História Carrossel- dia após dias - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Cirilo Rivera, Maria Joaquina Medsen
Tags Ciriquina, Outros Casais, Paulicia
Exibições 94
Palavras 1.300
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem do capítulo.

Capítulo 17 - Começo do baile, a volta de alguém, e o confesso


OPV- Alícia

Estava em casa me arrumando pro baile, Estava super ansiosa, coloquei minha roupa. Passei minha maquiagem básico fiquei esperando o Paulo vim me buscar.

OPV- Paulo

Eu estava me arrumando, estava louco pra chegar logo neste baile, coloco minha roupa, fui buscar a Alícia.

OPV- Marcelina

Estava me arrumando, o Mário veio me buscar, ele estava na sala, eu coloco minha maquiagem, e vou pra sala.

Eu: Mario, vamos?

Mario: vamos.

Então dou selinho vamos para baile.

OPV- Valéria

Estava tinha acabado de me arrumar, o Davi vem me busca, ele está atrasado eu ligo para ele.

Ligado on:

Eu: DAVI AONDE VOCÊ ESTÁ? Grito ao telefone.

Davi: é- é eu tô chegando meu amorzinho. Ele diz com tom de medo.

Eu: tá bom rápido. Eu desligo o telefone.

Ligado off.

OPV- Carmen

Estava prontissima esperando Daniel, pra irmos juntos ao baile, ele não chegava, eu fiquei impaciente, andando de um lado a outro da casa.

Minha mãe: minha filha o que foi?

Eu: estou esperando o Daniel. Digo ainda nervosa.

Minha mãe: para de ficar andando de um lado para o outro.

Eu: não da, ele esta demorando muito.

Minha mãe: mas você fica assim não vai adiantar em nada.

Eu: eu sei, eu sei. Digo meio grossa, me sentando, e depois levanto de novo, no mesmo ritual.

A campainha toca, eu fui atender. Vi que era dã.

Eu: Oi dã. Dou um selinho nele.

Dani: oi Ca. Ele me abraça. O dona Inês, e senhor Federico.

Meus pais: oi Daniel. Eles acenam com a mão.

Eu: pai e mãe estamos indo. Vou até eles da uns beijinhos pra sair.

Meus pais: tá bom filha, juízo. Cada um dão um beijo em meu rosto, e Dani fomos pro baile.

OPV- Maria Joaquina

Estava terminado eram uma 19h 30min, e Cirilo estava sentado na cama.

Cirilo: vamos Majo. Tom pouco paciente.

Eu: calma aí. Digo passando a maquiagem.

Cirilo: nós vamos pro baile, não pro um casamento.

Eu: mesmo assim tenho que está maravilhosa. Falo jogando o meu cabelos pros lados.

Cirilo: você é sempre maravilhosa. Ele diz se levantando, vindo me beijar.

Eu: você também está lindo. Coloco minha mãos ao redor do seu pescoço, nos beijamos rápido.

Cirilo: eae! Você já está pronta? 

Eu: quase, fecha meu vestido aqui para mim?

Ele então vem até mim , e fecha meu vestido.

Eu: estou pronta.

Cirilo: até que fim. Em tom de brincadeira.

Eu: ai chato. Digo carinhosamente.

Cirilo: vamos?

Eu: vamos.

Então descemos as escadas.

Eu: pai e mãe estamos indo.

Meu pai: volta que horas?

Eu: eu não sei.

Minha mãe: vai vim com Cirilo também.

Eu: provavelmente sim.

Meu pai: tá bom então.

Eu: tchau mãe, tchau pai.

Meus pais: tchau filho.

Cirilo: tchau doutor Miguel, tchau dona Clara.

Meus pais: tchau Cirilo.

Meu pai: cuida bem dela.

Cirilo: vou cuidar, como fossemos casado. Eu fico sei de vergonha.

Meu pai: então eu estou aliviado.

Minha mãe: é tão bom ver vocês juntos.

Eu: mãe nos somos só amigo.

Minha mãe: sei, agora vão antes que vocês cheguem atrasados.

Eu: tá bom. Puxo Cirilo.

E fomos em direção a festa, e quando chegamos no baile.

OPV- Autor

Cirilo e Maria Joaquina tinham chegado no baile, estavam todos lá.

Val: até que fim vocês chegaram. Falou no tom apressada.

Ally: achei que não viriam.

Cirilo: é que eu estava esperando a noiva acabar de se arrumar. Todos tiram.

Paulo: vocês vieram juntos. Balançou a testa no jeito malicioso.

Cirilo: sim.

Val: é ciriquina Brasil.

Majo: não comece com isso.

Marga: Cirilo cada o seu primo.

Jorge: e sua prima.

Cirilo: não sei, até agora não vi eles.

Jaime: irmãozinhos, ela linda mesmo.

Cirilo: sim, vou procurar eles.

Cirilo sai e vão procurar seus primos, e o pessoal continua conversando.

Jaime: Majo você viu como é os primos do Cirilo?

Majo: não eles foram buscar a amiga deles no aeroporto.

Depois que a Majo respondeu, uma menina apareceu para eles.

Xx: oi pessoal. Todos olham para a garota, Majo já o olha com raiva.

Majo: o que vocês está fazendo aqui? E quem te convidou? Todos olharam para Majo e a menina, sem saber o que entre elas.

Bibi: calma Majo não precisa trata a menina mal.

Majo: cala boca Bibi. Ela diz com raiva, e grossa.

Carmen e Marce: concordo com Bibi, Majo se acalmar.

Cirilo volta correndo.

Cirilo: pessoal não achei eles.

Majo: Cirilo foi você que convidou essa garota? Ela diz com raiva.

Cirilo: quem é ela?

Xx: Cirilo que saudades. Ela abraça o Cirilo, aumentando a raiva da Majo.

Majo: dar pra solta dele?

Xx: tá bom não sabia, que vocês estavam namorando.

Majo: é mais estamos. Ela diz abraçando- o.

Cirilo: estamos? Totalmente a dúvida.

Majo: claro meu amor.

Xx: quem diria Maria Joaquina, você namorando a pessoa que odiava do mundo.

Majo: cala boca garota, Cirilo foi você que convidou ela não?

Cirilo: não, eu nem a conheço.

Majo: a i Cirilo você vai me dizer que não a conhece. Ela ainda está com.

Cirilo: não quem é você?

Xx: Poxa Ciro eu fui me esquece assim? Ela diz provocando a Majo.

Majo: garota, já falei pra você sair de perto dele.

Xx: não vou sair, e outra Ciro sou a sua segunda paixão.

Cirilo: Luiza? Jaime, Mario, Alícia Daniel, Carmen e Davi ficam de boca aberta.

Luiza: sim sou. 

Jaime:  aquela que manda super bem no vídeo game. Majo olha com raiva.

Ally: Jaime acho melhor você cala a boca.

Jaime: por que?

Ally: estamos preste a começar a terceira guerra mundial.

Jaime: qual são os países? Sem entender muito bem o assunto.

Ally: como é burro.

Paulo: alguém da pra me explica, o que esta acontecendo?

Carmen: já, já você vai saber.

Cirilo: quem te convidou? Ainda surpreso com a chegada da Luiza.

Luiza: o seu primo.

Cirilo: como assim?

Luiza: o meu pai, e seu tio trabalharam juntos, fazendo e vendendo produtos de mágicas, e como estou meu pai voltou para São Paulo, e seu primo soube ele me convidou.

Cirilo: ata. Jeito tanto faz.

Marga: ninguém respondeu de onde, vocês conhecem essa menina.

Carmen: foi na época da patrulha salvadora, depois de agente derrotar o Jorge, um ninjas mágicos apareceram na cidade, e dono desses ninjas era o pai de Luiza, que foi a segunda paixão de Cirilo, e foi ali, que ele começou a tratar a Majo meio mal.

Bibi: ata.

Koki: Luiza já ouvi esse nome em algum lugar.

Jorge: aonde?

Koki: você conhece algum katomoto.

Jaime: Kakaroto.

Todos em coral: katomoto Jaime.

Jaime: ata.

Luiza: fui estudar no Japão com ele.

Majo: e por que não morreu por lá? Ela abraça o Cirilo.

Luiza: por causa que tava com saudade do Cirilo.

Majo: eu vou te matar.

Paulo: parece que o dona chatonilda tem mais, competindo pelo chocolate.

Cirilo: eu só tenho olhos pra minha musa inspiradora. Ele dá um na bochecha da Majo.

Majo: o garotinha vaza daqui. Fazendo o sinal ir embora.

Luiza: nada disso só vou se Cirilo. Ela provoca.

Cirilo: eu não vou. 

Luiza: eu também não vou. Ela da um sorrisinho.

Majo: eu mato essa garota. Ela ia pra cima da Luiza, mas o Cirilo a segura.

Majo: me solta, me solta. Ela insiste de parti para cima da Luiza.

Luiza: isso vem, vem faz bem seu tipinho. Ela ri.

Cirilo: sai da Luiza, você está arranjando muita confusão.

Luiza: só vou sair porque você pediu Cirilo. Tchau pessoal.

Majo: já vai tarde. Ainda nervosa.

Cirilo: calma Majo, calma.

Majo: tá, tá, tá, parei.

Ela senta em uma cadeira, o garçom passou.

Majo: me dá essa cerveja.

Ela pega cerveja, e bebe dos gole.

Assim termina o capítulo, e amanhã tem mais o que vai rolar no baile.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...