História Caneta


Escrita por: ~


Sinopse:
Não sei meu nome ainda -nunca me disseram e nunca me importei muito -, mas sei que sou muito útil. Não sei como sou, mas sei como a tinta que sai de mim escreve as mais diversas palavras. Já vi muitos caçoarem de mim, diziam que com a tecnologia eu seria substituída, assim como tantos outros amigos - os livros, o papel, a borracha. Esqueci dos comentários maldosos ao sentir seu toque e ver sua alma através da escrita. Não sei meu nome, não sei o que sou, mas sei que a amo. A amo por me fazer escrever beleza.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias Originais
Exibições 6
Comentários 1
Palavras 100
Terminada Sim

LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drabble

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Belas palavras...
1
6
100

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

O autor dessa História ainda não destacou nenhum comentário.