História Can't Stop What You Got - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Jinkook, Jkook, Lemon, Namkook, Romance, Sugakook, Taekook, Vkook, Yaoi, Yoonkook
Exibições 132
Palavras 1.744
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo pra vocês <3
Espero que estejam gostando da fic tanto quanto eu estou gostando de escreve-la. <3

Desculpem qualquer erro, estou me esforçando pra sempre re-ler os capítulos antes de postar mas as vezes escapa alguma coisa :v

Capítulo 6 - Cap6


Fanfic / Fanfiction Can't Stop What You Got - Capítulo 6 - Cap6

- Meu Deus, que merda!!! - Taehyung repetia a frase sempre que podia enquanto andava pelas ruas sem um destino certo.

Se sentou na calçada colocando as mãos no rosto, estava suando frio, como poderia gostar de Jungkook daquela maneira? Ele era homem!

Fora que não conseguiria nem se colocar no lugar de Jungkook no dia em que ele se assumiu para a sua família e amigos, ele foi tratado como um doente e perdeu uma grande parcela de suas 'amizades', aquela época foi extremamente ruim para Jeon e Taehyung percebia o quanto seu amigo estava sofrendo, então mesmo contra sua vontade, sugeriu que Jungkook fosse morar com seu namorado no outro lado da cidade, mesmo sabendo que ficaria longe da pessoa que mais amava, decidiu que seria melhor aconselha-lo a ir embora do ambiente que estava o fazendo tão mal, após um ano distante, decidiu se mudar para o mesmo bairro de Jimin, não suportaria ficar longe de seu Kookie.

Teve de mentir para seus pais, falar que estava sofrendo bullying na escola e que queria o mais rápido possível sair do bairro em que morava, no final das contas acabou conseguindo alugar uma casa para morar sozinho, sua família confiava nele e sabiam, ou pelo menos achavam que o mesmo seria responsável morando sem eles.

Taehyung interrompeu o flashback em sua cabeça, todas as coisas que tinha feito para ficar perto de Jungkook só faziam ele pensar ainda mais em como esteve apaixonado pelo seu amigo desde o primeiro dia em que o viu, corrigindo, só faziam ele lembrar que estava apaixonado por um garoto há anos.

- Precisa de alguma coisa?

Olhou para cima vendo uma figura de pé a sua frente e sentiu seu corpo queimar por dentro.

- Não entendi - Taehyung falou olhando com uma certa raiva para Min Yoongi, nunca tinha sequer falado com aquele menino, mas sabia que ele estava afim de Jungkook e aquilo incondicionalmente o despertava uma carga de ciúmes maior do que podia controlar.

- Você está sentado na calçada da minha casa. - Yoongi disse sério.

Olhou a casa atrás de si, jamais imaginaria que estava sentado justo na frente da casa de Yoongi, a vida era engraçada.

- Ah, foi mal - se levantou batendo a mão na calça para tirar a poeira - não sabia que era sua casa.

- Olha, eu não tenho muito tempo disponível, ainda mais pra você, diz logo o que quer me dizer.

- Cara, é sério, eu não sabia que era sua casa - falou olhando com um semblante estressado para Yoongi, aquele olhar frio dele era insuportável - não tenho nada pra falar contigo.

- Okay - sorriu debochado - quando tiver coragem para falar comigo, me procure, só por favor não fique sentado na minha calçada esperando que eu adivinhe o motivo do seu estresse porque isso não é do meu interesse, embora eu tenha uma leve idéia do que se trata.

Taehyung sentiu como se fosse explodir de tanto ódio que estava sentindo naquele momento, o que ele estava insinuando? A personalidade daquele menino era horrorosa! Como Jungkook conseguia ficar perto dele?

Virou o rosto e saiu dali o mais rápido que pôde, não queria brigar, mas ouvir a risada baixa de Yoongi enquanto se afastava era quase como um convite para fazê-lo, fechou os olhos com força e continuou andando cada vez mais rápido para chegar em casa logo, a vida era traiçoeira.

...

Chegou em casa e se jogou no sofá querendo relaxar, respirou fundo tentando esquecer sua raiva e olhou as horas em seu celular, já eram mais de 13:00hrs, mesmo cansado decidiu se levantar e ir pro quarto ver como Jungkook estava devido a um barulho alto de algo caindo, abriu a porta rapidamente.

- Aish!!! - Jungkook se assustou com o som brusco da porta se abrindo e deu um pulinho batendo a cabeça na madeira da cama, estava de quatro com a cabeça embaixo da mesma tentando pegar seu celular que tinha ido parar ali de alguma forma, aquilo era sugestivo.

Taehyung riu alto e correu pra ajudar Jungkook que estava gemendo de dor com uma expressão emburrada e infantil, mas continuava lindo, ajudou o menor a se levantar e pegou o celular dele debaixo da cama, o deixando na cômoda ao lado, o moreno até tentou pega-lo mas foi impedido.

Taehyung estava segurando sua mão, e ele estava realmente próximo, Jungkook tentou fugir daquele contato mas já estava prensado contra a parede.

- T-Tae - a voz saiu tremida - o que você está fazendo?

- Diz de novo - o loiro falou baixo no ouvido de seu amigo, o abraçando pelo pescoço e encostando seu corpo no dele de uma forma bem... íntima - diz meu nome, Kook... - disse mordendo o lóbulo da orelha de Jungkook e passando a língua ali devagar, descendo lentamente para quase chegar no pescoço.

- P-para! Taehyung - queria empurra-lo, mas aquele toque era tão bom, so não queria admitir aquilo, querendo ou não ainda estava compromissado com Jimin - por favor...

- Não consigo - Taehyung riu com malícia, ele parecia outra pessoa - eu te quero muito... - colou sua testa na de Jungkook o olhando nos olhos, suas bocas estavam a milímetros de distância.

- Hyung... eu não posso, você sabe! - falou virando um pouco o rosto, envergonhado.

- Só hoje... eu juro, eu evitei isso por tanto tempo... por favor, kookie... eu não aguento mais te ver e não poder fazer nada - sua voz soou meio chorosa.

Jungkook estava tão confuso, nunca tinha imaginado que Taehyung o agarraria daquele jeito, mas ele estava sendo tão carinhoso naquele momento.

Nem cogitou pensar em Jimin dessa vez, apenas voltou seu rosto se frente para seu melhor amigo e o abraçou de volta.

Taehyung entendeu o recado, um "eu te amo" saiu automaticamente da sua boca, antes da mesma finalmente encontrar a de Jungkook, a sensação que estava sentindo naquele momento era algo tão bom e ao mesmo tempo tão novo, que parecia que nada mais importava naquele momento, ele estava beijando Jungkook! Seu mundo tinha parado ali, nada mais realmente importava, só queria que aquilo durasse para sempre, tinha esperado tanto tempo...

Ficaram se beijando um bom tempo, o loiro tirou os braços do pescoço de Jungkook e o abraçou pela cintura, o trazendo mais pra si ao mesmo tempo em que o colocava mais forte contra a parede, ouvindo alguns gemidos abafados do menor, aquele era melhor som do mundo.

- Aah aish - se afastou um pouco - chega Tae, já está tarde pra mim, eu tenho assuntos importantes pra resolver em casa.

- Vai continuar com o Jimin? - disse enciumado, mas aproveitou para dar alguns selinhos em Jungkook, que ficou cabisbaixo sem saber o que responder. - você sabe que sempre vai ter um lugar comigo, não sabe Kook? - selou os lábios novamente em um beijo apaixonado, queria fazer o tempo valer a pena, já que não teria Jungkook de novo caso esse fizesse as pases com seu namorado.

- Obrigado, Tae - afastou os lábios, abraçou Taehyung e se afastou de vez, sentou na cama e calçou seus tênis, - obrigado mesmo, agora preciso ir...

- Tudo bem - sorriu meio chateado. - me manda uma mensagem quando chegar.

- Pode deixar - retribuiu o sorriso, aquilo era a visão do paraíso.

...

Jungkook adentrou o apartamento encontrando Jimin sentado no sofá.

- Demorou, não vou nem perguntar onde você estava, não quero mais saber.

- Eu estava na casa do Taehyung, Jimin...

- Você gosta mesmo dele não é? - perguntou olhando para Jungkook pela primeira vez desde que ele entrou.

- Sim eu gosto... mas é você que eu amo Jimin...

- A roupa que você estava usando hoje de manhã era dele?

Jungkook exitou, tinha medo de falar que era de outro menino e aumentar ainda mais a raiva e os ciúmes de Jimin.

- Não...

- Legal - falou fechando os olhos - Jungkook não podemos mais namorar.

Ouvir aquilo era como se fosse levar uma facada, com a diferença de que a dor psicológica parecia torturar mais.

- Por que? - estava se segurando pra não chorar, sabia que não era a hora.

- Simplesmente não da mais, eu pensei muito sobre isso e acho que é melhor terminarmos agora que ainda tem como convivermos bem um com o outro como amigos, eu não quero te mandar embora, você não tem pra onde ir e mesmo depois de separados eu sempre vou querer seu bem, jamais vou te deixar voltar para aquele bairro.

- Jimin... por favor... é isso que você quer mesmo?

- Eu não quero, eu preciso.

- Tudo bem. - fechou os olhos para disfarçar as lágrimas que se formaram e já estavam querendo cair, precisava encarar os problemas como gente grande. - onde eu vou dormir?

- Eu queria te deixar com o quarto, mas você tem escola todo dia então é melhor ficar na sala para não acender a luz no meu rosto de manhã, vou arranjar um lugar aqui para você colocar suas roupas.

- Okay... - sua voz saia tremula, queria ir embora dali, estava se sentindo mal e o clima não ajudava muito.

- Agora vou dormir, passei o dia na rua, tem comida de ontem na cozinha, se quiser refeição nova vai ter que fazer. - saiu.

Jimin tinha ficado frio, nem parecia estar afetado com o fim do seu namoro de 2 anos, Jungkook o observou ir pro quarto e deitou no sofá pegando seu celular e secando algumas lágrimas, decidiu responder Yoongi e avisar Taehyung sobre seu término.

Jungkook : Suga <3

São só alguns problemas pessoais, por favor não se preocupe.

Antes de escrever uma mensagem para Taehyung recebeu a resposta de Yoongi.

Yoongi : Pode vir aqui em casa?

Jungkook : Agora? Eu estou meio ocupado...

Yoongi : A professora de matemática passou matéria nova e pediu pra eu te passar, é para prova de amanhã, mas se não puder vir mesmo... eu entendo.

Como assim ela tinha passado prova (de uma matéria nova ainda por cima) para o dia seguinte?

Jungkook : NOSSA, bem, to indo aí né, acho que não tenho escolha mesmo kkk.

Yoongi : Vem ;3

Jungkook pegou sua mochila e saiu rumo a casa de Yoongi, não se preocupou em avisar Jimin, não o devia mais satisfações.

...

Toc Toc

- Oi, Jeon - Suga sorria de uma forma brilhante naquele dia.

- Oi - sorriu.

- Entre.

- Que história é essa de prova? - disse adentrando na pequena e aconchegante casa de Yoongi.

- Não tem prova nenhuma - riu, deixando Jungkook confuso - eu queria te ver - falou sorrindo se aproximando do mais novo.


Notas Finais


Esse foi o capítulo mais difícil de escrever na minha opinião.

aushausjaus NÃO ME MATEM!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...