História Canto escuro de um estacionamento - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Big Bang
Personagens G-Dragon, T.O.P
Tags Choi Seunghyun, Gtop, Kwon Jiyong
Visualizações 33
Palavras 845
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Droubble, Fluffy, Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Único;


Jiyong encontrava-se encostado em seu carro em um canto escondido de um estacionamento qualquer. O dia já estava no fim, e esse fenômeno era um dos favoritos de Jiyong. Ver o dia virar noite era um dos seus passatempos preferidos, mas naquele dia sua ansiedade o impedia de apreciar aquela visão.


Seu peito queimava, e seu estômago está um pouco gelado de mais, sabia que ele chegaria a qualquer momento e só o pensamento o deixa inquieto. Olhou o relógio em seu pulso que é constatou que faltava apenas alguns minutos para que ele aparecesse. Não aguentava mais a saudade dele.

Estava deitado no capô do conversível  vermelho enquanto uma música do Bowie tocava baixinho no rádio do carro quando ouvi o som conhecido do carro adentrar o estacionamento. Já estava escuro e o frio já incomodava o mesmo, mas tudo em si se aqueceu ao ver o figura alta e elegante sai do carro com um sorriso nos lábios.

Sem pensar duas vezes correu de encontro ao rapaz e pulou em seu colo entrelaçando suas pernas em sua cintura, o maior o sustentou sem dificuldade e sorriu ao ver os olhos um pouco marejados do ruivo pendurado em si.

- Você sentiu tanta saudade assim? - Pergunto sorrindo de forma convencida fazendo o menor revirar os olhos.

- Cala boca! Não vim aqui para conversar. - Seus lábios frios foram de encontro aos do moreno o fazendo arfar em surpresa. Só agora, com os lábios de Jiyong nos seus, percebeu o quão necessitado estava dos carinhos do mesmo. Jiyong fisgou o lábios inferior do maior entre os dentes pálido arrancando um gemido contido do mesmo. Pulo de volta ao chão puxando o maior pela blusa até onde se encontra anteriormente, sentou-se no capô do carro e puxou novamente o maior para cima de si.

SeungHyun, entendendo o recado,  o puxou para mais perto  pondo-se entre suas pernas que logo foram entrelaçadas juntado ainda mais seu corpo e fazendo ambos arfar com o contato mais íntimo mesmo por cima de todo aquele pano.

Voltaram a se beijar ferozmente tentando matar toda aquela saudade com apertos, mordidas, palavras sujas sussurrada, e gemidos contidos. Jiyong já se encontrava sem camisa a essa altura e o calor entre os dois era quase palpável.

- Precisamos sair daqui antes que acabe te dando aqui mesmo. - SeungHyun riu rente a pele do pescoço deixando mais um chupão lento no local fazendo Jiyong tombar a cabeça para trás e apertar os pelos da nuca do mais velho. Seus lábios se encontram novamente enquanto as mãos pálida desciam pelo abdômen do mais velho e param emcima da tecido da sua calça jeans apertando o local fazendo o corpo do mesmo estremecer é um gemido rouco alcançar os ouvido de Jiyong que sorria de um jeito provocativo.

- Você sabe que não temos muito tempo, tenho que voltar para aquele inferno daqui alguns minutos. - Disse tirando Jiyong de cima do carro mas sem tirar o braço da cintura do mesmo, mantendo os dois colocados enquanto o menor abria a porta do banco traseiro. Quando o fez, empurrou Jiyong para o banco e sentou em seu colo voltando a beijar a pele pálida do pescoço do mesmo.

- Invertendo papéis, huh? - SeungHyun riu. Normalmente era Jiyong que ficava em seu colo, mas não hoje.


- Que foi? Não gosta? -  Provocou mexendo seu corpo um pouco recebendo um gemido do outro em resposta. Mas alguns beijos e gemidos quando a voz falha de Jiyong se fez presente novamente:


- Gosto muito, mas vamos logo com isso antes que meu pau exploda. - Outra risada alta vindo do mais velho.

O que aconteceu dali em diante fora um borão para ambas as partes. Quem olhasse de longe não imaginaria que ali em um canto escuro duas pessoas corroído de saudade uma da outra matava todo esse sentimento entre gemidos, declaração de amor e beijos acalorados e estocadas certeiras.Queriam que esse momento juntos durasse para sempre mas logo um deles teria que partir, deixando o outro com aquele vazio no peito novamente.

- Falta quanto tempo para sua volta? - Jiyong perguntou enquanto fechava a calça que usava.


- 5 meses mais ou menos. - O mais velho respondeu procurando os lábios do outro no escuro. Se beijaram delicadamente enquanto tentavam a todo custo adiar a despedida iminente.


- Eu preciso ir. - O mais velho disse em um tom dolorido como se algo em si estivesse se rompendo.  Jiyong suspirou em resposta apertando a mãos alheia. Seung afagou os cabelos menor e deixando um selar nos lábios do mesmo, saiu do carro. Escolheu apenas selar os lábios já que se o beijasse de verdade não conseguiram parar.

Pelo vidro Jiyong podia ver seu amado se afastar em passo largos e elegantes. SeungHyun, com um movimento rápido virou-se para o mais novo é moveu os lábios em um "eu te amo" vagaroso e sorriu da maneira infantil que só ele sabia arrancando uma risada boba do outro antes de entrar no carro e sumir por completo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...