História Carolina - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Diário, Jovem-adulto
Visualizações 3
Palavras 626
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - Papel avulso n 5


P A S S A D O        R E C E N T E

Oi gata,

sobre esse ano que passou... Não foi mais fácil que os outros. Crises de ansiedade e insegurança, problemas de existencialismo, frustrações no meu trabalho e estresse por conta dele... Mas apesar dos problemas, do que eu mais me lembro quando penso nesse ano foram das alegrias de um relacionamento sincero e construtivo. O Lucas me levou a várias primeiras vezes (primeira vez na casa do namorado, primeira vez no cinema, primeira vez num churrasco com amigos, primeira vez no parque de diversões, primeira vez num rancho), me apresentou a vários amores (Dexter, Donnie Darko, Naruto, A origem, Impacto profundo, God of War, Beyond two souls, The last of us...) e me fez parte da vida dele (como ele da minha).

Estar com ele, deitada assistindo Fail Army ou com ele segurando minha mão em qualquer social, são momentos preciosos e especiais que nunca imaginei viver, não esperava pelo amor "tão cedo" e tão de repente. A pior tristeza que eu senti foi quando nos separamos. Foi horrível e me fez perceber que pela primeira vez eu estava (mesmo) apaixonada. Nosso término durou dois dias kkkkk e nesses dois dias eu entendi muita coisa sobre egoísmo e sobre como falhamos ao olhar para os outros. Entendi também que o nosso amor é maior do que o orgulho dele (eu terminei com ele por causa das drogas e ele me pediu perdão e prometeu se livrar disso, pode parecer burrice minha, mas eu sei que ele não é o tipo de cara que desonra a palavra ou pelo menos faz de tudo para honrar, ele é desse tipo arcaico kkkkk e eu também).

E depois da camada de alegria pelos momentos felizes que passamos juntos, eu vejo como cada problema (no meu trabalho, no meu pessoal) me fez crescer como pessoa. Me deu mais malícia (sendo isso bom ou ruim), me fez mais forte, me fez descobrir que sou realmente forte, me fez tentar olhar mais para os outros, tentar enxergá-los, me fez um pouquinho mais desinibida. Me fez mais feliz.

Descobri que eu tenho amigos de verdade. Que existem pessoas que gostam de mim e me admiram de verdade. Sou grata ao Drica por ter me enxergado no meio da multidão e me acolhido como a "Corina". Sou grata ao Guga por contar comigo. Ao Rodrigo (Ah, o meu irmão Ro...) por mesmo com o tempo separados ainda sejamos iguais; pelo extremo apoio que ele me deu e ainda dá. Grata a minha amada Tia-Mãe Marceli que me ouve sem julgar, que me ama sem julgar. Grata por todos os banhos de chuva que lavam a alma, todos os banhos de sol que aquecem o coração. A minha querida mãe pelo seu caráter que me criou assim e pela sua companhia diária e constante.

Sou grata às pessoas que conheci no JP. Elas me fizeram crescer; por métodos bons e maus. Carol, Lê, Bia, Eliza, Amara... As pessoas que foram, estão ou passarão.

Grata aos livros que eu li. Os personagens que eu amei, os mundos que visitei. As músicas que me encantaram, me animaram ou acalmaram.

Esse ano conheci mais sobre jardinagem, mais sobre animes e Yoga.

Comprei uma estante para os livros e um guarda-roupa novo. Decidi só comprar livros que eu já li e realmente quero ter na estante para reler. Ser mais consciente com meu consumo, afinal o que importa é a história e eu posso ler ela no leitor digital ou no computador... sempre vai ter uma biblioteca pública esperando por mim e tals kkkkkkkk Comprei um microondas que funciona e consegui deixar a unha crescer!

Então gata, acho que é isso sobre o meu ano.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...