História Caramel Macchiato - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, Won Ho
Tags 2won, Hyungwon, Hyungwonho, Wonho
Exibições 227
Palavras 2.116
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


perdoa a capa zoada, mas essas fotos são essenciais para ajudar vocês imaginarem melhor o capítulo :3
aliás se quiserem ouvir because of u enquanto estão lendo, fiquem a vontade.
boa leitura ~

Capítulo 9 - A canção


Fanfic / Fanfiction Caramel Macchiato - Capítulo 9 - A canção

Hoseok acordou lentamente com o loiro deitado em seu peito, a voz ainda rouca ressoou um bom dia manhoso na orelha do outro. Hyungwon se sentia mais preguiçoso hoje, desejava poder ficar em meio aos braços do moreno o dia inteiro. Dentre os segundos que passavam expulsando o sono e aproveitando o começo daquela manhã, Hoseok se recordava de tudo o que aconteceu naqueles quatro meses, no primeiro mês tudo parecia um sonho e essa ideia voltou a sua mente ao aceitar enfim morar junto com Hyungwon. Faziam poucas semanas que a mudança se completara, entregou seu apartamento e ganhou um espaço para suas coisas no closet do loiro, agora o lado esquerdo da cama já possuía sua forma e todo o lençol era impregnado pelo cheiro do casal. Sua escova de dente estava junta com a do outro, possuía uma caneca favorita para os seus cafés e seu chaveiro, o mesmo que ganhara no dia do parque, continha a chave do apartamento, Hyungwon fez questão de emoldurar sua foto favorita com Hoseok e por sobre a cômoda da tv.

Eles se dirigiam a empresa, especificamente ao estúdio, para fazer os últimos ajustes na música e enfim gravar. Hoseok havia treinado arduamente nesse último mês, queria que Hyungwon sentisse orgulho de si, e também, compensar com esforço o presente que havia ganho do loiro. O elevador avisou que estavam no quarto andar e um frio subiu pela espinha do moreno, Hyungwon segurou na mão do outro o guiando até a sala já tão bem familiarizada com a presença dos dois.

Kihyun já havia chegado e não estava sozinho, ao seu lado se encontrava uma pessoa pouco mais baixa de fios castanho claro, no qual foi apresentado como o produtor musical de muita confiança do outro. Changkyun, assim que se chamava, apresentou seus projetos e arranjos, dando vida a música. 
         O restante da tarde tomou um só caminho, eles gravavam juntos, separados, revisavam e gravavam de novo. Entre duas pausas para se alimentarem. 
         Hoseok já se sentia cansado, aquilo não chegava nem perto dos seus treinos, ás vezes falhava por nervosismo e tinha que recomeçar, outras não conseguiam a harmonia exata entre eles.

A noite chegou com rapidez e o peso pousou nos ombros presentes daquela sala, eram apenas os quatro trabalhando, Changkyun que beirava a linha do estresse pediu por mais uma pausa, recebendo do companheiro ruivo um pouco de massagem em suas têmporas.  Hyungwon se acomodou ao sofá de couro trazendo para junto de si o corpo do moreno. Hoseok se deitou no colo reconfortante e em meio ao cafuné em seus fios conseguiu descansar um pouco.

Revigorados e depois de uma boa dose de café feito por Hoseok, voltaram as gravações. Agora tudo corria normalmente, os erros foram básicos e já se era possível sentir o amor que a canção passava. Claro que houveram mudanças na letra, acrescentaram detalhes femininos em coisas simples, sem mudar o sentido e a ideia sobre dois amantes. 
         Já passava de duas da manhã quando a chave girava na porta do estúdio e ambos os casais tomavam rumo de seus respectivos carros. Hyungwon e Hoseok ainda sentiam a adrenalina em seu sangue, o cansaço só veio após a ducha quente. Eles se aninharam na grande cama, toda aquela manha de começo de namoro já havia acabado e Hoseok dormia livremente largado, enquanto Hyungwon se encolhia no pequeno espaço que lhe sobrava, ás vezes acordava com uma das pernas do outro em cima das suas e com a coberta quase toda no chão.

Acordaram depois do almoço, na verdade só Hoseok levantou-se, Hyungwon permaneceu na cama dormindo como uma pedra. Enquanto preparava seu café admirando os cantos iluminados da cozinha, sentiu falta da cafeteria, fazia uma semana que Minhyuk o substituiu, conseguia inalar o doce cheiro dos cafés melados em cima de alguma mesa, derrubado por uma criança extremamente feliz que não parava quieta, -Twosome Place abrigava muitas dessas crianças em suas manhãs. - Queria os visitar, então se lembrou dos convites para um programa no qual participaria com o Hyungwon apresentando a música. 
         Adoraria poder chamar o outro para assistir, eles se conheciam bem antes do Minhyuk se tornar seu aprendiz, ambos eram ajudantes no mesmo orfanato já mencionado antes.
         Hyungwon fora obrigado a se levantar, pois sentiu a falta do calor do outro na cama. Com os olhos semi-abertos e o cabelo ainda bagunçado foi em direção a sala em busca do outro, apenas sendo reconfortado quando seus braços rodearam a cintura já tão conhecida pelo mesmo. Os lábios do moreno alcançaram os seus, ressoando seu desejo de bom dia em meio ao beijo, o gosto do café se misturava ao sabor natural do loiro, foram interrompidos pelo apelo da falta de ar.
         Hoseok preparou o café do loiro, enquanto Hyungwon brincava com a barra de sua própria blusa, deixando a pele da sua coxa descoberta, marcas avermelhadas faziam graça em aparecer na parte superior, o moreno sorria admirado, como se o corpo do mais alto fosse uma tela a qual ele coloriu. 
         Aproveitou da distração do outro com seu mini banquete e sugeriu a visita a cafeteria no dia seguinte, após voltarem do estúdio tendo a confirmação de seus cronograma, Hyungwon ficou animado com a ideia e concordou.
         Passaram o restante da noite assistindo filmes melosos, os quais Hoseok acabava chorando pelo casal principal e Hyungwon tentava impedir o riso com os dedos em sua própria boca, mas ao ver o outro se desmanchar como bobo as gargalhadas tomavam conta do quarto. Hoseok sempre fazia manha dizendo o quanto o loiro era maldoso e frio, mas em questão de minutos os dois estavam abraçados novamente enquanto os fios morenos ganhavam consolo.

Na manhã seguinte os dois chegaram mais cedo do que o previsto no estúdio, sendo surpreendidos por Kihyun e Changkyun entrando no local com o riso baixo e de mãos dadas. A música tomou presença, saindo diretamente das caixas de som presa nas paredes, de um lado se ouvia a voz de Hoseok e do outro de Hyungwon, mas quando as duas se tornavam uma só, uma sensação nova percorria o corpo dos ouvintes. 
         Enfim tudo estava pronto e certo, abrigaram a música no melon e na primeira hora já haviam atingido um bom número de visualizações, de acordo com a agenda sua primeira promoção seria no sábado e depois na terça.

A cafeteria estava mais movimentada do que o normal, do outro lado da calçada já se era possível ver os fios loiros andando apressadamente entre os corredores com seu sorriso alegre, Minhyuk iluminava o ambiente apenas com sua presença. A porta anunciou Hoseok junto com Hyungwon, caminharam até a mesa de costume do mais novo e aguardaram ser atendidos. Minhyuk chegará saltitante, feliz por vê-los novamente.
         - Olá Minhyuk está se dando bem? - Hoseok sabia que aquela pergunta não era necessária, mas ainda sim fez.
         - Tenho me esforçado para ser tão bom quanto você era, hyung. - Anotou os pedidos e seguiu para a cozinha.

Quando finalmente estava quase no horário de fechar, o qual mudou para nove e meia da noite, o local se tornará vazio, somente Hyungwon e Hoseok ainda estavam sentados em sua mesa. Os dois baristas que ainda cumpriam seu horário se aproximaram deles, tendo a visão clara dos ingressos nas mãos do moreno. 
         Ao lado de Minhyuk estava um garoto que aparentava ser mais novo, com bochechas fartas e coradas moldadas pelo óculos redondo, seu eye smile possuía um ar calmo e confortante, fios castanhos levemente ondulados e lábios bem desenhados. Foi apresentado como Jooheon, era amigo de infância do loiro que fez questão de certificar o quão eficiente era em seus afazeres. 
         Hoseok ficou feliz pelo amigo, compreendia apenas pelo olhar de ambos o sentimento ali existente, o olhar familiarizado no qual também existia entre ele e Hyungwon. Ao entregarem os ingressos e fazerem o convite, foram surpreendidos por um abraço apertado de Minhyuk, Hoseok sempre achava graça no modo como o outro demonstrava bem seus sentimentos, no começo do abraço desajeitado Hyungwon sentiu medo, a única pessoa a qual teve tanto contato fora sempre Hoseok, mas depois Jooheon também entrou na farra e os quatro ficaram por um tempo rindo.
         O casal deu carona para os outros dois, Minhyuk e Jooheon moravam no mesmo prédio ficando assim fácil irem e voltar do trabalho juntos. No caminho, todos conversavam animadamente, sobre música e café, claro que Minhyuk era quem mais falava e Hoseok era quem soltava as piadas, criaram um clima descontraído, era visível as mãos de Hyungwon nas paradas do semáforo acariciando a do moreno, assim como as de Jooheon nas do loiro sorridente. Após deixarem os dois no local seguiram de volta para o seu apartamento.

Sábado chegou rapidamente, Hyungwon e Hoseok estavam muito ansiosos, planejaram várias coisas e imaginaram também. Vestidos em belos ternos brancos, antes de subirem ao palco se abraçaram forte e mencionaram um eu te amo baixo. O casal iria finalmente promover a música composta por Hyungwon e arranjada pelo Changkyun, assim foram anunciados para a plateia.
         Quando a canção começou, enxergaram nos primeiros assentos Minhyuk acompanhado por Jooheon, Kihyun ao lado de Changkyun e um velho amigo do Hyungwon, Shownu, dançarino profissional da mesma empresa.
 

Hoseok cantava a sua parte com o olhar direcionado a Hyungwon e um leve sorriso, assim como o outro. Caminharam ao centro do palco, a iluminação se tornou baixa em um tom arroxeado, Hyungwon ficou à frente de Hoseok, a melodia se tornou mais forte ao ser ressoada pelos dois ao mesmo tempo.

I can’t hear anything when I’m in front of you
All I want is you

Hoseok sorria envergonhado com a cabeça baixa e Hyungwon exibia suas mãos entrelaçadas.

I wanna hold your hand
And show you the blue sky, I wanna walk with you

Barulhos manhosos eram ressoados pela platéia, quem visse de longe julgava os dois como bons atores e o melhor fan service, mas os 5 presentes na primeira fileira sabiam e conheciam o amor envolvido naquela apresentação.

Hoseok soltou as mãos do outro se virou para a platéia mostrando seu aegyo girou em torno do corpo de Hyungwon enquanto ele cantava, segurou em sua cintura em um back hug confortante e ditou suas linhas.

But dongseng, why?
You ask?
Because of your ant-like waist

Suas mãos deslizavam pela pele recoberta com o tecido grosso, fazia questão de cantar próximo ao lóbulo do mais velho, podia sentir o mesmo se arrepiando à sua frente.

Hyungwon se afastou dos braços do outro, permanecendo ao seu lado, com a face ruborizada deslizou seus dedos pela bochecha esquerda do mais alto, finalizando com um leve aperto.

But hyung, why?
You ask?
Because of your honey skin that resembles mine

Hoseok e Hyungwon não conseguiam esconder seu sorriso, a iluminação foi voltando ao normal, os corpos se direcionaram a frente do palco e com movimentos leves, em perfeita sintonia continuaram.

Because of those reasons
Because it’s just because of you

Gritos animados se juntaram a apresentação, mas a música já chegava ao fim.

It’s all for u all of me revolves around you
You know this
Because of you, all my problems are solved
Hug me just once

Os dois caminharam de encontro a si, mas a luz se apagou quando Hyungwon tomou Hoseok em seus braços, o mais baixo logo encaixou seu rosto no pescoço do outro, trazendo para os dois aquela sensação tão bem conhecida e que havia se tornado necessária.

Depois de descerem as escadas do palco, Hyungwon ria do moreno, Hoseok sentia suas pernas falharem e andava apoiado no corpo do outro.

O camarim dos dois foi invadido pelo Minhyuk animado e ao seu lado Jooheon os parabenizando apenas com o seu eye smile natural. 
           Kihyun vinha logo atrás, os olhos meio marejados foram motivos dos ataques de Hyungwon.
           - Você parece uma omma orgulhosa Kihyun. - Fazendo quase todos rirem, inclusive Changkyun que estava ao seu lado.
           Hoseok aproveitou a baixa guarda do mais novo, se aproximou e fez menção de provocá-lo.
         - E você talvez seja o appa. - Changkyun logo mudou seu ar de riso para um envergonhado, enquanto Kihyun fingia estar com bastante raiva.
      Shownu que era de poucas palavras, apenas tomou o casal em um abraço desajeitado e ressoou um "bom trabalho”. Aproveitando do momento, Kihyun convidou a todos para saírem e comerem pizza, por conta da empresa claro.

Quem visse de longe os sete sentados em volta da mesa redonda, gargalhando e dividindo pizzas, julgariam como amigos de longa data.

Talvez o que eles realmente seriam, fosse uma família de sangue diferente, mas unida pela necessidade de uns dos outros e muito amor.


Notas Finais


tem gostinho de fim.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...