História Caminhos que Se Cruzam ( ABO ) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Alfa, Bangtan Boys (bts), Bts, Chanbaek, Drama, Jeon Jungkook, Jikook, Lobos, Namjin, Park Jimin, Romance
Visualizações 738
Palavras 2.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


As fotos da capa é só para ter uma menção de algumas cenas do próximo capítulo
Espero que gostem e cometem o que estão achando

Boa Leitura

Capítulo 7 - Continuação Ciúmes


Fanfic / Fanfiction Caminhos que Se Cruzam ( ABO ) - Capítulo 7 - Continuação Ciúmes

 

Chanyeol: Essa comemoração é para você, o amamos muito Minnie. Quero que você aproveite.

E assim começaram a comer algumas coisas, beberem e os casais

Kyungsoo D.O ômega junto com seu alfa Jongin KAI.

Minseok Xiumin ômega junto com seu alfa Sehun

Yixing  Lay ômega junto com seu alfa  Junmyeon – Suho

 

O único que não tinha um par era Jongdae – Chen um Ômega mas ele estava de olho em alguém, mas esse alguém era um alfa e ele não conhecia era o amigo de Jimin o (Lee Ji Hoo ).

Continuaram a comemoração, todos conversavam seus alfas junto com seus ômegas, depois de umas 3 horas de comes e bebes cada qual descido subirem para seus quartos.

Jimin foi para o lado de fora da casa na varanda ficou olhando em volta tinha uma cadeira do lado de fora decidiu ir sentar um pouco e escutar o barulho da casa e ao mesmo tempo contemplar o luar e o barulho do vento batendo nas árvores, sentiu alguém se aproximar, sentando ao seu lado, olhou e viu o...

 

Jihoo: Oi, porque tá aqui sozinho?

Jimin: Estava escutando o barulho da casa e a mistura com o barulho da árvore.

Jihoo: É pequeno, você foi longe. Como está se sentindo?

Jimin: Bem, superei muitas coisas você sabe bem disso.

Jihoo: Sim, lembro de muitas vezes você desesperado.

Jimin: E você conseguiu os pontos que precisava?

Jihoo: Sim, graças a você. Sabe que é incrível né?! – Ficou olhando Jimin os traços delicado de seu rosto, Jimin nunca notou que o amigo era apaixonado por ele. Pegou a mão do Jimin o assustando.

Jimin: Que foi Jihoo?

Jihoo: Posso te perguntar uma coisa?

Jimin: Pode, sabe que pode perguntar o que quiser.

Jihoo: O que você tem com aquele Alfa que te trouxe?

Jimin: Curioso?

Jihoo: Tenho curiosidade quando te envolve.

 

( .... )

 

Jungkook deu falta de Jimin quando o pessoal começou a falar em dormir, na manhã seguinte queriam fazer alguma coisa diferente. Kook começou a olhar em volta e não encontrou o pequeno e também deu falta do alfa amigo dele. E pois a procura-lo ouviu vozes vindo de fora da casa, e se direcionou para lá, ficou parado discretamente na porta ouvindo o que Jimin e o tal de Jihoo estavam falando, olhou discretamente de forma que nenhum dos dois o visse. Não gostou quando o alfa começou a questionar Jimin, até se segurou demais, quando ele viu o alfa por a mão em Jimin, sentiu o sangue ferver.

 

Jungkook: Curioso? Sobre eu e o Jimin sermos casados?

Jihoo: Então é verdade.

Jungkook: Sim é verdade, o Jimin é meu ômega.

Jihoo deu uma risadinha e falou: Seu ômega? Engraçado pois não vejo marca nenhuma nele. Isso quer dizer que ele não tem ninguém e você sabe muito bem disso.

Jungkook: Não ouse me desafiar -  Kook falou isso e já rosnou baixo para Jihoo que também rosnou

 

E os dois começaram a se encarar até que Jimin interveio se colocando no meio dos dois por dentro ele estava tremendo, mas tinha que fazer algo pois mesmo não entendendo a postura de Jihoo ele era seu amigo e Jungkook mesmo eles não se entendendo era seu marido.

 

Jimin: Jihoo, é verdade que o Kookie é meu marido, e eu não falei, não achei que tinha que ficar falando. Não tô entendendo o porque disso tudo. E que droga é essa de ser marcado ou não? Eu não sou nenhum objeto não!! - Jimin já falava  com a voz embargada.

Jungkook: Você não precisa entender Minnie. Vamos entrar pra dormir. Seu amigo não está muito bem, ele deve ter bebido um pouco além não é mesmo?

Jihoo: Vendo que Jimin estava ficando nervoso, achou melhor concordar. – Mas ficou encarando Jungkook que continuou o encarando também.

 

Jungkook levou sua mão a cintura de Jimin de forma possessiva o levando para dentro de casa, e subiram para o andar superior, indo para o quarto deles.

Jimin foi para o banheiro tomar um banho e relaxar, enquanto a água caia em seu corpo ele fechou os olhos levou sua mão nos lábios lembrando do beijo que ele e Kook deram no carro, e ele tinha que admitir que tinha gostado. Ele sabia que estava gostando do Kook, mas ao mesmo tempo tinha medo. Ele tinha seus amigos alfas, os amigos do irmão também, apesar de ser muito próximo de Jihoo, ele nunca percebeu nada. E o que foi aquilo na varanda, ele não era burro viu que o Kook teve ciúmes, e gostou.  Foi tirado de seu devaneio quando ouviu batidas na porta.

 

Jungkook: Jimin, está tudo bem?

Jimin: S-sim, estou acabando.

 

Desligou o chuveiro depois de mais cinco minutos de banho, se secou escovou os dentes, colocou sua boxer branca e percebeu que esqueceu a camiseta de dormi, saiu do quarto enrolado na toalha, e viu Jungkook sentando na cama, foi para o closet que tinha do lado e foi procurar uma camiseta par vestir, sentiu o marido atrás de si e travou.

Jungkook ficou olhando para Jimin enrolado na toalha se aproximou e fechou a gaveta que o garoto estava mexendo. Abriu outra parte do guarda roupa e pegou uma camiseta dele próprio e entregou.

 

Jungkook: Vista essa. – Foi no ouvido do mesmo e falou baixinho o vendo arrepiar - : Vou tomar banho.

Jimin apenas assentiu um sinal de sim com a cabeça, ficou atordoado com a proximidade de Kook em seu ouvido. Já Jungkook sorriu a ver que o garoto tinha se arrepiado.

 

No quarto quase ao lado Baekhyun estava deitado na cama dormindo com Chanyeol que não conseguira tirar os olhos de seu pequeno, via como ele era delicado, tinha uma pele convidativa, um cheiro que já estava acabando com sua sanidade, de repente Baek resmungou algo totalmente inaudível mesmo para um alfa lúpus entender, do nada abraçou Chanyeol que se surpreendeu com o toque, e acabou sentindo o calor e o cheiro do ômega mais próximo, ele estava vendo que logo perderia sua razão. Aquele pequeno estava mexendo com ele. E seu lobo começou a ficar cada vez inquieto. Isso significava que seu lobo já tinha escolhido seu ômega, e ele não queria aceitar, ele mesmo já estava mexido com o garoto, que ele jurou infernizar. Acontece que as coisas estavam sendo contraria o que ele queria.

 

                                                                                                    xxxxxx

 

No outro quarto Jungkook saiu do banheiro com a toalha em volta da cintura, olhou para a cama e Jimin já estava dormindo. Ele percebeu que quando Jimin ficava nervoso ele acabava ficando mais cansado que o normal e dormia. Ele só se controlou com aquele alfa por causa de Jimin, mas isso de ficar rosnando para ele, não ficaria assim.

Jimin até poderia não ter notado, como era gentil poderia achar que o outro também estivesse sento gentil, mas ele como alfa sabia que não era bem isso, alfas não são gentis a não ser que tivesse intensões.

Desde que viu o alfa no café olhando todo apaixonado para Jimin viu as suas reais intenções. Colocou sua boxer preta e foi para a cama, e petrificou quando olhou para Jimin dormindo com sua camiseta, que propositalmente fez Jimin colocar, essa continha a letras em tamanho grande (BEM GRANDE JK EM NEGRITO), pensou consigo mesmo, já que o outro quer ver uma marca no Jimin essa será a primeira, abriu um sorriso e deitou na cama se cobrindo e cobrindo Jimin o puxando para seu peito, que acabou acordando e se assustou, tentou se afastar, sendo repreendido por um Jungkook possessivo, que agarrou sua cintura colando seu corpo no dele e falando: Não se afaste, fica aqui. 

Jimin mesmo não entendendo muito, se aconchegou no peito de Jungkook, que cheirou o cabelo do pequeno e o abraçou com mais força. E assim adormeceram agarradinhos, sentindo o cheiro um do outro.

 

 

Dia seguinte

 

 

Todos estavam animados, muitos estavam na sala jogados esperando o café da manhã, quem parecia que tinha morrido e esquecido da vida era Yoongi que dormia a sono solto, isso porque não fazia muito tempo que tinha acordado. Levantou com um mal humor daqueles, por que disse que ouviu gritos dos Ômegas bagunceiros.

Mas na verdade os Ômegas estavam se arrumando para preparar o café da manhã de todos naquela casa.

Quem estava na cozinha eram Kyungsoo, Minseok, Jimin , TaeTae, Baekhyun. E eles tinham percebido que Jimin estava tristonho, mas não perguntaram. Baek chegou perto do cunhado e o cutucou, fazendo que Jimin o olha-se e forçasse um sorriso.

Após colocarem a mesa e os alfas que estavam acordados foram se colocando a mesa. Baek foi chamar seu marido, e aproveitou e passou pelo quarto do irmão o chamando.

 

Jimin tinha acordado cedo como de costume, e ficou sentadinho encolhido na cama olhando Jungkook dormir, e lembrou do beijo que deram novamente, e se xingou mentalmente por estar lembrando. E olhando para Kook falou baixinho pois sabia que o marido estava dormindo – “ Porque seu cheiro me faz tão bem? Eu sei que você só vai me machucar “. Após dizer essas palavras achou melhor se levantar fez sua higiene matinal, e se trocou colocou uma bermuda, uma camiseta regata e saiu do quarto.

Se reuniu com os outros ômegas na cozinha e ajudou a fazer o café e na hora de chamar os alfas para tomarem café, pediu ao cunhado para chamar seu marido.

 

Todos reunidos na mesa começaram conversas aleatórias....

 

Kim Jongin: Chanyeol o que acha da gente da uma treinada hoje, aproveitando que estamos todos aqui.

Chanyeol: Acho que é uma boa ideia.

 

Jungkook que estava a mesa sentiu falta de Jimin, olhou em volta e encontro Jihoo na mesa, se sentiu aliviado pelo menos aquele alfa estava ali e não atrás de seu marido, mas estava preocupado.

Acabou seu café da manhã e saiu da mesa, foi procurar por Jimin na casa, e não o encontrou, foi para a sacada na parte de cima da casa e olhou em volta seu lado alfa assumiu deixando sua audição e seus olhos mais apurados e tentou achar o marido pelo cheiro ou barulho. Mas de repente sentiu foi o cheiro de pêssego muito leve e sabia que estava distante, resolveu sair de casa e ir atrás dele.

Ele escutou o que o Jimin falou de manhã quando achou que o marido estava dormindo. E de certa forma ele sentiu seu coração apertar e agora parecia pior depois do beijo, não iria negar o desejo e o que estava sentindo, mas como seria as coisas. Jimin tinha medo dele e não tirava a razão do garoto pois algumas vezes o tratou mal. Mas dormiu sentindo o cheiro e a pele do garoto e isso aguçou seu sentindo e mexeu bem mais com seu lobo.

 

 

Não muito longe dali estava Jimin sentado no meio do trigo olhando o céu e sentindo o leve bater do vento em seu rosto, estava se sentindo cansado, mais que o normal, ficou ofendido com o que o amigo tinha dito dele não ser marcado. Ele não sabia nem como seria passar seu cio, lembrava que a primeira vez ele foi dopado pelo irmão e mesmo assim sentiu dores, e agora estava mais perdido que nunca. Ele estava com medo de se aproximar de Kook, ele era um Alfa lúpus e até então o tratava mal.

Como seria o cio dele, ele sabia que seu próprio irmão passava seus cios com algumas(os) ômegas e depois as deixava sem se preocupar, e agora ele também estava casado e não poderia brincar com o Baek.

E de certo modo ele sabia que Jungkook era como seu irmão e iria querer brincar com ele, via a postura de Kookie sabia que ele era o tipo que não se amarrava em ninguém.

E desse jeito permaneceu ali olhando o nada e perdido em seu pensamento. 

 

 

Na casa ou melhor na parte de fora da casa estavam todos entretidos, Jihoo estava sentando vendo os outros se divertirem, mas estava achando melhor ir embora, queria se despedir de Jimin, mas não encontrou o amigo e sabia que tinha o magoado na noite anterior. Mas era melhor ir embora antes de se estranhar mais com o tão marido de seu amigo, não gostou dele nem um pouco, o achou arrogante e muitas outras coisas.

 

Jihoo: Tae, por favor

Tae: Oi, que foi? Em que posso ajudar?

Jihoo: Eu não encontrei o Jimin, e vou indo nessa. Fala para ele me ligar ou aparecer lá no café preciso falar com ele.

Tae: Ok, mas porque você vai embora?

Jihoo: Trabalho.

Tae: Ok. Quer que eu peça para Hoseok te levar?

Jihoo: Não precisa, vai ser bom caminhar um pouco.

 

Os demais começaram a treinar e a brincar juntos, queriam jogar alguma coisa, optaram por jogar um vôlei e depois apostarem corrida transformados em lobo, todos gostavam disso. Se sentiam livres correndo ali ao ar livre seria melhor ainda.

Chanyeol chegou perto de Baekhyun e andou sondando onde o irmão e o cunhando estariam.

Baekhyun: Não sei Chanyeol. Porque a preocupação, eles são casados.

Chanyeol: ..... ok. – Quando foi que ele começou a concordar e aceitar o que Baek dizia. - Pensou 

 

Continuação ....


Notas Finais


Olha que legal nosso Kook de ciúminhos...kkkk

O que acharam e esse amigo do Jimin?

Gente prestem atenção nos acontecimentos em cada detalhe e ações....

Preparados?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...