História Caratê - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Artes Marciais, Caratê, Karate, Luta, Shotokan
Exibições 23
Palavras 884
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Romance e Novela, Shounen
Avisos: Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Capítulo Grande em relação aos outros.
Aviso: vai ter hot. Semi na verdade, mas não importa
Boa leitura!

Capítulo 8 - Date


Erick é Ana iam para casa de Erick tomar banho e se arrumarem para sair. Ana estava de cara fechada enquanto Erick tentava decifrar oque se passava na cabeça da loira.

-hey, aconteceu alguma coisa? Foi pq eu te venci? Me desculpe se peguei pesado.

-NÃO, Erick, não aconteceu nada.

-aconteceu sim Ana. Eu estou aqui para te ouvir. Sempre vou estar. Pode falar, eu vou entender.

-era pra eu estar no campeonato! Eu sonho com isso a anos! E vem você é rouba meu lugar! Ah, tenha dó!

Erick segurou Ana pelos braços e a colocou contra a parede

-calma aí. O Shihan ainda pode te escolher. Eu não roubei sua vaga, nunca roubaria. Acho que ele busca características individuais. Por isso me escolheu. Vem na minha casa sábado, e nós treinamos juntos.

- Ana encarou por alguns segundos, mas como um degradê, sua testa com expressões de raiva se tornou uma de tristeza, e lágrimas começaram a sair de seus olhos.

- me desculpe Erick, as vezes sou muito competitiva, eu sei que não sou boa o suficiente para entrar no campeonato, e descarreguei em você. Me desculpe.- Ana falou e logo depois abraçou Erick, com sua cabeça ao lado da nuca do mesmo.

-eu entendo Ana. as vezes eu também sou competitivo de mais. Mas saiba de uma coisa, ao meu lado quero ver você sempre feliz, eu amo seu sorriso. Você fica linda sorrindo.

Ana depois da declaração de Erick o correspondeu com um sorriso enquanto ela limpava suas lágrimas no kimono.

Quando os dois chegaram na casa de Erick, Erick apresentou ana a sua mãe:

-é um prazer conhecer a senhora, me chamo Ana

-não precisa de tanta formalidade menina! Nossa, estou surpresa, Erick nunca trouxe uma namoradinha para cá, e quando trás, é um menina linda desse jeito!

Ana riu olhando para Erick, e Erick corou.

-Bom, Ana, vai lá tomar banho, eu sou o próximo. Use o banheiro do meu quarto, e já se troque lá. Eu te espero aqui em baixo. -Disse Erick, interrompendo rapidamente a conversa constrangedora

"Não acredito que tem uma gostosa dessa tomando banho no meu banheiro"

pensou Erick

"Pensei que ele ia tomar banho comigo hihi"

Pensou ana

Uns 20 minutos se passaram e Erick estava impaciente. Até ouvir um grito vindo de seu quarto

-ERRIIIICKKKKK ME AJUDAAAA!!

Era a Ana. E Erick sem exitar foi correndo até lá.

Erick abriu a porta de seu quarto de forma decisiva, e logo quando entrou viu Ana envolvida por uma toalha vermelha.

-ERICK TEM UM BICHO NO SEU BANHEIRO!

-Calma, eu vou lá ver.

Quando Erick entrou, viu uma barata dentro do box. Ele pegou seu chinelo e rapidamente matou ela, e jogou o inseto no lixo.

-Pronto ana?

-Aí Erick, obrigado- disse Ana o abraçando.

Erick correspondeu o abraço, mais ficou extremamente envergonhado, conseguia sentir cada volume e curva do corpo de Ana. Fazendo com que Erick fique excitado, formando um volume em sua calça.

Ana percebeu isso, mas se manteve em silêncio.

Erick afastou seu tronco do de Ana, mas manteve a mão na cintura da loira. Os dois se encaravam, até Erick aproximar seus lábios ao de Ana dando um selinho, que deu incio a um caloroso beijo. Os dois se separaram só quando  faltou ar. Quando Ana se afastou, sua toalha caiu, fazendo ela ficar nua na frente de Erick. Erick se aproximou do corpo nu de Ana, encostou seu quadril no dela. Colocou sua mão nas costas da loira até descer suavemente sua mão até sua bunda e começar a agarrar.

-não, pare Erick.

-hãn?

-deixe isso para depois do encontro. Eu vou me vestir.

-tudo bem Ana- disse Erick se separando do corpo nu de Ana.

Erick foi para o banho e se trocou. Ele estava vestindo uma calça jeans, uma camisa branca e uma jaqueta de couro.

Ana estava com um short jeans curto e uma camisa amarela, ela prendeu seu cabelo formando um rabo de cavalo.

A mãe de Erick levou o casal até o parque, e o deixo lá.

-hey Ana, qual brinquedo você quer ir primeiro!?- ele perguntou a loira que estava de cabeça baixa

-Ana? Você está bem?

-não. Como você pode não estar envergonhado depois daquilo?

-ué, foi bom, não foi? Para mim foi ótimo. Desculpe se fui muito agressivo… está arrependida?

-Não, não isso, foi bom sim. Bom demais. Só que está situação é muito embaraçosa!

-calma Ana, olha vamos aproveitar o parque, pode se sentir segura comigo.

-ta, obrigado Erick- disse a loira com um sorriso estampado.

----------

Eles foram e vários brinquedos, e a Ana sempre gritava nos radicais e se segurava no braço de Erick.

A mãe do garoto moreno chegou, e os dois foram para casa de Erick, para que o pai de Ana fosse busca-la.

Quando chegaram, Erick chamou Ana para seu quarto.

Erick sentou na cama e Ana sentou no colo de Erick de modo que ela ficou do lado oposto de Erick com suas pernas para trás.

-olha Ana vou te falar a verdade. Eu quero muito fazer amor com você, mas estou vendo sua insegurança. Eu quero, mais entendo se você não.

-desculpa Erick, eu sinto que realmente não estou preparada. - disse a loira cabisbaixa.

-tudo bem Ana. - Erick -Disse seguido de um abraço.

-ANA, SEU PAI CHEGOU!- gritou a mãe de Erick.

Ana deu um selinho em Erick deu tchau e desceu as escadas. Erick olhou pela janela. E lá estava o pai de Ana. Um homem com um bigode volumoso e um corpo forte.

"CALMA, O PAI DA ANA É O SHIHAN!?"


Notas Finais


Eai gostaram?
Até o próximo capítulo! XD


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...