História Can You Please Stay With Me? - Capítulo 52


Escrita por: ~ e ~GabiKook

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 29
Palavras 874
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Hentai, Luta, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, desculpem a demora, dessa vez foi culpa minha, hm?

Boa Leitura~
(Nas notas finais, vou deixar uma lista de leitura que só tem fanfics não imagines, okay.. Se tiver interesse..)


Pequeno porque estou sem ideias, tá gente? Me disgrupem!

Capítulo 52 - Cinquenta e Dois


Fanfic / Fanfiction Can You Please Stay With Me? - Capítulo 52 - Cinquenta e Dois

Gabi

– Enquanto eu estava no hospital, você praticamente estava transando com o Jungkook.. como se sente agora? – Sehun perguntou enquanto me enforcava, eu não conseguia responder obviamente, apenas olhava para o corpo de Tao morto no chão, um pouco distante de nós. – Enquanto eles sofrem, por que você não faz a mesma coisa comigo? – sorriu macabro. Soltou meu pescoço, pegando em meu braço, me arrastando para algum lugar. 


Voltei a respirar com dificuldades, porque ele estava me enforcando e porque eu estava tendo uma crise de asma​. O que me ajudaria muito naquele momento.


– Sehun, me solta seu idiota, eu te odeio! – digo ainda com dificuldades, mas com um pouco de força que tinha, dando socos fracos nele mas que certamente iria deixa-lo irritado. – Você.. matou.. meu.. irmão! – digo em meio a suspiros. Ele apenas me ignorava, dei um soco, acho que forte, nele. 


– Você tá ficando maluca? – me jogou dentro de um quarto. Como em um balcão abandonado, vai ter um quarto? 


– Você não está bem, Sehun! – me arrastava no chão, tentando me afastar, enquanto ele se aproximava lentamente. – O que aconteceu com você? – perguntei chorosa. 


– ACONTECE QUE EU GOSTAVA DE VOCÊ! – gritou me assustando. 


– Se gostasse não teria feito isso, NÃO TERIA MATADO MEU IRMÃO! – gritei soluçando, ele jogou um abajur no chão e me olhou. Ele não estava bem, isso só pode ser um pesadelo. 


– CALA A BOCA! – me puxou pelo cabelo e me jogou na cama. – VOCÊ GRITAR? ENTÃO EU VOU TE FAZER GRITAR! – disse subindo em cima de mim. Chorei tanto que meus olhos pesaram e eu apaguei.


Não vi, não senti, nem escutei nada.. 



Jungkook

Jimin havia contado tudo para o meu Tio Nam, ele e sua ômega, ficaram chocados. Sabe, eu estava sentindo algo estranho.. Tao e Gabi não voltaram até agora e eu estou começando a ficar agoniado. 


– Jungkook, vamos cuidar desses machucados! – disse Jimin, me puxando para o sofá mas eu neguei. 


– Não, eu não quero! – bufei e ele também. 


– O que te deixa inquieto? – ele perguntou, cruzando os braços. – Taehyung? – passei a mão pelos meus cabelos. – Jackson foi procurar por ele, nós vamos achá-lo! 


– Não é isso.. Tao e Gabi, saíram e – ele me interrompeu. 


– Como assim saíram? – Perguntou exaltado, atraindo a atenção do Tio Nam e Gayoon. 


– O que? Aconteceu mais alguma coisa? – perguntou, caminhando em nossa direção. 


– Não, só estamos nos lembrando de Taehyung.. Está tudo bem, eu acho.. – sussurei a última parte. Me joguei no sofá, puxando meus cabelos. – Eu não consigo sem a Omma e o Appa.. – digo, sentindo meus olhos lacrimejaram. – Nunca pensei que isso aconteceria.. Estava tudo, muito bem! – uma lágrima caiu. 


– Aí.. Aí! Devagar! – escutei a voz de Taehyung, logo a porta foi aberta.


– Explica isso pra ele, Kim Taehyung! – me levantei rapidamente, fazendo Tae me olhar e se encolher. Jackson bufou e veio para o meu lado, de Jimin e Tio Namjoon. 


– Explicar o que? – Perguntei o observando, o analisei melhor, vendo que ele estava com algo diferente. – Taehyung, o que é isso? – Perguntei entre dentes. 


– E-eu.. – desviou seu olhar. – O que aconteceu com nossos pais? O que aconteceu com a Omma? – Perguntou assustado, se aproximando. 


– Sehun veio aqui nos provocar e.. – mordi o lábio. – Acabei.. Provocando isso! – disse baixo, abaixei a cabeça. 


– Não foi culpa sua, Hyung! – Tae disse, colocando sua mão em meu ombro. 


– Foi sim.. – Antes que alguém me contrariasse, voltei ao assunto. – Quem fez isso? – Perguntei ao perceber o que era aquilo. – ME RESPONDA! 


– Não precisa gritar com ele, Jungkook.. – Olhei para a porta, vendo Maryana. 


– VOCÊ? – Gritei irritado. – EU NÃO ACREDITO, LOGO COM ELA? COMO VOCÊ – olhei para Taehyung mas fui impedido, antes que continuasse. 


– Jungkook! – Chanyeol apareceu ofegante, na porta. – Ele tá com ela.. – se escorou na porta. 


– O que? – Perguntei confuso. – Quem com quem? 


– Você! – apontou para Mary, que olhou para mim e Taehyung. – Ela.. É amiga do Sehun e Sehun está com Gabi! – olhei para Taehyung, eu estava com raiva. 


Ele não deveria ter feito isso com, ela! Aquela, ela.. Ela é nossa inimiga, ajudou Sehun nisso tudo, aposto que sabe de tudo! 


– ONDE ELE ESTÁ? – gritei nervoso, para Mary. 


– Jungkook, se acalme! – Escutei a voz fraca do Appa, comecei a chorar de raiva. – Está muito alterado, filho! 


– Appa.. – sussurei chorando, passei a mão pelo meu rosto, com raiva. 


– Jin, você está melhor? – Nam,  se aproximou rapidamente. 


– Namjoon? – Perguntou confuso. 


– Está melhor, Appa? – Taehyung perguntou se ajoelhando ao seu lado. 


– Taehyung.. O que é? – Appa não conseguiu terminar. 


Mary, me encarava e eu tentava manter a calma com ela na minha frente. 


– Ele está no balcão.. – ela disse por fim. 



Jin 

Ana, você tem que acordar, amor! Você é forte, não pode desistir agora, hm? Está quase lá.. 


Escutei vozes. Jungkook estava alterado e ele fica muito violento quando não se controla, poderia fazer um massacre ali. Juntei minhas forças, mas mesmo sentindo dor, eu precisava ajudar meus filhos!  

O que Sehun fez com a minha família, não ficará barato, ele irá pagar! 


– Então eu.. – Jungkook pareceu pensar, o olhei. Olhei para Ana, que ainda estava desacordada mas era cuidada por uma garota? 


Eu só quero que tudo volte ao normal, isso poderia ser apenas um pesadelo. Queria acordar e ver que a minha esposa estava bem, todos estavam bem.. 


Notas Finais


Eeita..

Lista de Leitura: https://spiritfanfics.com/listas/nao-imagines-2356246

Gente, gente, atenção aqui por favor!!
Eu queria pedir um favor para vocês, novamente. A @LyneCookie ela tinha desanimado para continuar a escrever, eu queria pedir para lerem as fanfics dela e caso gostem por favor deem muito amor á ela!
Ela escreve muito bem e é uma pena que não esteja escrevendo, deem uma força para ela tudo bem? É só isso que eu peço..

Beijos da Gabii ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...