História Can You Feel My Heart? - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Asking Alexandria, Bring Me The Horizon, Falling In Reverse, Pierce The Veil, Sleeping With Sirens
Personagens Ben Bruce, Danny Worsnop, Derek Jones, Gabe Berham, Jack Fowler, Jacky Vincent, Jaime Preciado, James Cassells, Jesse Lawson, Justin Hills, Kellin Quinn, Lee Malia, Matt Kean, Matt Nicholls, Mike Fuentes, Oliver Sykes, Personagens Originais, Ron Ficarro, Ronnie Radke, Ryan Seaman, Sam Bettley, Tony Perry, Vic Fuentes
Tags Asking Alexandria, Banda, Bmth, Bring Me The Horizon, Falling In Reverse, Fir, Guitarra, Pierce The Veil, Ptv, Rock, Romance, Skate, Sleeping With Sirens, Sws
Visualizações 13
Palavras 1.172
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá!! Três anos depois, eis como a história continua. Sabe, talvez algumas coisas fiquem confusas, já que os personagens das bandas mudaram muito também. Mas tentem encaixar tudo, por favor.
Espero que tenham lido o capítulo anterior, onde eu explico o que houve.
Espero que gostem, e que me apoiem a continuar.

O nome do capítulo foi qualquer coisa que passou pela minha cabeça, desculpe, continuo péssima nisso.
A imagem da capa é só o Oliver sendo o Oliver.
Um homem desses... (os anos passam, mas tem coisa que não muda ;3)

Ah, eu peguei mania de usar Deb, sem o s. Só pra avisar.

Capítulo 20 - Só Um Mal Entendido E... Irmã?


Fanfic / Fanfiction Can You Feel My Heart? - Capítulo 20 - Só Um Mal Entendido E... Irmã?

(Continuação Deb ON)
-Oi... O-Oliver... - Desvio o olhar.
-OI? - Ele grita. - Tudo o que você me diz é OI?
-O que mais você quer?
-OLHA O SEU ESTADO! NA PRIMEIRA CHANCE VOCÊ JÁ DEU PRO CARA! - Grita mais e ri sozinho. - Uma vadia mesmo...
-Não! - O encaro de novo. - Eu não fiz nada!
-E essas marcas no pescoço? Essa "roupa"? - Faz aspas com os dedos. - Na boa, não sei porque perdi meu tempo vindo aqui.
-Vai embora então. Vai lá beijar sua noiva de novo, só esquece essa de sentir algo por mim! Eu tenho sentimentos, Oliver, você sabia?! - Grito.
-Sentimentos?! Faça-me rir. Pode deixar que eu esqueço sim. De vadia minha vida tá cheia. E todas melhores que você. - Me encara com ódio, e eu recuo um passo. - Vai lá cortar os pulsos, depois eu entrego suas coisas. Quer que eu deixe na casa do seu novo namoradinho? - Ri mais, mas continua parado na porta.
-Tanto faz. - Abaixo a cabeça e deixo uma lágrima escapar. E mais uma, e então outra...
-Deb? - Ben desce a escada só de cueca. - Oliver?
-E ai, Ben. A noite foi boa? - Oliver sarcástico. - Aproveitou bem pelo jeito...
-Do que você ta falando? - Ele se aproxima de mim, e então olha pra sua única peça de roupa. - Ah, cara... Você não acha que...
-Acho? Me poupe você também. Só toma cuidado com essa daí... - Me lança um olhar de desprezo.
-Oliver, chega. - Ben suspira. - Você tá de cabeça quente, e bêbado. Depois a gente conversa. Por enquanto, acredita no que quiser, mas sai da minha casa.
-Vocês dois se merecem! - Ele grita. - Espero que não tenha deixado suas lâminas lá em casa. - Sorri e se vira.
-Não... - Digo e paro de tentar não chorar, e me deixo deslizar pela porta até sentar no chão, abraçando minhas pernas, com a cabeça escondida.
-Deb... - Ben abaixa perto de mim.
Ouço uma porta de carro ser batida, e então alguém saindo apressado, cantando os pneus.
Ótimo, ele saiu puto e bêbado, de carro.
Soluço, e sinto Ben me abraçar.
-Deb, calma. O Oliver só tá estressado...
-Ele disse coisas horríveis...
-E você não pode acreditar nelas. - Suspira. - Sei que gosta dele, mas fica calma. Vai dar tudo certo.
-Não parece que vai...
-Eu entendo esse sentimento, princesa. - Ele da uma risadinha fraca.
Antes que eu possa dizer algo, um barulho de carro me enche de esperança de ser ele de novo, mas então...
-Ben? - A voz de Kellin enche meus ouvidos e eu aperto mais meu próprio corpo.
-Eai, Kell. - Ben me solta, com carinho, e levanta. - Vic, Billy...
Billy? Oh-oh...
-Cadê a... - Vic. - Ah, achei a Deb. - Ele ri.
-Debora! - Billy se aproxima de mim, e me faz encará-lo. - Meu amor... - Ele sorri e limpa minhas lágrimas. - Calma, eu tô aqui. Você não tá sozinha. - Diz pausadamente e baixinho, como ele sempre faz quando eu estou prestes a ter outra crise de pânico.
-Billy... - O abraço. - Eu... Não sei o que fazer. - Volto a chorar.
-Que tal tomar um banho e vestir uma roupa mais confortável? Trouxe algumas que tinham lá em casa pra você.
-Boa ideia. - Ben. - Vai no meu quarto, Deb.
-C-claro... -  Solto Billy e olho rapidamente para Kellin e Vic que fingem estar ocupados.
Levanto puxando a blusa do Ben para baixo, já que não visto mais nada.
-Vai lá. - Billy me entrega uma mochila, e me dá um beijinho na testa.
Forço um meio sorriso e subo correndo as escadas.
                              (Deb OFF)

                             (Kellin ON)
Observo Debora subir as escadas e foco em uma pequena mancha marrom clara em sua coxa, na parte de trás.
-Kellin? - Vic me chama. - Tudo bem?
-Sim, claro. - O encaro pedindo em silêncio para que esqueça por hora.
-Ben, o que houve? - Billy me desperta de meus pensamentos.
-Um enorme mal entendido. - Suspira. - Vamos entrar e tomar um café, bem forte...
Nós entramos, e Ben coloca uma calça e camiseta que estavam jogados no sofá.
Vamos para a cozinha, e enquanto Ben passa o café, ele nos conta o que houve.
-E então... Não aconteceu nada? - Billy parece aliviado.
-Nada além de um beijo ou outro, sabe...
-E algumas peças de roupa sendo perdidas. - Vic provoca rindo.
-Demais pra mim... - Billy suspira.
-Como vocês chegaram aqui? - Ben pergunta, corando.
-Ah, fui pra casa ontem um tempo depois que vocês saíram de lá, e voltei de manhã, encontrei Kellin e Vic acordados, limpando a casa. - Billy.
-Minha empregada disse que não limpa mais minha casa depois das festas. - Vic ri.
-Depois disso viemos para cá, já que Billy tava preocupado. - Sorrio.
-Entendi. - Ben. - Bem, fico feliz que vieram... Billy, o Oliver disse algo sobre lâminas pra Debora...
-Algo tipo o quê?
-"Espero que não tenha deixado suas lâminas lá em casa". É o que eu imagino?
-Sim. Eu vou matar o Sykes... - Billy fecha os olhos e respira fundo.
-Eu ajudo. - Suspiro e desvio o olhar, com uma ideia cada vez mais forte dentro de mim.
-O-oi... - Debora aparece com uma calça preta, camiseta da Sleeping With Sirens cinza, e um tenis converse vermelho. - Bom dia...
-E ai, Deb. - Ben entrega uma xícara de café pra ela, e ela senta do meu lado.
-Oi, Vic, Kell. - Sorri pra mim, mas logo fica séria, e eu percebo que estou encarando ela fixamente.
-Ah, oi, Deb. Desculpa, estou com um pouco de sono. - Disfarço e ela só assente e começa a tomar o líquido em sua xícara.
-Eu vou é... tomar um ar. - Levanto, murmuro um "com licença" e saio.
Na frente da casa do Ben, tem um banco. Agradeço mentalmente e me sento nele.
Logo Vic e Billy se juntam a mim.
-Deixamos os dois sozinhos, porque eles precisam conversar. - Vic me diz quando eu o encaro confuso.
-Claro. - Suspiro.
-Tá tudo bem, Kellin? - Billy. - Desculpem ter pedido para virem comigo. Devem estar cansados...
-Billy... a Debora mora com quem? - Pergunto.
-Quê? - Ele me encara confuso, mas decide responder, já que estou sério. - Com a irmã dela.
-E os pais?
-Moram em outra cidade...
-Ah, entendi... - Suspiro.
-Mas ela é adotada.
-O quê?!
-Ei, calma. - Billy.
-Me... me desculpe. - Fecho os olhos, atordoado. - Quantos anos ela tem agora?
-17. - Billy encara Vic confuso, e ele só sorri encorajando ele.
-Quando ela faz aniversário?
-19 de fevereiro.
Sinto a cor me abandonar.
-Kellin, você tá bem? - Billy.
-Eu... acho que nunca estive melhor. - Sorrio.
-Quê?
-Kell, eu acho que entendi a sua. - Vic. - Mas... explica pro Billy.
-Eu acho que... a Debora é minha irmã.
 


Notas Finais


E então??
Obrigada pelo tempo gasto e se possível, diga o que acharam nos comentários c:


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...