História Canções de apartamento - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~OnlyBibbs

Postado
Categorias NCT U
Personagens Jaehyun, Taeyong
Tags Canções De Apartamento, Jaehyun, Jaeyong, Nct, Poetinha, Será Que Vai, Taeyong
Exibições 30
Palavras 311
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lírica, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, nenéns♥
Então, quase sempre que eu escrevo algo tem um acontecimento por trás e sempre que eu posto eu explico isso, então lá vamos nós.

Há um tempo, uma amiga minha tava tendo uns problemas com o antigo crush dela e ela, super na bad, compartilhou a música Mas eu não tenho um barco, disse a árvore, sétima faixa do CDA, primeiro álbum solo do Cícero Rosa Lins. Aí, apesar da melancolia, eu ouvi e adorei o álbum. Um tempo depois eu me tornei NCT stan e tive a ideia de juntar as duas coisas e deu nessa "reprodução" da história do álbum (ou pelo menos o que eu imaginei).

Eu consegui realizar a proeza de fazer um capítulo por dia, o que é uma vitória pq eu sou bem preguiçosa. Enfim, depois de implorar, a OnlyBibbs, aquela "bext" doida (me perdoa por isso), aceitou ser beta pra fic.

Agora chega de papo. Me desculpem qualquer erro e boa leitura ♥

Vejo vcs nas notas finais.

Capítulo 1 - Tempo de pipa


Por sua culpa, eu passei a amar o verão. Não sei dizer ao certo o porquê, mas atalvez por que você me trouxe uma sensação de liberdade como o vento que passeava, bagunçava seus fios e soprava bonito e suave naquele tempo de pipa, no qual cada criança tinha a sua e sorriam ao bincar, puras.

Nada foi mais puro que nós dois.

E nada é mais puro que nós dois.

Eu passava a manhã na oficina e a noite dançando nos fundos do teatro com as janelas abertas, tentando me livrar do cheiro de mofo, mas o ponto alto do meu dia era o elo entre os períodos; as tardes em que ia à praça admirar-te sorrir para o céu, radiante como você. 

Eu passava um bom tempo com as mãos ocupadas, uma com um sorvete de baunilha e a outra com o o celular aberto no bloco de notas, no qual eu criava diálogos para nós dois. Com certeza nenhum deles ficou tão interessante quanto os que você escrevia, pois suas mãos, diferente das minhas, permaneciam bem ocupadas no teclado de sua máquina de datilografar e ao grampiar as folhas escritas ao fim da tarde.

O pôr-do-Sol te trazia calmaria, não é? Seus olhinhos se fechavam juntos com o céu,  e respirava fundo. Assim, eu sabia quando já dava a hora de ir. Você era tão você, e eu possuía tantas indagações quanto o céu possui estrelas.

Então eu levantava, descia a rua e  dançava todo inspirado na arte que poderíamos ser. Nós poderíamos nos perder por aí sem rumo certo para depois nos perdermos em nós mesmos, um no outro, com um rumo único aos nossos corações. 

E, depois de muito navegar nesse mar de sentimentos, caso enjoássemos um do outro, ainda estaria tudo bem, menino, pois há a certeza de que o dia vai raiar para a gente se inventar de novo.


Notas Finais


Meu Deus, eu tô apaixonada por Jaeyong, me ajudem.

ESó explicando, cada cap é uma faixa, de acordo com o album, que eu adoraria que vcs ouvissem *fangirling* É muito bom!

Espero que nada tenha ficado confuso kkkk Todos os caps já estão prontos, então eu vou tentar postar um todo dia (são 10 no total)

Até o próximo ♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...