História Can You Hold Me? - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Kim Namjoon, Kookmin, Rap Monster
Visualizações 36
Palavras 956
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Ficção, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii! Espero q gostem! Aproveitem!!!
(nota: foi mal gente, eu amo o GD :3)

Capítulo 37 - Um Novo Amor?


Fanfic / Fanfiction Can You Hold Me? - Capítulo 37 - Um Novo Amor?

P.O.V Namjoon O.N

Cheguei em casa, e abri a porta limpando as lágrimas.

Não... não é justo!! Eu NUNCA faria isso com a Miyuki, nem com ninguém. E-eu... eu a amo tanto que dói...

Porque? Porque sempre que eu encontro alguém esse alguém se vai? Porque sempre que eu consigo ser feliz com a minha namorada ela se vai? Porque ela se fere quando está comigo? Seria melhor se ela me deixasse? Se ela fosse embora? Talvez a minha habilidade de quebrar as coisas tenha evoluído de ''só objetos'' pra ''corações e objetos".

Talvez... talvez eu seja uma daquelas pessoas que nasceu pra ficar sozinho... ou a Miyuki seja muita areia pro meu caminhãozinho.

Subindo as escadas, fiquei pensando em como ela é especial. Sua história, sua personalidade, longos cabelos pretos, o sorriso mais lindo desse mundo, mãos macias, olhos grandes e impenetráveis, a pele perfeita, branca como a neve, a boca delicada e rosada, um rosto perfeitamente dentro dos padrões.

Talvez seus padrões fossem muito altos pra um cara como eu.

Me joguei na cama e comecei a chorar.

- Miyuki... e-eu amo tanto você...

P.O.V Miyuki O.N

Cheguei no bar e logo vi Milena e Hoseok sentados no balcão, conversando e bebendo como se o mundo não existe. É isso que eu deveria estar fazendo... eu deveria curtir a vida! Ainda tenho 23 anos!! Não preciso me preocupar com nada e com  ninguém.

Fui até os dois e me sentei do lado da Milena.

- Eaí, mona? Por que você tá na bad?

- Ah...- Abaixei a cabeça.- O-o... Namjoon me traiu.- Meus olhos se encheram de lágrimas só de lembrar das mensagens.

- O que?!- Diz Hoseok surpreso quase cuspindo seu drink.- Primeiro ele te enganou com a puta da Barbara e agora ele te traiu?!

- Essa eu não esperava e...- Uma luz se acendeu pra Milena.- Quem é Barbara?

- Uma menina que enganou a mim, a Miyuki e... a todo mundo. O Namjoon sempre gostou da Miyuki, mas ele não tinha certeza de que era recíproco, já que ela era bem próxima do Jungkook. Aí ele pagou uma menina, que era amiga dela mas ele não sabia, pra fingir que eles estavam de rolo pra Miy ficar com ciúmes. Aí acabou que aconteceu um monte de merda com a Miy, e a Barbara embebedou o Taehyung pra fazer sexo com ela mesmo sabendo que a noiva dele estava grávida. Ela também deu a desculpa que aceitou a proposta para ficar perto de mim mas...- Ela dá um gole em sua bebida.- era tudo mentira. E eu ainda acreditei que era verdade.

- Nossa...- Ela diz e olha pra mim.- O que aconteceu com ela?

- Foi expulsa de casa. Se ela ta na rua passando fome, eu não sei, não quero saber e tenho raiva de quem sabe.- Me virei pro Barman- Me vê o seu drink mais forte por favor, moço.

Ficamos os três lá, bebendo pra caramba, por umas duas horas, até decidirmos ir pra uma boate.

Aí, os três, completamente bêbados, entraram numa balada qualquer e começaram a fazer o que qualquer bêbado faz: ficar mais bêbado ainda.

Hoseok e Milena estavam praticamente se comendo vivos dentro da baladas, e eu estava beijando todo mundo que eu via pela frente, até meninas. Aí, eu vi um cara dançando que nem um doido, e nessa hora começou a tocar ''Hello Bitches", e foi quando eu me aproximei dele e comecei a dançar e sensualizar pra ele que nem louca, enquanto ele só me olhando e mordendo os lábios finos.

Fui chegando cada vez mais perto e ele também, apertando cada parte do meu corpo, me fazendo enlouquecer. Nos beijamos e ele pediu passagem pra língua, que foi cedida por mim quase que imediatamente. 

Ficamos nos pegando, até que ele disse:

- Ei... você quer ir pra minha casa?- Ele diz com um sorriso malicioso.

Eu sorrio mordendo os lábios e acinto.

Ele me pega no colo e me coloca no banco do carro. Quando ele entra, começo a acariciar sua virilha e a descer cada vez mais. Estávamos tão bêbados que quando ele quase batia o carro, tudo o que sabíamos fazer era rir como se um quase acidente fosse engraçado.

Quando chegamos em casa, um homem com o cabelo na cara estava sentado na mesa da cozinha, e quando nos viu, disse:

- Que isso Ji Yong? Você vai acordar o Seung-Hyun de novo! E eu também!!

- Foda-se, Dae...

Eu mostrei o dedo do meio pra ele, estava sendo carregada como um saco de cimento e estava achando isso um máximo.

Ele me jogou na cama e sorriu pra mim, tirando suas roupas. E isso, é tudo o que eu me lembro.

NO DIA SEGUINTE...

Acordei 12:37, com dor de cabeça, nua, numa cama toda bagunçada e o meu cabelo estava no mesmo estado. A cama estava toda suja de sêmen, e eu estava fedendo. Senti uma vontade de chorar, vinda bem do fundo do meu coração.

Me descobri e me levantei, indo até um banheiro. Fiz um coque e quando me olhei no espelho, eu estava cheia de chupões. Ignorei e tomei um banho rápido. Coloquei um roupão 10 números a mais do que eu deveria vestir e desci as escadas.

Senti cheiro de Kimchi e vi um homem bem magro, cozinhando de costas pra mim. Me sentei na mesa e observei suas costas, cheias de marcas roxas.

- O-oi?- Eu disse.- Quando ele se virou, assustado, vi quem ele era.

"Que isso Ji Yong?"

"Foda-se Dae..."

É. Eu dormi com Kwon Ji Yong, mais conhecido como G-Dragon. Fiz a mesma coisa que condenei tanto meu namorado de ter feito.

Então, ele sorriu pra mim.

 

 


Notas Finais


É isso! Desculpem os erros!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...