História Caminho Estelar - Capítulo 5


Escrita por: ~

Exibições 2
Palavras 1.274
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção Científica
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


espero que gostem do capitulo, ele está bem legal!! :) varias surpresas te espera se divirta

Capítulo 5 - Prisioneiro do próprio destino


Fanfic / Fanfiction Caminho Estelar - Capítulo 5 - Prisioneiro do próprio destino

Vasquez lider da equipe de buscas pelo G2 e Fletcher, pousa no planeta em que eles estava, ao descer lá de cara ele encontra a nave dos dois a tropa de procura se separou 3 grupos de 5 e entrou na mata enquanto vasculhava a nave o vasquez sozinho com sua metralhadora futurista mega equipada com lazers e bombas.

Dentro da nave não havia nada Fletcher e G2 não estava lá, e enquanto isso na mata, Fletcher vê um caçador, mais ele não o vê e se esconde em um arbusto próximo, ele esperou até o momento certo e então ele atacou por trás nocauteando assim o caçador da equipe de buscas, o que ele não esperava é que havia mais dois atrás dele, e então Fletcher se enrascou, o dois o pegaram, algemarão ele e levaram até Vasquez.

Vasquez dis para a equipe – Bom vamos embora levar ele para Thigs – um dos membros questiona – mais um alien amigo dele – Vasquez com um sorriso meio maléfico responde – Como memso disse são amigos o outro vai ir atrás dele pra ajudar – e então eles saem do planeta com suas naves respectivas, G2 sai da amta e ve as naves partindo e então ele fica preocupado em saber se pegaram ou não o Fletcher, ele vai até dentro da nave e vê que não a ninguém lá, G2 bem triste e preocupado sussurra – eu vou te salvar amigão pode deixar - .

Em uma sala escura acorrentado na parede está Fletcher, ele fica olhando para os lados e a sua frente aparece o Vasquez dizendo – eae seu traidor de merda – Fletcher responde – a ideia não foi minha – Vasquez o corta e diz – não precisa se explicar pra mim, vai ter que se explicar para o Thigs – e nessa deixa o Thigs entra na sala acompanhado de dois soldados com aparelho de choque nas mãos, Thigs pergunta – cade seu parceiro de crimes ? – Fletcher fica em silencio, e então Thigs da o sinal para os soldados, eles rasgam e arrancam fora toda a roupa dele e começa a dar choque no humano.

Quase 10 minutos de tortura, Fletcher não aguentava de dor, Thigs repete a pergunta, e Fletcher responde – G2 estava junto comigo, só que ele tinha ido explorar a área e estava no meio da mata – Thigs olha para Vasquez e pergunta – isso é verdade ? – Vasquez responde que é sim uma possibilidade de G2 estar na floresta, e então Thigs conclui – você se meteu em uma grande confusão humano, vão leve ele para a cela de nossa prisão – e em então os soldados pegam ele, e o vesti com uma roupa de prisioneiro azul, e o leva até a cela.

Uma cela pequena mao dava pra abrir os braços com a porta de metal bem enferrujada e sem nenhuma entrada de luz, ele se senta no chão coloca as mãos no joelho e fica olhando pro vazio.

3 dias depois sem comer e beber agua Fletcher já se encontrava em um estado de desnutrição, estava pálido e com os olhos fundos e com os ombros pra frente e extremamente cansado, e então um soldado abre a porta e o tira, leva ele até o Thigs, chegando lá Thigs estava comendo uma fruta sentado em seu trono, o sou soldado pois ele de joelhos em sua frente, Thigs se levanta e caminha até sua direção, e em seguida pergunta - tem algo a dizer – só que eu vou te matar na primeira oportunidade que eu tiver responde Fletcher, Thigs gargalha e retruca – você trai o nosso povo e ainda me ameaça de morte, você de fato não tem zelo pela sua vida – Fletcher responde – eu estava ajudando vocês, ajudei a tirar o povo de Dows daqui, isso é injusto – Thigs responde a resposta de forma agressiva – cale a boca!! Você pode ter ajudado a gente a vencer aquela batalha contra eles mais, nos traiu em seguida, enfim soldados elevem ele para sala de tortura, torture ele por 25 minutos mais ou menos e depois o joga dentro da cela... a pra ele não morrer de fome jogue alguns insetos pra ele comer dentro da cela.

Enquanto isso G2 ia até o planeta Keinyon, ele pousa a anve em uma região afastada para não ser avistado, e então caminha até a cidade, desfarçado com uma roupa que ele tinha encontrado na nave, chegando na cidade ele anda pela região comercial bem movimentada passando pela multidão, dois soldados de ronda ali naquela área ficam meio desconfiados e então G2 se esconde em um beco, péssima ideia pois na saída do beco havia mais três soldados já a sua espera, ele se vira pra trás e tem mais 2 soldados, encurralado G2 pega em seu bolso o amuleto e diz umas frases estranhas e então, ele some, os guardas ficam sem entender.

G2 reaparece em OWC seu planeta de origem, logo ele percebe que viajou no tempo para aquela época que seria mais ou menos 240 anos atrás, e então ele vê seu povo pra lá e pra cá, e então ele se emociona de estar ali.

Ele caminha até sua antiga casa onde morava com seus pais e avós, escondido em um canto ele vê pela janela o pequeno G2 criança, ao lado de sua mãe preparando o jantar, ele começa a chorar profundamente por uns 2 minutos, e então ele sussurra – é tudo culpa sua seu amuleto idiota -.

Enquanto isso no presente Fletcher está preso a 2 semanas só comendo insetos e sendo torturado 20 minutos por dia, já em estado critico ele implora Thigs pela morte, e Thigs aceita sua proposta, Thigs leva ele até uma praça publica no centro de Keinyon e pede para Vasquez fazer o serviço, Vasquez pega um grande machado, e arranca a cabeça de Fletcher fora, seu corpo sem cabeça desaba pra trás, e fica lá jorrando sangue.

G2 no passado esquece do momento emotivo e então planeja oque fará assim que o amuleto resfriar e puder ser usado de novo – bom vou voltar até o momento em que roubei essa droga do Thigs e vou matar eu mesmo que roubou no passado evitando que eu roube, não tem jeito não posso salvar Fletcher, não sozinho contra todo o povo Keinyon – e amuleto resfria e ele se prepara pra volta no futuro passado que se transformaria no atual presente.

Assim que ele usa o amuleto um outro alien de sua especia ali em OWC observa o ato, e fica curioso, se perguntando oque estava acontecendo, e então e esse alien corre até o laboratório de Tonare, o criador do amuleto e fala – Tonare vi seu amuleto nas mão de outro cara lá no centro ele usou para se teletransportar – mais do que você ta falando o amuleto está guardado naquele pote responde Tonare, mais logo ele pensa que poderia ser um viajante do futuro oque de fato era, e então ele pensa mais então o meu amuleto caiu em mãos erradas, oque vai fazer pergunta o alien que tinha ido avisa-lo, só resta uma coisa a ser feita, vou destruir o amuleto não posso permitir que ele caia em mãos erradas.

G2 ao chegar no presente de volta mais no tempo de impedir que seu outro eu roubasse o amuleto dos Keinyons ele se depara com uma coisa estranha os Dows não estavam atacando a cidade e nem os Mordors estava ali para dar apoio, a cidade estava pacata e normal, e então ele corre até o palácio de Thigs, e pergunta oque está acontecendo, onde estava o amuleto, e Thigs responde – que amuleto, não existe amuleto nenhum - .          


Notas Finais


se gostarem favorite para que eu possa, continuar o projeto CAPITULO 6 EM BREVE


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...