História Can't happen - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Cora Hale, Erica Reyes, Hayden Romero, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Scott McCall, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Tags Stydia Scallison Maleo
Exibições 40
Palavras 1.560
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpem 😥 aquele hot que falei no último capítulo não deu para postar. Não ficava bem na parte de hoje. No próximo capítulo tem de certeza mas quero continuar a ver tantos comentários como no capítulo anterior 😻👸

Capítulo 24 - Continuo gostando muito de você


Fanfic / Fanfiction Can't happen - Capítulo 24 - Continuo gostando muito de você

Pov Lydia

Eu, Allison e Kira estavam se maquilhando na casa de Kira quando o pai dela aparece na porta:

-Em casa a tempo dos remédios.

Eu e Allison olhamos uma para a outra, ela ainda não nos tinha contado para que eram os seus medicamentos e a gente cada vez ficava mais curiosa.

-Tudo bem, papai.

-Se divirtam, meninas, mas não demasiado!

-A gente já sabe. Estarei bem cedo em casa.

Ele saiu com um sorriso. Que senhor tão simpático!

-É agora que conta para a gente porque toma tanta medicação?

-Eu disse que contava no fim da festa.

-A gente precisa de saber. 

-Não stressa Alli, só se certifique que não bebo hoje. Corta o efeito da medicação.

Ela é tão provocativa. Saiu pegando sua jaqueta e deu uma voltinha enquanto ía pelo corredor, nos olhando com um sorriso traverso.

Allison olha para mim e faz uma cara de quem ouviu e preferia não ter ouvido.

-Relaxa Alli. Ela só quer se divertir mais hoje. A gente não larga do pé dela e voltamos para cá juntas.

-Eu só fiquei muito preocupada quando vi ela no chão e não sabia o que fazer. Se ela contasse a gente sabia pelo menos o que fazer.

Do fundo das escadas conseguimos ouvir os gritos de Kira.

"Venham logo! Não tenho a noite toda!"

Pegamos nossas bolsas e casacos e descemos

(...)

Narrador POV

A parte de fora da casa de Hayden já estava cheia de gente bebeda e vomitando nos arbustos. Era possível ouvir a música a km de distância e as luzes saíam pelas janelas abertas, iluminando grande parte da estrada. Sem dúvida, uma festa para recordar.

O jeep de Stiles chegou e dele saíram Isaac, Erica, Malia, Cora (com ajuda de Isaac) e como é óbvio, Stiles. Os reis do liceu tinham chegado mas nenhum deles vinha com muita vontade de festejar. 

Isaac e Cora íam ficar sentados toda a noite.

Erica ía aturar Jackson ("castigo injusto").

Stiles só queria encontrar Lydia e fazer aquela noite valer a pena.

Malia estava esperando Theo chegar. Talvez ela fosse a que vinha com mais predisposição para a verdadeira festa.

Eles entraram na casa e Hayden logo tratou de arranjar lugares sentados para Cora e Isaac. A noite deles foi memorável. Obviamente.

Stiles voltou para fora e procurou por Lydia. Logo que saiu viu ela saindo do carro de Kira e sorrindo assim que o viu. Ela se despediu das amigas e apressou o passo até Stiles.

-Oi!

-Gatos? Como que prefere gatos? Isso é tipo impossível...

-Eu acho que você está sendo obtuso. Gatos e cães são ambos boas opções.

-Aviso! Quando a gente for casada, não quero gatos em casa.

-Ah? A casa também vai ser minha. Não pode decidir tudo sozinho.

-Eu e gatos temos um mau historial. Primeiramente, sou alérgico...

-Nem precisa dizer mais. Não há gatos em casa! 

Eles riram e entraram em casa conversando sobre algo que só podia ter interesse para eles.

(...)

Erica e Jackson estavam dançando provocativamente mesmo perto da mesa só DJ e eram olhados por todos. Ela meio que gostava dessa atenção. Meio que despercebida pegou um copo e levou-o à boca. Nem chegou a sentir o cheiro do álcool porque Jackson pegou no copo e bebeu tudo.

-Qual é?

-Você não sabe que não pode beber?

-Não pode?

-Ai meu Deus que não era o suficiente ser Barbie tinha de ser burra. Quando a festa acabar vou na sua casa te levar e a gente pesquisa coisas que  você não pode mais fazer.

-Estraga prazeres.

-Prazer é o que eu mais dou. Quando quiser.

-Prefiro morrer seca.

-Seca? Qual seca? Não dou nem um 1 mês que tá apaixonada por mim.

-0 hipóteses.

-Quer uma aposta?

-Só se do outro lado da moeda estiver você se apaixonando por mim numa semana também.

-Fechado.

(...)

-Scott? 

-Oi amor! Eu...

-Não vem com essa do amor para cima de mim. Não me dá uma palavra todo o dia e desaparece depois das aulas? Não funciona assim.

-Eu sei, eu fiquei meio preso no treino de lacrosse e depois tiv ir com Liam no centro comercial. 

-Não podia ter dito nada? Scott, eu te mandei umas 20 mensagens e te liguei mais de 10 vezes. Tive de ligar para Liam. Ele me respondeu.

-O meu celular ficou no balneário, foi mal.

-Eu não sei se quero continuar assim.

-Assim? Continuar? De que está falando?

-Do nosso relacionamento Scott! Parece que é uma relação a 3, eu, você e o lacrosse. Ocasionalmente somos 4, também entra sua falta de responsabilidade.

-Eu sei que tenho feito borrada atrás de borrada mas tem de me dar outra oportunidade. Eu vou tentar ainda mais. Eu sei que gosta de mim, não desista por causa disto, por favor.

Ele quase que estava chorando. Retirou uma pequena caixa do bolso e mostrou a Allison o anel que tinha dentro. Era um fino círculo dourado com uma pedra média no centro. Allison olhou o anel e fez uma cara triste na direção de Scott.

-Eu aceito o anel quando sentir que está me dando o anel porque gosta de mim e não porque fez borrada e está tentando cobrir seu erro com um presente. 

Ele a olhou, fechou a caixa desapontado e a enfiou de novo no bolso das calças.

-Eu continuo gostando muito de você. Só quero saber o quão importante sou para si. Agora se me dá licença, tenho de voltar para junto de Kira.

(...)

-Você fez isso? 

-Claro que fiz Kira, Scott me ignora e eu quero saber qual o propósito de dizer que gosta de mim e dar mais importância a um jogo do que a mim. Simples.

-Eu te diria o que Scott vai fazer mas não faço ideia. Nunca nada até agora esteve entre ele e o lacrosse.

-Se ele se decidir rápido nem tenho de estar no meio.

-Ah, esquece isso e aproveita a festa que logo, logo tenho de ir para casa.

-Não me vou divertir agora.

-Vai sim. Vem comigo, vamos no banheiro.

-Que diversão!

O banheiro mais próximo, de acordo com Kira, era junto da sala de estar, o que significa que elas teriam de passar por todas aquelas pessoas para chegar lá. Elas vão se esgueirando por entre as pessoas, até que Allison tropeça nuns pés e cai. O dono dos pés levantou-se logo e ajudou ela a levantar. Logo que seus olhares se encontraram, eles tiveram aquela faísca. Foi como que uma atração, mesmo até para Allison.

-Não se machucou, pois não?

-Não, foi só uma pequena queda.

-Mil desculpas de qualquer maneira. Sou o Issac.

-E eu Allison.

(...)

Malia e Theo estavam simplesmente dançando, nada de especial. Porém, algo parecia diferente nele. Ele era muito fofo e tal mas era um idiota e ele estava até sendo genuinamente divertido, não sarcástico ou com aquele humor negro típico dele.

-Você está se sentindo bem?

-Muito. Porquê?

-Não está não, conheço você faz pouco tempo mas já deu para sacar que algo está errado.

-É que me deram uma conselhos e eu estou me dedicando a segui-los, por mais desconfortáveis que sejam.

-Tipo o quê?

Ele levou as mãos ao ar e fez aspas com os dedos.

-"Não a deixe sozinha." "Tente se mostrar interessado". Coisas assim.

-Bem, eu gostei de você antes, por mais incrível que isso pareça. Acho que não precisa muito de mudar.

-Acho que não.

(...)

Stiles e Lydia estavam se divertindo imenso, até mesmo a ruiva que detestava aquele tipo de ambiente. A música estava demasiado alta para qualquer um conversar, as luzes a impediam de ver o seu parceiro de conversa e aquele cheiro lhe dava vómitos. No entanto, nada parecia ter muita importância quando estava com Stiles. Ele era muito divertido e seria simplesmente uma mentira dizer que ele não era atraente, afinal, aquelas pintinhas combinavam com seu tom de pele e a sua camisa xadrez parecia feita à medida, assentando-lhe às mil maravilhas.

O moreno por seu lado, estava maravilhado com este novo lado de Lydia. Ela era tão inteligente que conseguiu ele aceitar ter um gato em casa, mesmo sabendo que é alérgico. Claro que o aspecto físico dela só ajudava. O cabelo alaranjado sobressaia nas luzes e fazia os seus olhos verdes dela parecerem ainda mais hipnotizantes. O seu macacão verde tropa remarcava as suas coxas e tornava o seu tom de pele menos pálido. 

Eles estavam bem no meio de uma conversa sobre as suas músicas e bandas prediletos quando o celular dela vibra no bolso e ela o retira do mesmo para ler a mensagem.

"Estamos lhe esperando no carro. -Kira"

-Me desculpe, tenho de me ir embora. Minha carona já está me esperando.

-Se não quiser interromper a conversa eu posso sempre te levar em casa.

-Acredita que adoraria, mas não vou dormir em casa e parece-me mal chegar depois da Alli e da Kira.

-Claro, adorei esse encontro.

-Beta.

-A gente vai ter um encontro de verdade muito proximamente, eu tava treinando o que vou dizer no fim.

-Adeus, Stiles.

(...)

Hayden e Liam estavam no quarto dela deitados debaixo dos lençóis contando histórias sobre fantasmas no escuro.

-Acha que alguém notou sua falta?

-Havia cerveja suficiente para uma semana de festas. Eles não precisaram de mim para nada. 

-Ainda bem, porque não vão ver você por mais umas horas.

Liam ergue-se e beija Hayden suavemente, parando apenas para lhe tirar o vestido e para ela lhe tirar a camisa.

(...)

Durante todo o caminho até casa de Kira, as meninas só falaram da relação de Scott e Allison. Lydia achou que tinha sido rápido demais e Kira dizia já prever isto. "Scott sempre foi assim".

Assim que entraram em casa, Kira pegou uns comprimidos de dentro de uma caixa azul pequena e os engoliu com ajuda da água.

-Vai contar para nós agora ou quer esperar até amanhã também?

-Ah, claro. Eu tenho depressão.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...