História Caminhos entrelaçados... - Capítulo 122


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Cake, Fionna, Marshall Lee
Tags Hora De Aventura
Exibições 99
Palavras 2.387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


DESCULPA A DEMORA GENTEEEEEEE, DEVDD ;-; Tava toda atolada com trabalho de escola, os profs decidiram passar um bando de trabalho valendo ponto, e ainda junto com a feira de ciencias, e por isso demorei pra postar, além de ter viciado em k-pop..., mas to aki de volta hehe. Bem, espero que curtam o cap :3 Obrigada aqueles que comentam e favoritaram a fic, se possivel divulguem-a.
OBS: Gente... ultimamente eu venho percebendo que vcs n estão comentando muito, parece que entraram em uma greve de comentários ou sla, eu fico meio mal por isso ;-; sei que ninguém é obrigado a comentar, mas acho que todos já sabem que os comentários é a unica coisa que me motiva a continuar postando, então se puderem voltar a comentar, agradeço mtt

Capítulo 122 - Vocalista decidida


Fanfic / Fanfiction Caminhos entrelaçados... - Capítulo 122 - Vocalista decidida

(Leia as notas iniciais pff)

Marceline:

 Eu estava sentada no sofá, pensando na proposta de Marshall, bem essa ideia não é ruim mesmo, mas... eu acho que ainda preciso de um tempo pra pensar, além disso, preciso falar com o Ricardo ainda... o que será que ele dirá sobre isso? Em falar nele, a coisinha chegou, Ricardo me viu sentada no sofá, pensativa, e resolveu perguntar o motivo de meus devaneios. Ele se sentou ao meu lado e começou a puxar conversa.

Ricardo: -O que houve?

-Hm?

 Disse ao sair de meus pensamentos.

Ricardo: -Você ta ai toda pensativa... aconteceu alguma coisa?

-Marshall me ligou

Ricardo: -Ah... ok, mas e ai?

-Ele queria me chamar pra fazer parte de sua banda, ser a vocalista e tal

Ricardo: -Pera, ele tem uma banda?

-Sim, Fire Bones, e parece que eles estão a procura de uma vocalista

Ricardo: -Tendi, eu não sabia... mas é banda de que?

-Rock

Ricardo: -Ata, eu nem sabia que ele tinha uma banda, mas então, você vai fazer parte?

-Eu não sei... eu tava pensando nisso agora, pensando no que dizer...

Ricardo: -Olha, sei que não posso tomar decisões por você, mas quer uma dica?

-Hm

Ricardo: -Vai, se você fizer parte dessa banda, pode te alegrar mais, afinal, sua voz é linda e você tem muito talento, além disso seu irmão ta na Banda, você teria alguém da família pra trabalhar, e mais importante, nossa família poderia ter o dinheiro necessário pra se reestabelecer aos poucos

-Será?

Ricardo: -Claro, o que está esperando? Aceite essa proposta

 Sorri para Ricardo, ele me olhava com motivação, então disse:

-Certo, farei isso, mas antes, ligarei para Marshall e direi a ele o que aconteceu esses últimos dias, sabe, explicar direitinho

Ricardo: -Entendi, bem, acho que ele deve saber mesmo...

-Ok, acho que vou ligar agora

Ricardo: -Está bem

 Dito isso levanto do sofá e vou até o telefone fixo que tinha naquela casa, chegando lá resolvo ligar para Marshall.

Marceline Off:

Marshall On:

 Eu tava sentado no sofá, enquanto segurava meu celular em minhas mãos, estava ansioso para que Marceline ligasse logo, eu quero saber o que aconteceu na vida dela, tipo, o Ricardo, ta vivo?? Isso é muito estranho, não paro de pensar sobre isso. Não demora muito e meu celular toca, era Marceline, no entanto atendo de imediato.

-Alô?

Marceline: -Oi Marshall, sou eu

-Ah, oi Marcy, pode me contar o que aconteceu agora?

Marceline: -Sim, te liguei pra isso, kk

-Ok, pode começar a falar se quiser

Marceline: -Certo, bom... por onde começar...? ah, ok, eu tava no meu cafofo, e bem... como sempre, não tinha nada pra fazer, eu fiquei deitada no sofá enquanto fumava e tentava assistir uma Tv que nem pegava direito, era de noite eu tava esperando os dois caras que viviam comigo, eles iriam trazer drogas, um cliente nosso viria logo, mas ai quando bateram na porta, eu fui pensando que era os babacas, mas na verdade... quando eu abri a porta, era o Ricardo, eu fiquei tão... chocada, e não sabia como reagir

-Ok, isso é estranho, eu ainda me pergunto como ele esta vivo e por onde ele andou todo esse tempo

Marceline: -Essas são as mesmas perguntas que eu tinha quando ele apareceu, e logicamente eu perguntei, queria saber sobre tudo aquilo, sobre ele, e então ele disse que estava me procurando, e que não tinha morrido, eu não sei muito bem o que deu em mim... mas eu comecei a bater muito nele, eu xingava ele, e o acusava de ter me abandonado e abandonado Mary, ele entendeu um pouco minha raiva, e tentou pedir pra que eu ouvisse ele, nessa hora eu já chorava inconformada, mas eu queria ele de volta, eu sempre quis, então dei uma chance para que explicasse tudo o que tava acontecendo, então ele começou pedindo desculpas

-Hum, acho bom, mas ele explicou tudo?

Marceline: -Sim, ele disse que uns caçadores estavam a nossa procura, pois queriam estudar a raça de Ricardo, mas ele me disse que falou a eles que a única maneira de conseguir estudá-lo seria deixando eu e Mary livres, e assim ele se renderia, os caçadores concordaram, e no dia seguinte Ricardo foi com eles... ele ficou lá sendo vitimas de experiências e coisas terríveis, a única coisa que ele tinha era uma foto da gente e o sonho de nos reencontrar, e quando enfim conseguiu sair dali, ele ficou nos procurando por vários lugares, até que finalmente me encontrou.

-Entendi... então o que ele passou foi mais tenso que pensei...

Marceline: -Pois é, foi bem tenso... mas eu estou feliz por ele está de volta agora, e olha só, agora eu me afastei daquela vida medíocre, e bem, to morando num apartamento com Roger e Mary, estamos querendo voltar a ser o que era antes, mesmo Mary me odiando de certa forma, por eu ter deixado ela em seus cuidados...

-Eu entendo a ira dela, ela tem toda razão de estar brava com você, sabe disso né?

Marceline: -Sei...

-Bem, mas não se preocupe, tenho certeza de que daqui a um tempo ela vai entender e então vai falar com você normalmente

Marceline: -É... eu espero por isso...

-Eu também, boa sorte ai

Marceline: -Valeu, ah, e mais uma coisa Marshall

-O que?

Marceline: -Eu já tenho minha resposta sobre aquela pergunta de ser vocalista

-Já? E qual é?

 Perguntei curioso e ansioso também.

Marceline: -Eu aceito ser a nova vocalista

 Fiquei quieto por uns segundos, finalmente alguém aceitou, yees, ainda mais sendo a Marcy a nova vocalista, fico realmente feliz por isso, comecei a rir um pouco feliz

-Sério? Kk

Marceline: -Sim isso vai ajudar a conseguir o dinheiro pra ajudar nos cuidados de minha família e também será bom pra mim

-Ok, entendi, bem eu preciso falar com o resto do pessoal sobre isso

Marceline: -Ok

-Depois a gente se fala, tchau

Marceline: -Tchau, até mais

 Dito isso desligo o celular. Finalmente alguém pra ser a nova vocalista. Depois de desligar o celular, o coloco no meu bolso e chamo o pessoal para dar a notícia.

-Pessoal!

 Gritei para que todos ouvissem eu os chamar. Não demorou muito e o pessoal foi chegando na sala, vindo de lugares diferentes.

Ryden: -Que foi Marshall?

-Tenho uma ótima notícia

Jordam: Sério? Qual?

 Perguntou Jordam curioso.

-Eu já consegui a nova vocalista

Terry: -AAAAEEEEEEE PORRA FINALMENTEEEE

 Gritou de empolgação, gritou bem alto...

Ryden: -E quem é??

-Minha irmã, a Marceline

Jordam: -Isso parece bom, principalmente pra você, afinal, é da sua família

-Sim

Ryden: -Espera, ela não era drogada ou sei lá

-Ela parou com isso já

Ryden: -Ah, ok, então acho que não tem problema

Taylor: -Como é a voz dela?

-Ah, ela canta muito bem, sério, vocês irão gostar

Ryden: -Hm, agora to curioso kk

Jordam: -Eu também, mas agora temos que avisar ao nosso empresário sobre a notícia

-Sim, melhor avisarmos logo

Terry: -Eu ligo pra ele, perae

 Disse pegando o celular,

-Ok

 Depois ele começou a digitar alguns números e logo depois o colocou no ouvido, não demorou muito e parece que nosso empresário atendeu.

Terry: -Alô

.....

Terry: -Ah, oi, aqui é o Terry

.....

Terry: -Ah, sabe? Hehe, ok

.....

Terry: -Ah, nós temos uma boa notícia pra te dar

.....

Terry: -Nha, você tem que vir aqui

.....

Terry: -Uhum

.....

Terry: -Ok, estamos esperando, até, tchau

.....

 Depois disso desligou o celular.

Terry: -Ele já ta a caminho pra vir aqui

-Beleza, vamos esperar então

 Dito isso todos resolveram se sentar em algum lugar de algum sofá, e juntos esperaríamos por Harry, nosso empresário, enquanto isso decidimos conversar um pouco.

Ryden: -Eu to bem curioso mesmo pra saber como é a voz da sua irmã, Marshall

-Ah, eu não sei descrever muito bem vozes, mas... eu posso dizer que a voz dela é linda, boa de ouvir, relaxante, não é tão aguda e nem grave, é no ponto ideal, acho que se encaixaria perfeitamente em nossa banda.

Jordam: -Wow, deu até arrepio, a voz da Marceline parece ser linda mesmo, ansioso aqui

Terry: -É, eu também to bem curioso hehe, é sempre bom ter alguém novo na banda

Ryden: -Verdade, Terry

 Naquele momento Candice aparece, ela esfregava seus olhos com as mãos, como quem estivesse com sono, ou havia acabado de acordar.

Terry: -Oi Candy, já acordou?

Candice: -É... eu acabei acordando com o seu grito um pouco mais cedo...

 Disse meio sonolenta, Terry fez cara de Poker Face enquanto pensava em algo, acho que naquele momento todos nós lembramos do grito de Terry mais cedo “AAAAEEEE PORRA FINALMENTEEEE” Tanto é que na mesma hora, depois de um silêncio, começamos a rir. Terry fez cara de cachorrinho abandonado e olhou para Candice, depois disse:

Terry: -Dicupa...

 Candice riu um pouco, depois foi pra trás do sofá, colocou seus braços nos ombros de Terry e o abraçou de leve, seguido de um beijo em sua bochecha.

Candice: -Tudo bem...

 Terry deu logo um sorriso bobo. Quando Candice para de abraçá-lo, logo diz:

Candice: -Mas o que houve? Porque estão tão animados?

Ryden: -Decidimos quem será a nova vocalista

Candice: -Sério? E quem é?

-Minha irmã, a Marceline

Candice: -Olha, legal, sua irmã

-Sim, eu gostei de saber disso também

Candice: -que bom, e como ela é?

-Bem, por ser minha irmã gêmea, ela é beem parecida comigo

Candice: -Sério??! Ela é tua irmã gêmea?

 Parecia chocada.

-Sim

Candice: -Que maneiro, deve ser mó legal ter uma irmã gêmea

-É... apesar de brigarmos muito quando éramos pequenos...

 Riram um pouco.

-Era bem legal

Candice: -Quando ela vai vir?

-Ainda não sabemos...

Ryden: -É, precisamos falar com nosso empresário primeiro

Candice: -Ah, é verdade, tinha esquecido

 Ficamos um pouco em silêncio, e naquele momento se ouve um bater na porta.

-Eu atendo, deve ser ele

 Dito isso me levanto e vou em direção a porta, para abri-la. Chegando na mesma, a abro e dou de cara com nosso empresário, era ele mesmo.

Empresário: -Então, o que queriam me dizer?

-Entra

 Disse liberando passagem, o mesmo entrou e eu fechei a porta, depois fomos até a sala onde todos estavam.

Empresário: -Terry, você que me ligou, o que houve?

Terry: -Ah sim, decidimos a nova vocalista

Empresário: -E quem seria?

-Minha irmã

 Harry virou seu olhar pra mim.

Empresário: -Quantos anos ela tem?

-Minha idade, somos gêmeos

Empresário: -Certo... ela tem técnica vocal?

-Sim, e muita

Empresário: -Ela já aceitou a proposta, certo?

-Sim

Empresário: -Ok, preciso marcar um dia para que ela venha aqui, preciso que ela cante algumas músicas, como teste, mas pelo que você me diz, será ela mesmo

-Está bem, ligarei pra ela, mas que dia marcaremos?

Empresário: -Precisamos disso o mais rápido possível, então, quando ela puder, em dia mais próximo, iremos buscá-la

-Ok, avisarei a ela

Empresário: -Certo, origado

 Depois disso, peguei meu celular e resolvi ligar para Marcy, disquei seu número e esperei que ela atendesse, não demorou muito para que eu ouvisse sua voz do outro lado da linha.

Marceline: -Alô?

-Oi Marcy, é o Marshall... de novo...

Marceline: -Oi Marshall, o que foi?

-Eu falei com o nosso empresário sobre você ser a nova vocalista

Marceline: -Falou? E o que ele disse?

-Aparentemente ele concordou, mas você terá que vir aqui o mais rápido possível para uma avaliação, você só terá que cantar algumas músicas, sabe, pra que ele possa ver como você canta

Marceline: -Ah, tudo bem, sem problemas, que dia será a avaliação?

-O dia que você puder, de preferência, o mais rápido possível

Marceline: -Eu posso amanhã, tudo bem pra você?

-Eu acho que sim, só um minuto, vou perguntar a ele

Marceline: -Ok

 Dito isso eu abaixo meu celular e tampo com minha mão a entrada de áudio. Depois pergunto ao nosso empresário.

-Ela quer saber se pode amanhã

Empresário: -Pode, claro, perfeito assim

-Ok

 Em seguida volto a falar com Marcy.

-Ele concordou, e achou ótima a ideia de você vir amanhã

Marceline: -Certo, que bom, vou falar com o Ricardo sobre isso, mas que horas seria?

-É... rapidinho, perae

 Tampei de novo a entrada de som do celular e perguntei ao Harry:

-Que horas?

Empresário: -De tarde, pois até chegarmos lá pode demorar um pouco, então acho que... umas quatro horas da tarde tá bom

-Ok

 Voltei a falar com Marcy.

-Quatro horas da tarde ta bom pra você?

Marceline: -Claro, sem problemas

-Ah, que ótimo, ta decidido então certo? Amanhã, as quatro da tarde estaremos ai

Marceline: -Sim claro, você sabe o endereço?

-...É... não

Marceline: -Vou dizer então

-Perae, deixa eu pegar um papel e uma caneta pra anotar

Marceline: -Ok

 Dito isso fui até o quarto procurar papel e caneta, eu sei que no criado mudo do lado da cama de Taylor tem um caderninho que ele guarda na gaveta e uma caneta também, acho que ele não vai se importar se eu pegar emprestado, fui então até a gaveta e peguei os mesmos, depois voltei pra sala, e quando cheguei mostrei o caderno para Taylor, como quem pedisse permissão para usar, ele fez que sim com a cabeça, então eu fui até o sofá, me sentei, abri o caderno em uma folha branca e j´estava pronto para escrever, então disse pra Marcy:

-Pode falar

Marceline: -Ok

 Em seguida ela disse o endereço e eu escrevi tudo naquele caderninho.

-Protinho, ok, a gente se vê amanhã então, certo?

Marceline: -Sim

-Até

Marceline: -Até

 Em seguida desligo o celular.

Terry: -Eae?

-Tudo marcado, ela pode amanhã as quatro e também me deu seu endereço, disse arrancando a folha que continha o endereço e entregando ao nosso empresário.

Empresário: -Certo, que bom que está tudo marcado, vou entregar esse endereço para o motorista de vocês

Todos: -Ok

 Empresário: -Até mais galera

Todos: -Até

 Depois disso nosso empresário saiu, provavelmente foi entregar o endereço pro motorista. Levantei então do sofá e fui até o quarto outra vez, para colocar no lugar o caderno e a caneta que peguei emprestado, fui então até a gaveta do criado mudo de Taylor e coloquei ali de volta. Respirei fundo, estou ansioso para ver Marcy outra vez, ainda mais agora que ela voltou a ser o que era, ou pelo menos esta tentando, eu espero que de tudo certo...

Continua...


Notas Finais


Obrigada por ler :3 Comentem.
Desculpe qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...