História Caminhos opostos. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7, TWICE
Personagens Jungkook, Lisa, Momo, V
Visualizações 27
Palavras 1.243
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Slash, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OLÁ MEU POVOO,tudo bom com vcs?essa semana não foi muito bom pra mim(e pra vc?me contem depois) mas to muito feliz por estar escrevendo de novo.
bom tenho algumas musicas pra recomendar conforme ocorre o cap.
espero que gostem pudins <3

Capítulo 2 - Medo do desconhecido.


Fanfic / Fanfiction Caminhos opostos. - Capítulo 2 - Medo do desconhecido.

teck...teck......teck......

 As gotas de chuva batia em minha janela,talvez elas quisessem entrar para meu conforto pessoal,meu quarto;Meu habitat naturalmente bagunçado ou aconchegante.Conforme as gotas foram se engrossando me despertei do meu transe matinal,realmente hoje será um dia longo pra enfrentar...sem tempo para minha manha matinal;

 Remexi um pouco o corpo nos lenços e apalpei meu celular,provavelmente estaria atrasada pela lei do tempo,mas eu não conseguir dormir direito então não é como se eu me importasse em chegar na escola tarde.só preciso entregar os frascos para a sunbaenim e esperar que a mesma venda meu sangue;Eu sei,perigoso para algumas pessoas ,mas essa merda virou rotina para mim(só espero que essa rotina um dia acabe).

                                                                       

Contei até três e levantei,um pouco sonolenta esbarrando em alguns móveis do meu lado e me direcionei ao banheiro;preciso de um banho para escorrer a preguiça de ir para escola. *aish,eu poderia estar dormindo agora*.

 Prendi o cabelo em um coque frouxo e me despi,realmente banho quente de manhã é tão confortável;fui direto para o quarto ganhando um arrepio na nuca,choque térmico.Uns dos meus pontos fracos....,eu odeio ter pontos fracos,me deixa vulnerável para as pessoas e no caso fico vulnerável para o frio também.

Sai correndo igual á uma gazela pra não sentir tanto frio;MERDA!! to atrasada! de novo,minha sunbaenim vai acabar comigo.

Me troquei mais rápido que o flash,coloquei minhas lentes de contato(para ninguém ver minhas emoções  através da minha íris) e corri o máximo que conseguiria correr,para uma garota de 17 anos eu sou boa em dar fuga.Conforme fui chegando na escola fui desacelerando meus passos,aquele medo voltou a me arrastar para trás ;Como uma ancora o medo me afunda cada vez mais,como se quisesse tirar o resto de sanidade que me restara.

                                                                                         (...)   

Em passos largos adentrei o portão,um passo de cada vez fui me aproximando mais e mais da minha sala de aula onde não há ninguém á minha espera;onde a voz calma e compassada da professora me faria dormir,uns dos lugares que é muito relativo para se viver.Medo ou conforto. 

 É,eu realmente sei que quando o intervalo chegar terei que enfrentar meus demônios de perto.não há pra onde correr...ou se esconder,apenas enfrentar.

coloquei fones de ouvido ao me sentar do lado da janela,queria ouvir algo que me faça esquecer por um momento de quem sou ou de onde eu vim.

                                                   home-aurora 

Perdida em momentos novamente
Presa onde estradas não terminam
Mantendo os pensamentos em nossas mentes
Um dia a vida será boa.
Não estamos vivos
Estamos sobrevivendo a cada momento,
Não estamos vivos
Apenas sonhos dentro de nossas mentes.

Estamos em casa
Estamos em casa

e assim adormeci,com meus pensamentos sobre essa musica,meus pensamento que flutuam pelos céus.

                                                                      *dig dog*

-não se esqueçam de fazer o dever crianças!ouviram bem?

-SIM!!

-senhorita!por favor acorde!_alguém estava me tocando constantemente AISH!

-OQUE É??_a professora de feição doce foi tomada por uma expressão irritada.Opps.

-desculpa professora Sun Hee_me levantei e me curvei em sinal de respeito.

-engraçado,não me lembro de você na minha aula_ela que antes estava abaixada se levantou e foi até sua mesa,talvez para checar sua chama.

-então você é a senhorita Naomi (meu nome falso) certo?_Errado!

-certo...._respondi de cabeça baixa.

-hum intendo,por favor se retire da minha sala e vá para o intervalo_concordei com a cabeça e sai da sala mas antes de sair por completo me viro mais uma vez e a vejo acendendo um cigarro.então sai dali.

Eu estava realmente nervosa então andei rápido até...

-Aie!!_um garoto esbarrou em mim.

-sinto muito,sinto muito...s-sinto muito!!_me curvei freneticamente até ele tocar meu ombro.me assustando por completo.

-Calma,não foi nada_ele sorria para mim de uma forma gentil e acolhedora..tinha um sorriso...quadrado?

Antes que eu possa ter uma reação digna alguém puxa meu pulso com força me derrubando no chão.

-achei você novata!_não,ela não.

-s...sun..sunbaenim?_droga to gaguejando,não posso abaixar a guarda mais uma vez.

-trouxe oque te pedi?_os frascos.

-trouxe!_respondi com firmeza causando uma risada nasal da mesma e um arrependimento em mim.

-tudo bem,então vem comigo.

-p..por que?e...eu fiz algo de errado?_estou confusa...

-não,mas nosso chefe quer conhecer a fornecedora do produto._ ela iria me levar até a pessoa que trafica meu sangue??essa pessoa é daqui??....um medo começou a me invadir instantaneamente,como se algo dentro de mim fosse desmoronar em segundos.

-chefe?_o garoto ainda do meu lado estava completamente perdido,mas antes que eu posso responde-lo  a garota me levanta do chão e sai me puxando com força..antes que eu posso sumir de seu campo de visão o garoto gritou.

-prazer meu nome é Kim Taehyung!!.

Ela apertava meu pulso enquanto caminhava,eu sei onde ela está me levando.Terraço;quando finalmente chegamos vi as três garotas escoradas na parede fumando enquanto avia uma pessoa de capuz sentada no para-peito.

-encontramos o mostro amor_ a sunbaenim se referiu a pessoa sentada,amor?então é um garoto??

-ótimo,e os frascos?_realmente é uma voz masculina.

ela bateu em meu ombro para que eu pegasse,então os tirei do bolso com cuidado e entreguei para a sunbaenim.

A mesma vai em direção ao garoto beija,espera..não pode ser...

(O capuz cai,formando a imagem em que eu fiquei em choque)

                             Jeon Jeong-guk.

                                            *lembranças*

-Oppa,estou com medo_a voz de uma criança apavorada se formou.

-não se preocupe pequena_sua voz era calma.

-minha mãe,está bem?

-ela estará pequena,apenas durma_o garoto me tinha nos braços.

-Oppa,promete que não vai me deixa sentir medo??_a criança pergunta para seu melhor amigo.

-prometo te proteger de tudo,prometo não te deixar sentir medo de nada._depois de ter dito isso as crianças uniram seus pequenos dedinhos em um gesto de aliança,união. 

                                                            (....)

-vo....você?_o garoto manteve sua expressão serena e não respondeu.

-mas....você prometeu....prometeu não me machucar...._minha voz sai tremula como se estivesse muito frio.

-desculpa garota mas eu não te conheço._é como se tudo dentro de mim se quebrasse,sempre achei que o motivo da nossa separação foi por falta de contato.Mas foi por escolha.

-levem ela daqui agora!!_apenas essa ultima frase até eu ser arrastada para longe dele .

                                                (....)

O ultimo sino tocou mas não conseguia me mover do lugar..nem por um segundo....

Eu fiquei longos minutos até não ter ninguém na sala,consegui ver as gotas grossas de chuva bater na janela.

-Hey!_uma voz invadiu  o lugar me fazendo olhar diretamente para quem a causou.

-OOh! você_apontei para o garoto na porta que me olhava sorrindo quadrado.

-eu mesmo,por que você está na sala vazia??é tão dedicada assim?_ele imitiu uma risada baixa.

Não o respondi apenas levante e fui ate a porta.

-Onde pensa que vai assim?_ele segurou meu pulso me fazendo dar um tapa em sua mão.

O mesmo olho para meu pulso marcado de roxo os dedos da subaenim.

-foi ela não foi?_não o respondi apenas abaixa a cabeça.

-AIIGOOO!! que frustrante falar com as paredes,vem vou te levar até o portão da escola.

Apenas o segui para o mesmo destino que o meu,ele parecia correr por conta da chuva porem não me movia  tanto.Sempre gostei da chuva...mas hoje ela parece querer perfurar minha pele.

-até amanhã,eu tenho que ir agora!!_Ele acenava freneticamente para mim e corria.sorri.

Bobo,deveria ter medo de mim,não simpatia.

Andei em passos lentos relembrando as frase que não saiam da minha cabeça.

"Desculpa garota mas eu não te conheço".

Eu realmente nunca imaginei que ele fosse ser tão frio comigo,não á esse ponto.

Me encostei no murro da minha casa e comecei a chorar,minhas lágrimas se misturavam com a chuva fria formando um mesclado de temperatura. 

As promessas um dia feitas por você já não faz mais efeito sobre nossa realidade-Autora:Mee

 


Notas Finais


desculpa por ter demorado pra postar a net caiu e eu perdi metade do cap,por isso não deve ter ficado muito grande.Sinto muitoooo mas espero que gostem bjss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...