História Can you feel my heart ? - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Piece
Personagens Arlong, Bellemere, Boa Hancock, Brook, Monkey D. Luffy, Nami, Personagens Originais, Roronoa Zoro, Sanji, Zeff
Tags Drama, Investigação, Luhan, Luta, Sana, Sanji, Suspense, Zobin
Exibições 30
Palavras 1.787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoal tudo bem com vocês esperem que goste Desse capitulo... Uma boa leitura.

Capítulo 7 - Quando o proprio pecado faz uma prosposta


Fanfic / Fanfiction Can you feel my heart ? - Capítulo 7 - Quando o proprio pecado faz uma prosposta

Sou levado até a diretoria para falar com o tal diretor, o tal de smoker vai me empurrando pra poder ir rápido e eu estava odiando ele fazendo isso comigo.
 Sanji:- Não me empurra!- Falei o encarando bravo.
 Smoker:- Cala a boca e anda logo!!- resmungou me empurrando de novo.
E chegamos até porta da sala do diretor e o Smoker abre a porta e eu entro com as mão nos bolso argentando os óculos. Entro na sala do diretor e percebo um cheiro forte de tabaco de cachimbo Barato, e um fedo que até embrulhou o estomago.
 ???:- Então você é o Sanji Kuroashi Certo?- Falou uma voz rouca, calma mas de um jeito intimidador.
 A sala estava escura porem só com umas fagulhas de luz vinda da janela que estava sendo tampada por uma rede de plástico, não conseguia ver o rosto do cara mas estava pressentindo algo de ruim na voz do desconhecido.
Sanji:- Quem mais seria!? Ja se esqueceu que voce pediu pra me ver?-  Falei seco.
???:- Hu hu hu... Parece ser uma pessoa fria hu hu hu... Gosto disso- Falou do mesmo jeito que antes.
Eu tento ver ele direto pra tentar ver o seu rosto mas com pouca luz que tinha era muito difícil de ver.
 ???:- Aa Esta muito escuro pra você ??? Não se preocupe vou resolver isso.- falou se levantando.
 Ele tinha se levantado e indo em direção a janela, ele puxa a cordinha ea rede de plástico soube e a sala estava clara porem o fundo de traz da mesa dele ainda estava escuro e atrás de mim também mas foi o suficiente para eu ver o cara.
  Barba Negra:- Meu nome é Marshall D. Teach mas sou conhecido como Barba Negra- Falou voltando para sua mesa e argentando a gola de sua camisa Social branca. Por favor senta-se!- pediu e eu puxo a cadeira e me sento.
 Não fico muito Surpreso pelo fato de te um "D." Em seu nome alias pelo que pesquisei essa faculdade foi construída por uma família que é claro os "D." E fico observando cada detalhe    que conseguia perceber nele, tinha uma corrente de ouro em seu pescoço, claro que ele tinha uma barba negra em seu queixo, tinha anéis bem caros em seus dedos, e de tanto fumar seus dentes eram podres e tinha alguns faltando, ele era gordo estava sentado em sua mesa com os dedos  juntos como" mão de  casal juntas" e estava me encarando. Eu estava o encarando também alias no fim das contas o meu pressentimento não errou muito, eu estava vendo o próprio pecado da "Luxuria" na minha frente, não tinha nem como comparar ele com o próprio diabo, por que o diabo acaba sendo mais elegante, ele tinha cara de um homem muito ganancioso e perverso, aquele olhar que ele tinha era intimidador e transmitia muitas ameaças , posso ser um pouco presunçoso, mas meu caro, quando você se depara com uma pessoa  assim, não fique muito seguro de si, por que homens com essas características são perigosos e pesar dele não te me falado muita coisa já percebo tudo isso não só pelas características  que você descobre elas, elas costumam feder também e eu te garanto fedem muito.
 Barba negra:- Então Vejo que no seu primeiro dia de aula já arrumou confusão- Falou dos mesmo jeito com aquele sorriso maligno.
 Sanji:- Bom então... Qual é a punição, bilhete pra mãe, convocação pra família ou uma simples advertência.-Debochei sério.
 Barba negra:- Ha Ha Ha!!! Gosto do seu deboche Ha Ha!!! Mas não, eu não te chamei pra isso...- Falou pegando um pacote de tabaco.
 Fiquei surpreso, alias estava com um certo receio do que ele me disse mas eu estava com um pressentimento muito ruim do que ele ira falar em seguida, meu sexto sentido acaba apitando nessas horas, minha intuição  longos dos anos acabou sendo uma ótima ferramenta para me livrar de problemas tudo por que tenho a mania de observar tudo mas não deixo de acreditar nela, isso por que ela não costuma falhar. Percebo ele estava acendendo o seu Cachimbo, me senti a vontade e peguei o meu isqueiro dourado e acendo um cigarro e começo a fumar também.
 Sanji:- Então porque me chamou aqui?- Perguntei seco.
 Barba Negra:- Por que tenho uma propo...- Ele ia falar mas de repente a porta abre com tudo.
 Arlong:- Barba negra!!! Esse moleque mexeu com a gente!!! Ele mere...- Quando o babaca ia terminar de falar o diretor o interrompeu.
 Barba negra:- Cala a sua boca Arlong!!! Não esta vendo que eu estou falando com o rapaz aqui!!!- Falou nervoso.
 Arlong:-Mas chefe...- Falou ele tristonho e surpreso.
 Barba negra:- Cale-se!!! E da um fora daqui!!!- Gritou o mandando sair.
Arlong:- Você vai se arrepender de ter nascido.- Falou ele próximo a mim perto do meu ouvido.
 Finjo que nem o escutei, apenas do mais um trago no meu cigarro e despejos as zincas no pé de Arlong.
 Arlong:- Maldito!!-Gritou levantado o punho.
 Barba negra:- Eu falei pra você Sair arlong!!! Ou eu vou chamar o Jinbei aqui!!! Lembra que você deve um certa quantia de dinheiro pra ele não??- Falou frio e seco.
 Olho pra cara de Arlong e perce que ele ficou quieto regendo os dentes e contendo o soco que ele ia me dar.
 Sanji:- Você escutou o chefe, se manda.-Falei abrindo um sorriso de deboche pra ele.
Ele ficou ainda mais Bravo, porem conseguiu se conter e saiu pela sala resmungando.
 Barba negra:- Aaa!!! Esses imprestáveis!!- Falou ele passando os dedos nos olhos.
 Sanji:- Agora você pode me falar o que você qué?- Falei Seco.
 Barba negra:- Hu hu hu!! Garoto... Eu tenho uma proposta pra você!!- Falou ele abrindo um sorriso perverso.
 Sanji:- Uma proposta??- Perguntei seco mas curioso.
 Barba negra:- O que acha de você me ajudar com uns favores hein!!? Vi pelas câmeras o quanto você é especial, derrubou uma gang sozinho, garoto você seria muito útil pra mim e prometo que terás dinheiro, fama e muito mas muitos desejos realizados- Falou animado apontando pra mim.
É Como eu disse meu pressentimento não costuma errar.
 Sanji:- Como Assim!!?- Falei levantando minha sombra celha direita.
Barba negra:- Ha Ha!! Meu rapaz só terás que fazer uns favores pra mim!! E em troca eu te dou o que você qué simples assim!!- falou.
 Difícil de acreditar no que estou ouvindo... Agora percebi o porque o Arlong não foi chamado a atenção dele, agora tudo faz sentido.
 Barba negra:- O que me diz!!? Aceita!!?-  falou ele soltando mais uma fumaça da boca e me estendo a mão.
Encaro sua mão por um segundo, mas eu já tinha uma resposta na cabeça, dou um ultimo trago no meu cigarro e solto tiro o cigarro da boca, levo a minha mão em direção a mão dele com o cigarro entre os dedos, ele estava animado por ver que eu iria apertar sua mão, mas não aperto. Eu apago o cigarro na Mesa dela bem do lado do cinzeiro, ele não fica nada satisfeito mas não me importava.
 Sanji:- Olha seus problemas são seus problemas, e não me importo com eles- Falei me levantando da mesa. - E por mais que seja uma proposta irrecusável, só te falo uma coisa- Falei de costas mas eu me viro pra ele- eu quero mais é que você e sua proposta se foda.- Falei seco me virando pra porta.
Barba negra:- Pense bem... Não terá outra chance.- Falou seco.
 Sanji:- Hunf!!- Apenas fiz isso e sai da sala.
       ~SALA DO DIRETOR ON~
 Depois que Sanji abre a porta e sai, o barba negra encosta na cadeira e junta suas mãos de novo, até que uma voz sai do fundo escuro da sala.
???:- Vejo que o garoto recusou a proposta...-falou uma voz no fundo da sala.
Barba negra:- É como você avia previsto não é-Falou o barba negra seco.
 ???:- Vejo que ainda odeia perde num jogo de adivinhação barba negra, mas você sabe sobre a linhagem sanguínea dele não é- Falou a voz misteriosa.- Ja era previsto ele recusa não é mesmo.- Falou novamente.
Barba negra:- hunf!! Por que acha que devo me preocupar, ele só é mais uma mosca no minha teia.- falou abrindo um Sorriso perverso.
 De repente a um homem de terno branco sai do fundo escuro da sala usando o óculos escuro vai em direção a janela.
 ???:- Se eu fosse você se preocuparia um pouco, ele pode trazer grandes problemas pra você- Falou o homem de terno branco.
 Barba negra:- Ha Ha Ha!! A vergo por favor, ainda estou aqui depois de assassinar o meu irmão que era  o antigo diretor da escola, e mesmo que aquele moleque do chapéu de palha e sua turma estão tentando me botar na cadeia passou-se um ano e eles não conseguiram, então por que eu iria me preocupar agora.-Falou perversa mente.
Vergo:- E por acaso esta com o pacote que o meu chefe pediu- Perguntou
Barba negra abre uma gaveta e entrega um pacote pro Vergo.
 Barba negra:- Esta aqui! O que o Doflamingo pediu... E avisa ele que teremos uma reunião de negócios aqui na universidade.- falou perversamente com um sorriso.
Vergo:- Agora sobre o garoto-Falou a voltar a encara a janela- Deve ficar de olho nele só pra garantir.- Falou sério.
 Barba negra:- Não esquenta... Vo pedir pra gang  do incompetente do Arlong e ficar de olho nele.-Falou
 Vergo:- Espero...-Falou ele pegando a cordinha da rede da janela.
 Barba negra:- Não se preocupe... Vou ficar muito bem de olho nele, deixa a criança Vinsmoke achar que esta em paz Hu Hu Hu!!!- Falou abrindo um Sorriso perverso e o vergo puxando a cordinha e a sala ficando escura novamente.
  
            ~SALA DO DIRETOR OFF~
 POV SANJI ON:
Eu tinha saído da sala do diretor e estava voltando pra cantina que estava com fome.
 Sanji:- Espero que eu consiga comer dessa vez...- Falei encarando e passando a mão na barriga de fome.
 Estava andando até que me esbarro em um homem, ele era alto usava um sobre tudo um shorts havaiano, ruivo e cheirava forte a pinga.
Sanji:- Olha pra onde anda!!- Gritei olhando pro maluco.
 ???:- Olha aqui moleque me res...- Iria me dar uma bronca mas ele parou e arregalou os olhos quando me viu.
 Sanji:- Ta olhando o que!! Sei que sou bonito mas não precisa ficar encantado não.- Gritei e voltei a andar em direção a cantina.- aaa Qual é!! Sempre um idiota pra me atrapalhar.Resmunguei no caminho
                   ~POV SANJI OFF~
              ~SHANKS POV ON~
 Shanks:- Então os boatos são verdadeiros, ele estuda mesmo aqui... Não da pra acreditar- Falei chocado.- Ou Bebi demais!!?-Me perguntei colocando a mão no queixo.

 


Notas Finais


Obrigado por ler e se possível comentarem por favor, algum problema com a historia me avisem pois sua critica levara a minha perfeição. Obrigado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...