História Captain Swan- Recomeço - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Elsa, Emma Swan, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Vovó (Granny), Xerife Graham Humbert (Caçador)
Exibições 36
Palavras 2.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou cansada de escrever, vamos para o Cap 😂😂

Capítulo 17 - Jantar com visitas


     Emma pov's:

Será que eu dormi demais? Acordei e já estava escuro. Meu Cristo, ok eu durmo muito, mas não tanto né. Senti alguém me segurando pela cintura e sem raciocinar gritei e comecei a bater na pessoa pois, como estava escuro, não conseguia ver o rosto.

Killian- Ai Swan, para de me bater. O que houve?- falou a pessoa que estava do meu lado e ascendeu a luz, porém nem precisava pois eu reconheci imediatamente quem era por sua voz, e me arrependi mentalmente por ter começado a dar crise.

Emma- Desculpa Killyzinho, não tinha visto que era você.- falei dando beijinhos onde havia batido.

Killian- Se toda vez que você se arrepender de me bater você me recompensar assim, pode ficar a vontade para me bater de novo.- falou com seu tom carregado de malícia e virou o rosto para eu bater. Dei um tapa e beijei de novo seu rosto, ele virou o rosto e me beijou, um beijo necessitado e totalmente apaixonado, paramos pela falta de ar e fomos chamados pela tia Cora para jantar.

Emma- atrapalhados pelo ar e pela tia Cora.- falei revirando os olhos e rindo.

Killian- Me lembre de agradecê-la.- fez uma cara de falsa revolta que ficou super fofa.

Emma- Ai que fofoooo.- apertei suas bochechas.

Killian- Sai Swan. - falou dando tapinhas na minha mão para soltar suas bochechas. 

Emma- ta bom então, não fala mais comigo.- fiz birra e cruzei os braço virando o rosto.

Killian- Não, pode aperta a vontade quer ver, eu aperto para você, eu até grito olha, EMMA SWAN TEM O NAMORADO MAIS FOFO DE TODOS, mas não fica sem falar comigo.- ele falou praticamente se jogando nos meus pés, comecei a rir igual uma louca e ele só fez biquinho.

Emma- Para de bobeira, nunca pararia de falar com você amor.- Ele sorriu como uma criança quando falei essas palavras, fiquei meio que sem entender.- O que foi? Você não gostou de ser chamado assim? Desculpa eu não...

Killian- E a primeira vez que você me chama de amor- ele me interrompeu.

Emma- Ah é isso, mas você é meu amor, meu amor, meu amor,meu amorr.- Falei dando um beijo em seu pescoço, sua bochecha, seu queixo e por fim, em sua boca. Ele logo correspondeu e me beijou de forma delicada, como eu amava seus beijos, eram viciantes. Logo para mais uma vez pela falta do nosso querido ar.

Cora VOCÊS DOIS VEM JANTAR AGORA PORQUE TEMOS VISITAS.

Emma- Parece que nada está ao nosso favor hoje- falei rindo, ele me olhou e riu também.

Cora- SE VOCÊS NÃO DESCEREM EM 5 MINUTOS EU VOU AÍ EM CIMA E VOU TRAZER VOCÊS PELOS CABELOS.- Ela gritou mais uma vez, nos olhamos e já sabíamos o que iríamos fazer depois disso, saímos correndo do quarto igual dois condenados e fomos para a sala de jantar.

Killian- Boa noite família.

Todos- Boa noite.

Regina- Parece que lá em cima estava bom né?- falou nos olhando de uma forma maliciosa, não acredito no que ela acabou de falar, na frente da nossa professora.

Emma- REGINA!!- A olhei fuzilando-a com o olhar, porém ela e Zel começaram a rir.

Killian- Não fizemos nada pois a Senhora aqui- Disse apontando para sua Tia- Não parava de nos gritar.- Fique o imediatamente vermelha com seu comentário e dei uma cotovelada em Killian.- Ai Swan,você bate forte demais, que agressividade.- falou passando a mão onde eu tinha dado a cotovelada.

Emma- Isso e para você aprender a parar de falar besteira.- Falei e fui me sentar. Killian sentou ao meu lado esquerdo e Zelena ao meu lado direito com Regina a sua frente do lado do Marido de Mary e em seu lado esquerdo Mary, na ponta estava Cora rindo de toda a cena.- Boa noite Mary e...

James- James, me falaram que você é uma ótima aluna Emma.

Emma- Tenho que ser, para manter a bolsa, sua esposa também é uma ótima professora.

Branca- Obrigada Emma, falando em aula, como vai o trabalho de vocês.- ihh ferrou, nem tínhamos começado a fazer por causa do Lucas.

Emma- Ehr... Ham... a gen..

Killiam- A gente não começou a fazer por que a Emma estava com certos problemas e eu a estava ajudando a resolver.- ele me interrompeu antes que eu falasse algo errado e colocou suas mãos sobre a minha que estavam em meu colo.

Branca- Mas é algo que devemos nos preocupar? Qualquer coisa pode contar conosco.- Ela falou preocupada, mas porque? Pelo visto vou ficar sem entender.

Emma- Não, não mesmo, não se preocupem, coisas de família, só isso.- falei a acalmando.- Sem querer ser chata, longe disso, mas o que vocês estão fazendo aqui?- perguntei e Elsa jogou uma bolinha de guardanapo em mim para me fazer calar, eles riram fraquinho da cena.- Desculpa se fui mal educada, não queria ser.

Branca- Não se preocupe minha querida,estamos aqui pois somos amigos da família a muito tempo.

Zelena- Sério? Você era viva quando minha mãe era criança?- Zel perguntou colocando os dois cotovelos na mesa e as apoiando sua cabeça.

Cora- Zelena, pelo amor, eu não sou tão velha assim.- Ela falou passando as mãos pelo coque em que estava.

Zelena- Fala isso para a calculadora.- falou dando uma garfada. Estava tentando me segurar para não rir, todos estavam tentando.

Cora- Para de ser abusada menina.

Zelena- Foi mal mãe RS

   Branca pov's:

 Minha filha estava linda, estava feliz pelo o que havia visto, parecia ser uma menina muito bem educada.

Branca- Parece que vocês sempre foram bagunceiros né?- perguntei tentando saber mais sobre minha filha.

Cora- Sempre, eles quatro viviam fazendo besteiras quando pequenos, apesar da Emma não morar conosco, ela vinha as vezes aqui, eles aprontaram de tudo.

Regina/Zelena/Emma/Killian- DONA CORA.

Regina- Vai queimar nosso filme com a professora, por favor.- comecei a rir baixinho.

Branca- Ah, eu queria saber, essas informações bem que poderiam render um ponto na média de vocês neh?- falei me fingindo de triste so para tentar saber mais.

Zelena- Porque privariamos nossa ilustre professora de saber dos nossos micos de infância. De maneira nenhuma, conte mãe. - ela falou como se isso fosse um absurdo, pelo visto consegui o que queria.

Cora- Bom, continuando, uma vez levei o Killian e a Zelena para o parque, mas eles não se davam nada bem quando criança.

Emma- Amo essa história. Não me canso de ouvi-lá.- falou colocando sua cabeça encima de suas mãos.

Zelena- Ama porque não foi com você palhaça. - Disse tacando uma batata na Emma que pegou a tampa de uma panela para fazer de escudo, e tão bom ver que minha Filha tem gente que a ama.

Cora- Vocês duas, parem de briga na mesa e não me atrapalhem quando eu estou tentando acabar com suas reputações- Ela falou fingindo estar seria, porém logo começou a rir e foi acompanhada pelas duas.- Bom, como eu ia dizendo, eles não se davam muito bem, por isso os levei lá , para eles fazerem as pazes. Passamos por um lago onde tinha um banco de frente para ele e estava cheio de pombos, Zelena me pediu o pão para dar para os bichinhos, só que Killian, para perturbar, disse que ele que iria dar e tentou tirar pão da mão da Zel, nisso um puxava para um lado, outro puxava para o oposto até que a Zel puxou tão forte que levou o pão e o Killian para dentro do lago- todos nós começamos a rir- ele ficava " Zelena sai de cima de mim,você está tentando se salvar me afogando garota?" E ela " Quem mandou implicar comigo, agora aguenta". Foi um dos dias mais engraçados da minha vida.- todos nós estávamos rindo menos Zelena e Killian.

Killian- E o mais vergonhoso do meu.

Emma- Wontt, ficou todo vermelho gentih.- Disse dando um selinho no Killian, pude perceber James fechando os punhos e eu não pude deixar de soltar uma risada, " pai ciumento" pensei.

Cora- Bom, o da Regina foi um dos melhores, ela decidiu que ia perseguir seu namoradinho e acabou arrastando a Elsa para isso pois ela era mais nova e era o cãozinho da Regina, elas foram 20hrs atrás do menino, quando chegaram em sua casa a Regina teve a brilhante ideia de subir na frente da árvore da janela dele. Ela ficou lá um tempão até ver uma cachorro correndo para perto da árvore e Elsa gritando para ela descer já que ela estava do outro lado do cercado. O desespero foi tanto que ela não desceu pela escada que havia colocado perto da árvore ela somente pulou da árvore caindo no chão e quebrou a unha, isso mesmo, a unha, ela foi com a Elsa para casa correndo igual uma louca e gritando que tinha quebrado uma unha. - estavamos todo rindo da barriga doer menos Regina que estava repleta de vergonha.

Regina- Gente, eu quebrei minha unha, ela estava linda. Não me julguem- ela tentou segurar o riso, porém não conseguiu e riu junto com todos nós.

Cora- Agora é a Emma, meu pai,essa daí eu tenho um dicionário de besteiras. Só fazia m atrás de m.- minha filha ficou totalmente corada.- Eu, como era a madrinha dela enquanto ela estava no orfanato, era sempre chamada por algo que a Emma fazia. 

Certa vez fui chamada ao orfanato pois ela havia encontrado uma algema..

Emma- Vai contar logo essa? Tantas melhores.- Ela interrompeu tentando fazer Cora mudar de opinião, agora estava curiosa para saber o que havia acontecido, minha filha havia me puxado, vivia aprontando esses tipos de coisas.

Cora- Não tem nenhuma melhor,agora deixa eu terminar de estragar sua reputação em paz. Desde já, agradeço.-ela falou e Emma comecou a rir e assentiu para ela continuar.- Ela achou a algema de um policial que havia ido lá e tinha esquecido, essa cabecinha de gênio teve a brilhante ideia de algemar o garoto que ela gostava com ela. Ela foi até ele e disse que queria ver como funcionava aquilo e disse que iria colocar em só uma mão dele, ela colocou no garoto só que em seguida prendeu em si mesma, o mais engraçado foi ela dizendo " Agora você está preso pela algema do nosso amor"- Nao conseguia parar de rir, minha filha era idêntica a mim, uma vez havia aprontado uma dessas com o James, mas foi com uma corda, nada tão preso kkk.- o pior foi que a algema não tinha a chave, tivemos que esperar três horas até o policial chegar e tirar a algema deles. O garoto correu para longe dela como se ela fosse um bicho prestes a o tragar.

Tentava parar de rir, porém era praticamente impossível, James chegou para perto de mim dizendo que ela era igual a mim, sorri com seu comentário, esse comentário me fazia tão bem.

     Emma pov's:

Agora me diz, porque as pessoas gostam de contar nossas histórias mais envergonhantes?Ok que essa é bem engraçada, mas pra mim não tem graça, ela terminou de contar e eu estava parecendo um tomate de tão envergonhada.

Killian- Woonnt, My Love ficou com vergonha, que bonitinho- Disse apertando as minhas bochechas, tirei suas mãos rapidamente.

Emma- Sai Killian.

Killian- Swan?- Ele perguntou colocando as mãos em meu rosto, seu semblante ficou sério imediatamente.

Emma- Hm?

- Me lembre de nunca deixar uma algema perto de você.- Ele disse e comecou a rir com todo mundo, comecei a dar vários tapas nele que ria de todos parecendo que eles estavam fazendo cosquinhas, desisti de dar tapas e me virei cruzando minhas mãos fazendo biquinho.

Killian- Não fica assim Love, iria adorar ficar Preso com você por 3 horas.- me abraçou pelas costas e depositou um beijo em minha nuca que estava exposta pois estava de coque, esse simples gesto fez com que eu me arrepiasse toda e descruzasse meus braços e os apoiasse encima dos dele.

Elsa- Que bonitinho, acho que vou vomitar arco-íris.- Ela falou sarcástica, revirei os olhos e mandei língua para a mesma.

  O resto do jantar foi maravilhoso, com risadas, mais histórias engraçadas e quase todas minhas pois eu era quem mais aprontava, logo subi pedindo licença pois estava com muito sono. Dei um beijo em Killian e subi. Entrando no quarto que pude perceber melhor que ele era lindo, (n/a: foto de capa) bem espaçoso,era bege ecom branco os lençóis de cama da mesma cor, havia também dois criados mudos do lado da cama e uma escrivaninha e do lado dessa escrivaninha fica uma cômoda Branca enorme que ficava de frente para um espelho que cobria a parede inteira, havia uma espreguiçadeira no canto do quarto, tinha uma TV pequena pendurada na parede e o quarto também possuía um banheiro e um closet pequeno, o quarto era digno da casa onde estávamos, não só o quarto era lindo como a casa inteira. Peguei meu pijama na mala e anotei mentalmente que eu iria ter que desfazer minha mala amanhã depois da escola. Fui para o banheiro e tomei um longo banho, coloquei minha roupa e fui deitar e rapidamente dormi.

       ~~~~~~¤~~~~~~

Emma- Ahhhhhh.- acordei gritando suada pois tinha acabado de ter um pesadelo com Lucas, vocês ja devem imaginar como.

Killian- Aconteceu algo Love?- Ele disse entrando preocupado, somente ele ouviu pois nossos quartos são mais afastados dos outros.

Emma- Desculpa por te acordar Killy. Foi um pesadelo, um horrível pesadelo.- susurrei passando a mão em meu rosto para tirar os fios que estavam grudados no suor de meu rosto e só nesse momento percebi que estava chorando, Killian se aproximou e deitou ao meu lado, deitei encima de seu peito e ele começou a fazer carinho em meus cabelos.

Killian- Durma minha pequena, não se preocupe só foi um pesadelo,  estarei aqui com você a noite toda.- Ele falou e deu um beijo no topo de minha cabeça, começou a cantarolar uma música de ninar. 

Emma- Eu te amo!- falei praticamente entregue ao sono e antes de apagar completamente pude ouvir em resposta um " Também te amo minha pequena".









Notas Finais


Gente postei hoje pois amanhã irei para a casa da minha avó pois é ela que vai me levar para fazer a prova no domingo, então provavelmente não irei postar nem amanhã nem domingo. Peço a oração de vocês para que eu consiga passar nessa prova e para quem é ateu manda pelo menos sorte para mim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...