História Carrossel- dia após dias - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Cirilo Rivera, Maria Joaquina Medsen
Tags Ciriquina, Outros Casais, Paulicia
Exibições 83
Palavras 1.385
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem do capítulo.

Capítulo 16 - Todos empolgados pro baile


OPV- Autor

Finalmente segou o sábado, o dia do baile, estavam todos eufóricos, para que chegasse logo de noite, era mais ou menos 10h30min.

Whatsap on:

Jaime: ea pessoal, estão todos preparados, pro baile?

Ally: quem é o imbecil, que manda mensagem, uma hora dessa? Ela irritada.

Jaime: imbecil é quem me chama.

Val: e que tá rolando?

Ally: é que Jaime, me acordo 10h30min da manhã.

Marce: aí Ally, para de reclamar.

Koki: está parecendo a Maria chatonilda.

Val, Marce, Ally, Jaime: kkkkkk.

Majo: chatonilda é sua cara, que vou quebrar.

Cirilo: olhem só, ela dando uma fortuna KKK.

Val, koki, Jaime, Ally, Marce: kkkkkkk

Majo: sou mesma, quer que eu te mostre, essa minha força?

Val, koki, Jaime, Ally é Marce: aeee...

Cirilo: vem então, eu moro do lado.

Jaime: Cirilo chamou pra mão kkkkkkk.

Majo: cala boca Jaime.

Val: mas ele está escrevendo.

Majo: eu não me pedi, pra você me explica, Valéria.

Val: grossa.

Carmen: vocês já estão brigando uma hora dessas?

Ally: Carmen não enche, nosso saco, com seu sermão.

Cirilo: você tem saco, Alícia? Kkkk.

Ally: não te interessa.

Todos que estão acordos: aeeee...

Cirilo: interessa, sim.

Ally: se eu tiver, vai querer senta nele?

Cirilo: não, só fico preocupado com Paulo.

Ally: por que?

Cirilo: imagine, em vez de ser você, que fica grávida, sendo ele.

Ally: ata kkkk.

Marce: coitada vai ser da Ally.

Koki: por que?

Marce: pense, em atura uma pessoa chata, todos os dias, como meu irmão, ainda mais ele engravidando.

Val: porra um desastre total.

Todos: kkkk.

Ally: eu não acho, Paulo tão chato assim.

Carmen: o amor é chego.

Dani: bom dia pessoal.

Ally: bom dia nada, boa madrugada né.

Koki: Alícia você está reclamando de novo?

Laura: isso é nada sentimental, bom dia pessoal.

Cirilo: bom dia senhora sentimental.

Jorge: bom dia ralé.

Jaime: bom dia bichinha.

Jorge: você não falou isso, quando peguei a sua prima

Jaime: não, por que ela falou por mim.

Todos: 10x5 Jaime.

Jorge: vocês dão pra cala os dedos.

Marga: bom dia gente.

Cirilo: bom dia flor deserto.

Carmen: senti um romance aí.

Val: eu2

Marce: eu3

Ally: eu4.

Bibi: eu5

Laura: isso é tão romântico.

Majo: eu não achei nada.

Koki: porque está com ciúmes.

Majo: eu não estou.

Dani: pessoal mudando de assunto, quem vai no baile hoje?

Majo: acho que todo mundo.

Adri: mas é que horas?

Cirilo: Às 8h.

Dani: tudo bem.

Davi: bom dia pessoal, e bom dia meu amorzinho.

Val: bom dia, meu Davizinho.

Cirilo: como vocês são grudentos, até zap.

Davi: Cirilo, vai comer Maria Joaquina ou Margarida, e deixe meu namoro com a Valéria em paz.

Cirilo: se elas quiserem. Kkkk.

Majo e Marga: É O QUE? Elas mandão pelo áudio gritando.

Cirilo: só uma brincadeira.

Laura: esse Cirilo está muito safado, para meu gosto.

Ally: teu gosto é a safadeza dele?

Laura: foi só um modo de falar.

Paulo: dão pra vocês desligarem, essas porcarias, que eu estou tentando, dormir.

Cirilo: agora sei o porquê da Alicia e o Paulo se gostarem tanto.

Paulo: então por que chocolate?

Cirilo: são dois chatos.

Majo: concordo com ciro.

Jorge: Ciro?

Marga: é um jeito romântico dela, de chamar o Cirilo.

Majo: nada haver isso.

Ally: eu senti romance aí.

Todos menos Majo e Cirilo: eu também.

Cirilo: pessoal o papo está bom, mas tenho que sair, para ajudar meu primo, na arrumação do baile. Fui.

Majo: quer ajuda?

Laura: querendo ele  Majo?

Majo: claro, se não a decoração do baile, vai ser um lixo. Diz dando desculpas.

Val: sei.

Majo: iai Cirilo! Posso te ajudar ou não?

Cirilo: tá bom te espero lá na rua.

Whatsap off.

OPV- Maria Joaquina

Depois que eu saí do zap, eu fui me arrumar para sair Cirilo, para ajeitar o preparativos do baile. Se bem me intenção de ir com ele, não era essa, e sim de conversarmos sobre a gente. Eu me arrumo, e desço

Eu: oi pai, oi mãe.

Meus pais: oi filha tudo bem?

Eu: tudo. Eu dou um beijo em cada um. Eu vou sair.

Meu pai: pra aonde, e com quem?

Eu: com o Cirilo, pra casa do primo dele.

Minha mãe: fazer o que lá?

Eu: vou com ele ajudar na declaração.

Meu pai: tá bom, juízo. Dou um beijo neles e saio.

Quando estava saindo, vi o Cirilo andando de um lado, e para outro.

Eu: procurando alguém?.

Cirilo: não, esperando uma noiva, no dia do casamento.

Eu: ai, grosso. Digo com a voz, dando um tapinha nele. Eu nem demorei tanto assim.

Cirilo: não, não, só uma eternidade.

Eu: ae! Então vamos logo.

Então fomos em direção a antiga casa dele.

Eu: Cirilo, você ainda sente algo pela? Fui bem direta na pergunta. Ele olha pra mim.

Cirilo: amizade, por que?

Eu: ufa! Porque ela falou, que ainda gosta de você.

Cirilo: eu sei.

Eu: como você sabe?

Cirilo: depois que vocês voltaram do shopping, ela me mandou mensagem.

Eu: o que ela disse? Pergunto bastante curiosa.

Cirilo: ela perguntou, se gostava mesmo de você.

Eu: o que você disse?

Cirilo: sim.

Eu: foi só isso.

Cirilo: depois que eu a respondi, ela desligou na mesma hora, e senti que ela ficou irritada. Sinto que ele faz cara de preocupação.

Eu: você ficou irritado comigo, depois de recusado a fazer dupla com você?

Cirilo: muito, ainda estou. Ele diz de cabeça baixa.

Eu vou para frente dele, e o paro.

Eu: desculpa. Fazendo biquinho pra ele.

Cirilo: não sei. Ele desviou os olhos.

Eu: como assim? Corro de novo pra ficar na sua frente.

Cirilo: estou cansada de tanta enrolação. Desviando mais uma vez.

Eu: mas você falou, que ia me espera.

Cirilo: até quando Maria Joaquina? Eu não sou Luan Santana, pra ficar te esperando a vida toda não.

Eu: eu sei que você não ele Cirilo, espera só um pouquinho, até eu certeza.

Cirilo: não sei. Ele diz com tom de dúvida.

Eu: lembre- se das nossas duas vezes, que ficamos juntos. Fasso com a mão de por favor.

Cirilo: lembro disso toda hora.

Eu: você acha, que eu me entregaria pra você, duas vezes daquele jeito, que não te amasse.

Cirilo: não. Ele olha pra mim.

Eu: então você vai me esperar? Digo dando um sorriso malicioso, provocador.

Cirilo: sim.

Então coloco à mãos no seu pescoço, e lhe dou um beijo, ficamos ali na aquela trocação, nos beijo, ele me pediu passagem de língua, eu cedi, ficamos uns vinte minutos ali. Depois ele se afastou.

Eu: o que foi, não gostou? Digo nervosa com medo da resposta.

Cirilo: claro que gostei. Ele coloca a mão no meu ombro, pra me acalmar.

Eu: então porque parou?

Cirilo: por que temos uma festa para arrumar. Ele ri.

Eu: verdade.

OPV- Autor

Então os dois foram em direção da antiga casa do Cirilo.

OPV- Cirilo

Eu e Majo chegamos na casa do meu primo. Eu toco a campainha, e minha tia vem atender.

Eu: oi tia. Digo abraçando ela.

Minha tia: oi Cirilo. Ela me dá um beijo na bochecha.

Eu: essa daqui é Maria Joaquina. Aponto para Majo. E Majo essa daqui minha tia Lúcia.

Majo: muito prazer. Ela diz cumprimentando minha tia com beijo bochecha tradicional.

Minha tia: prazer é todo meu, como você é bonita.

Majo: obrigada. Ela diz com as bochechas vermelhas de vergonha.

Minha tia: ela sua namorada? Majo me olha meio, assustada com que eu ia dizer.

Eu: não, estamos só ficando.

Majo: Cirilo. Ela faz cara de raiva.

Eu: o que foi Majo? Sem entender essa reação dela.

Majo: nada, nada Cirilo. Ela diz com raiva.

Eu: então vamos entrar?

Majo: vamos. Diz com braço cruzado.

Estávamos entrando, minha tia tinha ido na frente.

Majo: você não devia falar, que nós estamos ficando.

Eu: mas não é verdade?

Majo: mas você falando assim, o que ela pensou, que sou?

Eu: sei lá, você liga muito para opiniões dos outros.

Majo: melhor nos entramos antes, que eu quebre essa cabeça de vento.

Então assim nos ficamos arrumando as coisas, meu primo não estava em casa ele tinha ido buscar uma amiga dele no aeroporto. Depois de arrumar tudo, e a Majo fomos para casa se arrumar. E isso era umas 16hs.

Até a hora do baile pessoal.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...