História Camren: Under the mistletoe - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Amor, Camila, Camren, Dinah Jane, Drama, Fifth Harmony, Lauren, Lucy Vives, Moda, Nicholas Hoult, Revelaçoes, Romance, Shawn Mendes, Siena, Skins
Exibições 27
Palavras 1.989
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


postando esse capitulinho só pra vcs verem como a fic vai rolar, já que prologo foi muito bla bla bla. Se der certo, prox cap chega esse fds. Espero que gostem

Capítulo 3 - Back to past


Fanfic / Fanfiction Camren: Under the mistletoe - Capítulo 3 - Back to past

 

Camila’s POV

 

Devo ter saído com a maior cara de assustada nas fotos, mas também, ao ver Lauren Jauregui parada me encarando eu não soube como agir, apenas fiquei parada segurando Nick pelo braço. Como ele também pasmou ao vê-la, tive plena certeza de que dessa vez era real. Lauren se aproximou de mim ainda sustentando um sorriso altamente cínico.

- Senhorita Cabello, ou deveria dizer senhora? — ela perguntou e entendi que ela se referiu a meu estado civil. Como ela conseguia ser idiota àquele ponto. Não dei moral para aquela boba pergunta e apenas fiz sinal para que ela continuasse. — As fotos não saíram muito boas e pela experiência que tenho, sei que você é muito fotogênica.

Ela disse tentando lembrar o passado e aquilo me atingiu como um tiro.

- Preciso que o casal pose novamente. — ela continuou, frisando casal.

- T-tudo bem... Nick, precisamos tirar as fotos novamente. —  avisei-o, pois ele já estava de costas conversando com a alguém. — Vem e não faz essa cara.

Nós repetimos o processo, mas tentei sair o menos pior possível. Falar com a Lauren depois de tanto tempo não me fez bem. Eu ainda a amava, mas ela parecia já ter me superado. Tudo entre nós havia terminado mal resolvido e não fazíamos ideia de como a outra estava. Alias, pensando melhor, eu era a culpada. Não havia entrado em contato com ela e após meu surto, viajei do país como diabo fugindo da cruz. Troquei número e e-mail, reconstruí uma vida nova sem deixar espaço pra que ela entrasse, mas aquilo tudo tinha sido pelos meus pais, eles me fizeram recomeçar como se eu fosse uma fugitiva e eu aceitei calada.

- Eu estou me sentindo orgulhoso de ter sido trocado por ela —  Nick dizia divertido, enquanto sentávamos a mesa com uns amigos. —  Ela é realmente muito linda, Mila.

- Quieto, Nicholas. Ela realmente está muito mais linda do que cinco anos atrás. — pensei alto.

- Vai falar com ela.

- N-não... eu não consigo.

- Essa não é a Camila confiante que eu conheço. —  ele disse pegando na minha mão e senti o olhar de Lauren sobre nós.

- Mas é diferente, com ela importa, entende? —  fechei os olhos por alguns segundos e olhei para ele —  Ela foi algo especial na minha vida, algo que nunca conseguir  ter de volta. Ainda sou apaixonada por...

- Com licença senhorita — alguém interrompeu e quando vi quem era continuei a frase.

- Waffles... completamente apaixonada pelos seus waffles, Nick.

Levantei-me e acompanhei Lauren. O que será que ela queria comigo? Ariana estava cuidando de tudo para mim. 

- Olha senhora Jauregui, aquela ruivinha ali é minha assistente, ela que resolve esses assuntos profissionais.

- Só me segue, por favor. —  ela disse e estranhei. Onde estava toda aquela formalidade de antes

Entramos em uma sala, a que havia sido reservada para a equipe dela e estava vazia. Após entrarmos, continuei a andar, mas ouvi a porta ser trancada.

- Lauren... — disse a vendo vir em minha direção. Ela caminhou rapidamente até mim e fez com que meu corpo colidisse com a parede causando um pouco de dor.

- Então é aquele o babaca do seu namorado não é? —  ela perguntava um tanto agressiva prendendo-me contra a parede

- Lauren me solta! — gritei e ela me soltou. — Sim, aquele é o Nicholas Hoult... aquele Nicholas.  

Lauren afastou-se e ficou pensativa. Encostei-me na mesa onde os equipamentos estavam ainda ofegante por nosso contato.

- Eu senti sua falta. — ela confessou baixo. Abri a boca para falar, mas ela continuou. — Você realmente o escolheu... Por um momento eu achei que aquela viagem tivesse significado algo. Eu não acredito mais em milagres.

Ela disse e eu imediatamente voltei no tempo, estávamos na Basílica de San Francesco, eu contava a história de um milagre a ela e ela me dizia que não acreditava em milagres até me conhecer. Uma lágrima teimosa surgiu em meus olhos, mas não a deixei cair.

-E-eu não sabia que trabalhava na Cronos, senão...

- Senão o que Camila? Você não a teria escolhido né? Sinto muito por tudo isso, eu só queria ver você e saber como você estaria... — ela falava rapidamente.

- Espera, você sabia que era eu? Sabia que faria o meu evento? Premeditou tudo isso Lauren?

- Camz... Eu estava enganada, me desculpa. Vou cancelar o nosso contrato e tudo voltará a ser como antes.

Ela virou-se e destravou a porta, eu segurei-a pelo seu pulso.

- Espera... — eu a puxei e nos encaramos. —  Eu também senti a sua falta. Eu tentei te procurar, mas deu tudo errado.

- Tentou? Com certeza você tentou! Me diz como, beijando a boca daquele engomadinho na Inglaterra? — ela disse e franzi o cenho. Como ela sabia que eu tinha ido para Inglaterra? — Você acha que não procurei por você? Você acha que tão fácil assim pra mim? Eu realmente te amei Camila, mas agora eu vejo que foi tudo uma ilusão e eu posso enfim seguir em frente sem medo desse passado, muito obrigada.

Eu estava estática sem reação, a única reação seria beijá-la e era aquilo que eu faria se a porta não tivesse sido aberta pela vaca da Ariana.

- Lauren Jaureg... Dona Camila, os fotógrafos estão chamando pela senhora Jauregui.

- Estou indo! — Lauren disse e saiu.

Xinguei mentalmente a minha secretária de todos os nomes possíveis, e ela, ao ver-nos as sós na sala fez o que ela sabia fazer melhor: dar em cima de mim.

- Então Camila... eu estava pensando se depois daqui... — ela falava e a ânsia de vômito já surgia.

- A festa Ari. —  disse e sai a deixando sozinha.

 

Não consegui falar com Lauren o resto do evento inteiro. Nick, após fazer grandes piadas sobre o que teria acontecido naquela sala, me deu várias broncas por passar o resto do evento dispersa. Naquele momento só tinha uma pessoa capaz de me ajudar.

-  Dinah Jane, eu preciso de você aqui. —  eu dizia por ligação.

- Mila, você sabe que só volto para NY na próxima semana. O que aconteceu?

- Lauren Jauregui aconteceu.

- Aquela Lauren? —  ela gritou pelo celular.

- Sim aquela Lauren.

 

Tive uma conversa de meia hora com minha melhor amiga trancada no almoxarifado. Acabei perdendo a grande chance de conseguir as doações para meu projeto, mas de repente nada mais apareceu importar ali, eu só precisava ter Lauren Jauregui novamente.

 

...

 

 

Logo cedo, batidas em minha porta me despertaram do meu sono. Poxa! Eu só havia dormido poucas horas, por que acordar tão cedo após uma festa daquelas? Levantei xingando todos os deuses, - engraçado que quem havia me apresentado a mitologia grega fora Lauren e desde então passei a perturbar os deuses do Olimpo por tudo que acontecesse – e abri a porta muito rabugenta

- Péssima ideia te dar a chaves da minha casa ein?

- Bom dia para você também. —  meu ex namorado e atual melhor amigo dizia entrando em meu quarto.

- A que devo sua nobre presença, senhor Hoult?

- Estás brincando comigo? Temos que achar Lauren, lembra? —  ele dizia brincalhão tirando um notebook da mochila.

- Por Zeus, você tem que perder esse sotaque! E sim, temos que acha-la. Pode começar a colocar seu lado detetive para trabalhar. —  ele me olhou com uma sobrancelha levantada —  Vou tomar um banho e por uma roupa descente.

- Qual é, não tem nada ai que eu já não tenha visto. —  ele disse levando um tapa.

 

Quando finalmente sai do banheiro linda e perfumada, meu amigo me estava com cara de poucos amigos ainda com o notebook apoiado nas pernas.

- Quero tudo que conseguiu sobre ela.

- Tudo bem... Lauren Michelle Jauregui Morgado, fundadora da empresa Cronos, tem 26 aninhos, formada em moda e marketing, irmã da famosa angel Taylor Jauregui e... — ele fez uma pausa e fiz menção para que ele continuasse — Mora atualmente em Manhattan com a namorada Lucia Vives.

 

O silêncio se instaurou no quarto e continuou assim por minutos. Eu precisava daquilo, precisava pensar no que acabara de ouvir. Então quer dizer que a senhorita Jauregui acha que pode chegar e bagunçar minha vida estando com uma totalmente formada com outra pessoa... Eu realmente não sabia o que pensar, pois realmente eu queria ela de volta. Como psicóloga eu diria que quando não podermos ter algo nós queremos muito mais, mas como Camila Cabello eu diria que era o sentimento despertado na noite anterior falando mais alto.

- Então... o que faremos Karlinha? —  Nick perguntou curioso.

- E-eu realmente não sei o que fazer...

- Eu sei, você vai atrás dela. Vai fazer o mesmo que ela fez. Ela se importou se você estaria namorando em algum momento? Não ela apenas foi lá e fez, seguiu os instintos e isso só prova que o sentimento de vocês está vivíssimo.

Nicholas nunca deu pinta de gay, mas na ausência de Dinah ele sabia como dar conselhos. Era um melhor amigo meio melhor amiga.

Aquela manhã se resumiu em uma enorme “stalkeada” nos perfis de Lauren, logo Nick sabia aonde ela gostava de jantar, os esportes que ela praticava, se queria ter filhos e o nome que ela daria a eles. Ele era realmente bom naquilo, poderia ter escolhido direito no lugar da tal engenharia.

 

Era um entardecer de sábado e enquanto Nick procurava tudo sobre Lauren eu só conseguia pensar em como seria essa tal de Lucia. Seria mais alta ou mais bonita que eu? Não, Lauren não ligava só para aparências, se bem que com a Cronos, Laur certamente teria tido muito contato com modelos. Aqueles pensamentos me deixaram altamente enfurecida e fui despertada por gritos.

- Camila!

Eu estava muito afrente de Nick e Shawn e diminui o ritmo de meus passos. Nós corríamos no Central Park todas as tardes. Nossa! Lauren morava ali perto e em um ano, eu nunca tinha a visto. Olha mais uma vez o pensamento nela.

- Nossa Karlinha, você disparou do nada, tá tudo bom contigo, mana? — Shawn dizia... esse sim soltava a franga e sim, eu aparentemente só tinha amigos gays.

- S-sim... Tá tudo bem sim.

- Hoje nós vamos comer comida brasileira.. —   Nick disse e lembrei mais uma vez de Lauren e em como ela amava o Brasil.

- Ih fofinho, nem dá. Vou sair com meu boy hoje. —  Shawn disse e voltou a correr.

- Sobramos nos dois. —  ele disse e eu sorri colocando os fones e voltando a correr. Eu por acaso teria escolha?

 

Entramos no restaurante que levava o nome de Ipanema. Uma rua ou bairro famoso da região do Rio de Janeiro, não me recordo muito bem. O ambiente era simples e agradável e eu só conseguia pensar no quanto a Laur gostaria de estar lá. Como depois de cinco anos eu ainda me deixava levar por essa garota? Essa era a maior de minhas dúvidas na época. Após pedir uma picanha como prato principal, avistei uma morena linda sentada três mesas depois da nossa. Ela me encarava sem parar e aquilo já começara a me incomodar. Essa morena estava sentada com uma outra mulher cujo corte de cabelo me lembrava muito o de Lauren. Ela havia cortado o cabelo e foi o que mais me chamou atenção, seus cabelos estavam lindos, e além de curtos estavam mais escuros.

Continuei a encarar as garotas daquela mesa, porém uma delas só de costas, até que esta virou-se para chamar o garçom e mil vezes “Fuck!”. Era LAUREN. 

- Nick, você armou pra mim!

- Ah Camila, qual é... Eu precisava te trazer aqui. E preciso te contar algo sobre elas.

- To esperando...

- Lauren pedirá a namorada em casamento aqui e agora... Aliás aqui e em alguns minutos imagino eu.

- Que?? Espera como você sabe isso? —   perguntei enquanto digeria a noticia.

- Isso agora não importa né? Não vai fazer nada?

- O que eu poderia fazer?

 

 

 

-                                                                             


Notas Finais


nao tive tempo de corrigir, mas nao scho que tenha muitos erros. até o prox cap <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...