História Caminhos Cruzados - Capítulo 68


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Escolar, Naruhina, Sasusaku
Visualizações 66
Palavras 3.419
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Luta, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência
Avisos: Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


EU FIZ EM MENOS DE UM MÊS, YAY
o título é o nome de uma música da Hina, eu traduzi e adaptei então ñ tá igual ao original e eu fiz a noite então pode estar com mt coisa errada

Capítulo 68 - Quando o Primeiro Amor Acaba


Fanfic / Fanfiction Caminhos Cruzados - Capítulo 68 - Quando o Primeiro Amor Acaba

Shikamaru: Ótimo, a aula acabou, vamos pra casa do Naruto
Sasuke: Vocês vão mesmo só por que ele faltou?
Sakura: Só estamos preocupados e você também devia estar, ele é seu amigo
Sasuke: Ele só faltou
Ino: Que ótimo amigo
Neji: Eu tenho que concordar com o Neji, ele faltar não é nada demais, não sei como conveceram o Sai e o Kiba a ir com vocês
Kiba: Chamaram?
Ino: Ótimo ele chegou vamos
Sakura: O Gaara não vai?
Shikamaru: Ele tem alguma atividade do clube hoje por isso não vai, o Choji e o Lee vão encontrar a gente lá
Neji: Você chamou eles também?
Shikamaru: Claro, vamos
Kiba: A Hinata não vai?
Sakura: Não, ela tem que resolver as coisas do baile
Kiba: Que saco, eu só ia pra passar um tempo com ela
Ino: Espera, você ia na casa do seu amigo pra passar um tempo com a namorada del?
Kiba:..É?—Todos olham estranho pra Kiba—Não pensem mal de mim, eu só quero que ela fale comigo de novo
Ino: Tanto faz, vamos logo—Todos vão e Neji e Sasuke ficam sozinhos
Sasuke: Aquele idiota, agora ele não preocupa só a Hinata, mas todos os outro também, qual o problema dele?
Neji: Não sei, mas alguma coisa séria aconteceu quando ele em Kafuka
Sasuke: O que poderia ter acontecido em tão pouco tempo pra ele ficar daquele jeito?
Neji: Sei lá Sasuke, não tem como eu simplesmente adivinhar, mas você não pode começar a assumir que ele traiu a gente, ele só ficou nervoso, olha tudo o que aconteceu com a gente nesse fim de semana, o acidente da Hinata, o ataque no hospital, o Hiashi, você ficando doido e ele ainda de algum jeito descobriu que a Hinata faz  missões com a gente
Sasuke: Mas...
Neji: Sem mas, depois das várias ligações que você fez pra reclamar eu preciso de paz—O celular de Neji vibra—Foi só falar
Sasuke: Quem é?
Neji: Hinata, ela me mandou uma mensagem—Neji olha—...Que? –Neji e Sasuke vão até a sala do conselho estudantil—Oi, como vocês estão?
Takashi: Oi, nós estamos bem, estamos conseguindo avançar bem rápido, talvez até o meio da semana nós já tenhamos terminado tudo—Takashi falava animado enquanto Hinata estava com a cabeça abaixada em sua mesa
Neji: Sei, que bom... sabe...
Sasuke: Neji para de enrolar, Takashi, a senhora Tsunade quer falar com você
Takashi: Comigo? Por que?
Sasuke: Bom...
Neji: Sabe aquele monte de comida que você trouxe hoje cedo?
Takashi: Sei, o que tem?
Neji: Você deixou uns caírem e isso acabou atraindo...
Sasuke: Guaxinins—Hinata ri um pouco
Takashi: G-Guaxinis?
Neji: É, vários e eles atacaram algumas garotas
Sasuke: E a sujeira fez algumas delas caírem das escadas
Takashi: Meu Deus
Neji: Melhor você ir, a senhora Tsunade parecia zangada—Takashi sai correndo—Certo, agora você vai explicar porque... Hinata você tá sangrando? Por acaso você...—Hinata levanta sua cabeça do nada e junto arrancou todas as canetas e o lápis de uma vez, soltando um grito e fazendo Neji e Sasuke gritarem também
Hinata: AH, que alívio
Neji e Sasuke: QUE DROGA FOI ESSA?
Hinata: Resumidamente... aquela coisa voltou, me irritou muito e eu acabei enfiando essas coisas em mim, o que você pensou que tinha acontecido pra ter sangue aqui Neji?—Neji cora—Acho que eu prefiro não saber
Sasuke: O que ela fez de tão sério pra te fazer enfiar canetas em você?
Hinata: Eu não quero falar disso, obrigada por terem vindo, mas bem que vocês podiam ter pensado numa desculpa enquanto vinham
Neji: Poderíamos ter pensado se sua mensagem fosse mais clara
Hinata: Eu fui direta
Neji: “Tutw p tskahi dp cinsilhp rsyucantiç afira” eu fiquei mais tempo tentando entender do que pesando em algo
Hinata: Desculpa por não ter conseguido escrever tudo certo enquanto eu perdia sangue e tremia
Sasuke: Precisamos comprar uma tornozeleira de choque logo, você não pode simplesmente começar a enfiar coisas na sua pele quando essa coisa aparecer
Hinata: Pois é, mas por enquanto esse é o único jeito e eu vim preparada, pode pegar umas ataduras na minha bolsa por favor?—Hinata faz um curativo em sua perna, enquanto os rapazes limpam o chão, depois Takashi volta super nervoso e corado. Hinata começou a rir, ele com raiva e tentando brigar com Neji e Sasuke foi hilário, mas o garoto sempre conseguia fazer Hinata rir com seus ataques.
----------------

Aluno qualquer: Até amanhã Gaara-Senpai
Gaara: Até—Gaara anda vai até seu armário—Naruto?
Naruto: Oi
Gaara: Se você veio pra aula, já acabou, devia ter saído de casa quando eu disse pra sair—Naruto ri
Naruto: Eu vim falar com a Hinata, você tinha razão, eu vou ter que falar com ela de qualquer jeito e é melhor falar antes que a situação piore
Gaara: Muito bem, você finalmente parou de agir como criança
Naruto: Na verdade eu vim te ver primeiro porque queria que fosse comigo
Gaara: Que?
Naruto: Ela deve estar com muita raiva e eu...eu...
Gaara: Tá com medo?
Naruto: Exatamente
Gaara: Certo, mas é melhor corrermos, ela saiu já tem um tempo
Naruto: Achei que ela ia ficar resolvendo as coisas do baile
Gaara: E ia, mas o Sasuke e o Neji expulsaram ela da sala, o que foi estranho
Naruto: Certo, eu já perdi tempo demais, vamos atrás dela—Eles saem correndo da escola—M-Meu Deus... como não achamos ela ainda?
Gaara: Para de reclamar, se você não falasse tanto enquanto corre teria mais folego
Naruto: M-Mas a gente tá quase na casa dela... desse jeito teria sido melhor eu ir logo pra lá
Gaara: Eu disse que eles tinham saído há muito tempo
Naruto: E-Eles? O que quer dizer com...
Gaara: Achei—Gaara para e Naruto esbarra nele, depois procura Hinata, ela estava do outro lado da rua com Takashi
Naruto: S-Sério?... Eu falto um dia e ela vai com outra pessoa pra casa?—Fala respirando pesado
Gaara:... Você tá brincando né?
Naruto: Não—Naruto olha de novo pra Hinata e Takashi—OLHA LÁ, ELES TÃO ABRAÇADOS
Gaara: Mais parece pra mim que ela tá caindo e ele tá ajudando ela a ficar de pé
Naruto: Você acha? Será que ela tá... ELE TÁ ENTRANDO NO PRÉDIO DE...—Gaara dá um tapa em Naruto—Ai
Gaara: Chega, para de ser tão infantil, ele tá ajudando ela, agora sobe lá pra falar com ela
Naruto: Eu não quero ir enquanto ele tiver lá—Naruto cruza os braços e faz biquinho como uma criança mimada e Gaara revira seus olhos
Gaara: Eu não sou amigo dele, sou “o babá”—Certo, que seja, vamos esperar ele sair então
----------------
Takashi: Isso foi muita maldade
Hinata: Para de reclamar, já passou e eles já e desculparam
Takashi: Não, eles não se desculparam—Hinata para e tenta se lembrar se os garotos haviam se desculpado
Hinata: Agora já foi
Takashi: Eles nem explicaram o por que
Hinata: Takashi—Hinata segura o ombro de Takashi—Já chega—Takashi fica extremamente corado
Takashi: M-M-M-Me desculpe eu não percebi que estava irritando
Hinata: Calma não foi isso que eu quis dizer, só disse aquilo pra você esquecer, até porque ficar lembrando disso não vai mudar nada
Takashi: E-Entendo—Hinata sorri e Takashi desvia o olhar
Hinata: Olha se você quiser ir pra casa tudo bem, já estou perto da minha casa
Takashi: Não, eu fico feliz em acompanhar e minha casa é nesse caminho
Hinata: Certo então—Eles chegam até o prédio
Takashi: Achei que você morava numa casa
Hinata: E morava, eu me mudei há uns dias com a Sakura
Takashi: Que legal, eu adoraria morar sozinho, mas a minha mãe ficaria louca se eu falasse alguma coisa sobre isso
Hinata: Ela deve se preocupar muito
Takashi: Até demais, bom eu já vou indo—Takashi volta a andar enquanto Hinata ia pra entrada de seu prédio
Hinata: Certo, até...— Hinata começa a se mexer e a dor em sua perna piorou, ela já doía o caminho todo, mas agora estava pior—Droga
Takashi: Presidente?—Takashi volta e segura Hinata antes que ela caia—Tudo bem?
Hinata: Sim, eu... acho que estou com câimbra
Takashi: Sem problema, eu levo você pro seu apartamento
Hinata: Obrigada...—Os dois sobem—Ainda bem que você não me ouviu e me fez companhia
Takashi: Verdade, seu apartamento é bonito
Hinata: Obrigado, eu e a Sakura ainda não tivemos tempo de destruir ele—Takashi coloca Hinata no sofá
Takashi: Você tem certeza que está andando assim por causa da câimbra e não pelo machucado?
Hinata: Hã... que machucado?—Droga, ele viu?
Takashi: Você chegou mancando um pouco, percebi que tinha machucado seu pé
Hinata: Ah, aquilo, é que, a Sakura deixou uma panela quente cair no meu pé, mas não está doendo tanto quanto antes
Takashi: Ah, ok, eu já vou indo então, quer que eu tranque a porta? Posso passar a chave por debaixo depois
Hinata: Não precisa, eu tranco quando minha perna parar de doer
Takashi: Certo, até amanhã—Takashi fecha a porta
Hinata: Ok... Vamos ver o quão mal está—Hinata vai até seu quarto para por uma roupa mais confortável, enquanto se trocava viu as ataduras manchadas de sangue—Droga—Hinata pega ataduras novas para trocar, quando tira as sujas, as feridas pareciam piores, como se tivessem infecionado, ela começou a tratar as feridas, que pareciam doer mais que qualquer outro ferimento que ela já teve.—Pronto, espero que não abra de novo, se pelo menos eu soubesse por que ela abriu...—Hinata vai até a cozinha para pegar alguns comprimidos para aliviar sua dor—Pelo menos esse problema todo me ajudou a esquecer do Naruto por um tempo—A campainha toca—Que ótimo, Takashi se você tiver esquecido alguma coisa a porta ainda tá aberta, se for a Sakura, como você ouviu a porta tá aberta
Naruto: E se não for nenhum dos dois?—Hinata se espanta com a voz, então mesmo com sua perna doendo ela corre até a porta, quando a abre ela vê Naruto, ele estava corado e soando um pouco—...Oi?—Naruto sorri, ainda nervoso—Eu... eu vim por que...—Antes que Naruto continue Hinata dá um tapa na sua cara—AI
Hinata: Qual é o seu problema? Eu te liguei tantas vezes que até perdi as contas, os outros também te ligaram diversas vezes, aí do nada você aparece na minha cara com a maior cara lavada e tudo que tem pra dizer é “oi”?
Naruto: Eu ia falar mais coisa só que eu tava ocupado levando um tapa
Hinata: Certo então fala, qual é a explicação pra você sumir assim do nada?
Naruto: Hã, certo... eu... bem...—Droga eu não pensei em nada
Hinata: Inacreditável—Hinata entra e volta pra cozinha pra tomar as pílulas
Naruto: Nossa por que você tá tomando tanto remédio?
Hinata: Lista completa?—Hinata vira o copo e engole as pílulas—Eu sofri um acidente horrível, tenho que terminar de organizar um baile enorme, tenho que estudar pra um monte de provas e meu namorado sumiu por dois dias
Naruto: Tá eu errei desculpa, eu tive uns problemas com meu celular e tive que ajudar umas coisas com meu tio por isso não tive como te avisar
Hinata: Não ia doer pedir o celular do seu tio ou de alguém emprestado
Naruto: É... me desculpa
Hinata: Eu fiquei preocupada, depois de tudo que aconteceu em Kafuka—Hinata vai até a sala e senta no braço do sofá
Naruto: Eu entendo, você devia ficar longe daquele lugar por tempo
Hinata: O acidente, o ataque no hospital, meu pai... foi demais pra tão pouco tempo, eu pensei que talvez você quisesse um tempo longe de mim e eu até entendi mas... eu fiquei com medo
Naruto: Hinata...—Hinata interrompe Naruto
Hinata: Tudo isso que acontece comigo, é demais... é natural querer afastar de problemas né? E é só o que eu trago pra todo mundo, problemas—Os olhos de Hinata começam a lacrimejar
Naruto: Hinata para
Hinata: É verdade, não me surpreende meu pai me odiar daquele jeito e ele não é o único, todo mundo que tinha uma conexão, mesmo que mínima comigo anos atrás começou a me odiar e com razão, eu estraguei a vida de todos eles e...—Naruto vai até Hinata e a beija, fazendo com que os dois se desequilibrem e caiam, Naruto ficou em cima de Hinata no sofá ( ͡° ͜ʖ ͡°) ( E mesmo assim nada vai acontecer :P)
Naruto: Para, eu não vou ficar parado e deixar você falar isso de você—Naruto se apoia em seus braços e olha pra Hinata, que estava extremamente corada—E daí que algumas coisas ruins aconteceram com pessoas que você conhecia? Isso não é culpa sua e seu pai ser um babaca também não é—Naruto limpa as lágrimas nos olhos de Hinata—Nada do que aconteceu nesses últimos dias foi sua culpa e depois de tudo que você passou, ficar jogando culpa em você é a última coisa que você tem que fazer e te fazer pensar essas coisas é a última que eu devia fazer—Naruto encosta sua testa na de Hinata—Eu sei que eu tô sendo um namorado horrível nesses últimos dias e eu me sinto horrível por isso, eu vou fazer o que eu puder pra te fazer sentir melhor, nessa semana e no baile
Hinata: Achei que a gente nem ia mais depois desse gelo que você me deu
Naruto: Claro que a gente vai, eu já aluguei um terno e te comprei... esquece a última parte—Hinata ri e Naruto sorri por vela rindo
Hinata: Tá desculpado, mas se me deixar preocupado assim de novo eu acabo com você
Naruto: Vai ser seu direito—Naruto beija Hinata  
Gaara: Ei Naruto meu pai me ligou, vou ter que ir agora então se for comi...—Gaara entra no apartamento e a atenção de Hinata e Naruto vai para ele—...go—Naruto sai de cima de Hinata e os dois se sentam, fingindo que nada havia acontecido, eles estavam completamente vermelhos—Eu vou sair e fingir que não vi nada
Naruto: Bem... isso foi estranho
Hinata: V-Você acha?—Hinata cobre seu rosto com suas mãos—Por que ele tá aqui afinal?
Naruto: Eu meio que fiquei com medo de vir sozinho
Hinata: Você é inacreditável—Naruto beija a bochecha de Hinata
Naruto: E é isso que você ama em mim
Hinata: Acho que esse não é o motivo—Naruto olha para Hinata
Naruto: Você disse o que eu acho que quis dizer?
Hinata: O que?
Naruto: Você me ama?—Hinata percebe o que tinha falado
Hinata:...
Naruto: Hinata?
Hinata: A-Acho que o Gaara v-veio aqui te chamar né? D-D-Devia ir c-com ele, já tá ficando tarde—Naruto suspira, então leva sua mão até a cabeça de Hinata e a traz para perto dele, depois apoia sua cabeça na dela
Naruto: Tudo bem, você não precisa dizer—Ele solta Hinata e se levanta—Até amanhã, eu prometo que vou pra escola, lembra de trancar a porta—Naruto sai e fecha a porta, enquanto Hinata continua no sofá com suas mãos cobrindo seu rosto, ela então se joga e fica deitada por alguns minutos

Flashback on

Hinata chorava depois de ter saído de sua casa e se perdido, ela não sabia o que fazer então ela simplesmente começou a chorar.
???: Por que você tá chorando—Hinata continuou chorando—Ei, eu tô falando com você, por que você tá chorando?
Hinata: E-Eu me perdi, não sei como voltar pra casa
???: Eu posso te ajudar a achar sua casa se quiser, é só dizer como ela é, você sabe?
Hinata: S-sei
???: Ótimo—O garoto pega na mão de Hinata e a guia para sua casa—Por que você saiu de casa?
Hinata: Eu tava triste, meu pai brigou comigo... de novo
???: Que pena, meu pai também é um monstro
Hinata: Ele só tava zangado, não acho que ele seja um monstro
???: Ou talvez você seja muito legal
Hinata: Eu não acho
???: Sério? Eu te achei legal—Hinata cora
Hinata: O-Obrigada
???: Ah, você é fofinha—Hinata vira seu rosto para esconder que estava corando mais—Sua casa é aquela?
Hinata: É, é minha casa, obrigada
???: De nada, eu vivo perto daqui se você ficar triste pode me chamar e eu vou fazer o que eu puder pra te fazer sentir melhor
Hinata: Certo, obrigada
???: Eu tenho que ir, a gente pode se ver amanhã?
Hinata: E-Eu adoraria
???: Legal, tchau
Hinata: Tchau

Flashback off


Hinata: O Naruto é mesmo parecido com ele—Hinata se levanta e vai ao seu quarto pegar seu caderno de músicas, quando acha ela começa a folhea-lo—Cadê? Achei... Eu sou mesmo muito infantil, eu escrevi isso anos depois de nunca mais ter visto ele—Hinata pega seu violão
Meu primeiro beijo aconteceu enquanto chorava, sabendo não importava o quanto eu tentasse ...

Era exatamente como se fizéssemos parte de um programa de TV

O momento em que esqueci que você tinha que ir era exatamente quando o apito escolheu explodir

 

A brisa fria do inverno atinge meu rosto, cruel como sempre

Piscando duas vezes, paro e suspiro em minhas mãos a centésima vez

A cidade está toda acesa com luzes festivas

Como se fossem colocadas por mágica, as árvores sem folhas e todo o resto estava brilhando

 

Por que não poderia subir e te contar

Tudo o que sentia? Escondi tudo lá no fundo

Eu fiz a minha escolha - não há como voltar atrás

À medida que a tela fica preta, você não está se aproximando

Eu simplesmente não posso acreditar que acabou

 

Obrigado, mas vou dizer adeus agora

Isso não funcionaria de qualquer maneira

Mesmo que eu sinta meu peito doer com cada respiração que eu levo

Então realmente

 

Obrigado, mas é hora de despedidas

Eu prometi a mim mesmo que não choraria

Mas enquanto a neve continuava caindo sobre mim

Senti minha determinação sair

E, como você, aqui, ela desapareceu lentamente

 

No caminho para onde nos encontraremos, ey vejo um casal

Se divertido e apontando para cima - "Ei, olhe! Está nevando, amor!"

Por que oh por que? Suspiro pela milésima vez - fique aqui ao meu lado

Eu andei adiante, seu presente em mãos - um cachecol caseiro, vermelho e brilhante

 

Como eu poderia entregar?

Distraída pelo seu sorriso - está pendurado nos meus ombros

Quando você desaparecer de minhas lembranças, eu ficarei bem, você não precisa se preocupar

... Por que não posso simplesmente admitir que ...

 

Obrigado, mas vou dizer adeus agora

Eu sabia que acabaria assim de alguma forma

Mas mesmo que eu pudesse voltar e fazer isso novamente

Eu faria isso

 

Obrigado, mas é hora de despedidas

Estou tremendo agora e me destruindo por dentro

O trem está chegando agora; Em breve você vai embora

À medida que os segundos se afastam lentamente, eu não posso acreditar ...

Eu não vou aceitar!

 

Você poderia pegar minha mão?

Olhe nos meus olhos, você não entende?

Venha aqui, aguarde, e você saberá por que

Eu, eu não aceitarei a verdade, o porque eu não vou dizer adeus ...

 

... Acho que você tem que ir

Olhando para você, eu já sei

Dizendo como você realmente se sente, nem sempre foi fácil para você

Então você poderia...

Soltar essa mão que está segurando a minha?

Estou muito feliz por ter te conhecido

Eu sempre vou te amar...

 

Obrigado, mas não diga adeus agora

Eu tenho que te contar isso tudo de alguma forma

Reunindo a última gota de coragem que eu tenho

"Sabe eu-"

Nossos lábios colidem, os segundos diminuem, a distância diminui para nada

E se eu chorar agora, você me beijaria até eu parar?

Já que não há mais nada a dizer

Apenas me abrace e nunca me deixe ir

 

Por volta desse tempo no próximo ano, eu me pergunto onde estaremos?

Mesmo que você não se lembre de mim,

Espero que você esteja sempre sorrindo e feliz

Sakura: Que fofo, você fez um cachecol pra ele?—Hinata grita com o susto e derruba seu violão no chão
Hinata: O QUE VOCÊ TÁ FAZENDO AQUI?
Sakura: O Naruto não tava em casa e demorou a voltar, então fomos embora, agora me conta, fez essa pra aquele meninho que foi seu primeiro amor?
Hinata: Eu não quero falar disso e não fiz as tarefas, vamos fazer logo
Sakura: Quer cantar essa no baile?
Hinata: NUNCA


Notas Finais


Mensagem da Hinata: tire o takashi do conselho estudantil agora (se vc entendeu sem a tradução vc é um gênio, ou eu sou mt burra)
música: https://www.youtube.com/watch?v=bB5sRgSy79w
será que o motivo de eles estarem constrangidos pelo Gaara ter visto eles era pq n era só um beijinho normal e eu não escrevi pq a fic n é +16 ou 18( ͡° ͜ʖ ͡°) ? nunca saberemos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...