – e uma voz sombria do outro lado responde – pode deixar -.  


Notas Finais


se gostou não esqueça de favoritar, BREVE CAPITULO 5 !!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...