História Carousel - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Carousel, Drama, Mistério
Exibições 10
Palavras 463
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Heyo!
Bem, faz um tempo que eu desapareci e tem uma grande chance de até o final do mês eu postar só umas duas ou três vezes, mas aqui estou eu com uma nova one shot (yaa *-*)
Antes de qualquer coisa... Eu escrevi isso enquanto ouvia Carousel da Melanie Martinez, e eu estava com um pouco, então não liguem para os erros e tals.
Agora boa leitura ^^

Capítulo 1 - Capítulo Único


Magia.

Isso expressa tudo e qualquer coisa que eu tinha sentido na noite em que você me levou para aquele parque de diversões.

Era incrível como todas aquelas luzes e aqueles sorrisos me faziam sentir como uma criança novamente, e tudo parecia exalar certa magia que me atraia.

Você era o dono de toda essa magia.

Mostrara-me todos os brinquedos, mas o que mais me encantou foi o carrossel. Havia algo de diferente nele, talvez fosse por todas aquelas imagens e cores, talvez pelas luzes que brilhavam de um jeito belo que atraia o meu olhar, ou talvez fosse aquela música melancólica e agradável aos meus ouvidos, mas tudo me proporcionava uma sensação boa. Eu não havia percebido antes, mas naquele momento eu estava olhando para algo criado por sua mente.

E quando percebi, estava dentro desse carrossel.

Quando começamos a rodar, não pude conter o meu ânimo aparente, pois tudo era como uma doce brincadeira infantil, e com você ao meu lado eu não tinha o que temer. Foram tantas as voltas que demos naquela noite que nem lembro mais.

E em uma dessas voltas eu acabei me apaixonando por você.

Antes você ainda me dizia para que fossemos experimentar outros brinquedos, mas parece que com o tempo você passou a gostar de passar aquelas voltas comigo.

Até demais.

Acho que agora devíamos tentar a montanha-russa.

Parece que quem não quer mais sair é você.

Agora suas travessuras estão mudando, e eu não sinto mais suas mãos sobre meus ombros e sua voz sussurrando palavras inspiradoras no meu ouvido. Eu não sei que brincadeira é essa, mas eu continuo rodando e a cada volta eu sinto menos a sua presença. Onde você se meteu?

Eu ainda estou presa no seu carrossel.

Isso me causa desconforto, e eu me sinto um pouco enjoada de tanto rodar, mas isso não é ruim, pois em meio à multidão eu vejo o teu belo e sádico sorriso direcionado para mim, e isso me causa arrepios – não sei se bons ou ruins. As luzes agora brilham de forma tenebrosa, a música se torna algo desagradável e os giros se tornam monótonos.

Esse carrossel se tornou um pesadelo que só parece afetar a mim.

Mas há algo que ainda me prende aqui. Talvez seja por ainda ser o mesmo carrossel que me havia me atraído de forma surpreendente, ou pelo seu sorriso que ainda não sai do seu rosto. Uma parte de mim que fugir, sair desse inferno e nunca mais voltar, mas há outra parte que ainda está hipnotizada por esse lugar, que ainda quer ficar aqui, e que não liga nem para o fato de estar amarrada ao brinquedo em que está sentada. Mas ambas as partes perguntam:

Por que eu não quero fugir desse carrossel?


Notas Finais


Acho que é isso...
Obrigada por lerem e até logo!
Bjus polares! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...